A maior rede de estudos do Brasil

qual a importância das células trofoblasticas na segunda semana de desenvolvimento?


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Nas duas primeiras semanas, as células do embrião investem muito na proteção dele, porque qualquer deslize, qualquer descamação do endométrio, qualquer trauma, é fatal pro embrião.


A implantação propriamente dita do blastocisto no endométrio termina por volta do décimo segundo dia, quando toda a camada do citotrofoblasto está dentro do endométrio. No entanto, do sétimo dia (quando surge a camada de células que forma o hipoblasto) até o décimo segundo dia, vários fenômenos ocorrem concomitantes à implantação

O sinciciotrofoblasto: É a camada de células que invade o tecido conjuntivo endometrial, ou seja, por causa da ação dele que o blastocisto consegue “se afundar” no endométrio.Ele também dá origem aos anexos embrionários, e fica secretando muitas enzimas de lise, para facilitar a implantação.


O organismo da mãe também ajuda para ocorrer a implantação, porque além da atuação do sinciciotrofoblasto, acontecem os seguintes fenômenos:

  •     as células endometriais (células residuais) sofrem apoptose (ai o blastocisto consegue invadir com mais facilidade, né? já que as células do endométrio vão morrendo no lugar onde ele vai erodindo, acabam morrendo);
  •     há atuação de moléculas/fatores que deixam o endométrio mais receptivo, como: microvilosidades das células endometriais, moléculas celulares de adesão, citocinas, prostaglandinas, genes homeobox, fatores de crescimento e metaloproteinases da matriz;

fonte:https://oimedicina.wordpress.com/2012/03/08/segunda-semana-fim-da-implantacao-e-formacao-do-disco-embrionario/

 

 

Nas duas primeiras semanas, as células do embrião investem muito na proteção dele, porque qualquer deslize, qualquer descamação do endométrio, qualquer trauma, é fatal pro embrião.


A implantação propriamente dita do blastocisto no endométrio termina por volta do décimo segundo dia, quando toda a camada do citotrofoblasto está dentro do endométrio. No entanto, do sétimo dia (quando surge a camada de células que forma o hipoblasto) até o décimo segundo dia, vários fenômenos ocorrem concomitantes à implantação

O sinciciotrofoblasto: É a camada de células que invade o tecido conjuntivo endometrial, ou seja, por causa da ação dele que o blastocisto consegue “se afundar” no endométrio.Ele também dá origem aos anexos embrionários, e fica secretando muitas enzimas de lise, para facilitar a implantação.


O organismo da mãe também ajuda para ocorrer a implantação, porque além da atuação do sinciciotrofoblasto, acontecem os seguintes fenômenos:

  •     as células endometriais (células residuais) sofrem apoptose (ai o blastocisto consegue invadir com mais facilidade, né? já que as células do endométrio vão morrendo no lugar onde ele vai erodindo, acabam morrendo);
  •     há atuação de moléculas/fatores que deixam o endométrio mais receptivo, como: microvilosidades das células endometriais, moléculas celulares de adesão, citocinas, prostaglandinas, genes homeobox, fatores de crescimento e metaloproteinases da matriz;

fonte:https://oimedicina.wordpress.com/2012/03/08/segunda-semana-fim-da-implantacao-e-formacao-do-disco-embrionario/

 

 

User badge image

Izabel

Há mais de um mês

As células mais internas vão manter a pluripotêncialidade e vão dar origem ao embrião propriamente dito,( até a formação da cavidade amniótica apenas); enquanto as mais externas vão formar os troflobastos que irá ajudar a compor a parte fetal da placenta, nesse estágio podemos chamar o embrião de blastocisto. O principal evento que vai ocorrer na segunda semana é a formação da placenta, ( anexos embrionários). Apenas depois da formação da placenta o embrião vai voltar a se desenvolver.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas