A excitabilidade nervosa é uma característica importante da célula nervosa.

 

A excitabilidade nervosa é uma característica importante da célula nervosa. Um estímulo pode ou não ser capaz de alterar o potencial da membrana em repouso gerando um potencial de ação.

De acordo com estas afirmações, leia atentamente os itens abaixo.

I. A velocidade de condução do impulso é diretamente proporcional ao diâmetro das fibras.

II. O potencial de ação possui modo de ação idêntico para o mesmo tipo celular, podendo ser propagado quando gerado em qualquer ponto da membrana.

III. O estímulo sublimiar possui a característica do efeito cumulativo gerando um impulso nervoso e consequentemente um potencial de ação.

IV. Uma maneira de aumentar a velocidade da condução do impulso nervoso é isolar o axônio eletricamente a intervalos fixos. Os gliócitos encapam os axônios com mielina com exceção dos nodos de Ranvier. O PA iniciado no cone é conduzido de nodo a nodo, onde os canais de Na+ e de K+ voltagem dependentes estão presentes.

V. A intensidade de estímulo capaz de gerar o potencial de ação (PA) é denominada estímulo limiar. Se um estímulo limiar for aplicado a uma célula excitável, a célula responderá com um PA e nada impedirá que o fenômeno seja adulterado. É por isso que o PA é conhecido como um fenômeno tipo tudo ou nada.

É correto apenas o que se afirma em: 

 

A

I, II e III.

B

II, III e IV.

C

III, IV e V.

D

I, II, IV e V.

E

todos estão corretos.

 
 Você já respondeu e acertou esse exercício. 
A resposta correta é: D.

 

 

Quando um neurônio recebe um estímulo, se este é forte o suficiente, leva a produção de um impulso nervoso. O impulso nervoso corresponde a uma corrente elétrica que caminha rapidamente no axônio até os botões sinápticos. O impulso nervoso para começar precisa encontrar a membrana numa condição denominada potencial de repouso; uma vez iniciado, se auto propagará.
0 impulso nervoso move-se ao longo do axônio com velocidade e amplitude constantes; A medida que a onda de despolarização se desloca ao longo do axônio, o estado de polarização de repouso é rapidamente restabelecido ou a membrana é repolarizada. Os canais de Na+ se fecham e não há mais entrada de Na+ na célula até a repolarização da membrana - período refratário. Não é possível a transmissão seguida de outro potencial de ação porque os canais de Na+ não podem ser reabertos; Simultaneamente ao fechamento dos canais de sódio ocorre a abertura dos canais de potássio, que saem. Há então uma redução de íons positivos dentro da célula o que resulta em sua repolarização; 0 potencial de repouso só será alcançado com o auxílio da bomba de sódio e potássio, que transporta ativamente o excesso de sódio para fora do neurônio; Uma corrente elétrica forte suficiente para causar uma mudança no potencial de repouso, produzindo o impulso nervoso; Esta transmissão ao longo dos axônios ocorre nos neurônios que não possuem bainha de rnielina. Nos neurônios mielinizados o potencial de ação ocorre ao nível dos nódulos de Ranvier, pontos em que a membrana plasmática faz contato direto com o fluido intersticial. Assim, o potencial de ação "salta" de um nódulo de Ranvier para o seguinte - condução saltatória - sendo um tipo de condução mais rápida e com menos gasto de energia.

#Exercício
#resposta
#Ponto
#IV
#Velocidade
...
Disciplina:Fisiologia I1.519 materiais