A maior rede de estudos do Brasil

O Que é a duração razoável do processo ?

Teoria Geral do ProcessoFACULDADES DOCTUM

2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Carlos Eduardo Ferreira de Souza Verified user icon

Há mais de um mês

Por este princípio, extraimos que nenhum processo, administrativo ou judicial, deve durar mais ou menos que o tempo necessário para que haja prestação jurisdicional de forma efetiva e que alcance seus resultados úteis, com plena garantia de todos os direitos processuais, tais como o contraditório, a ampla defesa e o devido processo legal.

Processo muito rápido pode gerar nulidade. Exemplificando, ao conceder para a parte prazo para contestação, a contar da realização da audiência de conciliação, de 5 dias.

Processo que tarda, falha, como menciona o processualista Alexandre Câmara.

Assim, o princípio impõe a solução da questão sub judice em tempo adequado.

Segue previsão constitucional:

"Art. 5º. [...]

LXXVIII - a todos, no âmbito judicial e administrativo, são assegurados a razoável duração do processo e os meios que garantam a celeridade de sua tramitação."

Por este princípio, extraimos que nenhum processo, administrativo ou judicial, deve durar mais ou menos que o tempo necessário para que haja prestação jurisdicional de forma efetiva e que alcance seus resultados úteis, com plena garantia de todos os direitos processuais, tais como o contraditório, a ampla defesa e o devido processo legal.

Processo muito rápido pode gerar nulidade. Exemplificando, ao conceder para a parte prazo para contestação, a contar da realização da audiência de conciliação, de 5 dias.

Processo que tarda, falha, como menciona o processualista Alexandre Câmara.

Assim, o princípio impõe a solução da questão sub judice em tempo adequado.

Segue previsão constitucional:

"Art. 5º. [...]

LXXVIII - a todos, no âmbito judicial e administrativo, são assegurados a razoável duração do processo e os meios que garantam a celeridade de sua tramitação."

User badge image

Thainara Ribeiro Pires

Há mais de um mês

inserida pela emenda constitucional 45/2004, o principio da razoavel duração do processo esta assegurado no inciso LXXVIII, art 5°, CF/88, como o proprio nome ja indica, assegura a razoável duração do processo e os meios que garantam a celeridade de sua tramitação. 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas