Estudo das Relações Étnico-raciais Afro-brasileira, Africana e Indígena

Considere a citação a seguir: 

“Na última década, a pobreza no Brasil declinou sensivelmente. Mais de 28 milhões de brasileiros suplantaram a ‘linha de pobreza’. O contingente de pobres caiu de 36% para 22% da população total”. 

Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: FAGNANI, Eduardo. Notas sobre o desenvolvimento social recente no Brasil. Texto para discussão. IE/Unicamp, Campinas, n. 198, 2011. p. 2 

A diminuição do número de pobres pode indicar mobilidade social. E, mesmo que esse número tivesse aumentado, ainda assim poderíamos falar em mobilidade social. Levando em consideração os conteúdos do livro-base Desigualdades de gênero, raça e etnia, sobre os fatores coletivos de mobilidade social, é correto afirmar que:

 
A
fatores coletivos de mobilidade social estão ligados à movimentação de pessoas ou grupos, por conta de mudanças estruturais na economia, como a industrialização.
B

fatores coletivos de mobilidade social são explicados pelo esforço individual de todos os membros de um grupo.

C

fatores coletivos de mobilidade social promovem o declínio coletivo da situação econômica de um determinado grupo, mas não sua ascensão.

D

fatores coletivos de mobilidade social mantêm os extratos sociais inalterados, pois não têm força para isso.

E

fatores coletivos de mobilidade social dependem da vontade dos indivíduos em progredir.