A maior rede de estudos do Brasil

A inclusão no ensino comum, possa oportunizar os contatos sociais e favorecer não só o seu desenvolvimento, mas também o das outras crianças?

Educação EspecialUNIDERP - ANHANGUERA

4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para a resolução deste, foram usados conhecimentos acerca do Movimento Pela Educação Inclusiva.


De acordo com o Movimento pela Educação Inclusiva, a inclusão propõe que as diferenças não sejam vistas como problemas, mas sim como diversidade. Essa diversidade, a partir da realidade social, pode ampliar a visão de mundo não só dos alunos com necessidades especiais, mas também de todas as crianças, fazendo com que elas tenham novos paradigmas em relação a convivência e a resolução de problemas na vida em sociedade.


O Movimento pela Educação Inclusiva advoga que as diferenças entre os alunos não sejam vistas como problema, mas sim como diversidade. A partir dessa diversidade, os alunos podem ampliar sua visão de mundo, não só acerca daqueles com necessidades especiais, mas da realidade social como um todo, fazendo com que, então, todos os alunos criam paradigmas na resolução de problemas e na vida em sociedade em geral.

Para a resolução deste, foram usados conhecimentos acerca do Movimento Pela Educação Inclusiva.


De acordo com o Movimento pela Educação Inclusiva, a inclusão propõe que as diferenças não sejam vistas como problemas, mas sim como diversidade. Essa diversidade, a partir da realidade social, pode ampliar a visão de mundo não só dos alunos com necessidades especiais, mas também de todas as crianças, fazendo com que elas tenham novos paradigmas em relação a convivência e a resolução de problemas na vida em sociedade.


O Movimento pela Educação Inclusiva advoga que as diferenças entre os alunos não sejam vistas como problema, mas sim como diversidade. A partir dessa diversidade, os alunos podem ampliar sua visão de mundo, não só acerca daqueles com necessidades especiais, mas da realidade social como um todo, fazendo com que, então, todos os alunos criam paradigmas na resolução de problemas e na vida em sociedade em geral.

User badge image

Rosangela

Há mais de um mês

sim para o aluno atipico a inserção com outras crianças ou adultos é o passo para interação e o desenvolvimento social e gradativamente o seu desenvolvimento escolar.

User badge image

Andre

Há mais de um mês

Para a resolução deste, foram usados conhecimentos acerca do Movimento Pela Educação Inclusiva.


De acordo com o Movimento pela Educação Inclusiva, a inclusão propõe que as diferenças não sejam vistas como problemas, mas sim como diversidade. Essa diversidade, a partir da realidade social, pode ampliar a visão de mundo não só dos alunos com necessidades especiais, mas também de todas as crianças, fazendo com que elas tenham novos paradigmas em relação a convivência e a resolução de problemas na vida em sociedade.


O Movimento pela Educação Inclusiva advoga que as diferenças entre os alunos não sejam vistas como problema, mas sim como diversidade. A partir dessa diversidade, os alunos podem ampliar sua visão de mundo, não só acerca daqueles com necessidades especiais, mas da realidade social como um todo, fazendo com que, então, todos os alunos criam paradigmas na resolução de problemas e na vida em sociedade em geral.

User badge image

Andre

Há mais de um mês

Para a resolução deste, foram usados conhecimentos acerca do Movimento Pela Educação Inclusiva.


De acordo com o Movimento pela Educação Inclusiva, a inclusão propõe que as diferenças não sejam vistas como problemas, mas sim como diversidade. Essa diversidade, a partir da realidade social, pode ampliar a visão de mundo não só dos alunos com necessidades especiais, mas também de todas as crianças, fazendo com que elas tenham novos paradigmas em relação a convivência e a resolução de problemas na vida em sociedade.


O Movimento pela Educação Inclusiva advoga que as diferenças entre os alunos não sejam vistas como problema, mas sim como diversidade. A partir dessa diversidade, os alunos podem ampliar sua visão de mundo, não só acerca daqueles com necessidades especiais, mas da realidade social como um todo, fazendo com que, então, todos os alunos criam paradigmas na resolução de problemas e na vida em sociedade em geral.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas