A maior rede de estudos do Brasil

porque Jânio Quadro ele era um político difericiado

HistóriaFAFIT-FACIC

2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Terra à Vista Verified user icon

Há mais de um mês

Olá,

Jânio Quadros foi um político excêntrico no Brasil. Excelente nos discursos, mas polêmico nas atitudes. Condenava a corrupção, inclusive na déca de 1960 a vassoura era o seu símbolo de campanha, mas foi relacionado a casos de corrupção no país. Além disso, no seu breve governo como presidente, adotou práticas estranhas como proibição de biquinis, brigas de galo, etc. No mais, tinha uma feição diferente, com os olhos esbugalhados e direcionados para lados diferentes.

Att,

Equipe Terra à Vista

Acesse o nosso canal no Youtube.

Olá,

Jânio Quadros foi um político excêntrico no Brasil. Excelente nos discursos, mas polêmico nas atitudes. Condenava a corrupção, inclusive na déca de 1960 a vassoura era o seu símbolo de campanha, mas foi relacionado a casos de corrupção no país. Além disso, no seu breve governo como presidente, adotou práticas estranhas como proibição de biquinis, brigas de galo, etc. No mais, tinha uma feição diferente, com os olhos esbugalhados e direcionados para lados diferentes.

Att,

Equipe Terra à Vista

Acesse o nosso canal no Youtube.

User badge image

henrique

Há mais de um mês

Em 20 de abril de 1959, foi fundado um movimento pela candidatura de Jânio Quadros à presidência do país, o Movimento Popular Jânio Quadros (MPJQ). A campanha para a presidência de Jânio Quadros adotou o seguinte slogan: “varre, varre, vassourinha, varre, varre a bandalheira”, em menção à proposta de combate à corrupção e moralização de costumes. O governo de Jânio Quadros foi marcado por idiossincrasias e contradições do presidente. Já no dia em que tomou posse do cargo mostrou-se contraditório, no primeiro discurso elogiou o governo antecessor de JK e horas depois disse à imprensa que havia herdado dívidas do governo anterior, que não havia gerido bem o país. Jânio Quadros manteve no governo federal as medidas de moralização de costumes e tentou até mesmo proibir o uso de biquínis nas praias. Promoveu uma centralização do poder na presidência, diminuindo os encargos do Congresso Nacional.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas