A maior rede de estudos do Brasil

psicologia

A habilidade para resolver problemas ou criar produtos através do uso de parte ou de todo o corpo, para usar a coordenação grossa ou fina em esportes, artes cênicas ou plásticas no controle dos movimentos do corpo e na manipulação de objetos com destreza, são características, segundo Gardner, da inteligência:
a.
b.
c.
d.
e.

4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Howard Gardner foi o criador da teoria das inteligências múltiplas, que pressupõe a existência de oito tipos diferentes de inteligência. Ele queria explicar que o sistema de educação estava defasado e não podia existir uma única forma de se educar, visto que as pessoas eram diferentes e possuíam habilidades diferentes entre si que poderiam aperfeiçoar. De acordo com ele, cada uma das inteligências descritas representa uma diferente forma de processamento de informações.


A primeira inteligência descrita foi a lógico-matemática.

Usualmente esse é o tipo de inteligência exaltado nas escolas e abordado em testes de QI. Ele se refere ao desenvolvimento de respostas baseadas nos cálculos e na razão, o chamado pensamento lógico.


A segunda inteligência descrita é a espacial-visual.

Esta diz respeito à percepção do espaço, como o nome diz. Os pontos fortes estão em localização, dado que essas pessoas possuem uma melhor compreensão das formas visuais, como mapas, e tem uma excelente noção de espaço físico.


A terceira inteligência descrita é a verbo-linguística.

Se refere às habilidades de comunicação, sejam estas orais ou visuais, como gestos e expressões corporais. Esses indivíduos geralmente possuem facilidade de expressão e de compreensão e interpretação de textos, assim como as expressões corporais de terceiros.


A quarta inteligência descrita é a interpessoal.

É a capacidade de reconhecer os sentimentos de outras pessoas. Essas pessoas possuem facilidade em comunicação dado o fato de que conseguem compreender o próximo e usualmente são bons ouvintes. Ela compreende uma das menores parcelas da população.


A quinta inteligência descrita é a intrapessoal.

Ela é o oposto da interpessoal: Se refere à capacidade de compreender os próprios sentimentos. Envolve autorreflexão e uma grande capacidade de resiliência, que é a habilidade de superar situações problemáticas e incorporar um aprendizado em relação à essa superação.


A sexta inteligência é a naturalista.

É a facilidade de se reconhecer a natureza, desde fauna à flora. Essa inteligência não faz parte do estudo original, que compreendia apenas sete tipos de inteligência; mas Gardner a incluiu alguns anos depois, por julgar que seria extremamente importante para a sobrevivência no futuro.


A sétima inteligência é a corporal-cinestésica.

Esta diz respeito à capacidade de controlar o próprio corpo e seus movimentos. Os aprendizados relacionados a ela são geralmente ligados às experiências físicas e sensações, toques.


A oitava e última inteligência é a musical.

Ela compreende a capacidade de compreender e produzir tipos de sons.


De acordo com o resumo apresentado anteriormente sobre os oito tipos de inteligência, então, temos que a alternativa correta é a letra b – inteligência corporal-cinestésica.

Howard Gardner foi o criador da teoria das inteligências múltiplas, que pressupõe a existência de oito tipos diferentes de inteligência. Ele queria explicar que o sistema de educação estava defasado e não podia existir uma única forma de se educar, visto que as pessoas eram diferentes e possuíam habilidades diferentes entre si que poderiam aperfeiçoar. De acordo com ele, cada uma das inteligências descritas representa uma diferente forma de processamento de informações.


A primeira inteligência descrita foi a lógico-matemática.

Usualmente esse é o tipo de inteligência exaltado nas escolas e abordado em testes de QI. Ele se refere ao desenvolvimento de respostas baseadas nos cálculos e na razão, o chamado pensamento lógico.


A segunda inteligência descrita é a espacial-visual.

Esta diz respeito à percepção do espaço, como o nome diz. Os pontos fortes estão em localização, dado que essas pessoas possuem uma melhor compreensão das formas visuais, como mapas, e tem uma excelente noção de espaço físico.


A terceira inteligência descrita é a verbo-linguística.

Se refere às habilidades de comunicação, sejam estas orais ou visuais, como gestos e expressões corporais. Esses indivíduos geralmente possuem facilidade de expressão e de compreensão e interpretação de textos, assim como as expressões corporais de terceiros.


A quarta inteligência descrita é a interpessoal.

É a capacidade de reconhecer os sentimentos de outras pessoas. Essas pessoas possuem facilidade em comunicação dado o fato de que conseguem compreender o próximo e usualmente são bons ouvintes. Ela compreende uma das menores parcelas da população.


A quinta inteligência descrita é a intrapessoal.

Ela é o oposto da interpessoal: Se refere à capacidade de compreender os próprios sentimentos. Envolve autorreflexão e uma grande capacidade de resiliência, que é a habilidade de superar situações problemáticas e incorporar um aprendizado em relação à essa superação.


A sexta inteligência é a naturalista.

É a facilidade de se reconhecer a natureza, desde fauna à flora. Essa inteligência não faz parte do estudo original, que compreendia apenas sete tipos de inteligência; mas Gardner a incluiu alguns anos depois, por julgar que seria extremamente importante para a sobrevivência no futuro.


A sétima inteligência é a corporal-cinestésica.

Esta diz respeito à capacidade de controlar o próprio corpo e seus movimentos. Os aprendizados relacionados a ela são geralmente ligados às experiências físicas e sensações, toques.


A oitava e última inteligência é a musical.

Ela compreende a capacidade de compreender e produzir tipos de sons.


De acordo com o resumo apresentado anteriormente sobre os oito tipos de inteligência, então, temos que a alternativa correta é a letra b – inteligência corporal-cinestésica.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Howard Gardner foi o criador da teoria das inteligências múltiplas, que pressupõe a existência de oito tipos diferentes de inteligência. Ele queria explicar que o sistema de educação estava defasado e não podia existir uma única forma de se educar, visto que as pessoas eram diferentes e possuíam habilidades diferentes entre si que poderiam aperfeiçoar. De acordo com ele, cada uma das inteligências descritas representa uma diferente forma de processamento de informações.


A primeira inteligência descrita foi a lógico-matemática.

Usualmente esse é o tipo de inteligência exaltado nas escolas e abordado em testes de QI. Ele se refere ao desenvolvimento de respostas baseadas nos cálculos e na razão, o chamado pensamento lógico.


A segunda inteligência descrita é a espacial-visual.

Esta diz respeito à percepção do espaço, como o nome diz. Os pontos fortes estão em localização, dado que essas pessoas possuem uma melhor compreensão das formas visuais, como mapas, e tem uma excelente noção de espaço físico.


A terceira inteligência descrita é a verbo-linguística.

Se refere às habilidades de comunicação, sejam estas orais ou visuais, como gestos e expressões corporais. Esses indivíduos geralmente possuem facilidade de expressão e de compreensão e interpretação de textos, assim como as expressões corporais de terceiros.


A quarta inteligência descrita é a interpessoal.

É a capacidade de reconhecer os sentimentos de outras pessoas. Essas pessoas possuem facilidade em comunicação dado o fato de que conseguem compreender o próximo e usualmente são bons ouvintes. Ela compreende uma das menores parcelas da população.


A quinta inteligência descrita é a intrapessoal.

Ela é o oposto da interpessoal: Se refere à capacidade de compreender os próprios sentimentos. Envolve autorreflexão e uma grande capacidade de resiliência, que é a habilidade de superar situações problemáticas e incorporar um aprendizado em relação à essa superação.


A sexta inteligência é a naturalista.

É a facilidade de se reconhecer a natureza, desde fauna à flora. Essa inteligência não faz parte do estudo original, que compreendia apenas sete tipos de inteligência; mas Gardner a incluiu alguns anos depois, por julgar que seria extremamente importante para a sobrevivência no futuro.


A sétima inteligência é a corporal-cinestésica.

Esta diz respeito à capacidade de controlar o próprio corpo e seus movimentos. Os aprendizados relacionados a ela são geralmente ligados às experiências físicas e sensações, toques.


A oitava e última inteligência é a musical.

Ela compreende a capacidade de compreender e produzir tipos de sons.


De acordo com o resumo apresentado anteriormente sobre os oito tipos de inteligência, então, temos que a alternativa correta é a letra b – inteligência corporal-cinestésica.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Howard Gardner foi o criador da teoria das inteligências múltiplas, que pressupõe a existência de oito tipos diferentes de inteligência. Ele queria explicar que o sistema de educação estava defasado e não podia existir uma única forma de se educar, visto que as pessoas eram diferentes e possuíam habilidades diferentes entre si que poderiam aperfeiçoar. De acordo com ele, cada uma das inteligências descritas representa uma diferente forma de processamento de informações.


A primeira inteligência descrita foi a lógico-matemática.

Usualmente esse é o tipo de inteligência exaltado nas escolas e abordado em testes de QI. Ele se refere ao desenvolvimento de respostas baseadas nos cálculos e na razão, o chamado pensamento lógico.


A segunda inteligência descrita é a espacial-visual.

Esta diz respeito à percepção do espaço, como o nome diz. Os pontos fortes estão em localização, dado que essas pessoas possuem uma melhor compreensão das formas visuais, como mapas, e tem uma excelente noção de espaço físico.


A terceira inteligência descrita é a verbo-linguística.

Se refere às habilidades de comunicação, sejam estas orais ou visuais, como gestos e expressões corporais. Esses indivíduos geralmente possuem facilidade de expressão e de compreensão e interpretação de textos, assim como as expressões corporais de terceiros.


A quarta inteligência descrita é a interpessoal.

É a capacidade de reconhecer os sentimentos de outras pessoas. Essas pessoas possuem facilidade em comunicação dado o fato de que conseguem compreender o próximo e usualmente são bons ouvintes. Ela compreende uma das menores parcelas da população.


A quinta inteligência descrita é a intrapessoal.

Ela é o oposto da interpessoal: Se refere à capacidade de compreender os próprios sentimentos. Envolve autorreflexão e uma grande capacidade de resiliência, que é a habilidade de superar situações problemáticas e incorporar um aprendizado em relação à essa superação.


A sexta inteligência é a naturalista.

É a facilidade de se reconhecer a natureza, desde fauna à flora. Essa inteligência não faz parte do estudo original, que compreendia apenas sete tipos de inteligência; mas Gardner a incluiu alguns anos depois, por julgar que seria extremamente importante para a sobrevivência no futuro.


A sétima inteligência é a corporal-cinestésica.

Esta diz respeito à capacidade de controlar o próprio corpo e seus movimentos. Os aprendizados relacionados à ela são geralmente ligados às experiências físicas e sensações, toques.


A oitava e última inteligência é a musical.

Ela compreende a capacidade de compreender e produzir tipos de sons.


De acordo com o resumo apresentado anteriormente sobre os oito tipos de inteligência, então, temos que a alternativa correta é a letra b – inteligência corporal-cinestésica.

User badge image

Larissa Freitas

Há mais de um mês

b. Corpo - cinestética

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas