A maior rede de estudos do Brasil

Entre os tipos de relatório de auditoria independente, quais estao corretos


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A auditoria independente das demonstrações contábeis constitui o conjunto de procedimentos técnicos que tem por objetivo a emissão de parecer sobre a adequação com que estas representam a posição patrimonial e financeira, o resultado das operações, as mutações do patrimônio líquido e demais demonstrações financeiras da entidade auditada, consoante as Normas Brasileiras de Contabilidade e a legislação específica, no que for pertinente.


Dessa forma, existem várias formas para se definir os tipos de relatórios, contudo, devemos considerar que o relatório já é considerado bastante complexo e que a designação de um tipo ou nomenclatura correta de nada vale se o conteúdo não estiver à altura das necessidades da empresa. Dessa forma, o Auditor deve ter estabelecido um sistema de emissão de relatórios que seja adequado ao momento ou situação, em que os fatos estejam ocorrendo ou forem apurados.


Portanto, os tipos de relatório de auditoria independente são os relatórios finais sintéticos, os relatórios finais analíticos, os relatórios especiais, os relatórios parciais e os relatórios verbais.


Fonte: http:⁄⁄www.portaldeauditoria.com.br⁄tematica⁄relaud_tiposderelatorio.htm

A auditoria independente das demonstrações contábeis constitui o conjunto de procedimentos técnicos que tem por objetivo a emissão de parecer sobre a adequação com que estas representam a posição patrimonial e financeira, o resultado das operações, as mutações do patrimônio líquido e demais demonstrações financeiras da entidade auditada, consoante as Normas Brasileiras de Contabilidade e a legislação específica, no que for pertinente.


Dessa forma, existem várias formas para se definir os tipos de relatórios, contudo, devemos considerar que o relatório já é considerado bastante complexo e que a designação de um tipo ou nomenclatura correta de nada vale se o conteúdo não estiver à altura das necessidades da empresa. Dessa forma, o Auditor deve ter estabelecido um sistema de emissão de relatórios que seja adequado ao momento ou situação, em que os fatos estejam ocorrendo ou forem apurados.


Portanto, os tipos de relatório de auditoria independente são os relatórios finais sintéticos, os relatórios finais analíticos, os relatórios especiais, os relatórios parciais e os relatórios verbais.


Fonte: http:⁄⁄www.portaldeauditoria.com.br⁄tematica⁄relaud_tiposderelatorio.htm

User badge image

Mônica

Há mais de um mês

RELATÓRIOS FINAIS SINTÉTICOS:São os que se resumem em uma simples e rápida forma de transmissão de fatos e exigem maior capacidade do auditor.

RELATÓRIOS FINAIS ANALÍTICOS:São os relatórios que devem levar aos setores auditados todas as informações e detalhes permissíveis à boa solução dos problemas, sem longas e infindáveis relações numéricas e cifras que não levam a nada

RELATÓRIOS ESPECIAIS:O próprio nome diz tudo. Em nosso entender, os Relatórios Especiais são aqueles que fogem do cotidiano.

RELATÓRIOS PARCIAIS :Durante as verificações, o auditor muitas vezes se depara com fatos ou ocorrências que devem ser levadas de imediato ao conhecimento da gerência ou direção da empresa.

RELATÓRIOS VERBAIS :Os mesmos conceitos dos relatórios escritos são aplicáveis aos Relatórios Verbais, porém com uma fundamental diferença: não existe rascunho para ser corrigido antes da redação final.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas