A maior rede de estudos do Brasil

Principais causas e consequências do desmatamento da Amazônia?

Geografia

UNIMES


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para responder esta questão vamos analisar o que é o desmatamento na Amazônia, indicando suas causas e consequências.
O desmatamento na Amazônia é um problema ambiental de grande relevância mundial e que vem ocorrendo desde meados do século XX, entretanto, este desmatamento só começou a ser calculado oficialmente em 1988 pelo INEP.
Como principais causas de desmatamento na área, temos o crescimento da população na região e a crescente necessidade de utilizar terras para a agricultura e pecuária, já que terras que ainda não foram cultivadas representam um custo mais barato na produção, o que é interessante para as empresas. Assim, surgem muitas queimadas ilegais para construir áreas agrícolas ou pastagens, além do corte ilegal de árvores que são comercializadas pelos próprios moradores da área, que enfrentam muitos problemas financeiros e de infra-estrutra.
Deste modo, com a extensão do desmatamente, surge inúmeras consequências e, como principais, podemos citar o desequílibro ambiental, já que muitas espécies são extintas, o crescente aumento da poluição pelas queimadas e a baixa da quantidade da flora responsável pela purificação do ar e, por fim, temos a erosão do solo, tornando cada vez mais difícil fazer o reflorestamente.
Portanto, podemos entender que o desmatamento da região amazônica é um problema que tem consequências terríveis e, mais que isso, as causas deste problema são difíceis de serem minimizadas. A fiscalização, por exemplo, em função da extensão da área, se torna muito complexa e cara e não há investimentos suficientes na área.
Para responder esta questão vamos analisar o que é o desmatamento na Amazônia, indicando suas causas e consequências.
O desmatamento na Amazônia é um problema ambiental de grande relevância mundial e que vem ocorrendo desde meados do século XX, entretanto, este desmatamento só começou a ser calculado oficialmente em 1988 pelo INEP.
Como principais causas de desmatamento na área, temos o crescimento da população na região e a crescente necessidade de utilizar terras para a agricultura e pecuária, já que terras que ainda não foram cultivadas representam um custo mais barato na produção, o que é interessante para as empresas. Assim, surgem muitas queimadas ilegais para construir áreas agrícolas ou pastagens, além do corte ilegal de árvores que são comercializadas pelos próprios moradores da área, que enfrentam muitos problemas financeiros e de infra-estrutra.
Deste modo, com a extensão do desmatamente, surge inúmeras consequências e, como principais, podemos citar o desequílibro ambiental, já que muitas espécies são extintas, o crescente aumento da poluição pelas queimadas e a baixa da quantidade da flora responsável pela purificação do ar e, por fim, temos a erosão do solo, tornando cada vez mais difícil fazer o reflorestamente.
Portanto, podemos entender que o desmatamento da região amazônica é um problema que tem consequências terríveis e, mais que isso, as causas deste problema são difíceis de serem minimizadas. A fiscalização, por exemplo, em função da extensão da área, se torna muito complexa e cara e não há investimentos suficientes na área.
User badge image

Elias Andrade

Há mais de um mês

As consequências dessa degradação na Amazôniapodem levar a extinção de espécies de animais e vegetais, causa sério desequilíbrio no ecossistema, contribui com o aumento da poluição – oriunda, sobretudo, das queimadas – e acarreta erosão do solo, que passa a ficar desprotegidos com o corte de árvores.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas