A maior rede de estudos do Brasil

a) Diferencie as condutas de desacato, resistência e desobediência. Responda de forma objetiva e fundamentada.


3 resposta(s)

User badge image

Maysa Nogueira

Há mais de um mês

Resistência

  • Opor-se significa colocar obstáculo à execução de um ato legal (lícito).
  • Trata-se de crime de conduta vinculada, porque só se configura se houver violência ou ameaça à pessoa, que pode ser o funcionário público ou outra pessoa que lhe esteja prestando auxílio (dando apoio).
  • É crime de consumação antecipada, consumando-se no momento em que o sujeito usa da violência, ainda que o ato seja realizado normalmente, sem excessos.
  • Desobediência

  • Comete o crime quem desobedece, contraria, infringe a ordem de funcionário público.
  • Desacatar
  •  é desprezar, faltar com o respeito, humilhar funcionário publico, no exercício da função ou em razão dela.
  • O servidor público deve estar presente e tomar conhecimento da ofensa pessoalmente, ainda que à distância, e não através de terceiros.
  • Trata-se de crime comum, que pode ser praticado, inclusive, por funcionário público.

Resistência

  • Opor-se significa colocar obstáculo à execução de um ato legal (lícito).
  • Trata-se de crime de conduta vinculada, porque só se configura se houver violência ou ameaça à pessoa, que pode ser o funcionário público ou outra pessoa que lhe esteja prestando auxílio (dando apoio).
  • É crime de consumação antecipada, consumando-se no momento em que o sujeito usa da violência, ainda que o ato seja realizado normalmente, sem excessos.
  • Desobediência

  • Comete o crime quem desobedece, contraria, infringe a ordem de funcionário público.
  • Desacatar
  •  é desprezar, faltar com o respeito, humilhar funcionário publico, no exercício da função ou em razão dela.
  • O servidor público deve estar presente e tomar conhecimento da ofensa pessoalmente, ainda que à distância, e não através de terceiros.
  • Trata-se de crime comum, que pode ser praticado, inclusive, por funcionário público.
User badge image

Estudante PD

Há mais de um mês

A resistência está prevista no artigo 329 do Código Penal que dispõe:

Resistência

        Art. 329 - Opor-se à execução de ato legal, mediante violência ou ameaça a funcionário competente para executá-lo ou a quem lhe esteja prestando auxílio:

        Pena - detenção, de dois meses a dois anos.

        § 1º - Se o ato, em razão da resistência, não se executa:

        Pena - reclusão, de um a três anos.

        § 2º - As penas deste artigo são aplicáveis sem prejuízo das correspondentes à violência.

Nesse caso, o indivíduo de forma ativa/comissiva tenta impedir a execução de um ato legal ainda que injusto, praticando violência ou ameaça contra funcionário público.

Ex.: A, oficial de justiça, vai intimar B. B não querendo ser intimado começa a ameaçar A de morte. Nesse caso houve resistência, pois, teve o impedimento da execução de um ato legal. 

A configuração do crime de desobediência está previsto no artigo 330 do Código Penal que dispõe:

  Desobediência

        Art. 330 - Desobedecer a ordem legal de funcionário público:

        Pena - detenção, de quinze dias a seis meses, e multa.

Desse modo, para haver esse crime a ordem deve ser legal (ainda que injusta) proveniente de um funcionário público (Juiz, Policial Civil, Delegado de Polícia). 

Ex.: A testemunha que falta no processo penal pode ser processada por desobediência conforme o artigo 219 do Código de Processo Penal: "O juiz poderá aplicar à testemunha faltosa a multa prevista no art. 453, sem prejuízo do processo penal por crime de desobediência, e condená-la ao pagamento das custas da diligência".   

O desacato está previsto no artigo 331 do Código Penal que dispõe:

 Desacato

        Art. 331 - Desacatar funcionário público no exercício da função ou em razão dela:

        Pena - detenção, de seis meses a dois anos, ou multa.

Há caracterização do desacato quando alguém é ofendido em relação a sua função, desse modo, fere a moralidade da administração pública. Diferentemente dos crimes contra a honra de funcionário público em que esse é o alvo principal do ofensor e não sua função. Ex.: Uma pessoa é presa e fala que todos os policiais são corruptos, nesse caso há desacato. Agora uma pessoa é presa e chama o policial de corrupto, nesse caso a ofensa/atributo é dirigido ao próprio policial sendo aqui uma injúria. 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes