A maior rede de estudos do Brasil

No que tange a inimputabilidade, artigo 26 do Código Penal, o pedófilo se enquadra no tipo penal ou carece de uma analise psicológica mais detalhada?

Direito Penal I

PROJEÇÃO


2 resposta(s)

User badge image

Estudante PD

Há mais de um mês

Os inimputáveis estão previstos no artigo 26 do Código Penal que dispõe:

Inimputáveis

        Art. 26 - É isento de pena o agente que, por doença mental ou desenvolvimento mental incompleto ou retardado, era, ao tempo da ação ou da omissão, inteiramente incapaz de entender o caráter ilícito do fato ou de determinar-se de acordo com esse entendimento. 

        Redução de pena

        Parágrafo único - A pena pode ser reduzida de um a dois terços, se o agente, em virtude de perturbação de saúde mental ou por desenvolvimento mental incompleto ou retardado não era inteiramente capaz de entender o caráter ilícito do fato ou de determinar-se de acordo com esse entendimento.

Diante disso não é todo e qualquer ato de pedofilia que poderá ser enquadrado no artigo 26 do Código Penal, pois, deve ser averiguado no caso concreto de acordo com o critério biopsicológico se o agente tinha ou não o discernimento de sua conduta na hora da prática do crime. Dessa maneira, poderá ser utilizado o incidente de insanidade mental previsto no Código de Processo Penal para verificar essa condição. 

Os inimputáveis estão previstos no artigo 26 do Código Penal que dispõe:

Inimputáveis

        Art. 26 - É isento de pena o agente que, por doença mental ou desenvolvimento mental incompleto ou retardado, era, ao tempo da ação ou da omissão, inteiramente incapaz de entender o caráter ilícito do fato ou de determinar-se de acordo com esse entendimento. 

        Redução de pena

        Parágrafo único - A pena pode ser reduzida de um a dois terços, se o agente, em virtude de perturbação de saúde mental ou por desenvolvimento mental incompleto ou retardado não era inteiramente capaz de entender o caráter ilícito do fato ou de determinar-se de acordo com esse entendimento.

Diante disso não é todo e qualquer ato de pedofilia que poderá ser enquadrado no artigo 26 do Código Penal, pois, deve ser averiguado no caso concreto de acordo com o critério biopsicológico se o agente tinha ou não o discernimento de sua conduta na hora da prática do crime. Dessa maneira, poderá ser utilizado o incidente de insanidade mental previsto no Código de Processo Penal para verificar essa condição. 

User badge image

Fernanda Lima

Há mais de um mês

sim, ele se enquadra perfeitamente ao art.26 CP, pois a pedofilia já é reconhecida como destubio no qual o agente tem um desvio da contuda sexual socialmente comum, então é classisficado como uma pessoa incapaz com doença que o faz não entender o carater ilicito do ato que ele pratica ao cometer a pedofilia 

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes