A maior rede de estudos do Brasil

URGENTE!!!

3) Um paciente realiza dois exercícios de reabilitação no quadril envolvendo a flexão do mesmo. Um exercício é realizado em pé (joelho fletido) com amplitude de 0°- 120°e o outro é realizado em decúbito dorsal com amplitude de 0°- 90°, ambos com caneleiras. Como é o comportamento do torque resistente em cada um dos exercícios?

a) Em pé: crescente/máximo (90°)/decrescente
Decúbito dorsal: máximo (90°)/decrescente

b) Em pé: crescente/máximo (90°)/decrescente
Decúbito dorsal: crescente/máximo (90°)

c) Em pé: crescente
Decúbito dorsal: decrescente

d) Em pé: decrescente/máximo (90°)/crescente
Decúbito dorsal: crescente

e) Em pé: crescente
Decúbito dorsal: crescente

Física

Senac Taubate


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

a)

Como um músculo se move e muda de forma à medida que a articulação gira, sua força de alavanca muda e, assim, a quantidade de força muscular necessária para produzir um determinado torque nas articulações muda. Quando o músculo tem boa alavancagem, a articulação produz um alto torque para uma determinada força muscular.b)

A ativação voluntária muda com o ângulo articular, o que significa que as curvas voluntárias e involuntárias do ângulo de torque das articulações podem diferir umas das outras. Em outras palavras, um músculo pode ser capaz de produzir mais força em um determinado ângulo de articulação do que realmente faz, porque a ativação voluntária é reduzida nesse ponto.c)

Cada sarcômero produz força de acordo com a quantidade de sobreposição entre as pontes cruzadas de actina e miosina e de acordo com a quantidade de alongamento de seus elementos passivos.d)

No agachamento, a ativação dos isquiotibiais parece aumentar com o aumento da profundidade , ao levantar pesos pesados, e isso aumentará a força muscular do quadríceps necessária para produzir qualquer torque de articulação de extensão do joelho.e)

O torque da junta que devemos exercer para levantar um peso é pelo menos igual à força de giro que o peso exerce na junta. Esta força de rotação é determinada em parte pelo tamanho do peso e em parte pela alavancagem do peso na junta. Quando levantamos uma barra ou um haltere, essa alavancagem é determinada pela distância horizontal entre o peso e a articulação.

a)

Como um músculo se move e muda de forma à medida que a articulação gira, sua força de alavanca muda e, assim, a quantidade de força muscular necessária para produzir um determinado torque nas articulações muda. Quando o músculo tem boa alavancagem, a articulação produz um alto torque para uma determinada força muscular.b)

A ativação voluntária muda com o ângulo articular, o que significa que as curvas voluntárias e involuntárias do ângulo de torque das articulações podem diferir umas das outras. Em outras palavras, um músculo pode ser capaz de produzir mais força em um determinado ângulo de articulação do que realmente faz, porque a ativação voluntária é reduzida nesse ponto.c)

Cada sarcômero produz força de acordo com a quantidade de sobreposição entre as pontes cruzadas de actina e miosina e de acordo com a quantidade de alongamento de seus elementos passivos.d)

No agachamento, a ativação dos isquiotibiais parece aumentar com o aumento da profundidade , ao levantar pesos pesados, e isso aumentará a força muscular do quadríceps necessária para produzir qualquer torque de articulação de extensão do joelho.e)

O torque da junta que devemos exercer para levantar um peso é pelo menos igual à força de giro que o peso exerce na junta. Esta força de rotação é determinada em parte pelo tamanho do peso e em parte pela alavancagem do peso na junta. Quando levantamos uma barra ou um haltere, essa alavancagem é determinada pela distância horizontal entre o peso e a articulação.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas