A maior rede de estudos do Brasil

qual o hormonio glicoproteico responsavel por induzir a ovulacão do corpo lúteo?


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

b>O LH suporta células da teca nos ovários que fornecem andrógenos e precursores hormonais para a produção de estradiol. No momento da menstruação, o FSH inicia o crescimento folicular, afetando especificamente as células da granulosa. Com o aumento dos estrogênios, os receptores de LH também são expressos no folículo em maturação, o que faz com que ele produza mais estradiol.
No entanto, outra teoria do pico de LH é um mecanismo de feedback positivo do estradiol. Os níveis continuam subindo através da fase folicular e quando atingem um limiar desconhecido, isso resulta no pico do LH. Esse efeito é oposto ao mecanismo de feedback negativo usual apresentado em níveis mais baixos. Em outras palavras, o (s) mecanismo (s) ainda não estão claros.
O aumento na produção de LH dura apenas de 24 a 48 horas. Este "surto de LH" desencadeia a ovulação, portanto, não apenas liberando o óvulo do folículo, mas também iniciando a conversão do folículo residual em um corpo lúteo que, por sua vez, produz progesterona para preparar o endométrio para uma possível implantação.
b>O LH suporta células da teca nos ovários que fornecem andrógenos e precursores hormonais para a produção de estradiol. No momento da menstruação, o FSH inicia o crescimento folicular, afetando especificamente as células da granulosa. Com o aumento dos estrogênios, os receptores de LH também são expressos no folículo em maturação, o que faz com que ele produza mais estradiol.
No entanto, outra teoria do pico de LH é um mecanismo de feedback positivo do estradiol. Os níveis continuam subindo através da fase folicular e quando atingem um limiar desconhecido, isso resulta no pico do LH. Esse efeito é oposto ao mecanismo de feedback negativo usual apresentado em níveis mais baixos. Em outras palavras, o (s) mecanismo (s) ainda não estão claros.
O aumento na produção de LH dura apenas de 24 a 48 horas. Este "surto de LH" desencadeia a ovulação, portanto, não apenas liberando o óvulo do folículo, mas também iniciando a conversão do folículo residual em um corpo lúteo que, por sua vez, produz progesterona para preparar o endométrio para uma possível implantação.
User badge image

Patricia Aguiar

Há mais de um mês

hormônio luteinizante (LH)

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas