A maior rede de estudos do Brasil

Diferencie Somação Temporal e Somação Espacial no sistema Nervoso.


13 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Primeiramente é necessário que se tenha um conhecimento prévio sobre o conceito de Sinapse. Para entendermos: potencial excitatório pós-sináptico é chamado de PEPS e o potencial inibitório pós-sináptico é chamado PIPS.

Quando PEPS ocorrem em locais diferentes mas ao mesmo tempo eles podem ser somados através da Somação Espacial, por ocorrerem ao mesmo tempo, o potencial de ambos é contado como um único potencial, é possível que um PIPS ocorra para anular esses PEPS.

Quando um PEPS ocorre um após o outro no mesmo local num curto espaço de tempo, antes do primeiro se dissipar, é possível ser somado através da Somação Temporal, pois há um intervalo de tempo entre o potencial e sua dissipação criando uma possibilidade de que esses potenciais se somem.

Primeiramente é necessário que se tenha um conhecimento prévio sobre o conceito de Sinapse. Para entendermos: potencial excitatório pós-sináptico é chamado de PEPS e o potencial inibitório pós-sináptico é chamado PIPS.

Quando PEPS ocorrem em locais diferentes mas ao mesmo tempo eles podem ser somados através da Somação Espacial, por ocorrerem ao mesmo tempo, o potencial de ambos é contado como um único potencial, é possível que um PIPS ocorra para anular esses PEPS.

Quando um PEPS ocorre um após o outro no mesmo local num curto espaço de tempo, antes do primeiro se dissipar, é possível ser somado através da Somação Temporal, pois há um intervalo de tempo entre o potencial e sua dissipação criando uma possibilidade de que esses potenciais se somem.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas