A maior rede de estudos do Brasil

Qual o papel da imunidade inata na estimulação das respostas imunes adaptativas?

Imunologia

UFSM


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Primeiramente, temos que o envolvimento do sistema imunológico vai depender da severidade e progressão da DP e pode ter a participação tanto da resposta imune inata ou natural quanto da adquirida ou adaptativa.

Dessa maneira, iremos observar que a resposta imune inata corresponde à primeira linha de defesa do organismo, em que os mecanismos efetores são ativados de forma rápida. Logo, observamos que a imunidade adquirida, por sua vez,é uma resposta mais demorada, por isso mais específica, sendo dividida em celular e humoral.

Com isso, temos que tal imunidade confere uma memória imunológica às células do seu sistema (linfócitos T e B) e permite a adaptação do corpo a determinados microrganismos, em que os linfócitos T são os efetores da resposta mediada por células, enquanto que os anticorpos (imunoglobulinas) são os responsáveis pela resposta humoral2.

Por fim, iremos inferir que nas DP, tanto a resposta inata quanto a adaptativa dispõem de células de defesa que respondem à agressão tecidual. Na imunidade inata, Teng3 cita as seguintes células: células epiteliais; células de Langerhans CD83+ da mucosa oral; macrófagos teciduais; neutrófilos; células dendríticas da lâmina própria gengival ou periodontal, como células do ligamento periodontal e células mesenquimais.

Primeiramente, temos que o envolvimento do sistema imunológico vai depender da severidade e progressão da DP e pode ter a participação tanto da resposta imune inata ou natural quanto da adquirida ou adaptativa.

Dessa maneira, iremos observar que a resposta imune inata corresponde à primeira linha de defesa do organismo, em que os mecanismos efetores são ativados de forma rápida. Logo, observamos que a imunidade adquirida, por sua vez,é uma resposta mais demorada, por isso mais específica, sendo dividida em celular e humoral.

Com isso, temos que tal imunidade confere uma memória imunológica às células do seu sistema (linfócitos T e B) e permite a adaptação do corpo a determinados microrganismos, em que os linfócitos T são os efetores da resposta mediada por células, enquanto que os anticorpos (imunoglobulinas) são os responsáveis pela resposta humoral2.

Por fim, iremos inferir que nas DP, tanto a resposta inata quanto a adaptativa dispõem de células de defesa que respondem à agressão tecidual. Na imunidade inata, Teng3 cita as seguintes células: células epiteliais; células de Langerhans CD83+ da mucosa oral; macrófagos teciduais; neutrófilos; células dendríticas da lâmina própria gengival ou periodontal, como células do ligamento periodontal e células mesenquimais.

User badge image

Victoria Martins Savio

Há mais de um mês

A imunidade inata atua em conjunto com a resposta imune adaptativa e é caracterizada pela sua resposta rápida e esteriotipada a um grande número de estimúlos. Já a resposta imune adaptativa depende da ativação de células especializadas. Porém, as respostas adaptativas só são ativadas após o primeiro contato da resposta inata, quando está não consegue solucionar o problema é que ela ativa as respostas imunes adaptativas. 

Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0482-50042010000400008

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas