A maior rede de estudos do Brasil

como fazer uma anamnese completa e didática?


1 resposta(s)

User badge image

Michele

Há mais de um mês

Para elaborar uma anamnese nutricional completa é necessário montar um bom questionário. O foco da anamnese é levantar o máximo de informações sobre a sua saúde do paciente e os hábitos alimentares individuais e também a de seus familiares. Com uma boa anamnese é possível identificar se existem doenças e realizar a orientação para seu devido tratamento.

A anamnese inicia com o levantamento de todas as suas informações pessoais. Esses dados devem ser completos, como por exemplo idade, sexo, profissão, escolaridade e ainda localização do paciente. É importante tornar o questionário padrão, para que nenhuma pergunta importante fique de fora, como as relacionadas com os hábitos alimentares por exemplo. Aqui para tornar mais didática, pode-se fazer uso de imagens para exemplificar, fazer uso de termos simples, medidas usuais, alternativas fáceis para responder. Ainda é necessário realizar a parte da análise clínica, revisando histórico familiar, uso de medicações e realizando a avaliação física. Para finalizar é importante ainda realizar uma boa avaliação antropométrica, se necessário a solicitação de exames laboratoriais e ainda a avaliação de consumo energético.

Para que tudo isso fique mais didático na aplicação, sempre é bom explicar o passo-a-passo, a importância dos dados, se possível ter modelos de alimentos, fotos, para ficar visualmente mais fácil de compreender. Além da escolha do melhor método, frente ao paciente atendido.

Para elaborar uma anamnese nutricional completa é necessário montar um bom questionário. O foco da anamnese é levantar o máximo de informações sobre a sua saúde do paciente e os hábitos alimentares individuais e também a de seus familiares. Com uma boa anamnese é possível identificar se existem doenças e realizar a orientação para seu devido tratamento.

A anamnese inicia com o levantamento de todas as suas informações pessoais. Esses dados devem ser completos, como por exemplo idade, sexo, profissão, escolaridade e ainda localização do paciente. É importante tornar o questionário padrão, para que nenhuma pergunta importante fique de fora, como as relacionadas com os hábitos alimentares por exemplo. Aqui para tornar mais didática, pode-se fazer uso de imagens para exemplificar, fazer uso de termos simples, medidas usuais, alternativas fáceis para responder. Ainda é necessário realizar a parte da análise clínica, revisando histórico familiar, uso de medicações e realizando a avaliação física. Para finalizar é importante ainda realizar uma boa avaliação antropométrica, se necessário a solicitação de exames laboratoriais e ainda a avaliação de consumo energético.

Para que tudo isso fique mais didático na aplicação, sempre é bom explicar o passo-a-passo, a importância dos dados, se possível ter modelos de alimentos, fotos, para ficar visualmente mais fácil de compreender. Além da escolha do melhor método, frente ao paciente atendido.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes