A maior rede de estudos do Brasil

Como usar a concordância verbal em um texto de redação:

Português

UNINTER


2 resposta(s)

User badge image

Denise Faveri

Há mais de um mês

quando o sujeito está no singular, o verbo também deve estar; quando o sujeito estiver no plural, o verbo também estará

quando o sujeito está no singular, o verbo também deve estar; quando o sujeito estiver no plural, o verbo também estará

User badge image

Guilherme Oliveira

Há mais de um mês

só há essa possibilidade de concordância.

2. Concordância com expressões partitivas: A maioriaa maior parte, e expressões do mesmo gênero: “A maioria recebeu o documento.” Embora a palavra maioria represente plural, leva o verbo para o singular; porém, se houver um determinante no plural, o verbo pode ficar no singular ou no plural: “A maioria dos funcionários recebeu / receberam o documento.”

3. Concordância com o verbo haver: Quando o verbo haver é usado no sentido existir ou ocorrer é impessoal, ou seja, não tem pessoa com a qual deva concordar (sujeito), portanto deve ficar sempre na 3ª pessoa do singular, independentemente do tempo ou do modo do verbo “Se houver manifestações, o comércio não abrirá.”

Havia diversas possibilidades de investimentos.” Caso haja verbo auxiliar, também não haverá concordância “Deve haver formas de se resolver esse problema.”

4. Concordância na voz passiva sintética (SE): Na frase “Encontraramse soluções para o problema.” o verbo está no plural porque soluções é o sujeito. Como se pode saber isso?

Simples, é só testar: Se você conseguir transformar da seguinte maneira: “Soluções para o problema foram encontradas.” (passiva sintética para analítica), é a prova de que há sujeito, e a concordância com ele é obrigatória.

5. Concordância com sujeito indeterminado (SE): Na frase “Tratase de problemas sem solução.” O verbo deve ficar no singular porque problemas não é sujeito.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes