A maior rede de estudos do Brasil

Disserte sobre os objetivos e os principais aspectos conceituais do FRBR no âmbito da Representação Descritiva

Os esforços e as discussões sobre o modelo conceitual de Requisitos Funcionais para Registro Bibliográficos - FRBR -, para além de reavaliar o processo da criação do registro bibliográfico que diminuísse os custos da catalogação, estavam e ainda estão voltados a atender as necessidades do usuário, a diversidade de suportes da informação e os contextos de utilização dos registros bibliográficos. Disserte sobre os objetivos e os principais aspectos conceituais do FRBR no âmbito da Representação Descritiva - Catalogação. ( * Máximo 4000 

Representacao Descritiva I

UNIASSELVI IERGS


2 resposta(s)

User badge image

Marcileia Leia

Há mais de um mês

O objetivo do estudo que originou o FRBR foi o de possibilitar a compreensão clara de determinados elementos conceituais para que o registro bibliográfico pudesse relacionar os dados registrados às devidas necessidades dos usuários, abrigando as informações necessárias quando os mesmos fizessem o uso desse registro, bem como recomendar um nível básico de funcionalidade e requisitos básicos para a elaboração dos registros.

*Vale destacar que o FRBR não se refere a um código ou instrumento de catalogação, mas sim a um modelo conceitual de descrição que tem a intenção de ser independente de qualquer instrumento ou código de catalogação. *Em decorrência do FRBR, a catalogação passou a ser entendida não só como a descrição bibliográfica de um item, mas também como o registro dos elementos "organizativos", aqueles gerados por outros processos que não a representação descritiva - por exemplo, a classificação e indexação.

*O FRBR define uma representação de informações baseada em entidades, em atributos e em relacionamentos entre as entidades. As entidades são objetivos do mundo real identificados univocamente com relação a todos os outros objetos. *Representam os objetos de interesse para os utilizadores de registros bibliográficos. *As entidades estão associadas a um conjunto de características e atributos. *São os atributos que constituem o meio pelo qual os usuários elaboram as suas perguntas e interpretam as respostas quando procuram por uma informação. *O modelo FRBR, como já mencionado, não se configura como códigos e ou normas, apesar de estas servirem como base para que o modelo ganhe forma. *O modelo conceitual está em constante discussão e aprimoramento e, para tal, a IFLA mantem seu grupo de estudos com especialistas em catalogação, indexação e classificação sempre envolvido em trabalhos relativos à área.

O objetivo do estudo que originou o FRBR foi o de possibilitar a compreensão clara de determinados elementos conceituais para que o registro bibliográfico pudesse relacionar os dados registrados às devidas necessidades dos usuários, abrigando as informações necessárias quando os mesmos fizessem o uso desse registro, bem como recomendar um nível básico de funcionalidade e requisitos básicos para a elaboração dos registros.

*Vale destacar que o FRBR não se refere a um código ou instrumento de catalogação, mas sim a um modelo conceitual de descrição que tem a intenção de ser independente de qualquer instrumento ou código de catalogação. *Em decorrência do FRBR, a catalogação passou a ser entendida não só como a descrição bibliográfica de um item, mas também como o registro dos elementos "organizativos", aqueles gerados por outros processos que não a representação descritiva - por exemplo, a classificação e indexação.

*O FRBR define uma representação de informações baseada em entidades, em atributos e em relacionamentos entre as entidades. As entidades são objetivos do mundo real identificados univocamente com relação a todos os outros objetos. *Representam os objetos de interesse para os utilizadores de registros bibliográficos. *As entidades estão associadas a um conjunto de características e atributos. *São os atributos que constituem o meio pelo qual os usuários elaboram as suas perguntas e interpretam as respostas quando procuram por uma informação. *O modelo FRBR, como já mencionado, não se configura como códigos e ou normas, apesar de estas servirem como base para que o modelo ganhe forma. *O modelo conceitual está em constante discussão e aprimoramento e, para tal, a IFLA mantem seu grupo de estudos com especialistas em catalogação, indexação e classificação sempre envolvido em trabalhos relativos à área.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes