A maior rede de estudos do Brasil

sobre o comportamento de desvio de conduta e antissocial

Psicologia

Outros


4 resposta(s)

User badge image

Victória Sanches

Há mais de um mês

Bom dia, tudo bem? Precisa de alguém para realizar seus trabalhos? Posso lhe ajudar! Faço trabalhos acadêmicos!Tel: 13 988833528
Bom dia, tudo bem? Precisa de alguém para realizar seus trabalhos? Posso lhe ajudar! Faço trabalhos acadêmicos!Tel: 13 988833528
User badge image

Josiane Viana Resende de Paiva

Há mais de um mês

De acordo com cada abordagem da psicologia, existe uma certa peculiaridade ao lhe dar e também explicar sobre comportamentos antissociais, mesmo estando aqui dois comportamentos juntos numa mesma pergunta, são coisas distintas, pois comportamentos antissociais podem ser atribuídos por fatores comportamentais advindos de experiências anteriores ou representar uma face de uma patologia, já o desvio de conduta trata-se de um transtorno, no caso, transtorno de conduta, pode ser resultado da hereditariedade, pais com distúrbio mental, usuários de drogas ou álcool, geralmente é acompanhado de outros transtornos, com de aprendizagem, depressão entre outros.Na perspectiva da TCC, o comportamento antissocial pode ser atribuído ao conjunto característica dentro do espectro autismo, como via de regra, podemos ter pessoas dentro do espectro que gostem de socializar, mesmo tendo dificuldade, mas a conduta antissocial ainda é parte das característica do espectro nos níveis mais altos sendo descrito no DSM-5 em 3 níveis ( severo, leve, funcional) e em parte dos esquizofrênicos. No entanto esse comportamento pode derivar dos fatores ambientais e construção social; cada individuo percebe o meio de uma forma, o interpreta e, a partir disso constrói suas crenças e aprendizagens, ou seja, de acordo com as traduções que obteve ao logo de sua vida, sobre seu ambiente social, este pode desenvolver o que a Tcc chama de pensamentos automáticos disfuncionais, dando origem há uma conduta mais reservada ou antissocial. A conduta antissocial possui uma melhor resposta clinica por estar presente em quadros menos complexos (com exceção de esquizofrênicos e espectros autistas severos), nesse caso a conduta antissocial pode persistir por ser intrínseco a características do transtorno, com resultados modestos mas importantes para a qualidade de vida com tratamentos medicamentosos e psicoterapia; em transtornos menos graves ou por aparecem como resposta de suas crenças ao longo da vida, o treino de habilidades sociais tem oferecido resultados satisfatório na conduta antissocial na maioria dos casos. Ambos os comportamentos podem fazer parte de transtornos de personalidade, digo podem, porque a conduta antissocial pode não ser um transtorno na maioria dos casos, desvio de conduta, tem sim na maioria das vezes a participação de outros transtornos, pode ser causada por uma disfunção gestacional ou ainda ser parte de uma psicopatia.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes