A maior rede de estudos do Brasil

como a permeabilidade capilar, lipossolubilidade e a ligação e fármacos a proteínas plasmática e dos tecidos interferem no processo de distribuição.


1 resposta(s)

User badge image

Isis Pimentel Verified user icon

Há mais de um mês

Caso a resposta tenha te ajudado curte e me segue pf :)Ligação à proteínas: No sangue, quase todas as drogas se subdividem em duas partes, a livre, dissolvida no plasma, e outra que se liga às proteínas plasmáticas, especialmente à fração albumínica. A droga e a proteína formam um complexo reversível, passível portanto de dissociação. Do ponto de vista fàrmacológico, somente a parte livre é que pode ser distribuída, atravessar o endotélio vascular e atingir o compartimento extravascular (SILVA, 2010).Permeabilidade capilar: A permeabilidade capilar é determinada pela estrutura capilar e pela natureza química do fármaco. A estrutura capilar varia em termos de fração exposta da membrana basal com junções com frestas entre as células endoteliais (WHALEN et al., 2016).Volume de distribuição: O volume de distribuição aparente, Vd, é o volume de líquido necessário para conter todo o fármaco do organismo na mesma concentração presente no plasma. O Vd é calculado dividindo-se a dose que alcança acirculação sistêmica pela concentração no plasma no tempo zero (C0): Vd = quantidade de fármaco no organismo / C0. Embora o Vd não tenha base física ou fisiológica, pode ser útil para comparar a distribuição de um fármaco com os volumes dos compartimentosde água no organismo.Fluxo sanguíneo: A taxa de fluxo de sangue para os capilares dos tecidos varia amplamente. Por exemplo, o fluxo de sangue para os órgãos ricos em vasos (cérebro, fígado e rins) é maior do que para os músculos esqueléticos. O tecido adiposo, a pele e as vísceras têm fluxo sanguíneo ainda menor
Caso a resposta tenha te ajudado curte e me segue pf :)Ligação à proteínas: No sangue, quase todas as drogas se subdividem em duas partes, a livre, dissolvida no plasma, e outra que se liga às proteínas plasmáticas, especialmente à fração albumínica. A droga e a proteína formam um complexo reversível, passível portanto de dissociação. Do ponto de vista fàrmacológico, somente a parte livre é que pode ser distribuída, atravessar o endotélio vascular e atingir o compartimento extravascular (SILVA, 2010).Permeabilidade capilar: A permeabilidade capilar é determinada pela estrutura capilar e pela natureza química do fármaco. A estrutura capilar varia em termos de fração exposta da membrana basal com junções com frestas entre as células endoteliais (WHALEN et al., 2016).Volume de distribuição: O volume de distribuição aparente, Vd, é o volume de líquido necessário para conter todo o fármaco do organismo na mesma concentração presente no plasma. O Vd é calculado dividindo-se a dose que alcança acirculação sistêmica pela concentração no plasma no tempo zero (C0): Vd = quantidade de fármaco no organismo / C0. Embora o Vd não tenha base física ou fisiológica, pode ser útil para comparar a distribuição de um fármaco com os volumes dos compartimentosde água no organismo.Fluxo sanguíneo: A taxa de fluxo de sangue para os capilares dos tecidos varia amplamente. Por exemplo, o fluxo de sangue para os órgãos ricos em vasos (cérebro, fígado e rins) é maior do que para os músculos esqueléticos. O tecido adiposo, a pele e as vísceras têm fluxo sanguíneo ainda menor

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes