Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

qual a principal barreira para efetivação de uma educação inclusiva nas escolas publicas brasileira?

inclusãomudança posturalempatiaentraves

3 resposta(s)

User badge image

Tayany Silva

Há mais de um mês

Uma escola que possa garantir o direito à aprendizagem de todas as crianças e adolescentes, independentemente do modo como falam, andam, pensam e lêem. Que respeite também a origem, religião e condição humana.
Uma escola que possa garantir o direito à aprendizagem de todas as crianças e adolescentes, independentemente do modo como falam, andam, pensam e lêem. Que respeite também a origem, religião e condição humana.
User badge image

Renata Fernandes

Há mais de um mês

1) As barreiras quantitativas se referem à falta de abrangência das ações de implantação da inclusão sobre o total de escolas comuns, públicas e particulares, existentes em todos os municípios do País. Esta falta revela o fato de que boa parte dos recursos financeiros destinados à educação está sendo utilizada para outros fins. Solução: Despertar a vontade política de governantes e gestores, em todas as regiões brasileiras, no sentido de tornar inclusivos os respectivos sistemas educacionais.2) As barreiras qualitativas se referem à inadequação das práticas pedagógicas e administrativas levadas a efeito nas escolas comuns que foram e/ou estão sendo escolhidas para se tornarem inclusivas. Solução: Inserir nessas práticas a realização dos seguintes princípios: (A) Singularidade. Cada aluno é único; portanto, a escola precisa traçar metas individualizadas juntamente com o aluno e/ou a família dele. (B) Inteligências múltiplas. O professor, ao ensinar o conteúdo de sua disciplina, precisa estimular e utilizar o cérebro inteiro de cada aluno. (C) Estilo de aprendizagem. O professor, ao preparar suas aulas, precisa pensar em atingir o modo como cada aluno aprende melhor. (D) Avaliação da aprendizagem. A escola precisa adotar o sistema baseado em ipseidade (comparar a avaliação de cada aluno com as outras avaliações do mesmo aluno e não de outros alunos), em continuidade (todas as aulas servem como fontes de evidência do aprendizado) e em inclusividade (avaliar para incluir e não para excluir o aluno). (E) Coerência. A escola inteira precisa adotar atitudes inclusivas: os professores e os funcionários precisam passar por capacitações periódicas sobre educação inclusiva.fonte: https://diversa.org.br/artigos/educacao-inclusiva-barreiras-e-solucoes/

Essa pergunta já foi respondida!