A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
429 pág.
CODIGO DE PROCESSO I IMPERIO - VOL 2

Pré-visualização | Página 9 de 50

e o conhecimento do chefe 
de policia, e o emprego de meios mais amplos 
que tenha á sua disposição. A exposição de 
que trata o referido § 13 deverá conter 
aquellas instrucções que o mesmo chefe 
julgar conveniente dar, a indicação das teste-
munhas que souberem do facto, e de todos os 
indícios que se houverem descoberto, 
(43) Vide no Appendice o art. 12 do Reg. n. A82&. 
Se ao chefe de policia parecerem suspeitos os escri-
vães e officiaes de justiça do lugar para onde se trans-
porta, pode nomear para servirem perante elle como 
«scrivães e officiaes de justiça não só algum dos seus escre-
ventes oo agentes como outras quaesquer pessoas.—Av. 
DE 
RECURSOS 
 
Vide notas ao art. 198. 
54 
e ser acompanhada dos requerimentos, 
queixas ou denuncias que houverem. 
SEOÇXO n. 
Das attribuições policiaes dos delegados s ,. 
subdelegados (44). 
Art. 62. Aos delegados dos chefes de 
policia, nos seus respectivos districtos, 
competem: 
1.° As attribuições cpmprehendidas nos 
!§ Io, 2% 3o, 4o, 5°, 6°, 7o, 8o, 9°, 10°, 
(aú) Devem-sc abster de pedir inslrucçõcs sobre soas 
attribuições e deveres policiaes aos juizes de direito, e 
sim unicamente ao chefe respectivo.—AT. de 5 de Maio 
de 1Í 58. 
Os Avs. ns. 37 e 28 de 13 de Janeiro de 1860 esta-
belecem regras para a execução dos arts. 16 da Lei n. 602 
•de 19 de Setembro de 1850 e 2Ã do Dec. n. 722 de 25 
de Outubro do mesmo anno. relativamente ao exercício 
dos cargos de juiz municipal, delegado e subdelegado com 
o de postos na guarda nacional. 
O Diário Official de 26 de Outubro de 1871 publicou 
um Av. de 2a do mesmo mez, em que se rccomtnen-
•dava ao chefe de policia da cflrte que propusesse a de-
missão de quaesquer subdelegados ou empregados de po-
licia, que por ventara se prevalecessem de sua posição 
policial, para promoverem seus interesses como advogados. 
Terão á porta de sua casa taboleta, etc., ele. —Dec 
o. 68a de 19 de Fevereiro de 1849, 
 
55 
11°, 12°, 13°, 14a e 15' do art. 58 do presente 
Regulamento (45). 
2.° Nomear os escrivães dos subdelegados 
e os inspectores de quarteirão, sob proposta 
dos mesmos subdelegados. 
3.° As attribuições policiaes que pertencido 
aos juizes de paz até á data da Lei de 3 de 
Dezembro de 1841. 
Art. 63. Aos subdelegados nos seus 
•"districtos competem: 
1." As attribuições comprehendidas nos 
:§§ 1°, 2°, 3", 4°, 5°, 6°, 7°, 8o, 11° e 12° 
-do art. 58 do presente Regulamento (46). 
2." Propor aos delegados os cidadãos 
que deverão ser nomeados seus escrivães 
-e inspectores de quarteirão. 
3.° Dividir o seu districto em quarteirões, 
contendo cada um, pelo menos, 25 casas 
habitadas. 
(45) Vide as notas postas aos §§ do art. 58 aqui cíL 
4A6) Vide as notas aos §§ do art. 58 aqui cit. 
56 
4.° As attribuições poficiaes que per— 
tendão aos juizes de paz até á data te. Lei 
de 3 de Dezembro de 1841 (47). 
SEOÇÍO ni. 
Das attribuições policiaes dos juizes 
municipaes {48). 
Art. 64. Aos juizes municipaes, como-
autoridades policiaes, competem as mes-] 
(47) Nem os delegados nem os subdelegados podem 
chamar assessores para dirigi-los no desempenho dos seus 
deveres.—Av. de 23 de Julho de 1852. 
(48) Vide os Ãvs. ns. 27 e 28 de 13 de Janeiro de 1869 
em a nota Uk. 
O Reg. n. 4824 de 222 de Novembro de 1871 dispõe: 
Art. 7.° Os cargos de juiz municipal e de juiz sub-
stituto são incompatíveis com o de qualquer autoridade 
policial. 
Esta incompatibilidade abrange os respectivos sup-
plentes. 
A aceitação de cargo judiciário imporia a perda do 
policial, e não poderão ter nomeados delegados 00 sub-
delegados de policia os que tiverem cargo judiciário, ainda 
sendo meros supplentes. 
 
57 
mas attribuições que pertencem aos delegados, 
exceptuadas as que vêm especificadas nos 
§§10,13,14 e 15 do art. 58 do presente, 
Regulamento. 
8ECÇA0 IV. 
 Das atttribuiçõe 
policiaes dos juites de pas, 
Art. 65. As attribuições policiaes dos juizes 
de paz consistem: 
1.° Em fazer pôr em custodia o bêbado, 
durante a bebedice. 
2.° Em evitar as mas, procurando con- 
 ciliar as partes. I 3.° Em fazer que não haja 
vadios nem mendigos, obrigando-os a viver de 
honesto I trabalho. 
41* Em corrigir os bêbados por vicio, I 
turbulentos, e meretrizes escandalosas que 
perturbão o socego publico, obrigando-os a 
assignar termo de bem—viver, com com-
minação de pena, e vigiando o seu procedimento 
ulterior. 
58 
5.° Em fazer destruir os quilombos, e 
providenciar para que se não formem. 
6.° Em fazer corpos de delicto. 
7.° Em ter uma relação dos criminosos 
para os fazer prender. 
8.° Em avisar os juizes de paz dos 
outros districtos, os chefes de policia, de-
legados e subdelegados, acerca dos cri-
minosos que souberem que existem nos 
seus districtos (49). 
SECÇÃO T. 
Das attribuições doa inspectores de quarteirão. Art. 
66. Competem aos inspectores de 
(U9) Vide notas ao art. 91 da Lei de 3 de Dezembro 
de 1841. 
O iteg. n. A824 de 22 de Novembro de 1871, no seu 
art. 18 diz : 
Além das attribuições subsistentes, compete aos juizes 
de paz : 
1." Processar e julgar as infracções de posturas mu-
nicipàes. 
2." Obrigará assignar termos de segurança t bem -viver; 
nSo podendo, porém, julgar as infracções de taes lermos. 
3* Conceder fiança provisória. 
 
59 
quarteirão as seguintes attribuições nos «eus 
quarteirões: 
1.° Vigiar sobre a prevenção dos crimes, 
admoestando aos comprehendidos no art. 12, 
§ 2o do Ood do Proc, para 
 que se corrijão; e quando o não facão, dar disso 
parte circumstanciada aos subdelegados, ou 
aos juizes de paz respectivos. 
 2.° Fazer prender os criminosos em 
flagrante delicto, os pronunciados não 
afiançados, e os condemaados á prisão. 3.° 
Observar e guardar as ordens e ins tracções 
que lhes forem dadas pelos subdelegados e 
juizes de paz, para o bom desempenho destas 
suas obrigações. 
Quando as ordens e instrucções dos 
subdelegados e juizes de paz forem op-postas 
em matéria sobre a qual a sua .autoridade é 
cumulativa, deveráõ recorrer ao delegado e 
observar o que este decidir (50). 
(50) Vide notas ao art. 18 do Cod. do Proc 
60 
CAPITULO V. 
Da forram por que M ha de proceder aos differeate*-
Mtoi da competência da políeis. 
I SBCÇÂO I. I 
Voa passaportes dentro do Império, da» legitimações e 
titulas de residência. 
DOS PASSAPORTES (SI). 
Art. 67. Os cidadãos brasileiros poderão 
viajar dentro do Império sem- 
(51) Em o tratado de limites e% navegação fluvial Ce-
lebrado entre o Brazil e a Republica de Venezuela, ra-
tificado por Carta imperial de 6 de Setembro de 1859, 
,e mandado executar por Dec. n. 2726 de 12 de Janeiro 
de 1861, se estipulou que serião livres as communicaçóes-
«ntre os dons Estados pela mutua fronteira, e que o tran-
sito das pessoas e suas bagagens pela dita fronteira seria-
isento de todo o imposto nacional ou municipal, sujéi-
lando-se unicamente as ditas pessoas e suas bagagens 
aos Regulamentos de policia e fiscaes que cada governo 
estabelecer no seu respectivo território. 
No art. 12 foi estipulado que cada um dos dous governos 
designará os lugares fora dos portos habilitados, em que 
os navios, qualquer que seja o seu destino, possão corn 
ai unicar directamente. .........e acerescenta que nestes lu 
gares a autoridade local exigirá, ainda que o navio sigs- 
em transito directo, a exhibíção do rol da equipagem, lista' 
ate passageiros «manifeste da carga, e visará grátis todo* 
 
61 
passaportes; mas nesse caso ficão sujeito» .ás 
indagações dos subdelegados, os quaes-
poderáõ proceder acerca delles na forma dos 
arts. 115, 116 e 117, e da primeira parte do art. 
118 do Ood. do Proe. Crim., quando fôrem 
suspeitos (52). 
Art. 68. Não