Simulado Direito Penal 900 questões
144 pág.

Simulado Direito Penal 900 questões


DisciplinaDireito Penal I80.045 materiais1.349.939 seguidores
Pré-visualização41 páginas
7) No sistema processual penal brasileiro, a queixa significa :
 
 a) Todas as respostas acima estão incorretas.
 
 b) A notícia de crime levada pelo ofendido ao conhecimento da autoridade policial.
 
 c) O ato processual por meio do qual inicia-se a ação penal de iniciativa privada.
 
 d) A notícia de crime levada por qualquer pessoa do povo ao conhecimento da autoridade policial.
 
 Questão cód. 31653 
8) O Juiz das Execuções Penais concederá livramento condicional quando o condenado:
 
 a) houver cumprido um sexto (1/6) da pena que lhe foi imposta;
 
 b) nos últimos doze meses de cumprimento da pena o condenado estiver classificado no mau comportamento carcerário;
 
 c) a pena privativa de liberdade imposta ao condenado for de um ano;
 
 d) nenhuma das respostas.
 
 Questão cód. 22148 
9) Nos crimes contra a ordem tributária, definidos na Lei 8.137/90, o pagamento do tributo antes do recebimento da denúncia caracteriza: 
 
 a) circunstância legal atenuante. 
 
 b) pressuposto da transação penal. 
 
 c) causa de diminuição de pena. 
 
 d) causa extintiva de punibilidade. 
 
 Questão cód. 21728 
10) Caio resolveu matar o seu inimigo, invadiu a sua casa, encontrando-o dormindo. Fez vários disparos, atingindo a vítima na cabeça, tendo a vizinhança acordado com os disparos, chamado a polícia, que efetuou a prisão do agente, indiciando-o nas penas do Art.121, § 2º, inciso IV. Com a perícia tanatoscópica, contudo, anexada ao inquérito policial dez dias depois, verificou-se que a vítima, ao receber os disparos, já se encontrava morta há mais de duas horas, fulminada que fora por um violento enfarte. Pergunta-se: pode o agente responder por homicídio qualificado?
 
 a) Não, tendo em vista que é impossível se praticar homicídio contra uma pessoa já falecida.
 
 b) Sim, apenas na sua forma tentada, porque realizou todos os atos para a consumação do delito, que não se consumou em função de circunstâncias alheias à sua vontade.
 
 c) Não, porque o caso seria de homicídio simples, dado que não poderia haver surpresa, pois a vítima já estava morta.
 
 d) Sim, na sua forma consumada, porque o agente realizou todos os atos para a consumação do delito e o fato da vítima já estar morta é irrelevante, pois morreria do mesmo jeito.
 
 
GABARITO:
01-B 02-A 03-D 04-B 05-C 
06-B 07-C 08-D 09-D 10-A 
 
 
 
--------------------------------------------------------------------------------
 
Questão cód. 31801 
1) No que concerne ao tempo do crime, nosso Código Penal adotou a teoria 
 
 a) do resultado. 
 
 b) mista. 
 
 c) da ubiqüidade. 
 
 d) da atividade. 
 
 Questão cód. 41473 
2) Açal Tanti, criminoso conhecido na região, embriaga-se completamente com intuito de praticar um furto. O fato criminoso efetivamente ocorreu. Neste caso verifica-se:
 
 a) a absolvição face a inexigibilidade de conduta diversa, evidenciando-se a embriaguez por caso fortuito.
 
 b) a não exclusão da imputabilidade;
 
 c) a atipicidade do delito;
 
 d) exclusão da imputabilidade, posto tratar-se de embriaguez voluntária;
 
 Questão cód. 11078 
3) Julgue os itens a seguir. I - Ao prescrever que o erro sobre elemento constitutivo do tipo legal de crime exclui o dolo, mas permite a punição por crime culposo, se previsto em lei, o CP abrange o erro de tipo essencial, mas não o erro de tipo acidental. II - O erro sobre elemento constitutivo do tipo legal de crime exclui o dolo, enquanto o erro sobre a ilicitude do fato exclui a culpabilidade. III - O ordenamento jurídico deve ser, necessariamente, um conjunto de normas harmônicas, não se compreendendo que possa, em seu íntimo, apresentar dissonâncias. O ilícito penal não é constitutivo, mas, simplesmente, complementar; de forma que a conduta considerada lícita em qualquer campo jurídico terá também licitude na esfera penal. Isso pode ser indicado como fundamento da excludente de ilicitude do exercício regular de direito. IV - Uma diferença entre o estado de necessidade e a legítima defesa reside em que, na legítima defesa, há reação contra agressão; no estado de necessidade, existe ação em razão de um perigo e não de uma agressão; acresce-se, ainda, que, na legítima defesa, pressupõe-se uma agressão humana e, no estado de necessidade, não. Assinale a opção correta.
 
 a) Apenas o itens I e III estão certos.
 
 b) Apenas os itens I, II e IV estão certos.
 
 c) Apenas os itens II, III e IV estão certos.
 
 d) Todos os itens estão certos.
 
 Questão cód. 1995 
4) Na culpa consciente, o agente tem:
 
 a) vontade de cometer o crime.
 
 b) previsão do resultado.
 
 c) previsibilidade do resultado.
 
 d) indiferença quanto ao resultado.
 
 Questão cód. 4133 
5) Por capacidade especial do sujeito ativo entende-se que: 
 
 a) o sujeito ativo deve praticar o crime em face de certos destinatários especiais da norma penal incriminadora. 
 
 b) certos crimes só podem ser praticados por agente que possua determinada posição jurídica ou de fato. 
 
 c) certos crimes só podem ser praticados por pessoa imputável. 
 
 d) certos crimes somente podem ser efetuados por intermédio de interposta pessoa que possua capacidade especial. 
 
 Questão cód. 41184 
6) Quando o agente tem vontade consciente e livre de realizar os elementos do tipo penal, mas não se importa em produzir este ou aquele resultado, o seu dolo é:
 
 a) direto;
 
 b) alternativo;
 
 c) genérico;
 
 d) sem previsão;
 
 Questão cód. 2259 
7) A lei posterior, que de qualquer modo favorece o agente:
 
 a) Aplica-se aos fatos anteriores, ainda que decididos por sentença condenatória, mas ainda tramitando recurso interposto pela defesa.
 
 b) Aplica-se aos fatos anteriores, mesmo havendo sentença condenatória, desde que não tenha transitado em julgado.
 
 c) Aplica-se aos fatos anteriores, ainda que decididos por sentença condenatória transitada em julgado, desde que não se trate de crime hediondo.
 
 d) Aplica-se aos fatos anteriores, ainda que decididos por sentença condenatória transitada em julgado.
 
 Questão cód. 3382 
8) No caso de concurso material de que forma incidirá a prescrição? 
 
 a) incidirá sobre a pena de cada um, isoladamente.
 
 b) Em caso de concurso material não é possível extinguir a punibilidade pela prescrição 
 
 c) Incidirá apenas sobre a pena mais leve 
 
 d) Incidirá sobre a soma das penas.
 
 Questão cód. 2363 
9) O excesso na legítima defesa decorre: 
 
 a) do uso inadequado de meio empregado e da falta de moderação na repulsa;
 
 b) de uma provocação extremamente injusta;
 
 c) da conduta em desacordo com o ordenamento jurídico;
 
 d) do uso inadequado de meio empregado ou da falta de moderação na repulsa;
 
 Questão cód. 4330 
10) A maioridade penal começa
 
 a) ao meio-dia do dia primeiro de março, se a pessoa completaria dezoito anos no dia vinte e nove de fevereiro e o ano não for bissexto.
 
 b) à meia-noite do dia do décimo-oitavo aniversário.
 
 c) à hora correspondente à de seu nascimento, no dia do décimo-oitavo aniversário.
 
 d) à zero hora do dia em que a pessoa completa dezoito anos de idade.
 
 
GABARITO:
01-D 02-B 03-D 04-B 05-B 
06-B 07-D 08-A 09-D 10-D 
 
 
 
--------------------------------------------------------------------------------
 
Questão cód. 3889 
1) Assinale a alternativa correta:
 
 a) a lei penal posterior que favoreça o agente aplica-se aos fatos anteriores, ainda que decididos por sentença penal condenatória transitada em julgado;
 
 b) a lei mais favorável não se aplica no caso de haver sentença condenatória transitada em julgado;
Irmão Helio
Irmão Helio fez um comentário
EXCELENTE..
0 aprovações
Jonathan
Jonathan fez um comentário
Ótimo
0 aprovações
Milena
Milena fez um comentário
milena
0 aprovações
Anna
Anna fez um comentário
Show, mt obrigada!
0 aprovações
Guilherme
Guilherme fez um comentário
Galera estude ai ta meio em cima da hora mas ajuda um pouco boa sorte
0 aprovações
Carregar mais