A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
19 pág.
Cartilha-encerramento-mandato-2012

Pré-visualização | Página 1 de 10

Orientações para
O GestOr Municipal
encerraMentO De ManDatO
2
suMáriO
1. apresentaçÃO ............................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................ 1
2. O prOcessO De transiçÃO ............................................................................................................................................................................................................................................................ 2
3. a cOntinuiDaDe DOs prOGraMas FeDerais ........................................................................................................................................... 4
 3.1 - Orientações de caráter geral ............................................................................................................................................................................................................................................... 4
 a) Prestação de contas de transferências voluntárias federais .......................................................... 4
 b) Documentação comprobatória das despesas efetuadas com 
 recursos federais ................................................................................................................................................................................................................................................................................................................ 5
 c) Encaminhamento das contas anuais ao Governo Federal ................................................................... 6
 d) Transparência da Gestão Fiscal ........................................................................................................................................................................................................................... 7
 e) Regime especial de pagamento de precatórios ............................................................................................................................ 7
 f) Encaminhamento do Relatório de Gestão Fiscal – RGF, 
 do Relatório Resumido da Execução Orçamentária – RREO 
 e do Cadastro de Operações de Crédito – COC 
 à Secretaria do Tesouro Nacional ............................................................................................................................................................................................................... 7
 g) Sistema Auxiliar de Informações para 
 Transferências Voluntárias – CAUC ........................................................................................................................................................................... 8
 h) Sistema de Gestão de Convênios 
 e Contratos de Repasse – SICONV ............................................................................................................................................................................. 9
 3.2 - Orientações de caráter específico ............................................................................................................................................................................................................. 9
 a) Recursos do Fundo Nacional de Saúde – FNS ..................................................................................................................................... 9
 b) Recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – 
 FNDE .................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................... 12
 c) Recursos do Fundo Nacional de Assistência Social – FNAS ..................................................... 20
4. Outras Orientações para 
O encerraMentO DO ManDatO .............................................................................................................................................................................................................................................. 21
 4.1 – Regras da Lei de Responsabilidade Fiscal ................................................................................................................................................................ 21
 4.2 – Regras da Lei Eleitoral ............................................................................................................................................................................................................................................................................... 22
5. VeriFicaçÃO DO cuMpriMentO Da leGislaçÃO 
 aO lOnGO DO ManDatO e sanções existentes .................................................................................................................... 25
Versão eletrônica disponível em:
www.portalfederativo.gov.br
 B823o
Brasil. Presidência da República. Secretaria de Relações Institucionais.
Orientações para o Gestor Municipal : encerramento de mandato / Secretaria de 
Relações Institucionais. – Brasília: SRI, 2012.
31 p. : il.
Gestão municipal - Brasil. 2. Transição 
municipal - Eleição - Brasil. I. Título. 
 
CDD 352
1 2
1. apresentaçÃO
Com o objetivo de otimizar a transição governamental nos municípios, 
o Governo Federal apresenta esta cartilha, cujo conteúdo sobre gestão 
pública é baseado na experiência obtida com a Lei 10.609 de 2002, 
e com o Decreto 4.298, também deste mesmo ano.
São informações e orientações importantes para os prefeitos, vereadores 
e presidentes de Câmaras Municipais que estão deixando seus cargos.
O encerramento de cada exercício financeiro, principalmente no último 
ano do
 mandato, exige uma série de providências a serem adotadas pelos 
gestores públicos. Sendo assim, o Governo Federal considera importante 
divulgar os critérios para o cumprimento das diversas obrigações legais 
e sugerir medidas que facilitem esses procedimentos. 

A edição desta cartilha irá contribuir para a manutenção do planejamento, 
dos projetos e programas governamentais. Também aponta as providências 
relativas aos subsídios dos agentes políticos e aos gastos das Câmaras 
Municipais, e recomenda consulta aos manuais, guias e publicações dos 
Tribunais de Contas (Estaduais/Municipais), e demais dispositivos existentes 
sobre a matéria nas respectivas leis orgânicas.


 
Mais uma vez, o Governo Federal reafirma a importância do diálogo 
com os prefeitos municipais construído ao longo dos últimos anos, o 
que contribui para o fortalecimento do Comitê de Articulação 
Federativa e o acompanhamento dos temas e projetos de 
interesse 
dos municípios brasileiros.
subchefia de assuntos Federativos da
secretaria de relações institucionais da presidência da república
2. O prOcessO De transiçÃO
A transição governamental caracteriza-se, sobretudo, por propiciar condições para que:
- o (a) chefe do Poder Executivo em término de mandato possa informar ao candidato (a) 
 eleito (a) sobre as ações, projetos e programas em andamento, visando dar continuidade 
 à gestão pública; e
- o (a) candidato (a) eleito (a), antes da sua posse, possa conhecer, avaliar e receber do (a) 
 atual chefe do Poder Executivo todos os dados e informações necessários à elaboração e 
 implementação do programa do novo governo.
sugestões para a transição republicana
Passo a passo:
1° passO: INSTALAR A EQUIPE DE TRANSIÇÃO
Tão logo o (a) novo (a) prefeito (a) seja declarado (a) eleito (a) pela Justiça Eleitoral, 
sugere-se que seja instalada uma equipe de transição, mediante ato normativo específico