Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
AD2_2021 2

Pré-visualização | Página 1 de 1

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
CENTRO DE EDUCAÇÃO E HUMANIDADES FACULDADE DE EDUCAÇÃO
FUNDAÇÃO CECIERJ /Consórcio CEDERJ / UAB
Curso de Licenciatura em Pedagogia – Modalidade EAD Avaliação (ADx2) – 2021.2
Disciplina:
Coordenadora(o):
Aluno(a): _______________________________________
Matrícula:	Polo:	
1) A força da tradição das religiões de matriz africana é fonte de resistências e ressignificações em muitos campos da cultura nacional. O Candomblé e a Umbanda são religiões afro-brasileiras categorizadas pelo censo, portanto, presentes na população brasileira. No bairro da Liberdade na cidade de Salvador fica a sede de um dos blocos afrobrasileiros mais antigos. Criado em 1974, o bloco transcendeu os limites do Carnaval, justamente, por sua proximidade com as culturas religiosas de matriz africana e afro-brasileira. Veja o link a seguir e responda:
https://www1.folha.uol.com.br/saopaulo/2019/02/1986465-grito-de-protesto-num-terrei ro-de-candomble-como-o-bloco-ile-aiye-virou-monumento-do-carnaval-baiano.shtml
Caracterize os festivais brasileiros que se inspiram na cultura afro-brasileira e as festas sagradas que obedecem a um calendário que se repete anualmente e cite dois exemplos dessas festas sagradas. (4 pontos)
Os festivais brasileiros que se inspiram na cultura afro-brasileira e as festas sagradas são duas formas de manifestações culturais que representam tanto a identidade nacional quanto a afro-brasileira, além de representar e difundir os aspectos sagrados e profanos e serem meios de a sociedade se expressar. Ademais, essas manifestações são acontecimentos eventuais e “fazem parte do que a Igreja conceitua como religiosidade popular, uma vez que não são prescritas pela liturgia, mas são celebradas, através de
ritos, objetivando o encontro dos homens com o mundo espiritual e sagrado.”
[JURKEVICS, 2005, p. 85].
Dois exemplos de festas sagradas são A festa de Iemanjá ocorre no dia 2 de fevereiro e seus devotos fazem oferendas de flores, velas e adornos em pequenos barcos e os lançam ao mar e a festa de São Cosme e São Damião, que ocorre no dia 27 de setembro. As igrejas e templos das religiões afro- brasileiras são enfeitadas e recebe, as crianças com doces, guloseimas e brinquedos. Alguns devotos também fazem a distribuição de doces e brinquedos para as crianças em suas próprias casas.
2) Discriminação e preconceito são termos usados para designar as práticas racistas que ocorrem nas escolas, principalmente no que tange a construção de estereótipos, apesar de condenadas pela constituição brasileira. Na escola, a discriminação e o preconceito racial podem materializar nas práticas racistas e na ausência de materiais didáticos que contemplem a história e a cultura negra. Veja, a seguir, o documentário “Das raízes às pontas” e caracterize pelo menos quatro maneiras de uma Educação Anti-Racista. (3 pontos)
1- Entender que, infelizmente, ocorre racismo na escola e que professores devem saber como evitar, através de práticas que combatam a discriminação racial;
2-Utilizar em sala de aula material didáticoque valorize as culturas negra e indígena
( revistas, livros, etc.)
3- criar um projeto pedagógico que tenha como objetivo combater qualquer prática de discriminação e preconceito;
4- Adaptar o currículo escolar, de forma que as leis de estudo da cultura indígena e negra sejam cumpridas e possam ir além da escravidão, samba e influência culinária, buscando a participação, sobretudo dos negros,em diferentes áreas de conhecimento.
 
Documentário: https://vimeo.com/243675623
3) É importante problematizar e pesquisar outras possibilidades pedagógicas que contemplem a diversidade étnico-racial da sociedade brasileira. As explicações tradicionais sobre desigualdades raciais nos indicadores de escolaridade costumam destacar que, por serem mais pobres, as pessoas negras tenderiam a apresentar dados piores que o das pessoas brancas. Leia a matéria do Correio Braziliense, a seguir, e busque exemplos de reforço de estereótipos atribuídos ao negro que acabam por incidir como um estigma sobre as crianças negras. (3 pontos)
Estudante Ndeye Fatou Ndiaye Fonte: Correio Braziliense
Link:
https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/brasil/2020/06/05/interna-brasil,8614 33/tres-estudantes-sao-indiciados-por-ataque-racista-a-aluna-do-rio.shtml
Associar as religiões de matriz africana à feitiçaria;
Associar a cor da pele ao caráter do indivíduo, como se bandidos fossem sempre de pele negra.
A ideia de que cabelo crespo é cabelo ruim, pregando-se a ideia de que deva ser alisado.