A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Sistema endócrino

Pré-visualização | Página 1 de 1

Sis󰉃󰈩󰈛󰇽 en󰇷ó󰇸r󰈎󰈝󰈢
Atua no controle da homeostase do organismo a
partir da atividade de glândulas e órgãos capazes
de sintetizar moléculas, responsáveis por promover
a sinalização em células-alvo e coordenar suas
respectivas funções
A sinalização endócrina depende da ação de
hormônios secretados na corrente sanguínea, que
atuam em células-alvo
Hormônios: substâncias químicas capazes de
conduzir uma informação entre duas ou mais
células.
Regulação endócrina
Hormônio (TSH) produzido pela hipófise chega na
tireoide e tal hormônio estimula a tireóide a
produzir seus hormônios.
T3 e T4 exercem a sua função e ficam na corrente
sanguínea até chegar na hipófise que irá perceber
se tais hormônios estão dentro da quantidade
esperada
EX: Pouco T3 -> Hipófise libera + TSH
EX: Muito T3 -> Hipófise inibe a produção
Ou seja. ação de uma glândula sobre outra de
forma que o estímulo inibe/estimula outra glândula
a produzir dentro de uma margem adequada
● Mecanismo de feedback negativo: resposta
final inibe ou reduz o estímulo inicial
● // positivo: resposta de reforço do
estímulo inicial
Hipotálamo: Apesar de ser uma parte do
cérebro que recebe informações proveniente de
neurônios, também produz neuro-hormônios como
Ocitocina e ADH (que são liberados pela hipófise)
Hipófise
Adeno-hipófise
Prolactina: estimula produção de leite e aumento
das mamas
FSH/LH: estimula o funcionamento do
ovário/testículos
ACTH: estimula funcionamento da suprarrenal
TSH: estimula o funcionamento da tireoide
GH: Proporciona crescimento dos ossos
● Nanismo e gigantismo
Neuro hipófise
Armazena e libera hormônios produzidos pelo
hipotálamo
Ocitocina: estimula contração do útero, secreção
do leite (Criação de vínculo entre pessoas)
ADH: promove reabsorção de água nós túbulos
renais
● Diabete insípida (não reabsorve)
Glândulas
Testículo: produz hormônio testosterona
Ovário: / progesterona e estrogênio
Suprarrenais:
Adrenalina (Epinefrina): luta e fuga
Cortisol: antiinflamatório, controlar estresse
Aldosterona: reter sódio, reabsorção de Na+
Androgênio: hormônio masculinizante
Tireoide
Uma vez estimulado pelo TSH, a tireoide sintetiza
T4 (tiroxina) e T3 (triiodotironina). Para que sejam
sintetizados, necessitam da disponibilidade de iodo
Hipotiroidismo: insuficiência de T3 e T4
● metabolismo lento
● frio
● grande retenção de líquido
Hipertiroidismo: grande taxa de T3 e T4A
● metabolismo rápido (agitado/calor)
OBS: BÓCIO: carência de iodo -> carece T3 e T4
Calcitonina: hormônio que estimula a redução de
íons Ca++, a partir de um estímulo que o Ca
presente no sangue vá para o osso
Paratireóide
Paratormônio (PTH) estimula que o Ca++ presentes
nos ossos volte para o sangue (aumenta taxa de Ca)
Pâncreas
● Célula B produz insulina
Pega glicose do sangue e coloca pra dentro das
células (aumenta a permeabilidade da célula em
relação à glicose)
● Célula alfa produz glucagon
=Regulam a glicemia (taxa de açuacar no sangue)
Estimula que o glicogênio do fígado seja quebrado
em glicose
Ex:
Você comeu → Taxa glicêmia aumenta → Pâncreas
produz insulina → dentre essas células, a do fígado
→Célula do fígado armazena em um polissacarídeo,
o glicogênio
Se você está em jejum → pâncreas produz
glucagon→ libera glicose no sangue (para fazer
com que as taxas mínimas de glicemia no sangue
sejam estabelecidas)
Diabetes mellitus:
● TIPO 1: decorre de condições autoimunes.
A pessoa apresenta uma deficiência na
produção de insulina, e não é capaz de
regular seus níveis glicêmicos
● TIPO 2: decorre de defeitos na sinalização
da insulina. Relacionada a outras síndromes
metabólicas ou à obesidade

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.