Buscar

A2 - SERVIDORES E SERVIÇOS DE INTERCONECTIVIDADE LINUX

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 6 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 6 páginas

Prévia do material em texto

Revisar envio do teste: ATIVIDADE 2 (A2)
 
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
· Pergunta 1
1 em 1 pontos
	
	
	
	Permissões no Linux, são utilizadas para determinar quais usuários podem acessar arquivos ou diretórios. Dessa maneira, é possível preservar a segurança e organização em seu sistema e sua rede, quando se trata de conceder permissão de leitura, escrita e execução para o dono do arquivo, permissão para ler e executar ao grupo e somente execução ao usuário outros. Nesse sentido, assinale a alternativa que indica como deve ser realizada essa tarefa por meio de comando.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
chmod 0751 /home/aluno1/arquivo.txt
	Resposta Correta:
	 
chmod 0751 /home/aluno1/arquivo.txt
	Comentário da resposta:
	Resposta correta. Sua resposta está correta, porque o correto é a permissão 751, ou seja, 1 é o valor para permitir a execução do arquivo e, por estar na primeira posição à direita, é destinado ao outros; o 5 é o valor para leitura e execução, destinado à permissão ao grupo e o 7 é o valor para escrita, leitura e execução do dono, localizado na terceira posição, da direita para esquerda.
	
	
	
· Pergunta 2
1 em 1 pontos
	
	
	
	Um servidor SAMBA permite o compartilhamento de arquivos em diferentes sistemas operacionais em uma rede. Com a implementação desse serviço, é possível realizar a distribuição de arquivos, independentemente do sistema operacional utilizado nas estações clientes, por meio de um determinado protocolo que faz o relacionamento entre Linux/Samba/Windows.
 
Nesse sentido, assinale a alternativa que indica esse protocolo.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
SMB.
	Resposta Correta:
	 
SMB.
	Comentário da resposta:
	Resposta correta. Sua resposta está correta, pois SMB é o protocolo utilizado para compartilhamento de arquivos em diferentes sistemas operacionais em uma rede, sendo possível que os sistemas operacionais Windows e Linux se relacionem, compartilhando, também, impressoras, usuários e redes.
	
	
	
· Pergunta 3
1 em 1 pontos
	
	
	
	O Linux permite que sejam criados grupos de usuários, e, no SAMBA, podem-se definir as permissões de acesso aos compartilhamentos por meio grupos também. Isso facilita a administração do sistema. Portanto, é possível efetuar a instalação do serviço de compartilhamento de arquivos do SAMBA em diferentes distribuições Linux.
 
Dessa forma, assinale a alternativa que corresponde ao comando utilizado para instalação do serviço como usuário root em distribuições que sejam derivadas do Debian.
 
COSTA, P. H. A de. Samba: Windows e Linux em rede. São Paulo: Editora: Linux New Media, 2010.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
apt-get install samba.
	Resposta Correta:
	 
apt-get install samba.
	Comentário da resposta:
	Resposta correta. Sua resposta está correta, pois, apt-get é um conjunto de ferramentas usadas pelo Debian para administrar os pacotes “.deb” de uma forma automática, seguido do parâmetro install que significa a instalação do pacote que é sucedido pelo nome do pacote que no caso chama-se “samba”.
	
	
	
· Pergunta 4
1 em 1 pontos
	
	
	
	No Linux, a grande maioria dos serviços de rede são configurados pelos arquivos de configuração. Originalmente, possui muitas linhas e muitos comentários. Nesse arquivo de configuração, cada linha representa um parâmetro de configuração do serviço.
 
Assinale a alternativa que apresenta o local do arquivo DHCP, que possui essas configurações.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
/etc/dhcp/dhcpd.conf
	Resposta Correta:
	 
/etc/dhcp/dhcpd.conf
	Comentário da resposta:
	Resposta correta. Sua resposta está correta, pois o arquivo “dhcpd.conf”, que contém as configurações do servidor está localizado dentro do diretório “/etc/dhcp/”. A primeira seção do arquivo apresenta configurações gerais do serviços. Na segunda seção, são definidas as configurações relacionadas a características da rede onde o serviço irá atuar.
	
	
	
· Pergunta 5
1 em 1 pontos
	
	
	
	O serviço DHCP possui um arquivo que contém suas configurações, é localizado em “/etc/dhcp/dhcpd.conf” e, após realizar as alterações, deve ser salvo. Além disso, para que as configurações entrem em funcionamento, é necessário iniciar o serviço DHCP.
 
Assinale a alternativa que indica o comando que deve ser executado como root do Linux.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
/etc/init.d/isc-dhcp-server start
	Resposta Correta:
	 
/etc/init.d/isc-dhcp-server start
	Comentário da resposta:
	Resposta correta. Sua resposta está correta, porque, com o comando “/etc/init.d/isc-dhcp-server start”, é possível iniciar o serviço logo após salvar as configurações realizadas e, caso estejam corretas, será apresentada uma mensagem informando que o serviço foi iniciado com sucesso.
	
	
	
· Pergunta 6
1 em 1 pontos
	
	
	
	Quando se trata do sistema operacional Linux, boa parte dos serviços de rede tem suas configurações realizadas por meio de arquivos. No caso do serviço DHCP, o arquivo responsável por essa estrutura chama-se “dhcpd.conf”. Dentro desse arquivo, há diversas linhas e comentários.
 
Nesse sentido, assinale a alternativa que indica apenas opções de configuração da segunda seção.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
subnet, options routers, netmask e range.
	Resposta Correta:
	 
subnet, options routers, netmask e range.
	Comentário da resposta:
	Resposta correta. Sua resposta está correta, pois, subnet
indica o endereço da subrede em que o serviço irá atuar; option routers indica o endereço do gateway da rede, netmask
indica a máscara de sub-rede utilizada na rede em que o serviço irá atuar e range define o intervalo de endereços ips que poderão ser concedidos pelo serviço.
	
	
	
· Pergunta 7
1 em 1 pontos
	
	
	
	Assim como a maioria dos serviços Linux, o SAMBA também é configurado por um arquivo de configuração localizado em: “/etc/samba/smb.conf”, sendo o responsável pelas configurações específicas do servidor e de todos os compartilhamentos. Esse arquivo possui uma seção denominada global com as configurações gerais, e as demais são criadas conforme os compartilhamentos desejados no servidor.
 
Nesse sentido, assinale a alternativa que indica apenas as opções de configuração do SAMBA na seção global.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
workgroup, netbios, debug level e log file.
	Resposta Correta:
	 
workgroup, netbios, debug level e log file.
	Comentário da resposta:
	Resposta correta. Sua resposta está correta, pois,“workgroup” permite definir o nome do grupo de trabalho da rede Microsoft da qual o servidor irá fazer parte; a opção “netbios“ define o nome do servidor SAMBA; o “debug level” define o nível de depuração para os logs que serão gerados e, por fim, o “log file” define o arquivo de log gerado pelo SAMBA.
	
	
	
· Pergunta 8
1 em 1 pontos
	
	
	
	O SAMBA é configurado por um arquivo de configuração localizado em “/etc/samba/smb.conf”, que é o responsável pelas configurações específicas do servidor e de todos os seus compartilhamentos. Esse arquivo possui uma seção denominada homes, que tem como característica a criação de um compartilhamento para cada usuário do sistema.
 
Nesse sentido, assinale a alternativa que indica apenas opções das sessões permitidas.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
path, browseable, create mask e valid users.
	Resposta Correta:
	 
path, browseable, create mask e valid users.
	Comentário da resposta:
	Resposta correta. Sua resposta está correta, pois a opção “ path” permite ser informado o caminho no servidor para o diretório do compartilhamento; com “ browseable” é possível definir se o compartilhamento estará acessível por uma busca no ambiente de rede do Windows; “ create mask” define um conjunto de permissões-padrão para os arquivos do compartilhamento e “ valid users” permite definir uma lista de usuários válidos para o compartilhamento.
	
	
	
· Pergunta 9
1 em 1 pontos
	
	
	
	Imagine o cenário de uma empresa com centenas de usuários, diversos grupos e permissões de acesso. Para realizar a administração de um servidorde arquivos SAMBA, será necessária certa organização e que exista um processo definido para inserção e remoção de usuários, atualização de permissões de acesso aos compartilhamentos, criação de compartilhamentos e definição das quotas de disco disponíveis.
 
Nesse sentido, assinale a alternativa que indica os tipos de permissões existentes no Linux.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
write, read e execute.
	Resposta Correta:
	 
write, read e execute.
	Comentário da resposta:
	Resposta correta. Sua resposta está correta, pois as três permissões existentes no Linux são: write (ou escrita), que garante a possibilidade de modificação de um arquivo; read (ou leitura), que garante a possibilidade de abrir e ler um arquivo, e, no caso de diretórios, é possível listar o conteúdo e, por fim, o execute (ou executar), que permite a execução de um programa.
	
	
	
· Pergunta 10
0 em 1 pontos
	
	
	
	DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol) é um protocolo que permite que um servidor atribua, automaticamente, alguns parâmetros de configuração relacionados a um cliente em uma rede. Foi criado na década de 1990, para suprir uma demanda de configuração dinâmica e automática de computadores.
 
Nesse sentido, assinale a alternativa que contém especificados esses recursos atribuídos pelo DHCP.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
É do DHCP a responsabilidade de configurar permissões de acesso à rede local de computadores, pois foi criado para lidar com a camada de segurança do protocolo TCP/IP.
	Resposta Correta:
	 
É responsável por conceder IP, nome do host, máscara de rede e sub-rede, gateway default e servidores de DNS aos computadores da rede.
	Comentário da resposta:
	Sua resposta está incorreta. Sua resposta está incorreta, porque, o DHCP é um serviço que oferece, ao administrador da rede, possibilidades dinâmicas e automáticas para configurar os computadores ligados a ela, como o endereço IP, nomes de hosts, máscaras e DNS.

Continue navegando