A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
Segurança do paciente

Pré-visualização | Página 3 de 3

de extremidade: enluva pelo pulso com o 
cinto e com espécie de atadura; 
• Contenção de cotovelo e corpo todo: crianças. 
PRINCIPAIS CUIDADOS AO PACIENTE CONTIDO 
• Não pode ficar presa a grade (abaixo da cama); 
• Não pode sair fácil pelo paciente, mas deve ser fácil 
para retirar em emergências; 
ALGORÍTMO DE DECISÃO DO USO DAS 
CONTENÇÕES 
 
TIPOS DE CONTENÇÃO 
 
• Canto superior direito: usada em pacientes com 
agitação psicomotora. 
• Canto inferior: é colocado um acolchoado e prende com 
atadura, geralmente usado em pacientes que tentam 
retirar o acesso com as unhas. 
 
• Esquerda: é colocado um estilo de tala para que a 
criança não dobre o braço durante o acesso, por 
exemplo, e não se machuque. 
• Direita: usada nos casos em que a criança precisa 
remover pontos no rosto. 
CUIDADOS COM A CONTENÇÃO 
1. Contenção de punho: deve-se ter cuidado ao prender, 
prendendo na base da cama. É importante que essa 
amarração esteja na base da cama, em caso de 
intercorrência com o paciente, tendo que abaixar a 
grade, evita machucar a mão do paciente, além de ser 
mais fácil do paciente retirar caso ele esteja amarrado 
na grade. 
2. O nó feito para prender na base deve prender, mas ser 
fácil de retirar em casos emergenciais. 
3. A contenção deve ficar fixa, mas de uma forma que 
possamos passar o dedo por dentro. As vezes quando é 
deixado muito apertado, a tendência é virar uma lesão 
por pressão. 
 
TECNOLOGIAS DE MONITORAMENTO DO 
PACIENTE 
 
Lara Fernandes – Enfermagem UFRJ – Cuidados II 
• Ambularme: fica preso ao paciente, então quando ele 
sai da cama começa a apitar; 
• Grades laterais no leito: deve estar sempre levantada, 
em caso de paciente que deambule e que peça para 
deixar abaixada, devemos registrar pois caso haja 
queda ficamos resguardados. 
•