A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
59 pág.
Leis Ponderais - Leis periódicas dos elementos

Pré-visualização | Página 1 de 1

Leis Ponderais / Leis periódicas dos 
elementos 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Leis Ponderais 
✓Leis ponderais são leis que falam das massas das 
substâncias que participam das reações químicas. 
As principais leis ponderais são: 
✓Lei da Conservação das Massas (ou lei de 
Lavoisier); 
✓ Lei das Proporções de Massa (ou Lei de Proust). 
Lei da Conservação da Massa 
✓ O químico francês Antoine Lavoisier (1743-1794) realizou 
muitas experiências que levaram à seguinte conclusão: a 
massa antes e depois de qualquer reação é sempre a 
mesma. 
 
 
Lei de Lavoisier 
 
Experiência Conclusão 
Carbono + Oxigênio ⭢ Gás Carbônico 
3g 8g ⭢ 11g 
 
Veja que: 3g + 8g = 11g 
“A soma das 
massas antes 
da reação é 
igual à soma 
das massas 
após a 
reação” 
✓Foi observado, porém, que a queima de 
algumas substâncias havia aumento da massa, 
enquanto na queima de outras havia 
diminuição. 
✓O grande mérito de Lavoisier foi ter descoberto 
que essas diferenças de massa se davam por 
causa da absorção ou liberação de gases 
durante as reações. Por exemplo, a queima da 
palha de aço ocorre consumo de oxigênio do ar, 
o que produz uma substância composta de ferro 
e oxigênio com massa maior do que a massa da 
palha de aço. 
✓Medindo a massa de palha de aço antes e 
depois de sua queima, observa-se o aumento 
da massa do material sólido. 
 
 
✓Para compreender melhor essa lei podemos 
esquematizar: 
Ferro + Oxigênio ⭢ Óxido de ferro 
m1 + m2 = m3 
✓Segundo os dados acima a soma da massa das 
substâncias reagentes é igual à massa das 
substâncias dos produtos. 
✓A Lei de Lavoisier pode ser resumida pela frase: 
“Na natureza nada se cria, nada se perde; tudo se 
transforma”. 
Lei das Proporções de Massa 
✓“Uma substância pode ser proveniente de 
diferentes fontes naturais ou ser obtida por 
diversos processos. No entanto, seja qual for o 
método de obtenção, a substância terá sempre a 
mesma composição química fixa”. 
 
✓Essa foi a conclusão que chegou o químico 
francês Joseph Louis Proust (1754-1826). 
 
 
 
 
✓ Em 1797, Proust enunciou a lei das Proporções Definidas 
(ou Lei de Proust): 
“As substâncias reagem sempre na mesma proporção para 
formarem outra substância.” 
Lei de Proust 
 
 
 
Experiência Conclusão 
Carbono + Oxigênio ⭢ Gás Carbônico 
3g + 8g ⭢ 11g 
ou 6g + 16g ⭢ 22g 
ou 9g + 24g ⭢ 33g 
“A proporção 
das massas 
que reagem 
permanece 
sempre 
constante” 
Modelo Atômico de Dalton 
✓ Em 1808, John Dalton publicou o livro Novo 
Sistema de Filosofia química, no qual 
apresentava sua teoria para a constituição da 
matéria; 
✓ Dalton defendia que a matéria era formada por 
pequenas partículas que ele denominou 
átomo. 
Teoria Atômica de Dalton 
✓ A matéria é constituída por partículas denominadas 
átomos; 
✓ As substâncias simples são constituídas por apenas um 
tipo de átomo (elemento químico) e as substâncias 
compostas por mais de um tipo de átomo (diferentes 
elementos químicos); 
✓ As substâncias compostas são constituídas pela 
combinação de átomos de diferentes elementos 
químicos em proporções fixas. 
Entendendo a relação entre a teoria atômica de Dalton e as 
leis ponderais. 
✓ A Lei de Lavoisier é explicada do seguinte modo: 
Carbono + oxigênio ⭢ gás carbônico 
C + O2 ⭢ CO2 
 
(3g+4g+4g=11g) ⭢ (4g+3g+4g=11g) 
 
✓ Considerando que as partículas (átomos) iniciais e as finais 
são as mesmas, concluímos que a massa deve permanecer 
inalterada. 
✓ A Lei de Proust seria explicada da seguinte 
maneira: Carbono + oxigênio ⭢ gás carbônico 
1ª Experiência: 
2ª Experiência: 
✓ Da 1ª experiência para a 2ª, a quantidade de átomos 
dobrou; como consequência, todas as massas 
duplicaram. 
✓ Substância simples é um tipo de substância formada 
por átomos de apenas um tipo de elemento 
químico. 
Exemplo: H2, O2, N2, He, etc. 
 
✓ Substância Composta é um tipo de substância formada 
por átomos de mais um tipo de elemento químico. 
Exemplos: H2O, CO2, NaCl, etc. 
 
 
 
 
 
Lei periódica dos elementos 
✓ Quando os elementos são listados, 
sequencialmente, em ordem crescente de número 
atômico, há uma repetição periódica em suas 
propriedades. 
 
✓ As propriedades dos elementos químicos são 
funções periódicas do número atômico. 
Tabela periódica 
• “A Tabela Periódica é um arranjo de elementos 
em ordem crescente de número atômico em 
linhas horizontais de comprimentos tais que os 
 
elementos com propriedades químicas 
semelhantes caem diretamente um embaixo do 
outro” 
Características da Tabela Periódica 
• Colunas verticais ou Grupos: 
✓Reúnem elementos com propriedades químicas e 
físicas semelhantes. 
✓ São numeradas de 1 a 18 (sistema IUPAC). 
✓Sistema anterior: grupos A e B. 
✓Elementos dos Grupos A: elementos principais ou 
representativos. 
✓Elementos dos Grupos B: elementos de transição. 
• Tabela periódica organizada em famílias ou 
grupos: ilustração dos sistemas de numeração. 
 
 
 
 
• Divisão moderna da tabela periódica: metais e não 
metais (ou ametais). Até então, B, Si, Ge, As, Sb, Te 
e At, eram classificados como semimetais ou 
metalóides. 
 
• Ainda prevalece o sistema com a divisão em 
metais, não metais (ametais), semimetais 
(metalóides), gases nobres e hidrogênio. 
 
 
 
 
• Atualmente, reúne 118 elementos químicos: 
 
✓Contém elementos naturais, que são os que 
apresentam Z ≤ 92 (urânio, U: Z = 92). Tecnécio 
(Tc, Z = 43) e promécio (Pm, Z = 61) são artificiais. 
✓Contém elementos artificiais ou sintéticos, 
denominados transurânicos (Z > 92). 
✓Os elementos de números atômicos 113, 115, 
117 
✓e 118, até 2016 não eram nomeados 
permanentemente. 
 
• Após um período de revisão pública, os nomes 
anteriormente propostos pelos descobridores foram 
aprovados pela Mesa da IUPAC”, anunciou a organização, 
já que os nomes dos elementos 113, 115, 117 e 118 foram 
propostos pelos seus descobridores e submetidos a 
revisão pela entidade e aprovados . 
 
• Os novos elementos adicionados à sétima fileira são: 
✓ Nihonium, símbolo Nh (113), 
✓ Moscovium, símbolo Mc, (115); 
✓ Tennessine, símbolo Ts, (117); 
✓ Oganesson, símbolo Og, (118). 
• Esses quatro novos elementos não são 
encontrados na natureza: eles são elementos 
sintéticos que só podem ser produzidos em 
laboratório. 
 
 
• Eles possuem existência curtíssima, em razão de 
suas decadências em questão de segundos, o que 
tornou a tarefa de se confirmar os novos 
elementos extremamente difícil, contudo isso já 
havia sido feito antes do anúncio oficial dos novos 
elementos químicos em dezembro de 2015. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Preenchimento de subníveis eletrônicos 
na Tabela Periódica 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Propriedades 
• Raio atômico 
Propriedades 
• Raio atômico 
 
 
 
 
 
 
 
Energia de ionização 
 
 
 
 
Energia de ionização 
• Tendência Geral: 
✓As energias da 1a ionização crescem, ao longo 
de um período (da esquerda para a direita) e 
diminuem (de cima para baixo) ao longo das 
colunas ou grupos. 
Afinidade eletrônica 
 
 
 
Afinidade eletrônica

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.