A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
13 pág.
Letra de Câmbio (1)

Pré-visualização | Página 1 de 1

DECRETO Nº 2.044, DE 31 DE DEZEMBRO DE 1908.
Letra de Câmbio
Requisitos da letra de câmbio: 
a) a expressão letra de câmbio 
b) a ordem de pagar a quantia
c) o nome do sacado 
d) o lugar do pagamento 
e) o nome do tomador 
f) o local e a data do saque 
g) a assinatura do sacador 
SAQUE
 Conceito: O saque ou emissão é um ato ou declaração cambial. Saque é ato cambial, de natureza constitutiva e principal na relação cambiária.
 Natureza: Constitutiva. Cria direitos.
SAQUE
Efeito: 
O saque gera a relação de débito e crédito, entre pessoas determinadas. É por meio do saque, ou emissão, que se estabelece à relação de débito e crédito, entre pessoas.
O saque constitui o negócio cambiário, mas não o conclui, porquanto a conclusão se considera em outro ato, isto é, o aceite.
ACEITE
CONCEITO: o aceite é o reconhecimento do débito, obrigando o aceitante cambialmente. É uma declaração cambiária de reconhecimento.
NATUREZA: Conclusiva: Consolida a obrigação entre as partes
ACEITE
Letra de Câmbio: o saque, ou emissão, decorre de ato de quem dá a ordem (sacador) e o aceite é manifestado por que deve pagar (o sacado). 
ACEITE FACULTATIVO: Não existe aceite compulsório ou obrigatório. O sacado não pode, em hipótese alguma, ser compelido, contra sua vontade, aceitar o título, ainda que na hipótese líquida e certa de encontrar-se na posição de devedor. Melhor dizendo, o aceite é facultativo e não é requisito necessário à existência da Letra de Câmbio.
ACEITE PARCIAL: Admite-se aceite parcial ou limitado (art. 26 da lei Uniforme): "O aceite é puro e simples, mas o sacado pode limita-lo a uma parte da importância sacada"
ENDOSSO
FUNÇÃO FUNDAMENTAL: circulação da riqueza. 
CONCEITO: Endosso é forma de transferência do título sacado à ordem. Melhor dizendo, é o meio pelo qual se transfere a propriedade de um título. O endosso transmite a propriedade da letra de câmbio.
VALIDADE DO ENDOSSO: Basta a assinatura do próprio punho do endossante. Não se admite impressão digital, do que se conclui que o analfabeto só se obriga cambialmente por meio de mandatário especial.
Diferença entre TRADIÇÃO e ENDOSSO
- A TRADIÇÃO é a transferência pela simples entrega do título, de pessoa para pessoa, sem qualquer assinatura na Letra de Câmbio.
- O ENDOSSO é a transferência formal do título, mediante aposição de assinatura em título à ordem.
LAÇAMENTO DO ENDOSSO
 
O endosso deve ser lançado no verso do título, sob pena de não produzir efeitos cambiais. Alguns autores entendem que pode haver endosso por escritura pública.
ESPÉCIES DE ENDOSSO
A) Endosso Próprio
B)Endosso impróprio
A) Endosso Próprio
-Endosso em preto: é aquele que menciona expressamente o nome do endossatário, isto é, do beneficiário do endosso. Somente quem tiver seu nome mencionado no ato considera-se titular e o legitimado para a exigibilidade da obrigação cambiária.
-Endosso em Branco: omite-se o nome do endossatário, limitando-se o endossante a firmar, de próprio punho, a sua assinatura no verso do título. Dá-se o endosso em branco mediante simples assinatura do endossante no verso do título. 
B)Endosso impróprio
-Endosso-Mandato: Mandato é procuração. Autorização ou ato pelo qual um indivíduo concede a outro os poderes necessários para, em seu nome, desempenhar determinada incumbência.
OBS: Não existe endosso parcial. É nulo se existir.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.