A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
18 pág.
Governança corporativa - DESCOMPLICA

Pré-visualização | Página 1 de 4

AULA 1 – Introdução à Governança Corporativa 
1. O estudo da Governança Corporativa é de suma importância para que a 
organização conquiste vantagem competitiva em um mercado de forte turbulência 
como o atual. O número máximo de subordinados que o gestor pode controlar de 
modo eficaz e eficiente é chamado de: 
a. amplitude de controle 
b. transparência 
c. competitividade 
d. compliance 
e. governança corporativa 
2. Observe a figura a seguir: 
 
É correto afirmar que ele retrata: 
a. um diagrama espinha de peixe 
b. a governança corporativa 
c. um organograma 
d. um fluxograma 
e. o 5W2H 
3. A definição correta de uma estrutura organizacional é muito importante para que 
as organizações consigam se colocar de uma forma positiva no mercado, sempre 
em busca de conquistar o melhor que há no ambiente externo. Diante desse 
contexto, as estruturas organizacionais são caracterizadas por: 
a. pequena amplitude de controle e vários níveis hierárquicos 
b. pequena amplitude de controle e ausência de níveis hierárquicos 
c. pequena amplitude de controle e poucos níveis hierárquicos. 
d. grande amplitude de controle e poucos níveis hierárquicos 
e. grande amplitude de controle e vários níveis hierárquicos 
4. O estudo que envolve a Governança Corporativa vem se consolidando como uma 
importante ferramenta gerencial para as organizações atuais. Para tanto, o gestor 
deve se preocupar com a transparência de seus agentes. Quando problemas 
ocorrem, dizemos que aconteceu um: 
a. conflito de agência 
b. erro matricial 
c. roubo de dados 
d. conflito judicial 
e. irresponsabilidade 
5. É essencial entender a estrutura organizacional que a instituição terá. Todas as 
organizações são formadas por componentes, e os principais englobam: 
a. estrutura, apenas 
b. estrutura, apenas 
c. apenas objetivos compartilhados e pessoas 
d. só pessoas são importantes 
e. objetivos compartilhados, estrutura e pessoas 
6. A operação brasileira da Elma Chips vem se tornando referência […]. Hoje, as 
fábricas do país já são as mais eficientes em termos de rendimento de batatas na 
América do Sul e as mais produtivas, de acordo com indicador de custo de mão de 
obra direta por tonelada produzida. E tudo isso graças a um modelo de gestão 
inovador. Batizado de Times Autogerenciáveis (TAG), esse modelo reduziu a 
hierarquia nas fábricas de salgadinhos de cinco para apenas dois níveis, trazendo 
resultados mais que satisfatórios para o negócio e para os funcionários. Um dos 
níveis extintos foi o de supervisão. No TAG, há apenas um gerente de produção e, 
abaixo dele, os operadores. 
MANSO, U. Na PepsiCo, há menos níveis hierárquicos. Revista Exame - Carreira. 
28 nov. 2013. Disponível em: https://exame.abril.com.br/carreira/mais-batatas-e-
promocoes/. Acesso em: 11 mar. 2020. (Adaptado). 
Considerando essas informações e o conteúdo estudado, sabendo que a estrutura 
anterior da PepsiCo era mais verticalizada, sua nova estrutura, no que se refere à 
amplitude de controle, pode ser considerada uma estrutura: 
a. achatada, pois diminui a quantidade de níveis hierárquicos 
b. flexível, pois permite que a empresa realize movimentações 
c. aguda, pois aumenta a quantidade de níveis hierárquicos 
d. integrada, pois une diversas estruturas em uma 
e. rígida, pois não permite alterações por parte do gestor 
 
 
 
 
AULA 2 – Princípios básicos da governança 
1. O estudo da Governança Corporativa é de suma importância para que a 
organização conquiste vantagem competitiva de forma sustentável. Para tanto, é 
essencial que a empresa siga os princípios básicos: 
a. transparência 
b. inequidade 
c. competitividade 
d. pagamento de contas 
e. irresponsabilidade corporativa 
2. Uma boa governança permite uma melhor administração, o que beneficia não só 
os acionistas, mas também aqueles que estão ligados indiretamente à empresa. 
Assinale a alternativa que apresenta corretamente o que é governança 
corporativa: 
a. Conjunto de valores tradicionais que regem as empresas 
b. O sistema de políticas e normas que norteiam o gerenciamento da 
empresa 
c. Um sistema de gestão administrativa para as empresas 
d. Uma política regional apresentada pelos gestores para a gestão 
e. Sistema de legislação tributária, órgãos reguladores e sistemas de 
qualidade 
3. A OCDE - Organization for Economic Co-Operation and Development – é 
considerada um grande marco para que as corporações consigam seguir os 
princípios de governança corporativa. Assinale a alternativa que apresenta o 
objetivo da OCDE: 
a. fortalecer a abertura de economias no Brasil e no mundo 
b. fornecer um guia a ser seguido por todas as organizações 
c. apresentar uma lei que irá direcionar as empresas 
d. desenvolver princípios que ajudem os países-membros no 
aperfeiçoamento da governança 
e. despertar o agigantamento das corporações 
4. Uma determinada empresa se preocupa com sua Governança Corporativa, 
estando sempre atenta ao processo de ter um tratamento justo com as partes 
interessadas. Qual é o princípio que a organização está seguindo? 
a. equidade 
b. transparência 
c. responsabilidade corporativa 
d. prestação de contas 
e. pagamento aos funcionários 
5. Nos últimos anos, o agigantamento das corporações trouxe consigo a 
necessidade de ampliar e melhorar a gestão das organizações. Em maio de 
1999, surgiu a OCDE, organização multilateral que visa guiar as empresas no 
mundo, fornecendo boas práticas de governança. Considerando as informações 
apresentadas e os conteúdos estudados, analise os princípios disponíveis a 
seguir e associe-as com suas respectivas características. 
Enquadramento eficaz da empresa. 
Responsabilidade dos conselhos. 
Divulgação precisa de dados. 
( ) Contribuir para a geração de boas condições institucionais. 
( ) Atrair e manter investidores interessados pela empresa. 
( ) Melhorar a orientação, fiscalização e prestação de contas. 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta: 
a. 1, 2, 3 
b. 2, 1, 3 
c. 1, 3, 2 
d. 3, 1, 2 
e. 2, 3, 1 
6. Leia o trecho a seguir: 
“Os princípios básicos de governança corporativa permeiam, em maior ou menor 
grau, todas as práticas do Código das Melhores Práticas de Governança 
Corporativa, e sua adequada adoção resulta em um clima de confiança tanto 
internamente quanto nas relações com terceiros”. 
INSTITUTO BRASILEIRO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA – IBGC. O que 
é governança corporativa. São Paulo: IBCG, 2019. Disponível em: 
https://www.ibgc.org.br/conhecimento/governanca-corporativa. Acesso em: 
25/02/2020. 
O fragmento apresentado aborda conceitos envolvendo princípios básicos da 
Governança Corporativa. Assim, e considerando o conteúdo estudado no livro da 
disciplina, analise as afirmativas a seguir. 
I. A transparência consiste no desejo de disponibilizar para as partes interessadas 
na empresa, informações que sejam de seu interesse. 
II. A prestação de contas consiste em tratar as partes de forma justa e isonômica. 
III. Os agentes de governança devem prestar contas de sua atuação de forma 
clara e concisa. 
IV. A responsabilidade corporativa entende que os gestores devem zelar pela 
viabilidade financeira das organizações. 
Está correto apenas o que se afirma em: 
a. I, III e IV 
b. I, II e III 
c. II e III 
d. I e IV 
e. II e IV 
 
 
 
AULA 3 – Benefícios da governança corporativa 
1. As organizações precisam definir diversas ações e aquilo que esperam e buscam 
para o seu futuro. Dessa forma, a empresa consegue se posicionar no mercado, 
apresentando atitudes que serão tomadas para o mercado onde atuam. Ao realizar 
essa declaração, a empresa está montando a/o (s): 
a. visão 
b. valores 
c. governança 
d. planejamento 
e. missão 
2. De acordo com Silva (2016), para que haja uma estruturação mais adequada da 
empresa é necessário o estudo da governança corporativa. Isso porque, como 
ferramenta, ela ajuda