A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
524 pág.
Apostila_Anbima_CEA_Topinvest_2022-1

Pré-visualização | Página 48 de 50

a gestão
sustentável da água e saneamento para todos;
• 7 - Energia limpa e acessível assegurar o acesso confiável, sustentável,
moderno e a preço acessível à energia para todos;
• 8 - Trabalho decente e crescimento econômico: Promover o crescimento
econômico sustentado, inclusivo e sustentável, o emprego pleno e
produtivo e o trabalho decente para todos;
• 9 - Indústria, inovação e infraestrutura: Construir infraestruturas resilientes,
promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação;
• 10 - Redução das desigualdades: Reduzir a desigualdade dentro dos países
e entre eles;
• 11 - Cidades e comunidades sustentáveis: Tornar as cidades e os
assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis;
• 12 - Consumo e produção responsáveis: Assegurar padrões de produção e
de consumo sustentáveis;
• 13 - Ação contra a mudança global do clima: Tomar medidas urgentes para
combater a mudança do clima e seus impactos;
204
https://www.youtube.com/c/Topinvestbrasil
https://www.facebook.com/TopInvestBrasil/
https://t.me/topinvest_oficial
https://www.instagram.com/topinvest_oficial/?hl=pt-br
https://www.topinvest.com.br/cursos/curso-anbima-cea?utm_source=Apostila&utm_medium=Banner&utm_campaign=Rodape_CEA
• 14 - Vida na água: Conservar e promover o uso sustentável dos oceanos, dos
mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável;
• 15 - Vida terrestre: Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos
ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a
desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda;
• 16 - Paz, justiça, e instituições eficazes: Promover sociedades pacíficas e
inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à
justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas
em todos os níveis;
• 17 - Parcerias e meios de implementação: Fortalecer os meios de
implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento
sustentável.
3.41 - Operação compromissada
Essa é mais umamodalidade de investimento oferecida por bancos onde, nesse
caso, o investidor compra um título de propriedade do banco. Não confunda
"propriedade" com "emissão".
Deixa eu explicar isso melhor: quando você compra um CDB de um banco, está
comprando um título que foi emitido pelo banco e representa uma dívida do
próprio banco.
Acontece que o banco, como um player do mercado financeiro, também
compra títulos no próprio mercado, por exemplo, uma debênture. Na
compromissada, o investidor está comprando essa debênture que foi comprada
anteriormente pelo banco.
Agora com uma linguagem um pouco mais técnica, uma "compromissada" é
uma operação que possui lastro em ativos de propriedade do banco, e o banco
assume o compromisso de recomprar esse ativo do investidor.
Apesar de ser um título lastreado em outro ativo, o risco desse investimento é da
instituição financeira que emite a compromissada.
Características
• título lastreado em algum ativo de propriedade do banco;
205
https://www.youtube.com/c/Topinvestbrasil
https://www.facebook.com/TopInvestBrasil/
https://t.me/topinvest_oficial
https://www.instagram.com/topinvest_oficial/?hl=pt-br
https://www.topinvest.com.br/cursos/curso-anbima-cea?utm_source=Apostila&utm_medium=Banner&utm_campaign=Rodape_CEA
• possui cobertura do FGC se o lastro for um título emitido por uma empresa
ligada ao banco emissor da compromissada;
• tributação conforme a Tabela Regressiva de IR, tanto para PF quanto PJ;
• sujeito a cobrança de IOF se resgatado antes de 30 dias.
3.42 - Cédula de Crédito Bancário (CCB)
Assim como a CPR, a Cédula de Crédito Bancário é uma promessa de
pagamento. Neste caso, representando a promessa de pagamento em dinheiro
decorrente de operação de crédito, de qualquer modalidade.
O banco está o tempo inteiro emprestando dinheiro para os clientes, certo?
Agora, imagine que, quando um cliente toma dinheiro emprestado, vai pagar o
banco em até 60 meses.
Caraca, 60 meses é tempo pra caramba. Com todo esse tempo o banco pode,
caso queira, "antecipar esses recebíveis no mercado" vendendo nomercado uma
CCCB.
Vamos entender com calma essa dinâmica.
Quando um cliente (PF ou PJ) pega dinheiro emprestado do banco, ele emite a
favor do banco a CCB, cédula de crédito bancário. Nesse caso, o banco de posse
desse contrato pode "empacotar" isso e vender no mercado.
O banco oferece ao mercado financeiro um CCCB, Certificado de Cédulas de
Crédito Bancário. Dessa forma, o investidor que compra esse título está, na
prática, pagando o banco à vista e recebendo dos tomadores do banco a prazo.
Características:
• não tem cobertura do FGC;
• possui tributação conforme tabela de renda fixa;
• risco de crédito associado ao emissor do título.
206
https://www.youtube.com/c/Topinvestbrasil
https://www.facebook.com/TopInvestBrasil/
https://t.me/topinvest_oficial
https://www.instagram.com/topinvest_oficial/?hl=pt-br
https://www.topinvest.com.br/cursos/curso-anbima-cea?utm_source=Apostila&utm_medium=Banner&utm_campaign=Rodape_CEA
3.43 - Letra Imobiliária Garantida (LIG)
A LIG é um título lastreado por créditos imobiliários que pode ser emitido por
bancos, caixas econômicas, associações de poupança e empréstimo,
financiamento ou investimento, companhias hipotecárias e sociedades de
crédito. Esse título foi criado com o objetivo de fomentar o mercado imobiliário
no país, baseado no modelo reconhecido no exterior como covered bonds. A LIG
conta com uma carteira de ativos que lastreia e garante os títulos, uma vez que
se torna um patrimônio apartado da instituição emissora, dedicado
exclusivamente à LIG.
Este título, além de isento de imposto de renda para investidores locais e
estrangeiros, traz novidades em relação aos demais instrumentos de captação
do mercado. A LIG carrega uma possível rentabilidade atrelada à variação
cambial, sendo o único título de captação bancária não antecipado
automaticamente no caso de quebra da instituição emissora. Se isso acontecer,
a carteira de ativos suprirá os pagamentos devidos aos investidores, e o agente
fiduciário assumirá a administração do título e da carteira.
Ao longo da vida de uma LIG, este mesmo agente fiduciário zela pelo interesse
dos investidores, monitorando as condições do título e da carteira de ativos. É
previsto em lei que a LIG seja depositada em um depositário central autorizado
pelo Banco Central, desta forma a B3 mantém controle de toda cadeia de
negócios do título, dando transparência e segurança das emissões.
3.44 - Letra de Câmbio (LC)
Embora pareça, as letras de câmbio não tem nenhuma relação com o câmbio.
Aliás, é importante destacar que este título não pode ser indexado por nenhum
tipo de variação cambial.
A LC, é um título de captação de recursos para as sociedades de financiamento
(financeiras) e tem esse nome pois é, na verdade, uma troca. O cliente tomador
do crédito, pega dinheiro emprestado da financeira emitindo uma letra de
câmbio a favor da financeira e ela, por sua vez, vende este título aos investidores.
Portanto, a palavra "câmbio" tem o sentido de "troca".
Diferente do CDB que a própria instituição financeira é a emissora do papel, na
letra de câmbio o emitente é o devedor (sujeito que pega dinheiro emprestado
207
https://www.youtube.com/c/Topinvestbrasil
https://www.facebook.com/TopInvestBrasil/
https://t.me/topinvest_oficial
https://www.instagram.com/topinvest_oficial/?hl=pt-br
https://www.topinvest.com.br/cursos/curso-anbima-cea?utm_source=Apostila&utm_medium=Banner&utm_campaign=Rodape_CEA
da financeira), a instituição financeira é a aceitante e o beneficiário é a pessoa
física ou jurídica investidora, que nesse caso é a adquirente da cambial (letra de
câmbio).
No mais este título tem características iguais ao CDB.
• possui cobertura do FGC;
• sua tributação é conforme a Tabela Regressiva de IR.
3.45 - Títulos Públicos Federais
Até aqui tudo que vimos são títulos de renda fixa emitidos por bancos ou
lastreados em títulos emitidos pelos