A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
10 pág.
Revisão - Direito Civil - Questões Comentadas

Pré-visualização | Página 1 de 2

1 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
CURSO: Ministério Público Estadual 
 
 
 
Estagiando Direito 
@estagiando_direito_ 
 
AULA 11 
 
– 
 
DIREITO CIVIL 
 
 
 
 
 
 
 
2 
 
Olá, estudantes. Hoje, teremos nosso segundo simulado matéria de Direito Civil. 
 Sem mais delongas, vamos continuar! 
 
QUESTÕES 
 
01) A respeito das obrigações, dos contratos, do Marco Civil da Internet e da Proteção 
de Dados, julgue o item que se segue. 
Celebrado contrato oneroso com cláusula que exclua a garantia contra a evicção, 
poderá o evicto receber o preço que pagou pela coisa evicta se comprovar que não 
soube do risco da evicção. 
 
A) Certo 
B) Errado 
 
 
 
 
 
 
Comentários: Resposta correta: Certo; 
Uma vez que o art. 449, do CC versa exatamente sobre esta possiblidade, conforme 
letra da lei: “Art. 449. Não obstante a cláusula que exclui a garantia contra a evicção, se esta 
se der, tem direito o evicto a receber o preço que pagou pela coisa evicta, se não soube do 
risco da evicção, ou, dele informado, não o assumiu.” 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
3 
 
02) Acerca de adimplemento e extinção das obrigações, assinale a opção correta. 
 
A) O credor não é obrigado a receber prestação diversa da que lhe é devida, salvo se 
mais valiosa. 
B) O pagamento deve ser efetuado no domicílio do credor, salvo se as partes 
convencionarem diversamente, ou se o contrário resultar da lei, da natureza da 
obrigação ou das circunstâncias. 
C) A entrega do título ao devedor firma a presunção do pagamento. 
D) Nos termos do Código Civil, a remissão de dívida pelo credor extingue a obrigação 
independentemente de aceitação do devedor. 
E) A obrigação se extingue por compensação quando na mesma pessoa se confundem 
as qualidades de credor e devedor. 
 
 
 
 
 
 
Comentários: Resposta correta: Letra C; 
A devolução do título ao devedor firma a presunção do pagamento, exatamente como 
descreve o art. 324, CC: “A entrega do título ao devedor firma a presunção do pagamento.” 
 
 
 
 
03) A respeito da eficácia da lei no espaço, da capacidade da pessoa natural, dos 
contratos e da prova do fato jurídico, julgue os itens a seguir. 
 
I De acordo com a Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro, as regras sobre 
o começo e o fim da personalidade, o nome e a capacidade do estrangeiro 
 
 
 
4 
 
domiciliado no Brasil são aquelas vigentes no local de seu nascimento. 
II São absolutamente incapazes de exercer pessoalmente os atos da vida civil todos 
aqueles que, por causa permanente, não puderem exprimir sua vontade. 
III A recusa da parte em se submeter à perícia médica determinada pelo magistrado 
pode ser utilizada para suprir a prova que se desejava produzir com o exame. 
IV Os contratos de natureza privada são informados pelo princípio da intervenção 
estatal mínima e pelo caráter excepcional de sua revisão contratual. 
 
Estão certos apenas os itens 
 
A) I e II. 
B) II e III. 
C) III e IV. 
D) I, II e IV. 
E) I, III e IV. 
 
 
 
 
 
 
Comentários: Resposta correta: Letra C; 
As proposições 3 e 4 estão corretas, conforme os art. 232 e 421, do CC: “Art. 232 do 
CC/2002 - A recusa da parte em se submeter à perícia médica determinada pelo magistrado 
pode ser utilizada para suprir a prova que se desejava produzir com o exame. 
Art. 421 do CC/2002. A liberdade contratual será exercida nos limites da função social do 
contrato. 
Parágrafo único. Nas relações contratuais privadas, prevalecerão o princípio da intervenção 
mínima e a excepcionalidade da revisão contratual.” 
 
 
 
 
 
 
5 
 
 
 
04) Entre as diversas formas de classificação dos contratos, o contrato de troca ou 
permuta, por meio do qual dois indivíduos se obrigam, de forma recíproca, a entregar 
coisa diferente de dinheiro, pode ser classificado como 
 
A) informal, gratuito e sinalagmático. 
B) atípico, informal e unilateral. 
C) gratuito, típico e consensual. 
D) oneroso, atípico e unilateral. 
E) sinalagmático, oneroso e consensual. 
 
 
 
 
 
Comentários: Resposta correta: Letra E; 
O contrato é “sinalagmático” quando o contrato for bilateral, oneroso quando tiver algum 
objeto valorativo em questão e consensual quando ambas as partes se obrigarem de forma 
recíproca. 
 
 
 
 
05) Analise as seguintes proposições referentes aos contratos. 
 
I. Contrato com pessoa a declarar é aquele que é pactuado por uma das partes em 
nome de terceiro, conhecido ou não no momento da celebração. 
II. O princípio da autonomia da vontade possui caráter absoluto e, assim sendo, não 
se limita à ordem pública e aos bons costumes. 
 
 
 
6 
 
III. A compra e venda, quando pura, considerar-se-á obrigatória e perfeita, desde que 
as partes acordarem no objeto e no preço. 
IV. O Código Civil brasileiro prevê expressamente a possibilidade de ser objeto de 
contrato civil a herança de pessoa viva. 
 
Nesse contexto, pode-se afirmar: 
 
A) Todas as afirmativas estão corretas. 
B) Todas as afirmativas estão incorretas. 
C) Estão corretas as afirmativas II e IV, apenas. 
D) Estão incorretas as afirmativas II e IV, apenas. 
 
 
 
 
 
Comentários: Resposta correta: Letra D; 
O princípio da autonomia versa apenas sobre a autonomia da vontade dos indivíduos. E 
CC não prevê possibilidade de herança se tornar objeto de contrato. 
 
 
 
 
06) Segundo a lei brasileira, a coisa recebida em virtude de contrato comutativo pode 
ser enjeitada por defeito oculto, que a torne imprópria ao uso a que é destinada, ou 
lhe diminua o valor. A lei faz alusão nessa hipótese 
A) à teoria da imprevisão. 
B) à exceção de contrato não cumprido. 
C) ao princípio da relatividade contratual. 
D) ao vício redibitório. 
 
 
 
 
 
7 
 
 
 
 
 
Comentários: Resposta correta: Letra D; 
O vício redibitório é termo do direito civil entendido por defeito – de forma oculta na coisa 
ou bem, de uma venda, e do qual o comprador não poderia tomar conhecimento quando 
efetuou a aquisição. 
 
 
 
 
07) Rejane adquiriu um automóvel de seu vizinho Altair pelo preço de R$ 8.000,00. 
Três meses depois, todavia, veio a ser parada numa blitz e o veículo foi apreendido 
porque constava que há cerca de um ano ele fora roubado do real proprietário, que 
não era Altair. Diante disso, Rejane tem direito a exigir de Altair: 
 
A) os R$ 8.000,00 de volta, corrigidos monetariamente, independentemente do valor 
de mercado do veículo quando foi apreendido; 
B) indenização pelo valor de mercado do bem, além de eventuais perdas e danos 
decorrentes da apreensão, se provar que Altair tinha ciência do roubo; 
C) ressarcimento pelas benfeitorias e melhoramentos que tiver feito no carro, se 
provar sua boa-fé na época em que as realizou; 
D) a devolução do preço pago se no contrato com ele constasse cláusula que exclui 
a garantia contra evicção, desde que ela não tenha assumido o risco relativo ao 
roubo. 
 
 
 
 
 
 
 
8 
 
Comentários: Resposta correta: Letra D; 
A cláusula de irresponsabilidade, por si só, isto é, desacompanhada da ciência da 
existência de reivindicatória em andamento, exclui apenas a obrigação do alienante de 
indenizar todas as demais verbas, mencionadas ou não no art. 459 do Código Civil, mas não a 
de restituir o preço recebido. Para que fique exonerado também desta última, faz-se mister, 
além da cláusula de irresponsabilidade, que o evicto tenha sido informado do risco da evicção 
e o assumido, renunciando à garantia. 
 
 
 
 
08) Acerca de responsabilidade civil, obrigações, atos unilaterais e contratos, julgue 
seguir. 
É anulável contrato em que uma parte atribua à outra parte promessa de 
transferência de direitos sucessórios, quando vier a ser concretizada a futura 
sucessão. 
 
A) Certo

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.