Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Avaliao_P2_Cultura_e_Natureza (1)

Pré-visualização | Página 1 de 1

ESTADO DE MATO GROSSO 
SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO 
FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO 
 CARLOS ALBERTO REYES MALDONADO 
CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP 
 
 
 
Página 1/2 
 
 
IDENTIFICAÇÃO 
Acadêmico: Ana Leticia Caetano 
Curso: Licenciatura em Matemática Data: 30/10/2021 
Disciplina: Cultura e Natureza 
Professor (a): Elizângela Gomes dos Santos Siebiger 
 
PROVA 2 – 2021/2 
 
INSTRUÇÕES: 
a) Esta avaliação deve ser feita individualmente, e consiste em desenvolver a atividade a partir 
dos textos discutidos em sala durante o Parte II do Conteúdo Programático: “Diretrizes 
Curriculares Nacionais para Educação Ambiental”, “Educação Ambiental Tessituras de Esperança” 
de Michèle Sato, “Conceito de Cultura” Cap. 2. do Livro: Antropologia uma introdução de Marconi 
e Presotto. Você pode enriquecer seu trabalho com citações pertinentes. 
b) Valor: 10,0 
 
Avaliação: 
1) Construa um texto discorrendo sobre os principais pontos dos temas abordados na Parte II 
(Educação Ambiental e para a Sustentabilidade na Escola, Conceito de Cultura e Diversidade da 
Produção Material e Imaterial) destacando a importância de refletir e discutir sobre eles na escola. 
 
 
Instruções e Normas da ABNT: 
Formato: “Cabeçalho: Assunto, lembrar de fazer Referência de autor(a), do livro, periódico ou site 
quando usar, Corpo do texto; Espaçamento entre linhas: 1,5 cm.; Fonte: Arial ou Times New 
Roman; cor preta; tamanho da fonte: 12; Alinhamento: a Esquerda (Referência do material 
estudado) e Justificado para o corpo do texto; Paginação: parte superior à direita, numerar a partir 
da segunda página; Margens: Superior e Esquerda: 3 cm.; inferior e direita: 2 cm. Mínimo 2,0 
páginas e no máximo 5.” 
 
 
 
 
 
BOA AVALIAÇÃO! 
 
 
 
 
 
 
 
ESTADO DE MATO GROSSO 
SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO 
FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO 
 CARLOS ALBERTO REYES MALDONADO 
CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP 
 
 
 
Página 2/2 
 
 
 
 Atualmente vemos a importância de se discutir sobre educação ambiental e a sustentabilidade 
na escola, temos em nossa Constituição Federal (inciso VI do § 1º do artigo 225 do Capítulo VI, 
dedicado ao Meio Ambiente), em que se determina o Poder Público a incluir, falar e ensinar sobre 
a educação ambiental em todas as modalidades de ensino contribuindo para que crianças, jovens, 
adultos tenham conhecimento, conscientização e contribuam para um futuro com ações e atitudes 
desde agora sustentáveis e ecológicas buscando preservar e não agredir, mais o meio ambiente 
iniciando assim desde na escola com projetos a realizar em prol da sustentabilidade, ecologia e 
preservação ambiental. 
 Sabemos que existem mais de 160 definições sobre cultura em diversas áreas dos saberes 
humanos muitas das vezes a palavra “cultura” é usada para dizer também sobre o progresso dos 
seres humanos por meio de evolução, educação mudanças cotidianas etc. por isso é importante 
sempre estarmos atentos aos conceitos e sabermos aos assuntos que se enquadram essas 
definições na escola ela faz parte do processo de aprendizagem ela nutri, socializa e nos traz 
ideias para um aprendizado mais eficiente. 
 O incentivo às atividades culturais na escola é importante para o desenvolvimento das 
identidades dos alunos. Determinadas atividades trarão para eles novas experiências que irão 
mudar com o decorrer do tempo para o que é mais atrativo em seus padrões éticos e morais. 
Cultura material é tudo aquilo que é produzido ou modificado pelo ser humano, estamos criando 
componentes dela constantemente, tendo em vista a aceleração tecnológica e a obsolescência 
dos produtos que possuem um ciclo de vida mais curto. 
 A cultura material é dinâmica em suas mudanças, sendo necessário o contato do discente com 
seus alunos, sua principal característica é o oposto da cultura material, ou seja, todos os seus 
componentes não são palpáveis. É a parte da cultura que não podemos tocar, mas podemos senti-
la e vivenciá-la através das experiências que ela nos proporciona, diferente da cultura material, a 
imaterial não é criada pelo homem, mas pelas comunidades sendo transmitida através das 
gerações pode sofrer mudanças e adaptações no decorrer do tempo e da interação com o seu 
ambiente e os indivíduos. 
 Temos diversas atividades que podem ser utilizadas dentro da escola com o objetivo de despertar 
o interesse da construção da identidade do aluno, é importante que sejam abordados temas que 
tenham relação com a cultura regional e de nosso país a fim de formar cidadãos que possam ter 
um pensamento crítico em relação a nossa cultura.