Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
16 pág.
NOTAS E AVALIAÇÕES | Atividades Ocupacionais e Reintegração Social

Pré-visualização | Página 1 de 4

1
O assistencialismo ao preso sob a tutela do Estado durante o seu cumprimento de pena deve ser promovido por meio de políticas públicas carcerárias e deve contar com a participação da sociedade civil, das entidades religiosas e da família do preso. Sobre as previsões da Lei de Execução Penal e os deveres do Estado com relação ao preso que está sob a sua custódia no que tange ao tema “assistencialismo”, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) À luz das medidas de assistência previstas na Lei de Execução Penal, Pedro, analfabeto, sentenciado a oito anos de reclusão, ingressou no sistema penitenciário, consignando-se em seus registros a falta de instrução fundamental. Nessa situação, é 
obrigatório que o estabelecimento prisional garanta que Pedro frequente o ensino fundamental nos mesmos moldes e requisitos do sistema escolar da unidade federativa a que pertença esse estabelecimento.
(    ) Caso um preso pratique uma falta disciplinar, poderá a autoridade administrativa decretar o isolamento preventivo desse preso, bem como determinar a sua inclusão no regime disciplinar diferenciado, no interesse da disciplina e da averiguação do fato.
(    ) José foi condenado a dezoito anos de reclusão e recolhido a estabelecimento prisional. No curso da execução da pena, ele contraiu doença grave, e foi constatada a impossibilidade de o estabelecimento prisional prover-lhe a assistência médica necessária. Nessa situação, a assistência médica ao preso deverá ser custeada pela família do sentenciado em outro local, desde que haja a autorização expressa do juiz competente.
(    ) A legislação brasileira referente à educação no sistema prisional não prevê o emprego da modalidade de educação a distância.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
A
V - V - F - V.
B
F - F - V - F.
C
F - V - V - F.
D
V - F - F - F.
2
O preso definitivo (aquele que foi condenado por uma sentença transitada em julgado, da qual não cabe mais recurso) e o preso provisório (aquele que aguarda instrução processual ou que, embora condenado, tenha interposto recurso pendente de julgamento) detêm os mesmos direitos com relação ao respeito à integridade física e moral, bem como ao assistencialismo prestados pelo Estado.
Sobre os direitos do preso definitivo, do preso provisório e do egresso do sistema prisional, analise as sentenças a seguir:
 
I- O preso provisório ou condenado à pena privativa de liberdade é obrigado a trabalhar e, pelo trabalho realizado, deve ser remunerado com valor que não pode ser inferior a um salário-mínimo.
II- As tarefas executadas pelo condenado como cumprimento de pena de prestação de serviço à comunidade não são remuneradas.
III- A legislação limita o trabalho feito pelo preso provisório àquele que pode ser realizado no estabelecimento prisional em que o indivíduo se encontre e na medida de suas aptidões e capacidade.
 
Assinale a alternativa CORRETA:
A
As sentenças II e III estão corretas.
B
Somente a sentença I está correta.
C
Somente a sentença II está correta.
D
As sentenças I e II estão corretas.
3
O atestado de que a prisão fracassa em reduzir os crimes deve, talvez, ser substituído pela hipótese de que a prisão conseguiu muito bem produzir a delinquência, tipo especificado, forma política ou economicamente menos perigosa − talvez até utilizável − de ilegalidade; produzir delinquentes, meio aparentemente marginalizado, mas centralmente controlado; produzir o delinquente como sujeito patologizado" (FOUCAULT, 1987, p. 20).  O trecho extraído do livro “Vigiar e Punir”, sintetiza uma importante conclusão de Michel Foucault decorrente de suas análises sobre a prisão como uma instituição disciplinar moderna.
Nesse sentido, sobre a crítica às funções da prisão, analise as sentenças a seguir:
 
I- Objetiva a delinquência por trás da infração e consolida a delinquência no movimento das ilegalidades.
II- Classifica a delinquência em suas categorias e erradica a delinquência do meio social.
III- Reduz a delinquência através do controle e controla a delinquência por meio da repressão.
IV- Combate a delinquência por meio da punição e erradica a delinquência do meio social.
 
Assinale a alternativa CORRETA:
 
FONTE: FOUCAULT, M. Vigiar e Punir: história de violência nas prisões. Petrópolis: Editora Vozes, 1987.
A
Somente a sentença II está correta.
B
Somente a sentença I está correta.
C
Somente a sentença III está correta.
D
As sentenças I, II e IV estão corretas
4
O preso é um dever do Estado, sendo por ele tutelado enquanto cumprimento de sua pena. Assume, dentro do sistema prisional, a condição de sujeito de direitos e de deveres que garantam a boa convivência prisional.
Sobre os deveres do condenado, assinale a alternativa INCORRETA:
A
Higiene pessoal e asseio da cela ou alojamento.
B
Conservação dos objetos de uso pessoal.
C
Constituição de pecúlio.
D
Execução do trabalho, das tarefas e das ordens recebidas.
5
A Constituição Federal de 1988 prevê os direitos e garantias fundamentais dos presos, e a Lei de Execução Penal (LEP) traz detalhes com relação a esses direitos e garantias, sendo um dever do Estado criar, implementar e monitorar as políticas públicas carcerárias voltadas ao preso, à manutenção do ambiente carcerário e à boa convivência.
Nesse sentido, analise as sentenças a seguir:
 
I- A Constituição Federal de 1988 prevê a possibilidade de relaxamento de prisão, ainda que legal, pela autoridade judiciária.
II- A Constituição Federal de 1988 prevê o respeito à integridade física, sem garantir expressamente o respeito à integridade moral.
III- A LEP prevê condições da presidiária mulher e grávida para que possa permanecer com seus filhos durante o período de amamentação e durante a primeira infância.
IV- A identificação dos responsáveis por sua prisão ou por seu interrogatório policial é uma previsão constitucional ao preso.
 
Assinale a alternativa CORRETA:
 
FONTE: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 26 out. 2021.
A
Somente a sentença III está correta.
B
Somente a sentença I está correta.
C
Somente a sentença IV está correta.  
D
Somente a sentença II está correta.
6
O Estado tem a função de prender, reeducar e ressocializar o preso. A pena não exerce apenas a função punitiva, mas igualmente a função de prevenção criminal e de reintegração do preso à sociedade, conforme a ideia da criminologia moderna e da Teoria da Pena adotada pelo sistema penal brasileiro.
Sobre os principais problemas do sistema carcerário brasileiro, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
 
(    ) Embora a Lei de Execução Penal preveja inúmeros direitos e garantias fundamentais ao apenado, assim como a Constituição Federal de 1988, a sua aplicação prática encontra óbices diante da grande problemática do sistema carcerário nacional: alta taxa de encarceramento e superlotação carcerária.
(    ) Os objetivos gerais dos Projetos de Prevenção ao Crime são a prevenção e a redução da violência e da criminalidade no território nacional, de acordo com as especificidades da localidade para o qual foi desenvolvido. São elencados pela doutrina nacional como Projetos de Prevenção ao Crime: 1) Programas de Prevenção Espacial ou Geográfica; 2) Programas de Remodelação da Convivência Urbana; 3) Programas de Orientação Comunitária; 4) Programas de Prevenção Vitimária; 5) Programas Político-Sociais de Prevenção; 6) Programas de Prevenção da Reincidência. 
(    ) Os meios de prevenção à reincidência e os mecanismos de reintegração social não estão previstos na Lei de Execuções Penais.
(    ) O Brasil adota a Teoria Retributiva da pena, segundo a qual a pena tem apenas a função punitiva.
 
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
A
F - F - V - F.
B
V - V - F - F.
C
V - F - V - V.
D
F - V - V - V.
7
A obra de Foucault, “Vigiar e Punir”, normalmente, é descrita como uma denúncia do poder repressivo do Estado. O livro, contudo, tem um projeto muito mais ambicioso: retratar como o Estado moderno deixou de exercer o poder de forma
Página1234