Buscar

Habeas Corpus

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 3 páginas

Prévia do material em texto

• É uma ação judicial, prevista no artigo 5° da 
constituição federal que garante efetividade 
dos direitos fundamentais. 
➔ 
• Um remédio constitucional não pode ser 
ajuizado em substituição a outro remédio 
constitucional, sob pena de inadmissibilidade 
(será recusada pelo juízo) 
 
Art. 5°, LXVIII - conceder-se-á habeas corpus 
sempre que alguém sofrer ou se achar ameaçado 
de sofrer violência ou coação em sua liberdade de 
locomoção, por ilegalidade ou abuso de poder; 
 
Origem histórica 
• Carta Magna 1.215. 
• Domínio sobre a sua integridade moral e a sua 
locomoção. 
No Brasil: teve a constitucionalização em 1891 
(primeira constituição republicana) 
“Teoria brasileira do habeas corpus” (1891): 
Uma ação que protegia qualquer direito 
fundamental. (perdurou até 1926) 
 
Características 
• Só garante o direito fundamental a locomoção. 
• É uma ação constitucional gratuita, que 
independe da condição financeira. 
Exemplo: usado quando o emprego de força física 
empregado pela polícia ao realizar uma prisão, for 
ilegal ou abusivo. 
 
 
 
Artigo 5º LXXVII CRFB/88 “São gratuitas as ações 
de habeas corpus e habeas data, e, na forma da lei, 
os atos necessários ao exercício da cidadania 
 
Pressuposto de cabimento 
1- Violência ou coação à liberdade de locomoção 
É o emprego da força física (ou sua ameaça), apto 
a restringir a liberdade de locomoção do indivíduo. 
2- Ilegalidade ou Abuso de poder 
O ato ilegal é o ato que contraria a lei ou os 
princípios constitucionais. 
O ato abusivo é o emprego imoderado do poder, 
sendo desproporcional, arbitrário, desviado do seu 
fim. Todo ato abusivo é ilegal. 
Exemplos: 
• Prisão que viola artigo 5º LXI, LXII, LXIII 
CRFB/88; 
• Prisão domiciliar realizada com mandado 
judicial à noite (artigo 5º XI CRFB/88) 
• Prisão com uso de algemas contrário à Súmula 
Vinculante Nº 11 
 
Quem impetra a ação? 
A pessoa que interpõe a ação de habeas corpus, é 
o(a) autor(a) da ação. 
• Qualquer pessoa natural a seu favor ou de 
terceiros (até mesmo menor de idade) 
• Pessoa jurídica em favor de pessoa natural 
• Ministério Público, juízes e tribunais em favor 
de terceiro 
Habeas corpus Habeas corpus 
Artigo 654 CPP “O habeas corpus poderá ser 
impetrado por qualquer pessoa, em seu favor ou 
de outrem, bem como pelo Ministério Público. [...] 
§2º- Os juízes e os tribunais têm competência para 
expedir de ofício ordem de habeas corpus, quando 
no curso de processo verificarem que alguém 
sofre ou está na iminência de sofrer coação ilegal. 
 
Necessita de assistência 
jurídica 
Artigo 1º Lei Nº 8.906/1994 (Estatuto da OAB) 
“São atividades privativas de advocacia: 
1. A postulação a qualquer órgão do Poder 
Judiciário e aos juízes especiais; 
2. As atividades de consultoria, assessoria e 
direção jurídicas. 
 §1º - Não se inclui na atividade privativa de 
advocacia a impetração de habeas corpus em 
qualquer instância ou tribunal.” 
 
Beneficiário/paciente 
• A favor de quem se impetrar a ação de habeas 
corpus 
• É necessariamente para a pessoa natural 
 
Impetrado 
É a pessoa contra a qual se impetra a ação de 
habeas corpus. Logo, é aquela que determina a 
restrição ilegal à liberdade de locomoção 
individual. 
• Em regra, são autoridades públicas. 
• Excepcionalmente, particulares são os 
impetrados na ação de habeas corpus. 
Espécies 
Quanto ao momento: 
• Preventivo: Ação de habeas corpus ajuizada 
antes da violação da liberdade de locomoção. 
• Repressivo: Ajuizado após a violação da 
liberdade de locomoção. 
 
Quanto ao titular 
• Individual: Proposta em favor de uma única 
pessoa. 
• Coletivo: Proposta em favor a um grupo de 
pessoas. 
 
Exemplo: 
Supremo concede habeas corpus coletivo a 
todas as presas grávidas e mães de crianças 
Fonte: CONJUR. 20/2/2018 
Assim entendeu a 2ª Turma do Supremo Tribunal 
Federal nesta terça-feira (20/2) ao conceder HC 
coletivo em nome de todas as mulheres presas 
grávidas e mães de crianças com até 12 anos de 
idade. Segundo o Estatuto da Primeira Infância (Lei 
13.257/16), é garantida prisão domiciliar a mulheres 
grávidas ou com crianças de até 12 anos. O Habeas 
Corpus vai substituir a prisão preventiva pela 
domiciliar a todas as mulheres nestas condições, 
com exceção daquelas que tenham cometido 
crimes mediante violência ou grave ameaça, 
contra os próprios filhos, ou, ainda, em situações 
excepcionalíssimas — casos em que o juiz terá de 
fundamentar a negativa e informar ao Supremo a 
decisão. 
 
 
Competência 
Em regra, é a autoridade judiciária 
hierarquicamente superior àquela que determinou 
o ato impugnado. 
 
Atenção! 
Casos de competência dos tribunais para julgar o 
habeas corpus em razão da pessoa do paciente 
e/ou autoridade coatora: 
• Artigo 102 I “d” CRFB/88 
• Artigo 105 I “c” CRFB/88

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes