Aula 01

@direito-do-trabalho-i ESTÁCIO

Pré-visualização

b) Rio de Janeiro ou Salvador. 
c) Rio de Janeiro, somente. 
d) Salvador, somente. 
e) São Paulo, somente. 

Comentários: 

O conceito de domicílio surge da necessidade legal que se tem de fixar as 
pessoas em determinado ponto do território nacional. Por isso, mesmo que 
uma pessoa não tenha uma residência fixa habitual, não tenha um ponto 
central de negócios, o Código Civil aponta um domicílio para ela, sendo este o 
lugar onde ela for encontrada. Assim, o domicílio dos circenses, dos ciganos, 
etc. é o lugar onde eles forem encontrados, nos termos do art. 73, CC. 
Gabarito: “A”. 

C.04) (Advogado do BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento 
Econômico e Social – 2006) A respeito do domicílio, marque a 
afirmação CORRETA: 



DIREITO CIVIL: AUDITOR-FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL 
PROFESSOR LAURO ESCOBAR 

Prof. Lauro Escobar     www.pontodosconcursos.com.br 5544

a) o conceito de domicílio confunde-se com o de residência, nos inovadores 
termos do Código Civil de 2002. 

b) as pessoas jurídicas estatais – União, Estados e Municípios – não possuem 
um domicílio. 

c) como vigora em nosso sistema o princípio da unicidade de domicílio, é 
vedado ao particular possuir domicílio. 

d) havendo pluralidade de residências, cabe à autoridade pública indicar o 
domicílio da pessoa natural, a qual não terá direito de opção. 

e) é instituto caracterizado por um elemento objetivo, qual seja, o 
estabelecimento físico da pessoa e outro subjetivo, configurado pela intenção 
(animus) de permanência definitiva. 

Comentários: 

O domicílio da pessoa natural é o lugar onde ela estabelece residência em um 
estabelecimento físico (elemento objetivo) com ânimo definitivo (elemento 
subjetivo) conforme o art. 70, CC. No entanto existem várias exceções a este 
princípio (arts. 71 a 73, CC). A letra “a” está errada, pois mesmo nos dias 
atuais o conceito de residência (lugar em que o indivíduo habita com a 
intenção de permanecer, mesmo que dele se ausente temporariamente, sendo 
uma situação de fato) é diferente do domicílio, que é uma situação jurídica. A 
alternativa “b” está errada, pois as Pessoas Jurídicas, inclusive as estatais (ou 
seja, as de Direito Público), possuem domicílio, sendo que o art. 75, CC aponta 
quais são estes domicílios. As alternativas “c” e “d” estão erradas, pois nossa 
legislação adotou o princípio da pluralidade domiciliar (art. 71, CC), quando a 
pessoa tiver mais de uma residência, sendo que será domicílio qualquer uma 
delas, a sua escolha. Gabarito: “E”. 

C.05) Assinale a alternativa CORRETA de acordo com as normas do 
Código Civil em vigor. Possui(em) domicílio necessário: 
a) o servidor público. 
b) apenas o preso e o militar. 
c) somente o marítimo, o militar e o incapaz. 
d) o militar da ativa ou da reserva. 
e) as pessoas casadas. 

Comentários: 

Esta questão está prevista no art. 76, CC. A letra “b” está errada por causa da 
palavra ‘apenas’; o mesmo se diga em relação à expressão ‘somente’ da 
alternativa “c”. A letra “d” está errada, pois o militar da reserva (em outras 
palavras, o aposentado) não possui domicílio necessário. As pessoas casadas 
atualmente também não possuem domicílio casado (a título de curiosidade 
citamos que pelo Código anterior a mulher casada tinha domicílio necessário: 
era o de seu marido... mas isso já está totalmente ultrapassado). Gabarito: 
“A”. 

C.06) O domicílio, como consagrado pelo Código Civil, 



DIREITO CIVIL: AUDITOR-FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL 
PROFESSOR LAURO ESCOBAR 

Prof. Lauro Escobar     www.pontodosconcursos.com.br 5555

a) é único e consiste no local em que a pessoa estabelece residência com 
ânimo definitivo. 

b) é único e consiste no centro de ocupação habitual da pessoa natural. 

c) é considerado o local onde a pessoa exerce sua profissão. Se a pessoa 
exercer a profissão em locais diversos, deverá indicar um local específico 
para todas as relações correspondentes. 

d) pode ser plural, desde que a pessoa natural tenha diversas residências 
onde alternadamente viva. 

Comentários: 

Já vimos que a lei brasileira prevê a possibilidade da pluralidade domiciliar 
(art. 71, CC). Observem que o parágrafo único do art. 72, CC não traz o dever 
de se indicar um local específico para as relações correspondentes. Daí estar a 
letra “c” errada. Gabarito: “D”. 

C.07) (OAB/MG 2007) Sobre domicílio, assinale a alternativa 
INCORRETA: 

a) o domicílio do incapaz é o do seu representante ou assistente. 

b) o domicílio do preso é o lugar onde foi processado. 

c) o domicílio do militar é o lugar onde servir. 

d) o domicílio do servidor público é o lugar em que exerce permanentemente 
suas funções. 

e) o domicílio do marítimo é o do lugar onde o navio estiver matriculado 

Comentários: 

Na realidade o domicílio do preso é o local onde ele cumpre a sentença (e não 
onde foi processado), conforme o art. 76, parágrafo único do CC. Notem que a 
lei menciona “sentença”. Não está errado. No entanto, para ser mais técnico, é 
interessante deixar claro que sentença é a decisão do Juiz de primeiro grau. Se 
houver recurso desta sentença o processo será encaminhado para o Tribunal 
de Justiça. A decisão do Tribunal é chamada de Acórdão (e não sentença). Por 
isso costumo dizer que o domicílio do preso é o local onde cumpre a decisão 
(termo que abrange tanto a sentença como o acórdão) condenatória. 
Gabarito: “B”. 

C.08) (Procurador do Banco Central – 2005) Considera-se domicílio da 
Pessoa Natural, quanto às relações concernentes à profissão: 

a) somente o lugar em que a pessoa natural estabelecer a sua residência 
com ânimo definitivo. 

b) o lugar onde esta é exercida, e se exercitar a profissão em lugares 
diversos, cada um deles constituirá domicílio para as relações que lhe 
corresponderem. 

c) o lugar em que for encontrada em dia útil. 



DIREITO CIVIL: AUDITOR-FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL 
PROFESSOR LAURO ESCOBAR 

Prof. Lauro Escobar     www.pontodosconcursos.com.br 5566

d) somente um único lugar onde esta é exercida em caráter permanente e 
principal, desconsiderando-se qualquer outra localidade onde também a 
exerça, ainda que com habitualidade. 

e) apenas o lugar para o qual estiver inscrita em caráter permanente no 
órgão de classe correspondente, independentemente de exercê-la com 
habitualidade em outro local. 

Comentários: 

De uma forma geral, domicílio da pessoa natural é o lugar onde ela estabelece 
a sua residência com ânimo definitivo (art. 70, CC). No entanto é também 
domicílio, quanto às relações concernentes à profissão, o lugar onde ela é 
exercida. Observem que se a pessoa exercitar profissão em lugares diversos, 
cada uma deles constituirá domicílio para as relações que lhe corresponderem 
(art. 72 e parágrafo único do CC). Gabarito: “B”. 

C.09) (Controladoria Geral da União – 2006) Os marítimos têm por 
domicílio o local onde estiver matriculado o navio. Tal domicílio é: 
a) voluntário geral. 
b) aparente. 
c) legal. 
d) ocasional. 
e) voluntário especial. 

Comentários: 

A doutrina costuma classificar o domicílio em: a) voluntário (geral ou especial) 
e b) legal (ou necessário). O art. 76, CC enumera as hipóteses de domicílio 
necessário. Entre eles está o domicílio dos marítimos (oficiais e tripulantes da 
marinha mercante). Gabarito: “C”. 

C.10) (FCC – TJ/PE – Técnico Judiciário – 2007) Considere as 
afirmativas abaixo sobre domicílio civil. 

I. Ter-se-á por domicílio da pessoa natural, que não tenha residência 
habitual, o lugar onde for encontrada. 
II. Tendo a pessoa jurídica diversos estabelecimentos em lugares 
diferentes, apenas sua sede será considerada domicílio para quaisquer atos 
praticados. 
III. Têm domicílio necessário o incapaz, o servidor público, o militar, o 
marítimo e o preso. 
IV. Nos contratos escritos, o domicílio deve ser necessariamente o local da 
residência dos contraentes. 

É correto o que se afirma APENAS em: 
(A) I e II. 
(B) I, II e III. 
(C) I e III. 
(D) II e III. 
(E) III e IV. 



DIREITO CIVIL: AUDITOR-FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL