Buscar

aps.s.estomatognatico.docx

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

1. Quais as vantagens da amamentação para o desenvolvimento das estruturas do Sistema Estomatognático?
- A estabilidade psicológica da criança amamentada contribui para a diminuição de hábitos orais incorretos, que provocam sérias maloclusões, que afetam a estética e a função buco-maxilo-facial;
 - Os fatores e agentes anti-microbianos e imunológicos adquiridos na amamentação evitam estados alérgicos e infecciosos, principalmente os respiratórios que geralmente provocam respiração bucal e anomalias dento-faciais;
 - Favorece uma adequada posição lingual (a natural), facilitando o equilíbrio dentário;
 - A função muscular durante a amamentação possibilita o melhor desenvolvimento da maxila e facilita a erupção e alinhamento dos dentes;
 - O incremento do movimento mandibular durante a amamentação, evita o retrognatismo mandibular, obtendo-se melhor relação entre a maxila e a mandíbula;
 - Com a exercitação dos músculos mastigadores no ato de mamar, diminuem mais de 50% de maloclusões dentárias (ressalto, apinhamento, mordida cruzada posterior, mordida aberta, disoclusões, rotações dentárias...), que afetam consideravelmente a estética e função dento-facial da criança.
2. Qual a influência do uso excessivo da chupeta na fala e na deglutição?
- Os danos causados pela chupeta podem não ser reversíveis espontaneamente. Principalmente porque eles costumam vir acompanhados de outros danos, como por exemplo, alterações nas arcadas dentárias, problema que também prejudica a fala. Neste caso, há a necessidade de tratamento fonoaudiológico e odontológico.
- Interfere negativamente sobre a amamentação .A confusão de bicos acontece porque a musculatura é trabalhada de forma completamente diferente durante a sucção do peito e da chupeta. A sucção de um bico artificial leva à perda da tonicidade e alteração da postura muscular (dos lábios e língua, principalmente), fazendo com que o bebê não consiga manter corretamente a pega do peito.
- Prejudica a correta maturação funcional do sistema estomatognático. Atrapalha na fala, mastigação, deglutição e respiração da criança. Podem surgir deficiências de dicção, presença de sibilo/ceceio na fala, voz rouca e/ou anasalada. A mastigação perde sua característica normal bilateral e alternada, tendendo a vertical ou unilateral, afetando diretamente as articulações têmporo-mandibulares e o desenvolvimento das estruturas envolvidas.

Outros materiais