Buscar

Religião Valores Gentileza vol 2 Juntos e Misturados

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 16 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 16 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 9, do total de 16 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

1
2. Gentileza
18
Numa cidade cinzenta, morava 
um menino muito especial. 
Sempre que ele saía com os 
pais, seus olhos inquietos 
não paravam de procurar três 
coisas: as cores das flores no 
caminho, os sorrisos nos rostos das pessoas e a terceira, ah!, 
essa ele adorava mais que as outras duas, eram as palavras. 
Apesar de encontrar muitas palavras por onde passava, ele 
gostava especialmente de encontrar três: AMOR, NATUREZA 
e GENTILEZA. 
O Mundo de Gentileza
2. Gentileza
Objetivo geral: Estimular o desenvolvimento de atitudes 
de gentileza nos contextos escolar, familiar e social.
Conteúdo: Leitura; oralidade; gênero textual poesia; 
jogos corporais. 
Conteúdos musicais: Criação; improvisação.
Objetivo: Compreender a importância de sermos gentis; 
conhecer o exemplo histórico de gentileza; refletir sobre 
como podemos ser gentis.
História
19
Ele tinha mania de brincar com elas, fazia das palavras um jogo. 
Ele as virava de cabeça para baixo, prendia-as em fios, colava-
as nos muros e nas pipas que soltava na vizinhança. 
O tempo passou, e o menino tão especial cresceu e, como todo 
adulto, escolheu uma profissão. Ele se tornou motorista de 
caminhão e tinha muito prazer em transportar tudo pela cidade: 
peixes, flores, tinta, tijolo e tudo o mais. 
Só não gostava da fumaça que saía 
dos caminhões, acreditava que ela 
deixava tudo mais cinza e menos 
colorido. Mas seguia com seu 
trabalho. Um dia, dirigindo por aí, 
viu um circo chegar à cidade e se 
lembrou do tempo que era criança. 
As cores da lona fizeram-no lembrar 
quando procurava cores nas flores. 
Infelizmente, poucos dias depois, aquela alegria das 
cores da lona se tornou tristeza. Ele recebeu a 
notícia que aquele lindo circo havia sofrido um 
terrível incêndio. 
A tragédia foi tão grande que mudou não 
só a história das pessoas que estavam 
naquele incêndio, mas também a vida dele, 
que deixou de lado os caminhões e decidiu 
que viveria para fazer alguma coisa 
pela cidade. 
Para celebrar as vidas de todas 
aquelas pessoas que morreram 
no incêndio, assim como ele amava 
celebrar as flores, decidiu plantar um 
lindo jardim no terreno onde o circo 
havia pegado fogo, tudo isso buscando 
20
encontrar os sorrisos que ele tanto amava encontrar na 
infância. E, claro, as palavras também não podiam ficar de fora. 
Ele usou o AMOR, a NATUREZA e a GENTILEZA para criar 
poemas e espalhá-los pela cidade. 
Ao fazer isso, ele se sentiu feliz e 
percebeu que suas palavras e 
gestos traziam felicidade aos 
outros também. Ele descobriu 
que sua gentileza gerava mais 
gentileza. Não sei quantas flores 
colheu, quantos sorrisos regou, 
quantas palavras plantou nos 
viadutos, pontes e muros. 
Mas depois de muito tempo 
fazendo isso, ele ficou conhecido 
como Profeta Gentileza. Sempre que 
vemos suas palavras, lembramos desse 
menino que ficou velhinho e transformou com 
gestos tão simples a história de toda uma cidade.
Você sabia que essa história aconteceu de verdade?
Roda de conversa
É interessante, aproveitando a pergunta final da história, abrir 
espaço para que os alunos falem sobre como compreenderam 
a história, o que acharam dela, que partes mais as mobilizou, se 
já tinham ouvido falar nesse “personagem”, 
o que significa ser gentil para elas etc. 
Também seria importante mostrar 
imagens do Profeta Gentileza e dos 
muros que ele pintou e em que 
escreveu suas palavras. Isso faz 
parte da cidade do Rio de Janeiro.
Ilustrações disponíveis nos anexos do aplicativo Sinta o Som - Caderno 2.
21
Brincadeiras
Material necessário: Jogo da memória construído pelos alunos. 
Como fazer: Por meio de algumas perguntas, estimule os 
alunos a pensarem sobre a gentileza. Pode-se perguntar a eles 
sobre qual o significado de “gentileza” em uma palavra; o os 
gestos de gentileza; o que é ser gentil com o outro; se eles se 
consideram pessoas gentis e porquê; e, para terminar, peça 
que falem palavras ou expressões de gentileza. Com essas 
palavras, construam um jogo da memória e joguem.
O par no jogo também pode ser uma palavra associada a um 
desenho, feito pelos alunos, que represente o respectivo gesto 
de gentileza. Pode ser jogado pela turma toda junta ou em 
dupla, no mínimo.
Exemplo de jogo da memória da gentileza
Essa é uma imagem apenas para exemplificar. O jogo deve ser 
construído com as palavras que os alunos trouxerem, realizado pela 
turma toda ou em duplas.
Jogo da memória
Objetivo: Reconhecer palavras positivas para expressão 
da emoção; identificar palavras e gestos que podem ser 
classificados como palavras e gestos de gentileza.
BOM DIA! POR FAVOR!
AMOR
GENEROSIDADE
BOM DIA!
POR FAVOR! AMOR
GENEROSIDADE
OBRIGADO
DESCULPE!
PACIÊNCIA
RESPEITO OBRIGADO
DESCULPE!
PACIÊNCIA
RESPEITO
22
Jogos Teatrais
Os objetos de gentileza que nos movem
Objetivo: Experimentar os sentimentos trazidos pela 
relação com objetos imaginários e expressar corporalmente 
essas sensações; criar e desenvolver pequenas cenas com 
objetos imaginários.
Como fazer:
Etapa 1: Divida os alunos em grupos e peça para que 
conversem e escolham juntos qual objeto que os faz pensar ou 
agir com gentileza. Você pode sugerir algumas ideias, como 
uma flor, uma bandeja de doces, uma vela de aniversário, uma 
caixa de bombom, um brinquedo, um presente etc.
Etapa 2: Após todos os grupos terem decidido qual objeto 
será usado para a cena, explique que agora vão experimentar 
a relação com os objetos imaginários que escolheram. Neste 
momento, todos os grupos experimentam ao mesmo tempo, 
enquanto vão sendo orientados e estimulados por você, através 
de algumas frases como “Se movam pelo espaço, imaginem 
esse objeto, o formato, o peso, qual a sensação ele desperta 
em você?”; “Quais gestos, movimentos e ações que você faz 
com esse objeto trazem, para você, a sensação de gentileza?”; 
“Que sentimentos surgem a partir dessa relação com o objeto? 
Carinho? Afeto? O que mais?” (essas são sugestões de frases, 
o importante é observar as respostas concretas dos alunos e 
orientá-los a partir delas).
Sugestão de desenvolvimento: 
Depois que todos experimentaram, simultaneamente, livres 
pelo espaço, cada grupo pode se apresentar para o outro. 
Aqueles que estão assistindo tentarão identificar o objeto que 
23
cada grupo escolheu. A turma poderá reconhecer o objeto e 
que gestos de gentileza podem ser despertados por ele.
Etapa 3: Agora que cada grupo tem bastante intimidade 
com seu objeto imaginário, peça para que desenvolvam uma 
pequena cena em que esse objeto é utilizado. Explique aos 
alunos que, para desenvolver a cena, é necessário saber onde 
ela se passa (lugar), quem está nela (os personagens) e o 
que acontece – lembrando que o tema deve partir da ideia de 
gentileza com esse objeto imaginário. Determine um tempo 
para que todos possam pensar e elaborar os detalhes. Ajude 
seus alunos, indo de grupo em grupo, para tirar dúvidas e 
contribuir com ideias a partir do que eles estiverem pensando. 
Ao final, cada grupo apresenta sua cena para a turma.
Sugestão de desenvolvimento: 
Promova uma conversa com seus alunos a partir das cenas 
que assistiram, refletindo sobre como a qualidade da gentileza 
estava presente em cada uma delas.
Corpo e canção
Gentileza pra viver
Objetivo: Refletir sobre atitudes e palavras gentis, bem 
como os benefícios que elas proporcionam; conhecer e 
vivenciar um gesto gentil do Profeta Gentileza por meio 
da dança livre.
Material necessário: Flores (plástico, papel ou natural); áudio 
da música “Gentileza pra viver”, disponível no CD Sinta o Som – 
Juntos e misturados.
24
Como fazer: Escutem a música e, a partir dela, conversem 
sobre atitudes e palavras gentis. Fale sobre a atitude do 
Profeta Gentileza de distribuir flores a desconhecidos pelas 
ruas. Peça que todos os alunos fiquem espalhados e parados 
no espaço disponível. Coloque no centro do espaço um jarro 
com flores (papel, plástico ou natural). Ao som da música, 
um alunocom uma flor na mão deve dançar com movimentos 
livres pelo espaço e escolher alguém para oferecer a flor. 
Aquele que receber a flor, agradecerá com um gesto gentil 
(um abraço, uma palavra, um sorriso...) e iniciará a sua dança, 
buscando outra flor no jarro para também oferecer a alguém, 
e assim sucessivamente, até que todos tenham recebido 
flores e tenham agradecido ao outro. Ao final, reflitam sobre 
o que vivenciaram, pergunte sobre quais outros possíveis 
sentimentos que os atos gentis podem trazer e complete com 
eles a frase “Gentileza gera...” (ex: “Gentileza gera afeto”; 
“Gentileza gera amor”...).
As flores podem ser desenhos feitos pelos próprios alunos. 
A distribuição das flores pode se expandir por toda a escola.
Gentileza pra viver
Um sorriso aberto, um olhar sincero 
um ouvido atento, um abraço 
Uma resposta amável, um pronto fazer 
Um elogio sem esperar um outro receber
Por favor, obrigado, me desculpe, com licença, perdão, 
Fique bem, vá em paz, tenha um bom dia. 
Gentileza pra mim, gentileza pra você, gentileza pra viver.
25
Jogos de sentido
Passeio gentileza
Objetivo: Identificar visualmente características artísticas 
nos espaços cotidianos.
Como fazer: Após contar a história do Profeta Gentileza, 
convide os alunos para um passeio, pela escola, em busca das 
mesmas coisas que o Gentileza procurava nas ruas: cores, que 
podem estar nas flores e nos murais da escola, sorrisos, que 
podem vir dos outros amigos e funcionários, e palavras. 
Divida a turma em três grupos. Cada grupo procurará uma 
dessas características.
Na volta, proponha que compartilhem o que observaram e o 
que acham que poderia ter em maior ou em menor quantidade. 
Como poderiam contribuir individual e coletivamente?
Batucando
Roda sonora da gentileza
Objetivo: Explorar a capacidade de improvisação, exercitar 
a escuta e a execução de sons leves.
Como fazer: Os alunos se posicionam em forma de roda com 
três cadeiras no meio, viradas de costas uma para a outra. 
A cada rodada, o professor escolhe quem deverá sentar nas 
cadeiras e fechar os olhos. Os alunos que estão na roda devem 
girar e improvisar, fazendo uma ambientação com sons leves 
26
e agradáveis, a fim de promover o relaxamento de quem está 
sentado no meio, ouvindo.
Exemplo de sons que podem ser feitos:
• Estalo de língua; 
• Estalo de dedos; 
• Palma com dois dedos; 
• Som de beijo; 
• Mãos esfregando; 
• Som de “xxxx” imitando cachoeira; 
• Som de “ffff” imitando vento; 
• Som de fundo do mar, imitando bolhas.
O professor também pode escolher junto com a turma algumas 
palavras de gentileza que podem ser ditas em sussurro durante 
o improviso sonoro. 
Os alunos que estão na roda fazendo a ambientação, enquanto 
giram, devem ficar livres também para agachar-se, levantar-se, 
aproximar-se ou afastar-se de quem está no meio. Essa dinâmica 
de movimentação promove uma sensação sonoro-espacial muito 
interessante para quem está ouvindo de olhos fechados.
27
Reciclarte
Luvas musicais
Objetivo: Vivenciar, através da gentileza, os movimentos 
sonoros em grupo realizados por meio da construção 
coletiva de sons e movimentos com as mãos.
Reflexão antes de apresentar a proposta:
Alguém sabe dizer quanto tempo o plástico leva para se 
decompor no meio ambiente?
Quais problemas temos com o descarte do plástico?
Quais iniciativas ecológicas existem para reutilizar tampas de 
garrafas PET?
Com base nessa reflexão, trabalhe a gentileza ao meio 
ambiente e faça música com as tampas plásticas.
Você sabia?
No Rio de Janeiro, existe o projeto TAMPINHA DO BEM, 
que recolhe tampas plásticas que são revertidas em 
ração, água e até castração de animais de rua.
Que tal começar essa iniciativa na sua escola?
Material necessário: 
• Um par de meias; 
• Cola quente; 
• Tampas de garrafa PET; 
28
Gênero textual
Dobradura de flores com poesia
Objetivo: Aprender a ler, recitar e compreender poesias. 
Material necessário: Poemas à escolha do professor e dois 
pedaços de papel quadrados, podem ser de cores diferentes ou 
pintados pelos alunos.
• Música “Gentileza pra viver”. Link disponível na categoria 
Músico em Destaque desta unidade. 
• Vídeo com passo a passo, disponível no aplicativo Sinta o 
Som – Caderno 2.
Como fazer: Coloque a meia na mão e cole as tampas na altura 
da ponta dos dedos.
Praticando: 
Quais movimentos corporais (gestos) podem representar 
gentileza? Um aperto de mãos? Uma forma de cumprimento? 
Desenvolva esses movimentos com a turma. Será que todos os 
países se cumprimentam da mesma forma? 
Utilize a canção “Gentileza pra viver” para elaborar um ritmo 
através do efeito sonoro que as tampas fazem com as luvas 
sonoras em atrito com outros objetos ou com a própria luva 
para acompanhar a canção. Aproveite para elaborar uma 
“coreografia com as mãos” (Jogo de mãos) de acordo com os 
movimentos sonoros da canção.
Estimule a criação individual para o desenvolvimento coletivo 
dessa atividade.
29
Como fazer: Com os poemas escolhidos por você que tragam 
a ideia de gentileza ou de sentimentos que dialoguem com ela, 
faça uma leitura em voz alta com os alunos. Brinque com a 
sonoridade das palavras, com o ritmo, com as rimas, se houver. 
Uma boa estratégia para que percam a timidez é colocar as 
mãos em volta da boca, como se formassem um alto falante, e 
declamar, brincando com as sonoridades.
Depois de vivenciarem a leitura em conjunto, proponha que 
escrevam na flor. Geralmente as pessoas dão flores como um 
gesto de gentileza. A proposta é que os alunos confeccionem a 
flor, escrevam o poema que selecionaram nas pétalas e, depois, 
doem para alguém, conhecido ou não, escolhido por eles. 
Quebra cabeça do poeta Gentileza
Objetivo: Perceber a função social da poesia; identificar sua 
característica estrutural e sonora.
Material necessário: O poema e as palavras impressas, 
disponíveis nos anexos do aplicativo Sinta o Som - Caderno 2.
Montagem da flor:
- 2 folhas 
- 1 flor 
- 1 palito pintado 
- 2 pedaços de durex
30
Como fazer: Com a turma dividida em grupos, entregue para 
cada grupo o poema e os cartões com as palavras. A atividade 
consiste em completar o poema colocando as palavras dos 
cartões nos espaços onde faltam palavras. Devem ficar atentos 
ao sentido da frase que estão completando, mas eles vão 
decidir. Após a montagem, cada grupo lerá para o outro a sua 
“versão” do poema. Ficaram muito diferentes? O que cada 
grupo pensou para montar de maneiras distintas? Solte sua 
imaginação juntamente com seus alunos e aproveitem.
Nossa proposta é que, a seguir, você vá para a categoria 
Músico em destaque e reflita com os alunos o significado desse 
poema.
Reflexões que podem ser feitas: 
O que vocês observaram sobre a forma como os poemas foram 
escritos?
Como a gente pode reconhecer um poema? Qual deve ser a 
intenção do poeta quando escreve um
poema? Para quem ele escreve o poema? Você sabe onde 
podemos encontrar mais poemas para ler?
Gentileza
Apagaram 
Pintaram tudo de 
A palavra no 
Ficou coberta de tinta 
Apagaram 
Pintaram tudo de 
Só ficou no 
Tristeza e tinta fresca 
Nós que passamos 
Pelas ruas da 
Merecemos ler as 
E as palavras de gentileza 
Por isso eu 
A você no 
Se é mais 
O livro ou a sabedoria 
O mundo é uma 
A vida é o 
“Amor: palavra que ” 
Já dizia o profeta
tudo
cinza
muro
tudo
cinza
muro
apressados
cidade
letras
pergunto
mundo
inteligente
escola
circo
liberta
31
Músico em destaque
Marisa Monte – intérprete/música “Gentileza”
Marisa foi uma menina muito antenada que adorava música. 
Nascida no Rio de Janeiro e filha de uma família italiana, ainda 
criança se interessou pelo piano e 
também pela bateria. Mais tarde, já 
na adolescência, estudou canto lírico, 
um tipo de canto muito cantado nas 
óperas, chegando a estudá-lo fora 
do país. Ao voltar, foi incentivada a 
continuar cantando, mas não mais 
a ópera, e sim o canto popular. Assim, 
ela seguiu cantando e conquistou 
fama e sucesso profissional, tornando-se uma das cantoras mais populares 
da MPB.
Leve para os alunos a música “Gentileza” (Marisa Monte). 
Podem escutar o áudio ou ver o clipe no link abaixo. Conte para 
eles que a letra dessa música é um protesto contra o fato de a 
poesia de Gentileza ter sido apagada dos muros.
Uma pergunta para ajudar na reflexão: 
Se você fosse o Profeta Gentileza, quais as palavras de 
gentileza você pintaria no muro de sua cidade? A seguir, 
você poderia fazer com eles a categoria Criatividade.
Não esqueça de compartilhar os resultados com a gente.
https://www.youtube.com/watch?v=mpDHQVhyUrY
32
Criatividade
Painel da gentileza
Objetivo: Criar um painel que reforce gestos e palavras de 
gentileza para a sala de aula.
Material necessário: Cartolina; tintas preta, verde e amarela; 
tesoura.
Como fazer: Se possível, faça essa atividade depois da 
categoria Músico em destaque desta unidade. Observem os 
tipos de letras diferentes e a arte de rua do Profeta Gentileza 
mostrada no clipe. O professor pode mostrar outros modelos 
também. A partir desse estímulo e da reflexão feita na 
categoria acima, proponha a construção de um painel, valendo-
se dos estilos de fonte criados pelo Profeta Gentileza, contendo 
palavras e frases que podem contribuir para haver mais 
gentileza na sala de aula.

Continue navegando