Buscar

Resumo Humana

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 2, do total de 11 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 11 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 4, do total de 11 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 5, do total de 11 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 11 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 7, do total de 11 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 8, do total de 11 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 11 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 10, do total de 11 páginas

Prévia do material em texto

Antiga: estudo de como o organismo e sua descrição se estruturam 
Moderna: forma da estrutura do organismo, mas também investiga suas funções, 
desenvolvimento e relações com o ambiente circundante 
Funcional: estuda a forma orgânica e características em relação à 
função 
Clinica: permite determinar as possíveis alterações causadas por 
qualquer condição. 
 
Mecanismo: como funciona. Ex: Como o rim produz urina? 
Função: O que faz. Ex: Qual a função do rim? 
 
Histologia: estudos da estrutura microscópica, composição e função dos tecidos vivos. 
Fisiologia: estudo das funções e do funcionamento normal dos seres vivos (processos físico-
químicos) 
Anatomia: estuda grandes estruturas e sistemas do corpo humano 
Citologia: estudo da morfologia, do desenvolvimento e das funções das células e dos 
componentes celulares. 
Embriologia: desenvolvimento embrionário dos animais 
 
Hialina: colágeno II + ácido hialurônico; ossificação endocondral 
Ex: Embrião: primeiro esqueleto (substituído por esqueleto ósseo) 
Adulto: anéis traqueais, parede das fossas nasais, laringe e brônquios, na extremidade ventral 
das costelas e recobrindo as superfícies articulares dos ossos longos 
Fibrosa: colágeno I e única sem pericôndrio 
Ex: discos intervertebrais, nos pontos em que alguns tendões e 
ligamentos se inserem nos ossos e na sínfise pubiana 
Elástica: elásticas e colágenas II 
Ex: pavilhão auditivo, no conduto auditivo externo, na tuba auditiva, na epiglote e na 
cartilagem cuneiforme da laringe 
 
Homeostase (- para +): capacidade do organismo de se manter em constante equilíbrio, 
homeostasia. Ruptura = fatores genéticos, ambientais, doença... 
Feedback positivo: aumenta o estimulo que gera desequilíbrio, os valores estejam cada vez 
mais diferentes do padrão. Ex: perda de grande quantidade de sangue; contrações uterinas 
(parto) 
Feedback negativo: provoca uma mudança negativa em relação a alteração inicial (estimulo 
contrario aquele que levou ao desequilíbrio) 
Osmose: transporte passivo de água através de uma membrana semipermeável (- para +) 
 
Transporte ativo: com gasto energético (- para +) contra gradiente de concentração 
Transporte passivo: sem gasta energético (+ para -) 
- Simples: transporte de moléculas pequenas e lipossolúveis 
- Facilitada: ajuda biológica das proteínas de transporte. Ex: glicose 
 
MO: colágeno I, glicoproteínas e proteoglicanos 
MI: Ca, P, citrato, Mg, K, Na + cristas hidroxiapatita (50%) 
 
Adipócitos: armazenamento de energia na forma de triglicerídeos, pode aparecer no TCPD 
(camada), mas tem maior abundancia no TA 
Leucócitos: defesa contra microrganismos agressores; células sanguíneas que podem migrar 
para os tecidos durante resposta imunológico; quase inteiramente no interior do tecido, 
depende dos sinais químicos que estimula a saída pelos vasos 
Condroblasto (menor): forma a matriz da cartilagem, atividade de síntese elevada 
Condrócito (maior): sem vasos para enviar nutrientes, isógenos (único condroblasto), 
secretoras de colágeno II, proteoglicano e glicoproteína 
Pericôndrio: membrana de TCD não modelado, rico em colágeno I que reveste os 
condroblastos. Fonte de novos condrócitos para o crescimento; nutrição; oxigenação e 
eliminação de metabolitos 
Discos intervertebrais: funcionam como “almofadas”, protegendo as vértebras contra 
impactos. Constituído: 
Anel Fibroso: contém uma porção periférica de tecido conjuntivo denso, porém em sua maior 
extensão é constituído por fibrocartilagem, cujos feixes de colágeno formam camadas 
concêntricas 
Núcleo Pulposo: células arredondadas, dispersas em um líquido viscoso rico em ácido 
hialurônico e contendo uma pequena quantidade de colágeno tipo II 
Canais de Havers: vasos sanguíneos que se distribuem longitudinalmente 
Canais de Volkmann: vasos sanguíneos que se distribuem transversalmente 
Sistema de Havers: devido a presença de sais de cálcio, a matriz mineralizada não consegue 
receber nutrição do periósteo (superfície externa – fibras colágenas e fibroblasto) + 
endósteo (superfície interna). É necessário um sistema que promova a nutrição do TO. Por 
esse motivo as células ósseas recebem alta nutrição e oxigenação (alto metabolismo) 
 
Matriz extra celular: proteínas fibrosas (solida) e substancia fundamental amorfa (liquida) 
Substância intersticial amorfa: tem função de preencher os espaços entre as células e as 
fibras da matriz, tem aspecto viscoso, podendo representar uma barreira. Componentes = 
80% água, sais minerais, carboidratos, lipídeos e proteínas 
Célula mesenquial indiferenciada: não é uma célula tronco, porque possui um grau de 
especificação a mais que as células-tronco (da origem a todas as células). Além de originarem 
as células do TC, são origem as células do sangue, vasos sanguineos e tecidos musculares. Ex: 
condroblasto, osteoblasto, osteócito... 
 
Osteoblasto: sintetizam MO orgânica (calos) 
Osteoclasto: no envelhecimento, há queda no metabolismo dos osteoblastos, ele fica fraco e 
os osteoclastos digerem a MO envelhecida = reabsorção óssea (fratura) 
Osteócito: pequena atividade, manutenção da MO orgânica 
Ossificação Endocondral: inicia-se sobre uma peça de hialina que ira formar tecido ósseo. 
Responsável pela constituição dos ossos curtos e longos. 
Primeiro: modificações na cartilagem, redução e mineralização da MC e morte de condrócitos 
= cavidades 
Segundo: cavidades = invadidas por capilares e células provenientes do conjuntivo que se 
diferenciam em osteoblastos = MO 
Ossificação Intramembranosa: formados ossos chatos do crânio, células tronco desse tecido 
se diferenciam em osteoblastos que sintetizam a MO que se calcifica = osteócitos = laminas 
ósseas. Incompleta = moleiras. 
Remodelação: em um adulto saudável, uma homeostase é mantida entre a ação dos 
osteoclastos (reabsorção) durante a remoção de cálcio e a dos osteoblastos (aposição) 
durante a deposição de cálcio. Se muito cálcio for depositado, podem se formar calos ósseos 
ou esporas, causando interferências nos movimentos. 
Sistema Nervoso 
Função: receber informações sensoriais do meio externo e do organismo, processar essas 
informações e formular respostas adaptativas adequadas 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
SNC: receber, integrar e decidir o que o corpo vai fazer 
Sensorial: não toma nenhuma decisão 
Motor: Somático (voluntário); Visceral (involuntário; autônomo) 
Receptores sensoriais são ativados por diferentes formas de energia(estímulos) 
 Fotoceptores: eletromagnéticos (luz) 
 Mecanoceptores: macânica tato, vibração, pressão) 
 Quimioceptores: quimicos (olfato, concentração sanguínea de glicose) 
 Termoceptores: térmicos (frio e calor) 
 Nociceptores: dor 
 
Sistema Simpático e Parassimpático (descanse e faça digestão) 
Atuam em conjunto, regulando as funções viscerais. 
Manutenção da homeostase 
Neurônio: 
Axônio: impulso elétrico 
Dendritos: receber estimulos (terminação aferente) 
Corpo celular: nucleo e outras organelas (muito RER para sintese proteica; processa 
informações; comunicação; impulsos eletricos; neurotransmissores – principalmente 
proteinas) 
Bainha de mielina (nem todos tem): revestimento do axônio 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Células da Glia: Astrócitos (sustentação, nutrição, proteção e suporte) 
Fibrosos: substancia branca; prolongamento dos neurônios; longo e menos numeroso; 
regulação dos neurotransmissores 
Protoplasmáticos: substancia cinzenta; corpo celular; curto e espesso; isolamento elétrico e 
controle do metabolismo neural 
 
Todo SNC é recoberto por três membranas que protegem o sistema e evita o atrito 
Duramáter: externa, intima do osso (dura) 
Aracnoide: intermediaria, ramificada 
Pia-máter: interna 
Entre meninges (A e P): líquido cefalorraquidiano (liquor), fluido aquoso e incolor que ocupa 
o espaço subaracnóideo e as cavidades ventriculares. Sua principal função é proteger o SNC, 
agindo comoum amortecedor de choques. 
Sinapse: tipo de junção especializada em que um terminal axonal faz contato com outro 
neurônio ou tipo celular (elétricas e químicas). Transmissão = consequência 
 
Elementos anatômicos 
- Membrana da célula pré-sináptica (neurônio) 
- Fenda sináptica (região de comunicação) 
- Membrana da célula pós-sináptica (neurônio) 
- Neurotransmissores 
- Receptores (biomoléculas, maioria proteína = MP = reconhecem moléculas especificas) 
 
Arco Reflexo: resposta imediata a excitação de um nervo, sem a vontade ou consciência, 
estimulo que não chega ate o encéfalo, ele recebe resposta na medula (involuntário) 
 
Potencial de ação 
O impulso nervoso inicia-se quando o neurônio sofre um estímulo suficientemente forte para 
desencadeá-lo. Isso acontece quando uma membrana está em potencial de repouso, uma 
condição em que a superfície interna da membrana possui carga negativa em relação à 
superfície externa. 
1. Potencial de membrana em repouso 
2. Estimulo despolarizante 
3. A membrana despolariza ate o limiar. Os canais de Na+ dependentes de voltagem começam 
a se abrir. 
4. O influxo rápido de Na+ despolariza a célula 
5. Os canais de Na+ se fecham e os canais de K+ mais lentos se abrem. 
6. O K+ sai da célula, em direção ao liquido extracelular 
7. Os canais de K+ continuam abertos e mais K+ sai da célula, hiperpolarizando-a 
8. Os canais de K+ dependentes de voltagem se fecham e menos K+ sai da célula 
9. A célula retorna a sua permeabilidade iônica de repouso e ao potencial de membrana em 
repouso 
 
Sistema Muscular 
Funções: movimento do corpo, estabilização e postura, regulação do volume dos órgãos e 
produção de calor 
 
 TMEE: voluntário (SN somático) 
 TMEC: involuntário (SN autônomo) 
 TML: involuntário (SN autônomo) 
 
Músculo Liso 
Contração lenta 
Fusiforme 
1 núcleo central (mononucleada) 
Sem estrias (principal característica) 
Presente em órgãos ocos 
Citoplasma pobre de mitocôndria e RE 
 
 
Músculo Estriado Cardíaco 
Contração rápida 
1 ou 2 núcleos centrais (alongadas / cilíndricas) 
Apresentam estrias (claras e escuras) 
Com discos intercalares 
Coração 
 
Músculo Estriado Esquelético 
Contração rápida 
Cilíndrica 
Multinucleado (periférico) 
Apresentam estrias 
Sem discos intercalares 
Associado aos ossos 
Muita mitocôndria + RE, para a contração e relaxamento (energia) 
 
Junção Neuromotora: região de sinapse entre fibra muscular estriada esquelética e axônio 
motor; cuja função é a transmissão do impulso nervoso. 
 
Membrana da célula muscular 
- Cada fibra apresenta sua própria membrana: sarcolema 
- Rica em reticulo sarcoplasmático: função na musculatura esquelética, uma vez que 
armazena grande quantidade de cálcio, os quais são liberados para o citoplasma durante a 
contração. 
 
Proteínas contráteis 
Miosina: varias, filamentos grossos 
- Possui a cauda e a cabeça (dobradura de cotovelo, pontes que passam ATP) 
Actina: bolinhas (monômeros) filamentos finos; junta (colar de perolas) 
Regulação: proteína tropomiosina 
 proteína troponina 
- Elas impedem a ligação da miosina e actina quando o músculo esta relaxado. Se juntam ao 
colar de pérolas. 
 
Sistema Cardiovascular e Linfático 
- Transporte de nutrientes, gases e resíduos através do sangue 
- Pressão mantida pelo bombeamento do coração 
- Materiais transportados = dentro dos vasos 
- Coração = mediastino 
Base: superior 
Ápice: inferior 
AD: recebe o sangue desoxigenado da circulação venosa sistêmica 
VD: bombeia sangue desoxigenado através dos pulmões e para o AE 
AE: recebe sangue oxigenado das veias pulmonares 
VE: bombeia sangue oxigenado para todo o corpo; músculo maior para o sangue conseguir 
chegar em todo o corpo 
Pequena circulação: sangue do coração para o pulmão, do pulmão para o coração; a partir do 
VD 
Grande circulação: sangue sai do coração até as demais células do corpo e vice-versa; a partir 
do VE 
1. VE (aorta) grande calibre (com 02 arterial) 
2. Vai para todos os tecidos do corpo (perdeu 02 e ganha CO2 - libera) 
3. Retorna pelas veias cavas – superior e inferior (CO2) 
4. Vai para AD 
5. Vai para VD 
6. Vai para tronco pulmonar: para o pulmão pelas artérias pulmonares 
7. Volta para o coração pelas veias pulmonares 
 
Vasos Sanguíneos 
- Artérias = O2 = corpo (maiores, camada de músculo mais espessa) 
- Veias = CO2 
Túnica intima: endotélio (células pavimentosas) 
Túnica média: células musculares lisas e fibras elásticas (mais proeminente em artérias) 
Túnica adventícia: TC e músculo liso, mais externa e mais espessa (proeminente em veias) 
 
Linfático 
- Rede complexa de órgãos linfoides, linfonodos, ductos linfáticos, tecidos linfáticos, capilares 
linfáticos e vasos linfáticos que produzem e transportam a linfa dos tecidos para o sistema 
circulatório, filtrando-o e reconduzindo-o à circulação sanguínea 
- Também é um importante componente do sistema imunológico. 
Linfa: líquido transparente, esbranquiçado, alcalino, que contém proteínas, lipídeos e 
leucócitos (principalmente linfócitos T). 
 
Epitelial 
- Região oposta ao tecido conjuntivo 
- Células fortemente aderidas uma nas outras e pouco na MEC 
Função: proteção, revestimento, absorção de moléculas e secreção 
1. Células justapostas 
2. Avascular 
3. Lâmina basal (compartimentalização, filtração e suporte morfo-funcional – guia) 
Tipos: 
Revestimento – órgãos e superfície corpórea 
Glandular – secreção 
Formato: 
Colunar / Cilíndrica 
 
Cúbica 
 
Pavimentoso 
Camadas: 
Simples (1 – toca na membrana basal) ou Estratificado (+2 - não toca na membrana basal) 
Pseudoestratificado colunar ciliado ou Respiratório: na traquéia e brônquios, todas tem 
contato com a lamina basal, parece que tem varias camadas. Entre essas camadas: células 
caliciformes (tratos respiratório e digestivo), secretam mucina, que se dissolve na água 
formando muco. 
Epitélio estratificado de transição ou Urinário: na bexiga, depois de urinar as célula globosas 
se encontram maiores, com urina, menor. 
- Cílios: barreira mecânica, evita que corpos estranhos cheguem aos pulmões 
- Quando tiver dois tipos de formato, pega a que esta mais longe (superficial) da lamina basal 
 
Sistema Respiratório 
Funções: captação de gases (filtração, trocas gasosas), fonação, regulação do pH sanguíneo e 
olfato 
Componentes: cavidade nasal (nariz), faringe, laringe, traquéia, brônquios, bronquíolos, 
alvéolos e diafragma (músculo para respirar) 
 (pulmões) 
 
Trato respiratório Superior (estruturas altas, com cílios e muco) 
- Pseudo-estratificado colunar ciliado 
- Nariz, nasofaringe e laringe 
- Filtração, umedecimento e aquecimento do ar 
- Revestido por epitélio respiratório 
 
Trata respiratório Inferior (ramifica e fica com a estrutura baixa, que permite a troca 
gasosa, sem cílios e muco) 
- Cubóide simples ou pavimentoso 
- Traquéia e seus ramos 
- Cartilagem = placas irregulares = desaparecem 
 
Nariz 
- Ar (narinas) = 1. cavidade nasal (2. septo nasal) 
1. Seios: Frontal, Esfenóide, Maxilar e células etmoidais (acumulo de muco) 
2. Ossos (externa) = etmóide e vômer + cartilagem 
 
Faringe (respiratório e digestório) 
- Conduz o ar e o bolo alimentar 
- Tubo oco 
- Regiões: Parte nasal (nasofaringe) – cavidade nasal 
 Parte oral (orofaringe) – boca 
 Parte laríngea (laringofaringe) – laringe 
 
Laringe (onde possui cartilagem) 
- Conduz o ar, fonação e proteção das vias aéreas inferiores 
- Cartilagem Tireóidea e Cricoidea 
- Pregas vestibulares (superior): proteção das vias aéreas 
 Pregas vocais-fonação (inferior) 
 
Traquéia 
- Conduz ar 
- Cartilagens em forma de C 
- Bifurcações que penetram no pulmão = brônquios (D e E) 
 
Pulmões 
- Respiração 
- Duas vísceras(uma de cada lado no interior do tórax) 
- Estende-se do diafragma até um pouco acima das clavículas 
- Justapostos a costelas 
- Tecido conjuntivo 
- Pulmão Direito: Lobo superior, médio e inferior 
 Pulmão Esquerdo (menor, para o coração): Lobo superior e inferior 
- Responsável por realizar o encontro do ar atmosférico com o sangue circulante, ocorrendo 
então, as trocas gasosas 
- Septos alveolares: presença de vasos sanguíneos, fibras elásticas e 
terminações nervosas. Finas paredes (camada de células) que separa os alvéolos 
- Alvéolos (menor parte do pulmão): vários (saco alveolar), caminho (ducto alveolar) e 
brônquios respiratórios 
Pneumócitostipo I: achatado, auxilia nas trocas gasosas. Não possui capacidade 
proliferativa 
Pneumócitostipo II: esférica, produz liquido surfactante (regula o quanto o pulmão enche e o 
quanto esvazia 
- Os músculos principais da inspiração são os músculos intercostais externos e o diafragma 
(contração) 
Os músculos acessórios (respiração forçada) são o esternocleidomastóideo (puxa a clavícula 
e o osso esterno), escalenos (3) e retoabdominal 
- Inspiração: para baixo (aumenta a cavidade torácica), pressão diminui e o ar entra 
 Expiração: para cima (diminui a cavidade torácica), pressão aumenta e ar sai 
- Dor à palpação das maxilas: região na qual ficam localizados os seios paranasais, local onde 
ocorre a inflamação da mucosa que o reveste, que causa a sinusite e consequentemente, a dor 
Trocas Gasosas: O oxigênio é transportado pela hemoglobina, uma metaloproteína 
constituída de ferro, que está presente nas hemácias (glóbulos vermelhos). 
O oxigênio dentro dos alvéolos pulmonares difunde-se até os capilares sanguíneos 
penetrando nas hemácias, onde se liga com a hemoglobina, por ser pouco solúvel em solução 
aquosa, praticamente todo o O2 transportado pelo sangue total está ligado à Hb. Cada Hb pode 
transportar quatro moléculas de O2, uma para cada 
um de seus quatro grupos heme. A afinidade da Hb pela ligação da primeira molécula de O2 é 
muito baixa, mas, subsequentemente, as moléculas de O2 se ligam com uma afinidade muito 
maior. Sendo assim, as quatro subunidades heme-polipeptídicas da Hb não são idênticas, nem 
independentes quanto à sua afinidade pelo O2. Como a ligação de uma molécula de O2 
aumenta a probabilidade de ligação de outras moléculas de O2 pelas subunidades restantes, 
pode-se dizer que a Hb apresenta cooperatividade positiva (interações heme-heme). A 
cooperatividade positiva aumenta a eficiência da Hb como transportadora de O2. Sendo o gás 
carbônico jogado para fora. Este processo denomina-se hematose. 
O processo nos tecidos acontece quando o gás oxigênio desliga-se das moléculas de 
hemoglobina sendo difundido pelo líquido tissular chegando até as células. As células liberam 
o gás carbônico que reage com a água formando o ácido carbônico que logo é difundido no 
plasma do sangue. 
 
 A tuba uterina divide-se em quatro partes 
A Parte Uterina é a porção intramural, isto é, constitui o segmento do tubo que se situa na 
parede do útero. 
Istmo: é a porção menos calibrosa, situada junto ao útero, enquanto a ampola é a dilatação 
que se segue ao istmo (onde normalmente se processa a fecundação do óvulo pelo 
espermatozóide) 
A porção mais distal da tuba é o Infundíbulo, tomando o aspecto de franjas (essas franjas 
têm o nome de fímbrias, que se movimentam, conduzindo o ovócito para o interior das 
tubas) 
Caso a gravidez não ocorra: 
 O pudendo feminino (vulva) constitui a parte externa dos órgãos genitais femininos. 
Constituída por: lábios maiores do pudendo, comissura anterior e posterior, monte de 
Pubis, clitóris, lábios menores (vestíbulo da vagina) 
 Na ovulação, o ovócito sai do ovário e segue para a tuba uterina. É na tuba uterina que 
geralmente ocorre a fecundação, processo em que o espermatozoide funde-se ao ovócito. 
Depois da fecundação, iniciam-se sucessivas divisões celulares e o desenvolvimento 
embrionário começa.