Buscar

Administração da Produção e Operações - Francisco Basilio - 1Webconferência-E-2023.2

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 41 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 41 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 41 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO E 
OPERAÇÕES – WEB 01
ADMINISTRAÇÃO DA 
PRODUÇÃO E OPERAÇÕES – 
WEB 01
P rof e s s o r : M s c . F ra n c i s co B a s i l i o
APRESENTAÇÃO DA 
DISCIPLINA
▪Unidade 1: A EVOLUÇÃO DO SISTEMA DE MANUFATURA
▪Unidade 2: OS SISTEMAS DE MANUFATURA
▪Unidade 3: PADRONIZAÇÃO E QUALIDADE
▪Unidade 4: LAYOUTS E MÉTRICAS DA PRODUÇÃO
APRESENTAÇÃO PESSOAL
▪ Graduação: Engenharia Mecânica – 
Universidade de Pernambuco (UPE)
▪ Especialização: Planejamento e 
Gestão Organizacional – 
Universidade de Pernambuco (UPE)
▪ Especialização: Metodologias da 
Educação a Distância – Universidade 
da Amazônia (UNAMA)
▪ Mestrado: Engenharia de Produção 
– Universidade Federal de 
Pernambuco (UFPE)
www.linkedin.com/in/franciscobasilioedu
APRESENTAÇÃO PESSOAL
▪ 22 anos de experiência e sólida atuação como 
consultor e gestor.
▪ Professor Universitário nos cursos de 
engenharia, administração e logística.
▪ Expertise em Consultoria de Gestão com 
projetos de grande abrangência desenvolvidos 
na área de Gestão de Escolas Públicas de Ensino 
Médio e Fundamental Integral. 
▪ Vivência na área de Logística Portuária.
▪ Certificação Internacional Google Certified 
Educator - Nível 01, MCE - Microsoft Certified 
Educator, PMD Pro e Master Umanitar GP Agile. 
 
DEFINIÇÕES...
▪ Um processo é conjunto de 
operações.
▪ Um processo corresponde a uma 
atividade ou a um conjunto de 
operações que recebem insumos, os 
transforma e os agrega valor, gerando 
um resultado destinado aos clientes 
que demandam um produto ou um 
serviço.
PROCESSOS & OPERAÇÕES
Esquema que 
representa o inter-
relacionamento 
entre um processo 
e suas operações.
BASES DA ORGANIZAÇÃO DA 
PRODUÇÃO
▪ A Revolução industrial na Inglaterra, em 
1778, marcou o início de profundas 
mudanças e tremendas inovações na 
organização da produção;
▪ Esta revolução baseou-se no conceito de 
divisão do trabalho ou especialização das 
tarefas inspirada na obra “A riqueza das 
nações” de Adam Smith, publicada em 1776.
▪ Através da divisão do trabalho, as tarefas 
tendiam a tornar-se mais simples, mais 
concretas e mais mecânicas.
SISTEMA DE PRODUÇÃO
▪ Adição de tecnologia a 
produção;
▪ Artesão virou 
trabalhador e oficina, 
indústria;
▪ Fragmentação do 
Processo Produtivo.
PRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO 
CIENTÍFICA DE TAYLOR
Desenvolver 
uma ciência 
para cada 
elemento do 
trabalho
Selecionar 
cientificamente, 
treinar e 
desenvolver o 
trabalhador
Cooperar com 
os 
trabalhadores 
para garantir 
que os passos 
científicos 
sejam seguidos
Assumir todo o 
planejamento e 
organização, 
deixando os 
trabalhadores 
só executarem 
suas tarefas
PARA TAYLOR ...
▪ O sistema se sobrepõe ao homem, 
e cabe ao trabalhador a função de 
apenas executar as atividades, 
conforme as definições pré-
estabelecidas;
▪ Surge o conceito de mão-de-obra;
▪ Padronização = Otimização do 
trabalho + redução de perdas;
▪ Melhoria Contínua.
PARA TAYLOR ...
▪ Surgimento dos estudos de 
tempos e métodos de 
produção.
▪ Identificação da Zona de 
Trabalho.
▪ Curva de aprendizagem e 
Curva da experiência.
PERDAS OU DESPERDÍCIOS ESTÃO 
ASSOCIADAS A...
▪ Ausência de visão gerencial e 
sistêmica.
▪ Inexistência de padronização de 
métodos.
PARA COMBATÊ-LAS:
▪ Treinamento e formação das pessoas.
▪ Padronização e introdução da figura 
do gerente.
FORDISMO: PRODUÇÃO EM MASSA
▪ Reconhecido universalmente 
como o pai da moderna produção 
em massa.
▪ Aproveitou e melhorou os 
conceitos de seu antecessor Taylor.
▪ Padronização + Simplificação + 
Adição de novas técnicas 
(mecanização e concentração da 
produção).
PRODUÇÃO EM MASSA - 
CARACTERÍSTICAS
▪ Divisão e padronização do 
trabalho.
▪ Padronização de medidas e 
Intercambiabilidade de peças.
▪ Verticalização do processo 
fabril.
▪ Projeto voltado à manufatura.
FORDISMO VERSUS TOYOTISMO
▪ MTS - Fazer o máximo 
possível sem levar em 
consideração a real 
necessidade do cliente.
▪ MTO - Fazer o que, quando 
e na quantidade que o 
cliente precisa.
O SISTEMA DE MANUFATURA
▪ Os recursos físicos são aqueles que transformam as 
matérias-primas (input) em produtos (output). Eles 
representam a parte física da indústria: neste grupo 
de recursos se encontram as máquinas, 
equipamentos e instalações.
▪ Os recursos humanos é formado por todo o quadro 
de trabalhadores. Este grupo é responsável por 
possuir conhecimentos (operacional, de fabricação, de 
processo, tecnológico, de gestão etc.) capazes de, por 
meio dos recursos físicos, transformar a matéria-
prima em produto.
▪ O recurso de informação é parte do sistema 
responsável por transmitir informações a respeito dos 
recursos humanos e dos recursos físicos.
FLUXO GENERALIZADO DE 
INFORMAÇÕES EM UM PROCESSO
▪ Uma indústria de manufaturados 
é essencialmente um sistema de 
informação, sendo que a 
capacidade de competição no 
mercado depende basicamente 
da qualidade dos fluxos de 
informações internamente, por 
meio das divisões dos recursos, e 
externamente, através das 
análises de mercado.
ATIVIDADES DE CONCEPÇÃO DE 
UM PRODUTO
▪ São realizadas as especificações 
funcionais, condições de 
competitividade, definição do 
material e geometria, desenhos 
dos produtos com suas 
respectivas tolerâncias, cálculos 
de dimensionamento de 
produção, rota de fabricação e os 
testes de confiabilidade.
MODELO UNIVERSAL DO SISTEMA 
DE MANUFATURA
AS ATIVIDADES COMPONENTES ...
▪ Engenharia - é o setor responsável pela elaboração e 
desenvolvimento do produto, assim como os meios 
de manufatura necessários.
▪ Chão de fábrica (shop floor ) - São as atividades 
desenvolvidas em uma indústria de manufatura 
responsáveis por fabricar os produtos em quantidade 
determinada e em um prazo estabelecido. 
▪ Suporte - Cabe ao suporte desenvolver as atividades 
responsáveis por auxiliar no processo de produção, 
fornecendo apoio ao chão de fábrica durante a 
execução de suas tarefas.
▪ Negócios - A comunicação entre o sistema de 
manufatura com os clientes (mercado consumidor) e 
com os fornecedores (mercado de fornecedores).
ORGANIZAÇÃO DA 
MANUFATURA
▪ Manter a capacidade de produção efetiva, ou seja, 
utilizar tempos de processo próximos do tempo ideal 
calculado pela engenharia;
▪ Manter o índice de peças refugadas baixo;
▪ Evitar o uso de horas extras além das horas 
predeterminadas para fabricar o lote em questão;
▪ Reduzir a movimentação das peças e funcionários 
durante as etapas de fabricação. Deste modo, o 
tempo necessário para transformar a matéria-prima 
em produto será menor;
▪ Determinar, dentro do prazo de produção, qual o 
tamanho do lote produzido em cada operação.
INDÚSTRIA 4.0
▪ O surgimento do 
termo Indústria 
4.0 ocorreu na 
Alemanha, em 
2011.
O PROFISSIONAL DA 
INDÚSTRIA 4.0
▪ Resolução de problemas complexos: habilidade 
em resolver problemas complexos;
▪ Pensamento crítico: capacidade do colaborador 
em explorar as oportunidades e desafios e gerar 
soluções após análise crítica;
▪ Criatividade: aptidão em solucionar problemas 
utilizando ideias novas, originais. Esta habilidade 
está diretamente relacionada com as duas 
habilidades anteriores;
▪ Gestão de pessoas: capacidade em orientar, 
ensinar e transmitir conhecimento aos outros;
O PROFISSIONAL DA 
INDÚSTRIA 4.0
▪ Coordenar-se com os outros: aptidão para 
trabalhar em equipe;
▪ Inteligência emocional: competência de 
entender o comportamento emocional das 
pessoas. Essa habilidade relaciona-se com a 
empatia;
▪ Julgamento e tomada de decisão: 
capacidade do profissional em avaliar uma 
situação, realizar uma análise dos pontos 
positivos e negativos e realizar o melhor 
plano de ação;
O PROFISSIONAL DA 
INDÚSTRIA 4.0
▪ Orientação de serviço: habilidade 
relacionada ao altruísmo, ou seja, perfil de 
pessoa que busca sempre ser útil para outra 
pessoa;
▪ Negociação: possuir desenvoltura para 
estabelecer acordos que superem as 
barreiras das diferenças;
▪ Flexibilidade cognitiva: habilidade emusar 
um conjunto de regras para combinar ou 
agrupar coisas de maneiras diferentes.
CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS 
DE MANUFATURA
▪ A classificação dos sistemas de 
produção permite identificar 
grupos e técnicas de planejamento 
e gestão da produção adequados a 
cada tipo inerente de sistema.
▪ Essa análise facilita na tomada de 
decisão, análise de problemas, 
soluções e utilização de ferramentas 
de gestão mais adequadas.
CLASSIFICAÇÃO – TIPO 
CONTÍNUO
▪ Contínuo puro – é composta somente por uma 
linha de produção, dando origem a um único 
produto.
▪ Contínuo com montagem e desmontagem - 
composta por diversas linhas de produção 
contínua que convergem para um mesmo 
destino.
▪ Contínuo com diferenciação final - durante o 
processo de produção, existem diferenças de 
parâmetros, de rota ou de matéria-prima, 
originando, eventualmente, uma peça diferente.
CLASSIFICAÇÃO – TIPO 
INTERMITENTE
▪ Fabricação por encomenda de produtos 
diferentes - primeiro são realizadas as vendas 
dos produtos. A fabricação ocorre apenas após 
estipulada a quantidade vendida e o modelo 
negociado.
▪ Fabricação repetitiva dos mesmos lotes de 
produtos - nesse tipo de produção também se 
realiza a venda primeiro para depois se fabricar 
os lotes dos produtos. Contudo, não há 
variação: o produto é padronizado e fabricado 
repetidamente pelo fabricante.
CLASSIFICAÇÃO – ASPECTO 
GERENCIAL
▪ Fabricado sob medida ou encomenda - 
poucos produtos de um único modelo;
▪ Lote ou intermitente - considerável variedade 
de produtos, em lotes pequenos;
▪ Processo contínuo - pouca variedade de 
produtos, e em lotes relativamente grandes;
▪ Repetitivo - pouca variedade e em grande 
volume;
▪ Controlada - produção regulada pelo governo, 
como fabricação de vacinas, armas, alimentos.
CLASSIFICAÇÃO –FLUXO
▪ Sistema de produção contínua ou de fluxo em 
linha - esse modelo apresenta fluxo de 
produção linear e a fabricação de produtos 
padronizados;
▪ Sistema de produção de fluxo intermitente - 
esse modelo é caracterizado pela fabricação de 
diferentes produtos em lotes relativamente 
pequenos;
▪ Sistemas de produção de grandes projetos 
sem repetição - o fluxo de fabricação é 
alterado de acordo com a necessidade de cada 
projeto.
CLASSIFICAÇÃO – 
ATENDIMENTO AO CLIENTE
▪ Sistema orientado para estoque - baseado em 
background ou em estudos de mercado, 
consiste na fabricação e estocagem de 
produtos antes de uma negociação efetivada.
▪ Sistema orientado para a encomenda - as 
operações de fabricação e o produto fabricado 
são desenvolvidos de modo particular para 
cada cliente, assim como o prazo para entrega, 
o volume de cada lote e o preço.
CLASSIFICAÇÃO – GRAU DE 
PADRONIZAÇÃO
▪ Sistemas que fabricam produtos 
padronizados - são bens ou serviços 
caracterizados pela uniformidade dos 
produtos, fabricados geralmente em 
grandes lotes.
▪ Sistemas que fabricam produtos sob 
medida - são bens ou serviços que foram 
desenvolvidos para atender a um cliente ou 
um projeto específico.
CLASSIFICAÇÃO – TIPO DE 
OPERAÇÃO
▪ Processo contínuo - está relacionado com 
bens ou serviços que apresentam elevado 
grau de uniformidade, em que não é possível 
flexibilizar o processo de fabricação, pois as 
operações são dependentes umas das outras.
▪ Processos discretos - estão relacionados com 
bens ou serviços que podem ser isolados, em 
lotes ou unidades, e identificados em relação 
aos demais.
CLASSIFICAÇÃO – 
NATUREZA DO PRODUTO
▪ Manufatura de bens - o produto 
fabricado é tangível.
▪ Prestador de serviços - o produto 
fabricado é intangível (serviços 
bancários, de limpeza, treinamentos).
CLASSIFICAÇÃO – TEORIA 
DE SISTEMAS
▪ Processos de manufatura - classificação 
de processos de produção que 
transformam a matéria-prima em 
produto por meio da utilização de uma 
planta industrial.
▪ Processos de serviço - organizações que 
não realizam a transformação da 
matéria-prima em produto.
BENEFÍCIOS E OPORTUNIDADES DEVIDO 
A UTILIZAÇÃO DO TRABALHO PADRÃO
▪ A determinação de 
uma rotina-padrão de 
operações evita que 
cada operador execute 
aleatoriamente os 
passos de um 
determinado processo.
ETAPAS PARA A PADRONIZAÇÃO 
DO TRABALHO
▪ Takt time - representa o tempo máximo que 
uma unidade do produto deve levar para ser 
fabricada. 
▪ Sequência de trabalho - ou rotina-padrão é 
um conjunto de operações executadas pelo 
operador em uma sequência previamente 
determinada.
▪ Estoque padrão - consiste em manter em 
processo a mínima quantidade necessária de 
produtos em circulação para manter o fluxo 
constante de operação.
GRÁFICO DE BALANCEAMENTO 
DE OPERAÇÕES (GBO)
▪ É um recurso visual que 
auxilia na gestão da 
produção que busca esse 
balanceamento, garantindo 
o fluxo contínuo do 
produto.
NOSSO RESUMO ...
▪ Conceituação da manufatura
 - A teoria de Taylor e o fordismo
 - O Sistema Toyota de Produção (Toyotismo)
 - Fordismo versus Toyotismo
 - O sistema de manufatura
 - Organização da manufatura
 - Indústria 4.0 e o profissional da Indústria 4.0
▪ Classificação dos sistemas de manufatura
▪ Aplicação de trabalho padrão
 - Etapas para a padronização do trabalho
 - Gráfico de balanceamento de operações (GBO)
OBRIGADO
	MODELO DE ENTRADA
	Slide 1
	Slide 2
	Slide 3
	Slide 4
	Slide 5
	Slide 6
	Slide 7
	Slide 8
	Slide 9
	Slide 10
	Slide 11
	Slide 12
	Slide 13
	Slide 14
	Slide 15
	Slide 16
	Slide 17
	Slide 18
	Slide 19
	Slide 20
	Slide 21
	Slide 22
	Slide 23
	Slide 24
	Slide 25
	Slide 26
	Slide 27
	Slide 28
	Slide 29
	Slide 30
	Slide 31
	Slide 32
	Slide 33
	Slide 34
	Slide 35
	Slide 36
	Slide 37
	Slide 38
	Slide 39
	Slide 40
	Slide 41

Outros materiais