Buscar

001-Português

Prévia do material em texto

2 de 37
Português
SUMÁRIO
SUMÁRIO ......................................................................................................2
CRASE ..........................................................................................................5
FACULTA CRASE – PODE OU NÃO LEVAR ACENTO ....................................... 5
PROÍBE CRASE .............................................................................................6
NÃO PODE: VÍRGULA, PONTO E VÍRGULA, DOIS PONTOS ..............................7
PODE: VÍRGULA, PONTO E VÍRGULA, DOIS PONTOS ..................................... 7
APOSTO E VOCATIVO ................................................................................... 8
PREPOSIÇÃO - LIGAÇÃO ...............................................................................8
EXPRESSÕES PARTITIVAS ............................................................................8
PRONOME - CASO RETO ...............................................................................8
PRONOME DE TRATAMENTO ........................................................................ 8
PRONOME RELATIVO ....................................................................................9
PRONOME POSSESSIVO ...............................................................................9
PRONOME DEMONSTRATIVO ........................................................................9
PRONOME INDEFINIDO .................................................................................9
PRONOME OBLÍQUO .....................................................................................9
LHE – PRONOME OBLÍQUO ÁTONO ............................................................. 10
QUE – VÁRIAS CLASSIFICAÇÕES ................................................................ 10
QUE - CONEXÕES SUBORDINATIVAS .......................................................... 11
QUE - FUNÇÃO SINTÁTICA – PRONOME RELATIVO ......................................11
NOVO ACORDO – PALAVRAS SEM ACENTO ................................................ 13
ACENTO TÔNICO E ACENTO GRÁFICO (SINAL DIACRÍTICO) .........................13
SÍLABA ....................................................................................................... 13
MONOSSÍLABOS ÁTONOS ...........................................................................14
MONOSSÍLABOS TÔNICOS ..........................................................................14
OXÍTONAS .................................................................................................. 14
PAROXÍTONAS ............................................................................................14
PROPAROXÍTONAS .....................................................................................15
VÍCIOS DE LINGUAGEM: BARBARISMO ........................................................15
VÍCIOS DE LINGUAGEM: GALICISMO E ANGLICISMO ....................................15
VÍCIOS DE LINGUAGEM: SOLECISMO .......................................................... 15
VÍCIOS DE LINGUAGEM: AMBIGUIDADE OU ANFIBOLOGIA ...........................15
VÍCIOS DE LINGUAGEM: CACOFONIA OU CACÓFATOS ................................ 15
VÍCIOS DE LINGUAGEM: PRECIOSISMO .......................................................16
VÍCIOS DE LINGUAGEM: ECO ...................................................................... 16
VÍCIOS DE LINGUAGEM: COLISÃO ...............................................................16
VÍCIOS DE LINGUAGEM: HIATO ................................................................... 16
VÍCIOS DE LINGUAGEM: ARCAÍSMO ............................................................ 16
VÍCIOS DE LINGUAGEM: NEOLOGISMO ....................................................... 16
VÍCIOS DE LINGUAGEM: REGIONALISMO .....................................................16
VÍCIOS DE LINGUAGEM: COLOQUIALISMO, EXPRESSÕES POPULARES E
GÍRIAS ........................................................................................................16
VÍCIOS DE LINGUAGEM: ESTRANGEIRISMO ................................................ 16
VÍCIOS DE LINGUAGEM: PLEONASMO .........................................................17
VÍCIOS DE LINGUAGEM: GERUNDISMO ....................................................... 17
VÍCIOS DE LINGUAGEM: ORALIDADE ...........................................................17
VÍCIOS DE LINGUAGEM: AUSÊNCIA DE PARALELISMO ................................ 17
3 de 37
Português
VÍCIOS DE LINGUAGEM: REDUNDÂNCIA ......................................................17
VÍCIOS DE LINGUAGEM: PROLIXIDADE ........................................................17
VÍCIOS DE LINGUAGEM: GRADAÇÃO – SEQUÊNCIA .....................................17
VÍCIOS DE LINGUAGEM: ANÁFORA – REPETIÇÃO ........................................17
FIGURAS DE LINGUAGEM: COMPARAÇÃO ...................................................17
FIGURAS DE LINGUAGEM: METÁFORA ........................................................ 17
FIGURAS DE LINGUAGEM: CATACRESE ...................................................... 18
FIGURAS DE LINGUAGEM: METONÍMIA – SINÉDOQUE ................................. 18
FIGURAS DE LINGUAGEM: ANTONOMÁSIA .................................................. 18
FIGURAS DE LINGUAGEM: SINESTESIA ....................................................... 18
FIGURAS DE PENSAMENTO: ANTÍTESE ....................................................... 18
FIGURAS DE PENSAMENTO: PARADOXO .....................................................18
FIGURAS DE PENSAMENTO: IRONIA ............................................................18
FIGURAS DE PENSAMENTO: EUFEMISMO ................................................... 18
FIGURAS DE PENSAMENTO: APÓSTROFE ...................................................19
FIGURAS DE PENSAMENTO: HIPÉRBOLE .................................................... 19
FIGURAS DE PENSAMENTO: CLÍMAX ...........................................................19
FIGURAS DE PENSAMENTO: PROSOPOPEIA ............................................... 19
FIGURAS DE PENSAMENTO: ONOMATOPEIA ...............................................19
FIGURAS DE PENSAMENTO: PERÍFRASE .....................................................19
FIGURAS DE PENSAMENTO: HIPÉRBATO .................................................... 19
FIGURAS DE PENSAMENTO: ALITERAÇÃO .................................................. 19
VÍCIOS DE LINGUAGEM: ELIPSE ..................................................................19
VÍCIOS DE LINGUAGEM: ZEUGMA ............................................................... 20
VÍCIOS DE LINGUAGEM: ASSÍNDETO ...........................................................20
VÍCIOS DE LINGUAGEM: POLISSÍNDETO ......................................................20
SE – PARTÍCULA APASSIVADORA - PRONOME ............................................ 20
SE – PARTÍCULA EXPLETIVA – DE REALCE ..................................................21
SE - AÇÃO REFLEXIVA ................................................................................ 21
SE – AÇÃO REFLEXIVO RECÍPROCO ........................................................... 21
SE – MESÓCLISE ........................................................................................ 21
SE – CONJUNÇÃO SUBORDINATIVA ............................................................ 21
SE – ÍNDICE INDETERMINADO DO SUJEITO – DE QUÊ ................................. 22
SE – PARTE INTEGRANTE DO VERBO ......................................................... 22
SE – AFASTA OU ATRAI ...............................................................................22
PRÓCLISE .................................................................................................. 22
ÊNCLISE ..................................................................................................... 23
MESÓCLISE ................................................................................................ 23
CONECTIVOS ..............................................................................................23ADVÉRBIOS ................................................................................................ 24
ADVERBIO INVARIÁVEL ...............................................................................25
CONCORDÂNCIA ........................................................................................ 25
CONCORDÂNCIA VERBAL ........................................................................... 26
REGÊNCIA VERBAL .....................................................................................26
CONCORDÂNCIA NOMINAL ......................................................................... 27
VERBOS ..................................................................................................... 27
VERBOS REGULARES DO INDICATIVO ........................................................ 28
VERBOS IMPERATIVO – ORDEM, CONSELHO, CONVITE, SOLICITAÇÃO ....... 30
VERBOS PARTICÍPIO – IDO - ADO ................................................................31
4 de 37
Português
VERBOS GERUNDIO – ANDO, ENDO, INDO .................................................. 31
VERBOS INFINITIVO – AR, ER, IR, OR. ..........................................................31
VERBO DE LIGAÇÃO - NÃO PLENOS OU COPULATIVOS ...............................31
VERBOS PLENOS, NOCIONAIS OU SIGNIFICATIVOS .................................... 32
VERBOS INTRANSITIVOS ............................................................................ 32
VERBOS TRANSITIVO DIRETO E INDIRETO ..................................................32
VERBOS IMPESSOAIS – NÃO APASSIVADOS ............................................... 32
OUTROS VERBOS .......................................................................................33
SUJEITO INDETERMINADO – 90% TERMINA COM RAM .................................33
SEM SUJEITO – NÃO APASSIVADO ..............................................................33
CONJUNÇÕES ............................................................................................ 34
CONJUNÇÕES - PORQUE ............................................................................34
CONJUNÇÕES - PARA .................................................................................34
CONEXÕES COORDENADAS, COORDENATIVAS ..........................................34
CONEXÕES ADVERSATIVAS, OPOSIÇÃO – NÃO TOME NO COPO .................34
CONEXÕES ASSINDÉTICAS .........................................................................35
CONEXÕES ALTERNATIVAS ........................................................................ 35
CONEXÕES ADVERBIAIS .............................................................................35
ORAÇÃO SUBORDINATIVA ANTEPOSTA ...................................................... 35
VOZES VERBAIS ATIVA ............................................................................... 35
COMPLEMENTO NOMINAL .......................................................................... 35
ADJUNTO ADNOMINAL ................................................................................35
ADJUNTO ADVERBIAL .................................................................................35
PREDICATIVO NOMINAL ..............................................................................35
OBJETO DIRETO E INDIRETO ...................................................................... 36
ENCONTRO CONSONATAL X DÍGRAFO ....................................................... 36
OUTRAS DICAS ...........................................................................................36
ADJETIVOS .................................................................................................36
HOMÔNIOS .................................................................................................36
PARÔNIMAS ................................................................................................36
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO ...............................................36
MEIO E MEIA ...............................................................................................37
TIPOS DE DISCURSOS: DIRETO, CONOTAÇÃO ............................................ 37
VARIAÇÃO LINGUISTICA ............................................................................. 37
5 de 37
Português
CRASE
https://tirasdidaticas.wordpress.com/
Origem grega. Fusão, mistura duas vogais idênticas.
 Acento grave.
 Preposição.
 Substantivo determinado (pronomes indefinidos não levam crase, artigos
indefinidos não levam crase: um, uns, uma, umas).
Substitui feminino por masculino. Se aparecer ao leva crase.
Vou à casa dela = Vou ao lar dela.
Cheguei à escola = Cheguei ao colégio.
FACULTA CRASE – PODE OU NÃO LEVAR ACENTO
Nome próprio feminino. Escrevi uma carta a/à Maria.
Personagens históricos evita. Fiz referência a Tiradentes.
Pronome possessivo feminino Singular. Minha, Tua, Sua, Nossa, Vossa.
 Dirija-se a/à sua sala. Dirija-se ao seu quarto.
 Explicou isto a/à sua mãe. Explicou isto ao seu pai.
Pronome possessivo no plural leva crase: Às tuas ordens.
Depois da proposição ATÉ. Foi até a/à janela.
Locuções adverbiais. Indicam meio, instrumento. Feriu o rapaz a/à faca. Lavar a/à
mão.
6 de 37
Português
PROÍBE CRASE
Antes de Objeto Direto ou verbos. Estou a esperar você. A partir das 8 horas.
Palavras no plural. Diante A no singular + plural, crase nem a pau. Em relação a leis
e normas. Jovens foram submetidas a treinamentos. Não vou a festas.
Pronomes.
 Pessoal do caso reto: eu, tu, ele, ela, nós, vós eles, elas.
 Pessoal do caso oblíquo: Me, mim, comigo, te, ti, contigo, lhe, o, a, se, si,
consigo, nos, conosco, vos, convosco.
 Indefinidos: alguém, ninguém, outrem, tudo, nada, cada, algo, algum (uns),
alguma (s), nenhum (a), todo (a), outro (a), muito, pouco, certo, vário, tanto,
quanto, qualquer, quaisquer, bastante. Explicou isto a todos.
 Demonstrativos: Este, esse, aquele (s/a), isto, isso, aquilo. A + aquele = À
aquilo (algo).
 Relativos: que, quem, quando, como, onde, o qual, cujo, quanto.
Pronomes específicos levam crase: à senhora, à senhorita, à madame. Explicou isto
à madame. Explicou isto àquele amigo.
Palavras repetidas. Cara a cara. Passo a passo.
Locuções Masculinas: Comprei a prazo.
Nomes próprios masculinos: Refiro0me a João e não a Lucas.
Antes de números: Segunda a sexta (preposição). Hora leva crase: Estarei às 13
horas. Substitua hora por meio-dia, se der ao meio-dia leva crase. A transmissão
começa ao meio-dia. (às 6h30).
A CERCA DE = aproximar (cerca de = preposição + locução prepositiva) não leva
crase. Mora a cerca de 2 km.
ACERCA DE = sobre. Conversavam acerca de saúde.
HÁ CERCA DE = tempo. Não nos falamos há cerca de 2 meses.
TOPÔNIMOS: Nome próprio de um lugar, sítio ou povoação. Exigem crase quando
específicos.
VERBOS: substitua por voltar, vir ou estar. Se resultar em dá, leva crase.
Dirija-se à Paris. Dirija-se à Paris de seus sonhos.
Viajaremos à Bahia. Voltaremos da Bahia.
Viajaremos a Curitiba. Voltaremos de Curitiba.
7 de 37
Português
ÀS VEZES: locução adverbial de tempo.
AS VEZES: Artigo + substantivo. Momentos.
À noite (de vez em quando) ele está chegando. A noite está chegando.
PALAVRA CASA: Especificada leva crase: À casa dos meus pais. Não específico:
volto a casa exausto.
PALAVRA TERRA: Referir ao planeta, leva crase. Retornou à terra, o astronauta.
Significar bordo: Os turistas já retornaram a terra.
PALAVRA DISTÂNCIA: Determinada: Todos ficaram à distância de 20 m. Não
determinada: Eles ficaram a pouca distância.
PARAA, PARA NA, PARA DÁ: Indo à escola (para a)
À ATENÇÃO: criticar
AATENÇÃO: cuidado
LOCUÇÕES PREPOSITIVAS FEMININAS: à espera de, às claras, à vista de, às
ocultas, à frente de, à beira de, à moda de (Fiz um gol à Pelé).
O QUE, A QUE: não leva crase.
NÃO PODE: VÍRGULA, PONTO E VÍRGULA, DOIS PONTOS
Separar:
 Sujeito e verbo;
 Verbo, objeto e predicativo;
 Núcleo e adjuntos;
 Antes da conjunção aditiva E;
 Orações mesmo sujeito.
PODE: VÍRGULA, PONTO E VÍRGULA, DOIS PONTOS Sujeitos diferentes e orações usa vírgula antes do E;
 Antes da conjunção. Livro, porém.
 Aposto. Reforça, reitera outro termo. Explicativo, entre vírgulas;
 Vocativo;
 Sujeitos fora de ordem;
 Omissão (zeugma, elipse);
 Local e data;
 Pois significa portanto (2 vírgulas);
 Pois significa porque (1 vírgula)
 Pronome Que: oração subordinada explicativa.
PONTO E VÍRGULA: pausa mais longa. Antes conjunções adversativas.
DOIS PONTOS: enumerações, explicações, discurso direito, citação.
8 de 37
Português
APOSTO E VOCATIVO
Aposto: explicar, desenvolver substantivo. Entre vírgulas, depois de uma vírgula,
dois pontos ou travessão. Enumerativo, recapitulativo, distributivo, específico.
Vocativo: chamar, invocar, nomear.
PREPOSIÇÃO - LIGAÇÃO
A, até, contra, por, para, de , desde, ante, trás, sobre, sob, com, sem, em, entre, de
para, após, per, perante, via.
EXPRESSÕES PARTITIVAS
Não se refere ao todo. Aceita plural e singular. Média não indica parte. (Não
partitiva).
METADE
PARTE PORÇÃO (MENOR METADE)
Amaioria, a minoria: A maioria dos alunos saiu/saíram.
Grande parte, boa parte: Grande parte dos eleitores rejeita/rejeitam.
Mais da metade: Mais de um adolescente correu/correram.
A maior, uma porção: Mais de 50 mil (numeral) jovens foi/foram ao show.
Porcentagem sem substantivo: verbo concorda com a quantidade. 50% gabaritaram,
50% do povo gabaritou.
PRONOME - CASO RETO
Eu, tu, ele, ela, nós, vós, eles, elas.
Entre eu e tu – errado. Entre mim e ti: preposição entre + pronome oblíquo.
Conosco e com nós: Com nós + todos, mesmos, próprios.
Para mim ver – errado. Para eu ver. Antes de verbos no infinitivo.
Esperei (verbo) ele (objeto direito) – errado. Eu, tu, ele não pode ser objeto. Deve
ser sujeito. Esperei-o, deixei-a, coloquei-o.
PRONOME DE TRATAMENTO
Vossa Majestade. Vossa Excelência: Quer/deseja.
Vossa Santidade (Papa): Com ele, cara a cara. Sua Santidade: Falando dele.
Vossa Senhoria: Pronomes possessivos: seu, sua (s).
Não repete Vossa no final. Vergo singular. Caso pronome plural, verbo plural.
Meritíssimo, Senhor, Senhorita e Você.
9 de 37
Português
PRONOME RELATIVO
Cujo, cuja, cujos, cujas.
Une dois elementos. Termo antes = posse, propriedade.
A denúncia atingiu o deputado, cujo mandato poderá ser cassado. (Deputado tem
posse do mandato).
Não usa artigo entre pronome e termo: cujo O.
São antecedidos por preposição quando o verbo exigir: VTI.
MUITO
Advérbio de intensidade: verbo, adjetivos
e advérbios.
Pronome indefinido: substantivos.
PRONOME POSSESSIVO
Meu, minha, teu, tua, seu, sua, nosso, vosso.
PRONOME DEMONSTRATIVO
Este, esta, isto, isso, esse, essa, aquele, aquela, aquilo.
PRONOME INDEFINIDO
Invariáveis: algo, tudo, nada, quem, alguém, ninguém, outrem, cada, que.
Variáveis: algum, alguma, alguns, algumas, nenhum, nenhuma, nenhuns, nenhumas,
todo, toda, todos, todas, outro, outra, outros, outras, muito, muita, muitos, muitas,
pouco, pouca, poucos, poucas, certo, certa, certos, certas, vario, varia, vários, várias,
quanto, quanta, quantos, quantas, tanto, tanta, tantos, tantas, qualquer, quaisquer,
qual, quais, um, uma, uns, umas.
PRONOME OBLÍQUO
 O, A, OS, AS: Objeto direto. Verbo terminado em vogal oral. Aceite-os,
Comprei-o. Essas bactérias consomem o lactato (masculino, singular e sem
preposição). Essas bactérias o consomem.
 NO, NA, NOS, NAS: Vogal nasal, am, ão, em, õe, õem. Acusaram-na, Põe-no.
Os cientistas notaram-na. Os cientistas notaram-no.
 LO, LA, LOS, LAS: Verbo terminado em R, S, Z (some). Fi-lo resistir.
Analisemo-las. Convidamo-lo. Verbo primeira pessoa plural perde S. Se
acrescentar o pronome LHE mantêm o S: Perdoamos-lhe. Ela vai adorar.
Ela vai adorá-lo. Ela vai adorá-la.
 Verbo futuro do presente, futuro do pretérito = intercala. Recebe-la-emos.
Convida-lo-emos.
10 de 37
Português
 ME, TE, SE, NOS, VOS: Objeto direito ou indireto. Não recebem alteração.
 Todo: qualquer um. Todo aluno sabe. Todo o: algo inteiro. Todo o dia choveu.
 PARA: preposição indica devagar, liga palavras. Conjunção indica finalidade,
a fim de.
 A: artigo (a mulher), preposição (estou a esperar – entre verbos) ou pronome
(eu a encontrei/encontrei ela).
LHE – PRONOME OBLÍQUO ÁTONO
Pronome com preposição. Trocar: a ele / para ele (objeto indireto)
Sempre lhe disse a verdade.
Sempre disse a verdade a ele.
Uma coisa (objeto direito) eu (sujeito) lhe (objeto indireto) asseguro. (a ele).
Trocar: dele (adjunto adnominal)
Cortou-lhe os cabelos. / Cortou os cabelos dele.
Trocar: a você.
Eu lhe vendi meu carro. / Eu vendi a você. / Eu vendi o carro para você.
QUE – VÁRIAS CLASSIFICAÇÕES
PRONOME RELATIVO: nome antes. Substitui os quais/o qual. Com vírgula =
explicativa. Sem vírgula = restritiva. É bom ver as crianças que brincam.
PRONOME ADJETIVO: Indefinido. Que dinheiro gasto à toa. Interrogativo. Que livro
é esse?
PRONOME SUBSTANTIVO: Indefinido. Ele me disse não sei o quê. Interrogativo.
Que guardas na valise?
CONJUNÇÃO INTEGRATIVA: verbo antes. Substitui isso (objeto direto). Desejo
que voltes. Desejo isso. Se colocar Desejo de voltes, não tem sentido.
CONJUNÇÃO COORDENATIVA: A menina mexe que mexe. Explicativa, primeiro
manda depois explica.
CONJUNÇÃO SUBORDINATIVA: Quero que venhas.
ADVÉRBIO DE INTENSIDADE: Que belo está o dia hoje!
PREPOSIÇÃO: entre verbos. Substitui de + verbo no infinitivo (r). Temos que (de)
solucionar o caso.
INTERJEIÇÃO: Quê! Você já acabou?
PARTÍCULA EXPLETIVA REALCE: Nós que sabemos. Nós sabemos.
11 de 37
Português
ANAFÓRICO: Pronome retorna termos. Estes são meus objetivos: passar no
concurso.
ORAÇÃO SUBORDINATIVA: Integrante. Que/Se. Adjetiva Substitui o qual/ as quais/
cujo.
QUE - CONEXÕES SUBORDINATIVAS
Adjetivas: pronome relativo: que, quem, onde, cujo. Substitui: o qual, os quais.
Substantivas: partícula integrante.
QUE - FUNÇÃO SINTÁTICA – PRONOME RELATIVO
 SUJEITO: Substitui pelo antecedente que se refere. João, que é meu amigo,
contou-me tudo.
1. Oração: João contou-me tudo.
2. Oração: Que é meu amigo.
Substitui pelo antecedente: João é meu amigo.
Que = João = Sujeito.
 OBJETO DIRETO: Substituir pelo antecedente que se refere. Aqui está a
encomenda que Maria enviou.
1. Oração: Aqui está a encomenda.
2. Oração: Que Maria enviou
Substitui pelo antecedente: Maria enviou a encomenda.
Maria = Sujeito
Enviou = Verbo
A encomenda = Objeto direto.
 OBJETO INDIRETO: Substituir pelo antecedente que se refere. Encomendei
as flores de que gosta.
1. Oração: Encomendei as flores
2. Oração: De que gosta
Substitui pelo antecedente: Gosta das flores
Gosta= Verbo
Das flores = Objeto indireto.
 PREDICATIVO: Substituir pelo antecedente que se refere. Alguns invejam o
rico que tu és.
1. Oração: Alguns invejam o rico
12 de 37
Português
2. Oração: Que tu és.
Substitui pelo antecedente: Tu és rico
Rico = Predicativo. Sujeito. Qualidade.
 COMPLEMENTO NOMINAL: Substituir pelo antecedente que se refere.
Encomendei os mantimentos de que temos.
1. Oração: Encomendei os mantimentos
2. Oração: De que temos necessidade
Substitui pelo antecedente: Temos necessidades dos mantimentos.
Temos = verbo.
Necessidades = objeto direito.
Dos mantimentos = complemento nominal.
 ADJUNTO ADVERBIAL: Substituir pelo antecedente que se refere. Este é o
blusão de que te falei.
1. Oração: Este é o blusão.
2. Oração: De que te falei.
Substitui pelo antecedente: Falei-te do blusão.
Falei-te = verbo.
Do blusão = complemento verbal. Adjunto adverbial.
Adjunto adnominal = refere-se a nome.
 AGENTE DA PASSIVA: Substituir pelo antecedente que se refere. O animal
por que fostes atacado era feroz.
1. Oração: O animal era feroz.
2. Oração: Porque fostes atacado.
Substitui pelo antecedente: Fostes atacado pelo animal.
Fostes = verbo de ligação
Atacado = verbo particípio
Pelo animal = agente da passiva.
Voz passiva analítica: VL + Verbo particípio (ado/ido).
Concordância: Fui eu que/quem recebi o presente.
13 de 37
Português
NOVO ACORDO – PALAVRAS SEM ACENTO
Alcatéia –Alcateia;
Andróide – Androide;
Assembléia –
Assembleia;
Bóia – Boia;
Coréia – Coreia;
Estréia – Estreia;
Européia – Europeia;
Geléia – Geleia;
Idéia – Ideia;
Jóia – Joia;
Baiúca – Baiuca;
Bocaiúva – Bocaiuva;
Cauíla – Cauila;
Feiúra – Feiura;
Abençôo – Abençoo;
Crêem – Creem;
Dêem – Deem;
Enjôo – Enjoo;
Perdôo – Perdoo;
Prevêem – Preveem;
Relêem – Releem;
Vêem – Veem
Pára (do verbo parar)
e Para (Preposição) –
Agora ambas “para”;
Pêra (fruta) e pera
(preposição) – Ambas
agora “pera”;
Pólo (substantivo) e polo (por + o),
em desuso na língua portuguesa.
Conjugações do Verbo Arguir
ACENTO TÔNICO E ACENTO GRÁFICO (SINAL DIACRÍTICO)
Toda palavra com mais de duas sílabas possui acento.
ACENTO TÔNICO: assinala maior grau de força sonora. Aspecto fonético.
ACENTO GRÁFICO: marca gráfica. Acento agudo, acento grave e acento
circunflexo. Objetivo: registrar timbre aberto ou fechado de algumas vogais.
AGUDO: vogais tônicas.
CIRCUNFLEXO: timbre fechado vogais tônicas.
GRAVE: diacrítico para indicar crase.
TIL: diacrítico para nasalação vogal sobrepõe.
SÍLABA
FONEMA: grupo de fonemas pronunciados única emissão voz.
 Monossílabas
 Dissílabas
 Trissílabas
 Polissílabas
TONICIDADE: é a sílaba pronunciada com maior intensidade. Sílaba tônica.
Sílaba átonas são sílabas de menos intensidade.
14 de 37
Português
MONOSSÍLABOS ÁTONOS
Pronomes pessoais oblíquos: me, te, se, o, os, a, as, lhe, lhes, nos e vos.
Pronomes relativos: que, qual e quais.
Conjunções: e, ou, que, se, mas e nem.
Artigos: o, os, a, as, um e uns.
Preposições: a, com, de, em, por, sem e sob.
MONOSSÍLABOS TÔNICOS
Pronomes pessoais reto: eu, tu, nós e vós.
Pronomes possessivos: teu, meu e seu.
Substantivos e adjetivos: mar, céu, sol, má, fé e só.
Formais verbais: quis, ser, vou e é.
Advérbios: não, sim e tão.
Recebem acento gráfico os monossílabos tônicos terminado em:
 A(S): más, pá, vá, brás, chá.
 E(S): fé, vê, mês, sé, três, pé.
 O(S): nó, pós, dó, pôs, só.
OXÍTONAS
Tonicidade na última sílaba.
 A(S): está, vatapá, verás, guaraná.
 E(S): jacaré, vocês, dendê, café.
 O(S): cipó, avó, paletó, mocotó.
 EM/ENS: também, parabéns, alguém.
 ÉU(S)/ÉI(S)/ÓI(S): céu, papéis, sóis.
PAROXÍTONAS
Tonicidade na penúltima sílaba.
A maioria das paroxítonas não é acentuada.
 L(PLURAL): amável, amáveis, difícil, difíceis, têxtil.
 ON(PLURAL): cânon, plâncton, plânctons.
 EN: hífen, abdômen. ENS não são acentuados: hifens, abdomens.
 R(PLURAL): açúcar, açúcares, âmbar.
 X: córtex, ônix.
 PS: fórceps, bíceps.
 Ã(S): irmã, órfãs.
15 de 37
Português
 ÃO(S): órfão, benção, acórdãos.
 EI(S): pônei, úteis, louváveis, jóquei.
 I(S): biquíni, biquínis, lápis.
 UM, UNS, US: álbum, álbuns, bônus, bónus, vênus, vénsu.
O(S) pode indicar plural ou não.
Ditongos EI e OI: não são acentuadas. Heroico, ideia.
PROPAROXÍTONAS
Tonicidade na antepenúltima sílaba.
Todas proparoxítonas são acentuadas.
Proparoxítonas aparentes: terminadas com encontro de duas vogais que
podem ser pronunciadas separadas: náusea, língua, mágoa, amêndoa,
tireóidea.
VÍCIOS DE LINGUAGEM: BARBARISMO
Grafia/pronuncia em desacordo com a norma culta.
PesquiZa = Pesquisa ProtOtipo = Protótipo
VÍCIOS DE LINGUAGEM: GALICISMO E ANGLICISMO
Palavras de origem francesa ou inglesa.
VÍCIOS DE LINGUAGEM: SOLECISMO
Erro de concordância, regência ou colocação.
FazEM 3 dias. = Faz 3 dias.
HaviaM diversas pessoas = Havia diversas pessoas.
VÍCIOS DE LINGUAGEM: AMBIGUIDADE OU ANFIBOLOGIA
Duplo sentido. Falta de coerência.
Vi o João andando com o seu carro. (Carro de quem ?)
O guarda deteve o suspeito em sua casa. (Casa de quem?)
VÍCIOS DE LINGUAGEM: CACOFONIA OU CACÓFATOS
Sons desagradáveis ou impróprios. Sentido ridículo ou obsceno.
Seu time nunca ganha um jogo. (nuncaga)
Pedro tinha fé de mais no sócio. (fede)
Na vez passada, um guri lá, nosso hino. (gorila)
16 de 37
Português
VÍCIOS DE LINGUAGEM: PRECIOSISMO
Linguagem rebuscada, prejudicial a clareza.
A genitora, marejada de lágrimas, redigia uma epístola ao saudoso.
VÍCIOS DE LINGUAGEM: ECO
Repetição de sons iguais, rimas desagradáveis.
O menino repetente mente alegramente.
O doutor curou a dor do domador.
VÍCIOS DE LINGUAGEM: COLISÃO
Sequência desagradável de consoantes ou sílabas idênticas.
O astro-rei reina reluzente.
Jorge já jantou.
VÍCIOS DE LINGUAGEM: HIATO
Sequência de vogais com efeito desagradável.
Vá à aula amanhã.
Serei eu ou outro aluno.
VÍCIOS DE LINGUAGEM: ARCAÍSMO
Palavras em desuso.
Vossa mercê me permite ir? (Você)
VÍCIOS DE LINGUAGEM: NEOLOGISMO
Criação desnecessária de palavras.
Adolescente = Envelhecente
VÍCIOS DE LINGUAGEM: REGIONALISMO
Não é erro de estilo. Na redação oficial devemos prezar pela impessoalidade e
clareza, evitando linguagem compreensível para parte. Restrita população.
VÍCIOS DE LINGUAGEM: COLOQUIALISMO, EXPRESSÕES POPULARES
E GÍRIAS
Depende das circunstâncias da comunicação, vocábulos coloquiais são
inadequados.
VÍCIOS DE LINGUAGEM: ESTRANGEIRISMO
Somente usada quando for absolutamente indispensável.
17 de 37
Português
VÍCIOS DE LINGUAGEM: PLEONASMO
Repetição desnecessária de palavras ou ideias.
Convivia junto, próprio eu, repetir de novo, encarar de frente, surpresas
inesperadas e evoluir para melhor.
VÍCIOS DE LINGUAGEM: GERUNDISMO
Repetição desnecessária. Locução verbal composta por 3 verbos: futuro,
infinitivo e gerúndio. Ex. Vou estar falando.
VÍCIOS DE LINGUAGEM: ORALIDADE
Uso excessivo de linguagem coloquial.
VÍCIOS DE LINGUAGEM: AUSÊNCIA DE PARALELISMO
Simetria, semântica ou sintática entre frases de um período.
Ideias similares devem aparecer com forma verbal correspondente.
VÍCIOS DE LINGUAGEM: REDUNDÂNCIA
Repetição excessiva e desnecessária. Não deve ser confundida com
pleonasmo (figura de linguagem). O pleonasmo é admitido em recurso
estilístico.
VÍCIOS DE LINGUAGEM: PROLIXIDADE
Falar demais sem dizer nada ou vocabulário pesado, inacessível.
VÍCIOS DE LINGUAGEM: GRADAÇÃO – SEQUÊNCIA
O trigo nasceu, cresceu, espigou, deu bons frutos.
VÍCIOS DE LINGUAGEM: ANÁFORA – REPETIÇÃO
Nada muda, nada fica, nada viva.
FIGURAS DE LINGUAGEM: COMPARAÇÃO
Confronto de termos por uma conjunção ou locução conjuntiva: como, assim
como…
FIGURAS DE LINGUAGEM: METÁFORA
Conotativo, figurado, analogia.
Eu vi o mar. Lírios de espuma. Anjo na minha vida.
18 de 37
Português
FIGURAS DE LINGUAGEM: CATACRESE
Metáfora de uso corrente ou emprego abusivo de uma palavra por falta ou não
de um termo próprio.
Azulejos amarelos.
Pé da cama.
FIGURAS DE LINGUAGEM: METONÍMIA – SINÉDOQUE
Troca nome por outro.
Li Machado de Assis o dia todo. (Livro)
Bebemos alguns copos de cerveja.
FIGURAS DE LINGUAGEM: ANTONOMÁSIA
Designação de uma pessoa pela qualidade ou circunstância.
Pai da aviação = Santos Dumont
Navegador genovês = Colombo.
FIGURAS DE LINGUAGEM: SINESTESIA
Evocar impressões sensoriais. Evocar significa reproduzir na imaginação,
relembrar. Invocar é pedir auxílio, suplicar, implorar.
Vejo em teus olhos. A luz dos sons. Noite me envolveu.
FIGURAS DE PENSAMENTO: ANTÍTESE
Antônimo. Palavras, frases contrárias.
Amorte é o inimigo da vida.
FIGURAS DE PENSAMENTO: PARADOXO
União de ideias contrárias ao senso comum. Antítese que encerra contradição.
Naquele rosto feio e tão belo.
FIGURAS DE PENSAMENTO: IRONIA
Sarcasmo. Sentido Oposto.
Meu amigo é santo, falou mal de mim.
Excelente goleiro, deixou que marcassem 8 gols.
FIGURAS DE PENSAMENTO: EUFEMISMO
Substituição de palavras, expressões rudes ou tristes por outras mais suaves.
Prefeito enriqueceu por meios ilícitos. Não logrou êxito nos exames.
19 de 37
Português
FIGURAS DE PENSAMENTO: APÓSTROFE
Interpelação direta e emotiva a pessoas ou coisas.
Fecha a porta dos teus mares.
FIGURAS DE PENSAMENTO: HIPÉRBOLE
Engrandecer ou diminuir exageradamente algo que esteja referindo.
Chuva de lágrimas.
Morreram de tanto rir.
FIGURAS DE PENSAMENTO: CLÍMAX
Sequência ascendente de ideias ou de fatos até a sua maior intensidade.Ex. E
o bosque estala, move-se, estremece.
FIGURAS DE PENSAMENTO: PROSOPOPEIA
Atribuições a entes inanimados, de qualidades, ações ou características
humanas.
E a flauta falou: Fui eu.
FIGURAS DE PENSAMENTO: ONOMATOPEIA
Fonemas com objetivo de imitar fenômenos.
O carro fez uruum!
O cavalo pela estrada: toc, toc, toc.
FIGURAS DE PENSAMENTO: PERÍFRASE
Uso 2 ou mais palavras em substituição ao nome comum ou próprio.
No assento étero. (céu)
FIGURAS DE PENSAMENTO: HIPÉRBATO
Inversão.
Chegaram à loja os ladrões.
FIGURAS DE PENSAMENTO: ALITERAÇÃO
Repetição de fonemas no início.
Rufo ruidoso de rouco tambor.
VÍCIOS DE LINGUAGEM: ELIPSE
Omissão de termos não mencionado. Sangue, gritos, tiros e barulhos.
20 de 37
Português
VÍCIOS DE LINGUAGEM: ZEUGMA
Omissão de termos mencionados.
Ela gosta de geografia, eu, de português.
VÍCIOS DE LINGUAGEM: ASSÍNDETO
Ausência de conjunção.
Chegou e estudou, trabalhou.
VÍCIOS DE LINGUAGEM: POLISSÍNDETO
Emprego abundante de conectivo.
E saber, e sofre e ser.
SE – PARTÍCULA APASSIVADORA - PRONOME
Prende ao verbo. Verbo transitivo direto. Não prática a ação (inanimado).
Sempre hífen.
 Passiva pronominal.
Ensina-se espanhol na escola.
Procuram-se (o quê) estudiosos.
 Passiva: Analítica. VL + Verbo no particípio (ido/ado)
Livros são vendidos.
Um clássico é (VL) colocado na vitrola (sujeito da ativa)
As caixas seriam (VL) devolvidas ao dono (sujeito da ativa)
 Passiva: Sintética. Verbo + -se (VTD).
Concedeu-se outra chance (sujeito)
 Sujeito Indeterminado.
Verbos: de ligação, intransitivos, transitivos diretos, transitivos diretos e
indiretos.
3ª pessoa singular.
Não determina prática da ação.
Come-se peixe (sujeito).
Come-se bem naquele restaurante (modo).
Trata-se de questões (objeto indireto).
21 de 37
Português
SE – PARTÍCULA EXPLETIVA – DE REALCE
Tirar não faz falta.
Minha alegria foi-se/foi embora.
SE - AÇÃO REFLEXIVA
Contra ela mesmo.
A pessoa estrangulou-se
A ciência se considera infalível.
Ergue-se lentamente.
SE – AÇÃO REFLEXIVO RECÍPROCO
As pessoas se agrediam.
Os garotos se olhavam.
Marido e mulher se amavam.
SE – MESÓCLISE
Pronome oblíquo átono.
Entre radical, desistência, 2 verbos (futuro presente/infinitivo (r).
Deixou-se seduzir. O se é sujeito.
SE – CONJUNÇÃO SUBORDINATIVA
 Integrante: (o quê – sem hífen). Pode substituir por que.
Repara se as crianças estão dormindo.
Observe se o cheque caiu.
Não sei se ele virá.
 Adverbial causal/condicional
Se não me amas, só me resta partir (causa).
Se não estudares não lograras êxito (condição).
 Objeto Direto.
Ação reflexiva – pratica e recebe.
Acidental – em si ou outro.
Verbo transitivo direto.
O menino e machucou.
22 de 37
Português
O homem medicou o seu amigo. O homem medicou-se.
 Voz passiva.
Comprou-se. (o que?)
Chegou-se (a que?)
SE – ÍNDICE INDETERMINADO DO SUJEITO – DE QUÊ
Verbo ligação, verbo intransitivo, verbo transitivo direto.
3ª Pessoa singular. Não sabe quem pratica.
Pula-se muito no carnaval.
Precisa-se de advogado.
SE – PARTE INTEGRANTE DO VERBO
Queixar Apiedar TornarArrependeR
Ação não pode exercer efetivamente sobre outro.
Arrepender-se, queixar-se, orgulhar-se.
SE – AFASTA OU ATRAI
Durante a noite, realizou-se outro evento. (Vírgula afasta).
Você me disse. Ele se tornará rei. (Pronome atrai).
Não se devem exigir. Pessoas nunca se veem. (Não/nunca atrai).
Havia me empregado. Havia me elegido. (Antes).
PRÓCLISE
A próclise é aplicada antes do verbo quando:
 palavras no sentido negativo: Nada me faz querer.
 advérbios: Nesta casa se fala alemão. Poucos se impressionam com a
descoberta da possibilidade da eternidade.
 pronomes relativos: A aluna que me mostrou a tarefa não veio hoje.
 pronomes indefinidos: Quem me disse isso?
 pronomes demonstrativos: Isso me deixa muito feliz!
 preposição seguida de gerúndio: Em se tratando de qualidade, o Brasil
Escola é o site mais indicado à pesquisa escolar.
 conjunção subordinativa: Vamos estabelecer critérios, conforme lhe
avisaram.
23 de 37
Português
ÊNCLISE
A ênclise é empregada depois do verbo. A norma culta não aceita orações
iniciadas com pronomes oblíquos átonos. A ênclise vai acontecer quando:
 O verbo estiver no imperativo afirmativo: Amem-se uns aos outros.
 O verbo iniciar a oração: Diga-lhe que está tudo bem.
 O verbo estiver no infinitivo impessoal regido da preposição "a": Naquele
instante os dois passaram a odiar-se.
 O verbo estiver no gerúndio: Não quis saber o que aconteceu, fazendo-
se de despreocupada.
 Houver vírgula ou pausa antes do verbo: Se passar no vestibular em
outra cidade, mudo-me no mesmo instante.
MESÓCLISE
A mesóclise acontece quando o verbo está flexionado no futuro do presente ou
no futuro do pretérito: A prova realizar-se-á neste domingo pela manhã.
CONECTIVOS
PRIORIDADE Em primeiro lugar, em primeiro plano, a princípio,antes de tudo, em uma primeira análise.
ADIÇÃO
SOMA
Não só ... mas também, além disso, como também,
ainda mais, além de.
CONFORMIDADE Conforme, de acordo, segundo, como, consoante
CONCLUSÃO A fim de, logo, portanto, assim, dessa forma, por isso.
ÊNFASE É evidente que, é certo que, não há dúvidas de que,por certo, seguramente
SÍNTESE Desse modo, nesse sentido.
CONTRASTE
CONCESSÃO
Entretanto, no entanto, porém, todavia, apesar de,
contudo.
COMPARAÇÃO
Tal qual, tanto quanto, do mesmo modo, igualmente,
assim como, ao contrário de, que, do que, depois de
(mais, menos, maior, menor, melhor, pior), qual
(depois de tal).
TEMPO
Em seguida, desde que, ao mesmo tempo, então,
hoje, finalmente, quando, antes que, depois que, até
que, logo que, sempre que, assim que, desde que,
apenas, todas as vezes que, cada vez que, mal que.
CAUSA
CONSEQUÊNCIA
Porque, por isso, de tal maneira, uma vez que, já
que, pois, porquanto, a que, pois que, visto que, visto
como, que, como (sentido porque).
LUGAR Próximo a, junto a, além, perto de, lá, ali.
24 de 37
Português
ESCLARECIMENTO Por exemplo, só para ilustrar, exemplificando, talcomo, isto é, aliás.
PROPORÇÃO À proporção que, à medida que, ao passo que,quanto mais, quanto menos, enquanto.
CONDIÇÃO
Se, caso, desde que, eventualmente, contanto que, a
menos que, quando, conquanto que, salvo se, sem
que, dado que, desde que, a menos que, a não ser
que.
NEGAÇÃO Nunca, jamais, de jeito nenhum, em nenhumahipótese, tampouco.
SUPRESA De repente, de súbito, imprevistamente,surpreendentemente.
REFORMULAÇÃO Mais corretamente, ou melhor, mais precisamente,quer dizer.
ALTERNÂNCIA Que ... que, já ... já, seja ... seja, nem ... nem, ora ...ora.
DÚVIDA É provável, provavelmente, talvez, se é que, não écerto.
CONCESSIVAS
PERMISSÃO
AUTORIZAÇÃO
Embora, conquanto, ainda que, mesmo que, posto
que, bem que, apesar que, nem que, apesar.
FINAIS Para que, a fim de que, porque, de que.
CONSECUTIVAS Que (precedido tão, tal, tanto), de modo que, demaneira que.
ADVÉRBIOS
Circunstancia (modifica)
Modo, lugar, tempo.
Ex. O vizinho fala alto (modo como
fala)
Intensidade
Muito, demais, pouco, mais, menos,
bastante, tão, quão, demasiado,
imenso, quanto, quase, tanto, assaz,
tudo, nada, todo.
Muito pode ser adverbio de intensidade. (verbo, adjetivo, adverbio) Ex. Ela é
muito bonita. Pode ser pronome indefinido (substantivo)
Modo (como aconteceu ou foi feito) Bem, mal, assim, melhor, pior,depressa, devagar, -mente.
Lugar
Aí, aqui, acola, lá, ali, adiante,
abaixo, embaixo, acima, fora, afora,
adentro, dentro, atras, detrás, além,
aquém, defronte, antes, aonde,
longe, perto, algures, nenhures,
alhures.
25 de 37
Português
Tempo
Hoje, já, afinal, logo, agora, amanhã,
amiúde, antes, ontem, tarde, breve,
cedo, depois, enfim, ainda, jamais,
nunca, sempre, doravante, outrora,
primeiramente, sucessivamente,
constantemente, entrementes.
Negação Não, nem, tampouco, nunca, jamais,sequer.
Afirmação
Sim, certo, certamente, realmente,
decididamente, efetivamente,
deveras, indubitavelmente, decerto.
Dúvida
Talvez, possivelmente,
provavelmente, acaso, porventura,quiçá, casualmente.
Interrogativo Quando, como, onde, aonde, donde,por que.
Ordem Depois, após, ultimamente,primeiramente.
Inclusão Também, inclusive, ainda, mesmo,até.
Exclusão Só, somente, salvo, exclusivamente,apenas.
ADVERBIO INVARIÁVEL
Não sofrem flexão de gênero ou número. (masculino, feminino, singular, plural).
Comparativo
Igualdade (tão baixo quanto)
Inferioridade (menos perto)
Superioridade (mais depressa)
Superlativo
Analítico (muito baixo). Dois
advérbios.
Sintético (-íssimo). Baixíssimo.
Locução Adverbial
Duas ou mais palavras com função
de adverbio. Ex. Em breve, às
pressas.
CONCORDÂNCIA
 Quando 2 verbos: último manda.
 Singular ou plural
 Gênero feminino/masculino.
 Pessoa 1, 2 ou 3.
Lógica/Gramatical: verbo/sujeito. Atrativa/Eufônica: termo mais próximo.
Siléptica/ideológica: ideia expressa.
26 de 37
Português
CONCORDÂNCIA VERBAL
 Sujeito simples: verbo concorda com o sujeito.
Ocorreram (verbo - plural) manifestações (núcleo sujeito - plural) pelo país.
Duas pessoas (sujeito – plural) duvidaram (verbo – plural) de que você (núcleo
sujeito – singular) viria (verbo – singular) hoje.
 Sujeito composto:
 Sujeito anteposto ao verbo: verbo no plural.
Brasil e China hão de sediar o evento.
 Sujeito posto ao verbo: verbo no plural ou concorda com o mais próximo.
Retornaram/Retornou ao país o técnico e os atletas.
 Sujeito Oracional: verbo gerúndio/infinitivo (r).
Fazer, mandar, ver, sentir, ouvir, deixar, amar, ter.
Cabia (verbo intransitivo. Sem complemento. Irregular) a ele dar-me (verbo
infinitivo) os pêsames (sujeito oracional).
 Oração subordinada substantiva subjetiva: verbo singular.
 Substantivo sempre plural.
 Sem artigo ou artigo no singular: = Verbo no singular.
Mina Gerais / O Amazonas exporta cultura.
 Com artigo no plural = Verbo no plural
As Minas Gerais exportaram escritores.
 Três sujeitos:
Dinheiro, bebida, mulheres (resume) nada/tudo/ninguém me anima (verbo
singular).
REGÊNCIA VERBAL
Procurar verbo para preposição.
 Implicar: não aceita preposição sentido de acarretar/requerer.
Todo amor implica em renúncia.
 Obedecer: Verbo transitivo indireto. Sempre regido de preposição.
Ele obedece ao regulamento.
 Esquecer/lembrar: verbo transitivo direto. Sempre que acompanhar
pronomes exige preposição.
27 de 37
Português
Eu esqueci o livro. Eu me esqueci do livro.
Ele é um homem de cujo olhar triste não me esqueço.
 Usar, cumprir, gozar: admitem duas construções.
 Morar, residir, situar: Sempre em + a = na.
 Preferir, Referir: a alguma coisa. Não admite advérbio mais, nem
comparação do que.
Prefiro mais estudar do que (a) trabalhar.
 Convidar, conhecer, cumprimentar: verbo transitivo direto. Não admitem
pronome LHE.
Convido-o.
 Proceder: realizar, dar início. Exige sempre preposição a/ao.
Proceda ao interrogatório.
 Ansiar, assistir, aspirar: não admitem pronome LHE.
 Assistir no sentido de presenciar exige preposição E. Não aceita voz
passiva.
Assisto a ele. Assisto ao filme.
 Assistir no sentido de ajudar, admite voz passiva.
Foram (VL) assistidos (ado/ido) pela a igreja (sujeito).
CONCORDÂNCIA NOMINAL
 Concordância atrativa:
Trouxe casaco e sapato preto (sapato) ou pretos (ambos).
Trouxe preto (casaco) ou pretos (ambos) casaco e sapato.
VERBOS
Regulares: não alteração radical/terminação.
Irregulares: ocorrem alterações.
 Anômalos: grandes irregularidades.
 Defectivos: não possuem tempo, modo, pessoa. Chover, abolir, reaver.
 Abundantes: mais de uma forma particípio ido-ado.
Auxiliares – Locução verbal: acompanha verbo principal. Era (VA) louvado (VP).
Tínhamos (VA) estudado (VP).
Forma Rizotônicas: acento tônico radical. Levo, levas.
Forma arrizotônicas: acento tônico na terminação.
28 de 37
Português
VERBOS REGULARES DO INDICATIVO
PRESENTE AR ER IR
EU O O O
5 PRIMEIROS
SUJEITO
OCULTO
TU AS ES ES
ELE A E E
NÓS AMOS EMOS IMOS
VÓS AIS EIS IS
ELES AM EM EM INDETERMINADO
PRETÉRITO
PERFEITO
AR ER IR
PASSADO
PRÓXIMO
EU EI I I
Usar adverbio:
ONTEM.
Ontem foi perfeito.
Ainda ontem chorei
de saudade.
Sentido: acabado.
TU ASTE ESTE ISTE
ELE OU EU IU
NÓS AMAMOS EMOS IMOS
VÓS ASTES ESTES ISTES
ELES ARAM ERAM IRAM
PRETÉRITO
MAIS QUE
PERFEITO
AR ER IR
EU ARA ERA IRA
Antigamente eu
chorava.
TU ARAS ERAS IRAS
ELE ARA ERA IRA
NÓS ARAMOS ERAMOS IRAMOS
VÓS AREIS EREIS IREIS
ELES ARAM ERAM IRAM
29 de 37
Português
FUTURO
PRESENTE AR ER IR
EU AREI EREI IREI
TU ARAS ERAS IRAS
ELE ARA ERA IRA
NÓS AREMOS EREMOS IREMOS
VÓS AREIS EREIS IREIS
ELES ARÃO ERÃO IRÃO
FUTURO
PRETÉRITO AR ER IR Você já fez? Está
Fazendo? Não.
RIA. Condicionado,
passado.
Possibilidade.
Se estivesse
estudado, passaria.
EU ARIA ERIA IRIA
TU ARIAS ERIAS IRIAS
ELE ARIA ERIA IRIA
NÓS ARIAMOS ERIAMOS IRIAMOS
VÓS ARIEIS ERIEIS IRIEIS
ELES ARIAM ERIAM IRIAM
SUBJUNTIVO PRESENTE IMPERFEITO FUTURO
Que eu/ele
EU AME AMASSE AMAR
TU AMES AMASSES AMARES
ELE AME AMASSE AMAR
NÓS AMEMOS AMÁSSEMOS AMARMOS
VÓS AMEIS AMÁSSEIS AMARDES
ELES AMEM AMASSEM AMAREM
30 de 37
Português
FORMAS
NOMINAIS
INFINITIVO GERÚNDIO PARTICÍPIO
EU AMAR AR AMANDO AMADO
TU AMARES ER BEBENDO BEBIDO
ELE AMAR IR PARTINDO PARTIDO
NÓS AMARMOS
VÓS AMARDES
ELES AMAREM
VERBOS IMPERATIVO – ORDEM, CONSELHO, CONVITE, SOLICITAÇÃO
IMPERATIVO
AFIRMATIVO
AR ER IR
EU
TU AME TU VENDO TU PARTE TU
ELE AMA ELE VENDA ELE PARTA ELE
NÓS AMEMOS NÓS VENDAMOS NÓS PARTAMOS NÓS
VÓS AMAIS VÓS VENDEI VÓS PARTI VÓS
ELES AMEM ELES VENDAM ELES PARTAM ELES
PRESENTE
SUBJUNTIVO
AR ER IR
EU QUE EU AME QUE EU VENDA QUE EU PARTA
TU QUE TU AMES QUE TU VENDAS QUE TU PARTAS
ELE QUE ELE AME QUE ELE VENDA QUE ELE PARTA
NÓS QUE NÓS
AMEMOS
QUE NÓS
VENDAMOS
QUE NÓS
PARTAMOS
VÓS QUE VÓIS AMEIS QUE VÓS
VENDAIS
QUE VÓS
PARTAIS
ELES QUE ELES AMEM QUE ELES
VENDAM
QUE ELES
PARTAM
31 de 37
Português
IMPERATIVO
NEGATIVO
AR INVERTE PRESENTE
SUBJUNTIVO
EU
TU NÃO AMES TU
ELE NÃO AME ELE
NÓS NÃO AMEMOS VÓS
VÓS NÃO AMEIS VÓS
ELES NÃO AMEM ELES
VERBOS PARTICÍPIO – IDO - ADO
Ação acabada, definitiva.
Foi enforcado.
Quando antecedido por artigo pode virar substantivo. O enforcado.
Pode adjetivo e predicativo. Ele estava condenado.
VERBOS GERUNDIO – ANDO, ENDO, INDO
Ideia: condição: plantando, colheremos. Contínua: estou amando.
Acompanha artigo: substantivo: O formando.
VERBOS INFINITIVO – AR, ER, IR, OR.
Natural, primitiva.
Acompanha artigo: substantivo: O amanhecer.
Ação abstrata, não materializa.
Impessoal: não conjugado. Sair e voltar.
Pessoal: infinitivo com sujeito. Todos fizeram provas. Vão fazer, podem fazer,
vão casar. Não flexiona verbo infinitivo, somente o auxiliar.
VERBO DE LIGAÇÃO - NÃO PLENOS OU COPULATIVOS
Não tem complemento e sim predicativo.
Parecem (plural) dormir (singular. Locução verbal. Plural auxiliar.
Indicam estado, características. Os moradores que tem (VL sentir, estado)
horror à sujeira do rato...
VL modais: desejo, intenção, possibilidade.
VL acurativos: aspectuais, continuidade, repetição.
32 de 37
Português
Estado circunstancial: estar, parecer, andar.
Estado permanente: ser, viver, ter.
Mudança de estado: ficar, tornar, virar.
Continuidade de estado: permanecer, continuar, haver.
VERBOS PLENOS, NOCIONAIS OU SIGNIFICATIVOS
Indicam ação.
Verbos transitivos diretos, transitivos indireto e intransitivos.
Núcleo: predicativo verbal ou verbo nominal.
VERBOS INTRANSITIVOS
Significado completo. Não precisa, mas admite objeto direito ou indireto,
complemento ou adjuntos.
Nascer, viver, morrer, sofrer, chorar, cair, levantar, chegar, voltar, dormir,
proceder, casar.
VERBOS TRANSITIVO DIRETO E INDIRETO
Mesmo invertendo – tem sentido.
Para dar (o que?) sabor (obj. direto) (a que?) aos alimentos (obj. indireto).
Pedi (o que?) torta (obj. direto) de frango (qualidade da torta).
Enviar (o que?) as moléculas (obj. direto) (a que?) as fábricas (obj. indireto).
VERBOS IMPESSOAIS – NÃO APASSIVADOS
Sem sujeito.
Haver: existir. Fica no singular.
Se não tiver sentido de existir:pode plural.
Empréstimo (obj. direto, aposto explicativo) sempre houve, e sempre haverá.
Houveram-se bem na prova. (Saíram-se)
Natureza: Choveu muito. Quando sentido figurado, admite plural. Choveram
sobre vós bençãos de Deus.
Ser: hora, data e distância. São duas e meia.
Anômalo: indica predicado nominal. Identifica metáforas. Grandes alterações
no radical IR e SER.
Estar, fazer: tempo, meteorologia. Fazia dois meses. Choveram (VTD – o que?)
pedras no cantor.
33 de 37
Português
OUTROS VERBOS
Defectivos: Não possuem tempo, modo, pessoa. Chover. Abolir. Reaver.
Abundantes: Mais de uma forma de flexão. Particípio (ido/ado).
Custear: não 1º singular, 3ª pessoa. Custou-me aceitar.
Proceder: Dar início. Seguido de preposição. Proceda ao julgamento. Procedi à
execução.
Passear: Eu passeio. Nós passeamos.
Queixar-se: verbo pronominal. Sempre pronome átono. Queixou-se, queixei-me.
Incendiar: incendeio.
Mediar: medeio.
Ansiar: anseio.
Remediar: remedeio.
Odiar: odeio.
Variar: vario.
Ter/reter: se você tiver/reter.
Vir/vier/intervir: vier. Quando eu vir o carteiro. (Ver no futuro).
Por/repor/dispor: puser/repuser/dispuser.
Ir: intransitivo, anômalo + aonde: irei aonde você for.
Bater, dar, soar: Bateu 1 hora, deram 2 horas, soaram 3 horas. Quando não
tem sujeito, concorda com as horas. Com sujeito concorda com o mesmo. O
relógio bateu 10 horas.
Tem = singular. Têm = plural.
Mantém = singular. Mantêm = plural. Mantem = sem acento não existe.
SUJEITO INDETERMINADO – 90% TERMINA COM RAM
Roubaram meu carro. Quem? Não sei.
Choraram as viúvas (sujeito) do pastor.
SEM SUJEITO – NÃO APASSIVADO
Haver, fazer, querer, ter, possuir.
34 de 37
Português
CONJUNÇÕES
Liga orações. Elemento coesivo.
Mas, porém, todavia, contudo.
Pois: explicativa. Substitua porquê. Conclusiva. Substituta portanto.
Logo: Conclusiva. Substituta portanto. Adverbio de tempo.
Como: casual, comparativa, conformativa.
Antes – realce ADJETIVO Depois – objetivo.
E: aditiva. Mas, ainda, nem.
CONJUNÇÕES - PORQUE
Por que tem acento? (inicio de pergunta) Trocar por pelo qual.
Porque sim. (resposta) Causal, explicativa. Trocar pois.
Mas por quê? (final de pergunta)
O porquê eu não sei. (depois de artigo, motivo, razão).
CONJUNÇÕES - PARA
Preposição liga palavras.
Conjunção. Finalidade. O para.
Verbo.
CONEXÕES COORDENADAS, COORDENATIVAS
Independentes. Separadas por vírgulas.
CONEXÕES ADVERSATIVAS, OPOSIÇÃO – NÃO TOME NO COPO
NÃO obstante
TOdavia
Mas
Entretanto
NO entanto
COntudo
POrém.
35 de 37
Português
CONEXÕES ASSINDÉTICAS
Passa, corre.
CONEXÕES ALTERNATIVAS
Já, ou, ora, quer.
CONEXÕES ADVERBIAIS
Quando ... matemática, (oração adverbial) chega-se .... (oração principal).
ORAÇÃO SUBORDINATIVA ANTEPOSTA
Oração principal pede complemento, dependência. Substantiva, adjetiva ou
adverbial.
VOZES VERBAIS ATIVA
Sujeito é agente. Verbo no particípio (ido/ado). Não usa verbo ser.
Cultivássemos o gosto (nós)
Passei a gostar (eu)
COMPLEMENTO NOMINAL
A descoberta do Brasil. (Quem fez a ação? Alguém. Substantivo abstrato).
O Brasil foi descoberto (Passivo)
O medo do escuro. (Quem fez a ação? Alguém. Substantivo abstrato).
ADJUNTO ADNOMINAL
A descoberta do João. (Quem fez a ação? João. Substantivo concreto).
Ele é um moço de bom coração. (completa moço)
O sol da manhã (completa sol) iluminava a rua.
ADJUNTO ADVERBIAL
Especifica, modifica, determina, indica (tempo, modo, lugar, causa). VI.
Amanhã (tempo) falaremos.
Moro em Cuiabá (lugar). Gosto de Cuiabá (Obj. indireto).
PREDICATIVO NOMINAL
Sujeito + VL + predicativo do sujeito.
Qualifica estado: sujeito/objeto.
João parece feliz.
36 de 37
Português
OBJETO DIRETO E INDIRETO
Obj. direto: sem preposição.
Obj. indireto: se tirar preposição, fica sem sentido.
ENCONTRO CONSONATAL X DÍGRAFO
Dígrafo: 2 letras e 1 som: lh, nh, ch, rr, ss, sc, sç, xc, qu/gu (seguidos e ou i).
Eloquência, eloquentes, linguiça: vogal U pronunciada. Não é dígrafo.
OUTRAS DICAS
S tem som Z entre vogais: casa, crise. Após ditongo: lousa, náusea.
Mal = Bem (LE) - Mau = Bom (UO)
Viajem (verbo) – Viagem (substantivo)
Emergir (subir) – Imergir (descer)
Hífen = vogal + vogal igual. Micro-ondas. Contra-ataque.
ADJETIVOS
Uniformes: para todos. Único.
Inteligente, elegante, possível, sindical, implacável, ruim, real.
Biformes: bonito, bonita, alto, alta, ativo, ativa.
HOMÔNIOS
Grafia: eu molho a roupa. Fiz um molho salgado.
Pronuncia: conserto, concerto, censo, senso.
PARÔNIMAS
História, estória. Suar, soar.
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO
Matias pagou suas contas E ficou sem dinheiro.
ORAÇÃO
INICIAL
ASSINDÉTICA.
NÃO TEM
CONJUNÇÃO.
E ORAÇÃO
COORDENADA
SIDÉTICA
TEM
CONJUNÇÃO
Aditiva
, MAS Adversativa
OU Alternativa
, PORTANTO Conclusiva
, POIS Explicativa
37 de 37
Português
MEIO E MEIA
MEIO
Um pouco
Mais ou menos
Metade
Masculino
MEIA
Hora
Metade de uma
Feminino
TIPOS DE DISCURSOS: DIRETO, CONOTAÇÃO
Direto: Fala na íntegra do personagem.
Indireto: Narrador fala o que o personagem disse.
Denotativo: Objetivo literal.
Conotativo: Subjetivo, figurado, criativo.
Coloquial: Dia-a-dia.
VARIAÇÃO LINGUISTICA
Existem quatro tipos de variantes linguísticas:
 diatópicas (geográficas)
 diacrônicas (históricas)
 diastráticas (grupos sociais)
 diafásicas (formal x informal)
	SUMÁRIO
	CRASE
	FACULTA CRASE – PODE OU NÃO LEVAR ACENTO
	PROÍBE CRASE
	NÃO PODE: VÍRGULA, PONTO E VÍRGULA, DOIS PONTOS
	PODE: VÍRGULA, PONTO E VÍRGULA, DOIS PONTOS
	APOSTO E VOCATIVO
	PREPOSIÇÃO - LIGAÇÃO
	EXPRESSÕES PARTITIVAS
	PRONOME - CASO RETO
	PRONOME DE TRATAMENTO
	PRONOME RELATIVO
	PRONOME POSSESSIVO
	PRONOME DEMONSTRATIVO
	PRONOME INDEFINIDO
	PRONOME OBLÍQUO
	LHE – PRONOME OBLÍQUO ÁTONO
	QUE – VÁRIAS CLASSIFICAÇÕES
	QUE - CONEXÕES SUBORDINATIVAS
	QUE - FUNÇÃO SINTÁTICA – PRONOME RELATIVO
	NOVO ACORDO – PALAVRAS SEM ACENTO
	ACENTO TÔNICO E ACENTO GRÁFICO (SINAL DIACRÍTICO)
	SÍLABA
	MONOSSÍLABOS ÁTONOS
	MONOSSÍLABOS TÔNICOS
	OXÍTONAS
	PAROXÍTONAS
	PROPAROXÍTONAS
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: BARBARISMO
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: GALICISMO E ANGLICISMO
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: SOLECISMO
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: AMBIGUIDADE OU ANFIBOLOGIA
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: CACOFONIA OU CACÓFATOS
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: PRECIOSISMO
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: ECO
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: COLISÃO 
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: HIATO
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: ARCAÍSMO
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: NEOLOGISMO
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: REGIONALISMO
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: COLOQUIALISMO, EXPRESSÕES POP
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: ESTRANGEIRISMO
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: PLEONASMO
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: GERUNDISMO
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: ORALIDADE
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: AUSÊNCIA DE PARALELISMO
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: REDUNDÂNCIA
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: PROLIXIDADE
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: GRADAÇÃO – SEQUÊNCIA
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: ANÁFORA – REPETIÇÃO
	FIGURAS DE LINGUAGEM: COMPARAÇÃO
	FIGURAS DE LINGUAGEM: METÁFORA
	FIGURAS DE LINGUAGEM: CATACRESE
	FIGURAS DE LINGUAGEM: METONÍMIA – SINÉDOQUE
	FIGURAS DE LINGUAGEM: ANTONOMÁSIA
	FIGURAS DE LINGUAGEM: SINESTESIA
	FIGURAS DE PENSAMENTO: ANTÍTESE
	FIGURAS DE PENSAMENTO: PARADOXO
	FIGURAS DE PENSAMENTO: IRONIA
	FIGURAS DE PENSAMENTO: EUFEMISMO
	FIGURAS DE PENSAMENTO: APÓSTROFE
	FIGURAS DE PENSAMENTO: HIPÉRBOLE
	FIGURAS DE PENSAMENTO: CLÍMAX
	FIGURAS DE PENSAMENTO: PROSOPOPEIA
	FIGURAS DE PENSAMENTO: ONOMATOPEIA
	FIGURAS DE PENSAMENTO: PERÍFRASE
	FIGURAS DE PENSAMENTO: HIPÉRBATO
	FIGURAS DE PENSAMENTO: ALITERAÇÃO
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: ELIPSE
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: ZEUGMA
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: ASSÍNDETO
	VÍCIOS DE LINGUAGEM: POLISSÍNDETO
	SE – PARTÍCULA APASSIVADORA - PRONOME
	SE – PARTÍCULA EXPLETIVA – DE REALCE
	SE - AÇÃO REFLEXIVA
	SE – AÇÃO REFLEXIVO RECÍPROCO
	SE – MESÓCLISE
	SE – CONJUNÇÃO SUBORDINATIVA
	SE – ÍNDICE INDETERMINADO DO SUJEITO – DE QUÊ
	SE – PARTE INTEGRANTE DO VERBO
	SE – AFASTA OU ATRAI
	PRÓCLISE
	ÊNCLISE
	MESÓCLISE 
	CONECTIVOS
	ADVÉRBIOS
	ADVERBIO INVARIÁVEL
	CONCORDÂNCIA
	CONCORDÂNCIA VERBAL
	REGÊNCIA VERBAL
	CONCORDÂNCIA NOMINAL
	VERBOS
	VERBOS REGULARES DO INDICATIVOVERBOS IMPERATIVO – ORDEM, CONSELHO, CONVITE, SOLI
	VERBOS PARTICÍPIO – IDO - ADO
	VERBOS GERUNDIO – ANDO, ENDO, INDO
	VERBOS INFINITIVO – AR, ER, IR, OR.
	VERBO DE LIGAÇÃO - NÃO PLENOS OU COPULATIVOS
	VERBOS PLENOS, NOCIONAIS OU SIGNIFICATIVOS
	VERBOS INTRANSITIVOS
	VERBOS TRANSITIVO DIRETO E INDIRETO
	VERBOS IMPESSOAIS – NÃO APASSIVADOS
	OUTROS VERBOS
	SUJEITO INDETERMINADO – 90% TERMINA COM RAM
	SEM SUJEITO – NÃO APASSIVADO
	CONJUNÇÕES
	CONJUNÇÕES - PORQUE
	CONJUNÇÕES - PARA
	CONEXÕES COORDENADAS, COORDENATIVAS
	CONEXÕES ADVERSATIVAS, OPOSIÇÃO – NÃO TOME NO COPO
	CONEXÕES ASSINDÉTICAS
	CONEXÕES ALTERNATIVAS
	CONEXÕES ADVERBIAIS
	ORAÇÃO SUBORDINATIVA ANTEPOSTA
	VOZES VERBAIS ATIVA
	COMPLEMENTO NOMINAL
	ADJUNTO ADNOMINAL
	ADJUNTO ADVERBIAL
	PREDICATIVO NOMINAL
	OBJETO DIRETO E INDIRETO
	ENCONTRO CONSONATAL X DÍGRAFO
	OUTRAS DICAS
	ADJETIVOS
	HOMÔNIOS
	PARÔNIMAS
	PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO
	MEIO E MEIA
	TIPOS DE DISCURSOS: DIRETO, CONOTAÇÃO
	VARIAÇÃO LINGUISTICA

Outros materiais

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Perguntas Recentes