Buscar

AO2_ Direito Tributário e Empresarial

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 12 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 12 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 12 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

23/02/2024 14:30 AO2: Direito Tributário e Empresarial
https://famonline.instructure.com/courses/31495/quizzes/159318 1/12
AO2
Entrega 17 de dez de 2023 em 23:59
Pontos 6
Perguntas 10
Disponível 9 de dez de 2023 em 0:00 - 17 de dez de 2023 em 23:59
Limite de tempo Nenhum
Instruções
Este teste não está mais disponível, pois o curso foi concluído.
Histórico de tentativas
Tentativa Tempo Pontuação
MAIS RECENTE Tentativa 1 13 minutos 6 de 6
Pontuação deste teste: 6 de 6
Enviado 12 de dez de 2023 em 21:16
Esta tentativa levou 13 minutos.

Pergunta 1
0,6 / 0,6 pts
Importante:
Caso você esteja realizando a atividade através do aplicativo "Canvas Student", é necessário que
você clique em "FAZER O QUESTIONÁRIO", no final da página.
Leia o texto a seguir:
 
 Nosso sistema jurídico contém rígidas limitações constitucionais e prescreve garantias irredutíveis
aos contribuintes, com a finalidade de preservar a segurança jurídica nas relações tributárias.
Cumpre sempre lembrar que a segurança jurídica é princípio expresso em nossa Constituição, no
seu preâmbulo, no artigo 5º, caput, e em várias disposições autônomas. Trata-se de uma garantia
lato sensu que permite a concretização dos direitos e liberdades fundamentais. Dentre estes, a
preservação da confiança e da boa-fé. É que a legalidade, para realizar a função certeza, reclama a
confiança legítima na atuação dos órgãos estatais, como corolário da segurança jurídica.
Disponível em: https://www.conjur.com.br/2013-nov-06/consultor-tributario-limitacoes-constitucionais-depositos-tributos
(https://www.conjur.com.br/2013-nov-06/consultor-tributario-limitacoes-constitucionais-depositos-tributos) . Acesso em: 12 de setembro de 2019.
Adaptado
Relativo às Limitações Constitucionais ao Poder de Tributar, temos como assertiva as seguintes
afirmações:
A+
A
A-
https://famonline.instructure.com/courses/31495/quizzes/159318/history?version=1
https://www.conjur.com.br/2013-nov-06/consultor-tributario-limitacoes-constitucionais-depositos-tributos
23/02/2024 14:30 AO2: Direito Tributário e Empresarial
https://famonline.instructure.com/courses/31495/quizzes/159318 2/12
 I, II, apenas.
Correto!
 II, apenas
Esta alternativa está correta, pois apenas a afirmação II está correta.
Os tributos são criados de acordo com a competência tributária que a Constituição Federal atribui à
União, Estados, Distrito Federal e aos Municípios. A Constituição estabelece os parâmetros ao poder
de tributação do Estado, pois ele não pode ser ilimitado, evitando que com isso haja violação dos
direitos humanos e fundamentais, por isso a ordem constitucional impõe certos limites ao Estado
para a realização dessa atividade tributária. Assim as limitações ao poder de tributar são conjuntos
de princípios e normas que disciplinam os balizamentos da competência tributária, garantindo
segurança aos contribuintes no exercício de suas atividades.
 I, apenas.
 III, apenas.
 II, III, apenas.
 
 

I - Limitação administrativa outra coisa não é senão uma imposição de ordem pública genérica,
fundada no poder de polícia do Estado, restringindo, com base na lei, o exercício do direito de
propriedade no interesse da coletividade. Apesar da denominação, a limitação só pode ser
estabelecida por lei em sentido estrito. Daí a impropriedade da denominação limitação
administrativa. A Administração limita-se a zelar pela observância das limitações estabelecidas em
lei. No caso de servidão administrativa, o Decreto limita-se a apontar concretamente o imóvel a ser
gravado.
II - A competência tributária (competência da União, Estados, Municípios e Distrito Federal em
instituir tributos), não sendo plena, assim sendo, encontra-se limitações na própria Carta Magna.
Entende-se como limitações ao poder de tributar toda e qualquer restrição imposta pela Constituição
Federal às entidades dotadas do poder de instituir tributos.
III. Os limites materiais ao poder de reforma referem-se a algumas decisões que não estão, na
prática, ao alcance do poder constituinte reformador. Esses limites representam o máximo
“entrincheiramento” das normas jurídicas, sendo, dessa forma, chamados por muitos autores de
“cláusulas pétreas”, devido ao seu caráter imutável. Até a Segunda Guerra Mundial, não era muito
comum a existência de cláusulas pétreas nas Constituições, pois não havia uma distinção precisa
entre o poder constituinte originário e o poder constituinte derivado.
É correto o que se afirma em:
 
A+
A
A-
23/02/2024 14:30 AO2: Direito Tributário e Empresarial
https://famonline.instructure.com/courses/31495/quizzes/159318 3/12
Pergunta 2
0,6 / 0,6 pts
 A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira
Correto!
 As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I.
Alternativa correta, pois as asserções I e II são proposições verdadeiras,
Alternativa correta, pois as asserções I e II são proposições verdadeiras e a II é uma justificativa da
I.
A partir da Constituição Federal de 1988 foi incorporado ao nosso ordenamento jurídico a
preocupação com a Defesa do Consumidor como garantia fundamental do indivíduo, e como
princípio de ordem econômica e de equilíbrio social. Nossa Constituição determinou a
implementação de um conjunto de regras que criassem um sistema efetivo de proteção voltado para
o atingimento das finalidades estabelecidas no âmbito constitucional, com isso foi originado nosso
Código de Defesa do Consumidor, regulando as relações de consumo e afastando o desequilíbrio
existente nessa relação.
Leia o texto a seguir:
 O Código de Defesa do Consumidor é a legislação protetiva da parte vulnerável na relação
consumerista, qual seja, o consumidor. Por isso, ele prevê, em rol exemplificativo, diversos
princípios e direitos básicos ao consumidor para que possam materialmente se igualar ao
fornecedor, detentor de maiores conhecimentos de ordem jurídica, técnica, operacional e
informacional. Assim, por se tratar de norma de ordem pública, em regra, as normas consumeristas
devem ser aplicadas de ofício pelo Juiz, com o fim, repita-se, de efetivar a igualdade material nas
relações consumeristas.
Disponível em: em: http://conteudojuridico.com.br/consulta/Artigos/45291/principios-e-direitos-basicos-no-codigo-de-defesa-do-consumidor
 (http://conteudojuridico.com.br/consulta/Artigos/45291/principios-e-direitos-basicos-no-codigo-de-defesa-do-consumidor) . Acesso em: 12 de
setembro de 2019. Adaptado
I - É dever do Estado, portanto, o de promover referido direito na forma da Lei, conforme
determinado expressamente pela Constituição da República. Impõe-se, por conseguinte, que o
legislador ordinário se conecte a esse direito fundamental, de modo que a proteção constitucional
seja efetivada por meio de normas jurídicas apropriadas à defesa do consumidor, enquanto direito
humano fundamental.
 PORQUE
II - Por outro lado, ao tratar de norma de interesse social, o Código de Defesa do Consumidor
buscou facilitar o acesso à justiça dessa coletividade de consumidores, de modo a lhes possibilitar o
enfrentamento ao poder econômico e permitir um real equilíbrio na relação jurídica de consumo.
A respeito dessas asserções, assinale a opção correta:
A+
A
A-
http://conteudojuridico.com.br/consulta/Artigos/45291/principios-e-direitos-basicos-no-codigo-de-defesa-do-consumidor
23/02/2024 14:30 AO2: Direito Tributário e Empresarial
https://famonline.instructure.com/courses/31495/quizzes/159318 4/12
 A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira
 A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
 As asserções I e II são proposições falsas.

Pergunta 3
0,6 / 0,6 pts
 A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa
Correto!
Leia o texto a seguir:
 A obrigação tributária pode ser definida como o vínculo jurídico que une o sujeito ativo ao sujeito
passivo, conferindoao último o direito de constituir o crédito tributário. De acordo com o art. 113 do
CTN existem dois tipos de obrigação tributária, veja-se:
Art. 113. A obrigação tributária é principal ou acessória.
1º A obrigação principal surge com a ocorrência do fato gerador, tem por objeto o pagamento de
tributo ou penalidade pecuniária e extingue-se juntamente com o crédito dela decorrente.
2º A obrigação acessória decorre da legislação tributária e tem por objeto as prestações,
positivas ou negativas, nela previstas no interesse da arrecadação ou da fiscalização dos
tributos.
3º A obrigação acessória, pelo simples fato da sua inobservância, converte-se em obrigação
principal relativamente à penalidade pecuniária.
 Será principal a obrigação que tiver por objeto o pagamento, seja de tributo ou penalidade.
Justamente por envolver pagamento, essa obrigação sempre decorrerá de lei em sentido estrito
(princípio da legalidade). Será acessória a obrigação que tiver por objeto fazer, não fazer ou tolerar,
exemplo: escriturar livros, não receber mercadoria desacompanhada dos documentos fiscais e
tolerar a fiscalização. Tal modalidade de obrigação decorre da legislação tributária. Caso a obrigação
acessória seja descumprida, nascerá uma obrigação principal, porque o descumprimento dela gera
a imposição de multa (penalidade pecuniária).
Disponível em: https://fbalsan.jusbrasil.com.br/artigos/347234830/aprenda-de-uma-vez-por-todas-a-diferenciar-obrigacao-tributaria-principal-
e-acessoria. Acesso em: 12 de setembro de 2019. Adaptado.
Avalie as asserções a seguir e a relação entre elas:
I - As obrigações acessórias são deveres administrativos que possuem a finalidade de comprovar e
gerenciar o cumprimento da obrigação tributária exigida pelos tributos.
 PORQUE
II - As obrigações acessórias fornecem aos órgãos responsáveis, por sua fiscalização, informações
que corroborem o pagamento dessas obrigações.
A respeito dessas asserções, assinale a opção correta:
A+
A
A-
23/02/2024 14:30 AO2: Direito Tributário e Empresarial
https://famonline.instructure.com/courses/31495/quizzes/159318 5/12
 As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I
Alternativa correta, pois as asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da
I.
A entrega das Obrigações Acessórias é uma imposição oriunda dos órgãos estatais, aos
contribuintes, com isso garantindo a legalidade e periodicidade dos recolhimentos tributários, e
demonstrando a transparência em suas atividades
 As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa da I.
 As asserções I e II são proposições falsas.
 A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira

Pergunta 4
0,6 / 0,6 pts
Correto!
 
A função social da sociedade empresária é atingida quando ela atende aos princípios da liberdade, igualdade,
dignidade, solidariedade, democracia, reduz ou procura reduzir as desigualdades sociais e cumpre os valores
ambientais, ou seja, não busca somente o lucro.
Alternativa correta.
A Função Social da Empresa engloba a ideia de que esta não deve visar somente o lucro, ela deve
também se preocupar com os reflexos que suas decisões podem ocasionar na sociedade, seja de
forma geral, incorporando ao bem privado uma utilização voltada para a coletividade; ou de forma
específica, trazendo realização social ao empresário e para todos aqueles que colaboraram para
alcançar esse objetivo, ou seja, o equilíbrio entre a busca pela lucratividade deve andar em conjunto,
e em consonância, com o bem estar social.
Leia o texto a seguir:
 Como resultados dos estudos da Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, foi
publicado em 1987 o Relatório Bruntdtland, inserindo o desenvolvimento sustentável como um novo
paradigma, segundo o qual o desenvolvimento deve satisfazer as necessidades do presente sem
comprometer a capacidade de as futuras gerações de satisfazerem as suas próprias necessidades
(VIEGAS, 2008). Este conceito é o mais aceito pela comunidade internacional, uma vez que, foi a
partir dele que se buscou estabelecer o equilíbrio entre o desenvolvimento econômico e a
necessidade de proteção do meio ambiente para as presentes e futuras gerações, constituindo-se
em um conceito intergeracional. O Relatório Brundtland foi o primeiro documento formal, onde ficou
assentado que o desenvolvimento sustentável deveria ser um princípio orientador das futuras
estratégias de crescimento econômico e de desenvolvimento humano.
Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/viewFile/2048/1601. Acesso em: 12 de setembro de 2019. Adaptado
Podemos identificar o Princípio da Função Social da Empresa em qual das alternativas?
A+
A
A-
23/02/2024 14:30 AO2: Direito Tributário e Empresarial
https://famonline.instructure.com/courses/31495/quizzes/159318 6/12
 
Cumpre com sua função social a empresa que tem um projeto de desenvolvimento econômico, aliando à
perseguição do lucro, projetos financeiramente adequados, programas de valorização dos acionistas, dentre outros
 
A ideia de que a empresa deve primeiramente visar a lucratividade, sendo que a preocupação sobre os reflexos
sociais de suas decisões perante a sociedade cabe aos órgãos governamentais, pois o bem social ocorre quando
existe o oferecimento de emprego para a sociedade, ou de forma específica, quando o empresário atinge seus
objetivos.
 
O atual ambiente empresarial ocasionou o aumento da produtividade em função da utilização de novas
tecnologias, e a difusão de novos conhecimentos, que levam as empresas a investir mais em processos de gestão,
buscando competitividade
 
O conjunto de ações e estratégias aplicadas em um negócio, utilizando de seus recursos financeiros, estruturais e
humanos. O sistema de uma organização é elaborado a partir de diferentes partes que a compõem, sempre com
foco em crescimento e alcance de resultados maiores e melhores

Pergunta 5
0,6 / 0,6 pts
Leia o texto a seguir:
 Ciclo do Ouro em Minas Gerais
As grandes jazidas de ouro foram descobertas em Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso, onde foram
divididas em forma de lavras (lotes auríferos para exploração, a exemplo das sesmarias
latifundiárias de monocultura).
Durante o auge deste ciclo, no século 18, foi gerado um grande fluxo de pessoas e mercadorias nas
regiões citadas, desenvolvendo-as intelectual (chegada de ideias iluministas trazidas pela elite
recém intelectualizada) e economicamente (produção alimentar para subsistência e pequenas
manufaturas).
Nesse período, estima-se que a população brasileira tenha passado de 300 mil para cerca de 3
milhões de pessoas
Com o advento da exploração aurífera, esta atividade passou a ser a mais lucrativa na colônia, o
que acarretou a transferência da capital colonial de Salvador para o Rio de Janeiro, de modo a
assegurar a fiscalização das regiões de mineração que se acercavam.
Por fim, o ciclo do ouro perdurou até o ocaso do século 18, quando se esgotaram as minas,
aproximadamente em 1785, em pleno desenrolar da Revolução Industrial.
Disponível em: https://www.todamateria.com.br/ciclo-do-ouro/
(https://www.todamateria.com.br/ciclo-do-ouro/) . Acesso em: 11 de setembro de 2019. Adaptado
Quais foram os sistemas de arrecadação de tributos sobre ouro, o chamado Quinto, criados na
época do ciclo do ouro?
A+
A
A-
https://www.todamateria.com.br/ciclo-do-ouro/
23/02/2024 14:30 AO2: Direito Tributário e Empresarial
https://famonline.instructure.com/courses/31495/quizzes/159318 7/12
 II, apenas.
Correto!
 I, apenas.
Esta alternativa está correta, pois apenas a afirmação I está correta.
Para garantia do pagamento do Quinto, ou 20% do ouro descoberto e explorado, Portugal
determinou que fossem criados mecanismos para essa arrecadação, sendo a Capitação, as Fintas e
as Casas de Fundição as formas utilizadas para garantia dessa arrecadação de tributos sobre o
ouro.
 I, II apenas.II, III, apenas.
 III, apenas.

Pergunta 6
0,6 / 0,6 pts
I - Capitação, Fintas, Casas de Fundição.
II - Capitanias Hereditárias, ICMS, Ourives.
III. Derrama, IPI, Provedoria da Fazenda Real.
É correto o que se afirma em:
Leia o texto a seguir:
 
 Princípios são espécies de normas jurídicas que possuem maior abstração comparada com as leis
em sentido amplo. Estas são normas gerais e abstratas que como regra regulam comportamentos
ao passo que os princípios não existem exatamente para regular comportamento, mas acabam por
regular nos casos da lacuna da lei. O direito tributário, como todo ramo do direito, também é
regulado por leis, entretanto, nos casos em que estas inexistirem, podemos nos valer dos princípios
tributários. Importante frisar que estes princípios servem também como anteparo à ganância da
arrecadação fazendária na medida em que impõe inúmeras regras para que as leis tributárias
possam criar obrigações, e mais, do mesmo modo, para que sejam exigidas. Oportuno salientar que
tamanha é a importância da observância dos princípios no campo tributário que o Supremo Tribunal
Federal já reconheceu que o princípio da anterioridade tributária é cláusula pétrea, ou seja, faz parte
do núcleo intangível da Constituição Federal, não podendo sequer ser suprimido. Por estas razões,
é valioso o estudo dos princípios do direito tributário.
Disponível em: https://semanaacademica.org.br/system/files/artigos/princ_direito_tributario.pdf
(https://semanaacademica.org.br/system/files/artigos/princ_direito_tributario.pdf) . Acesso em: 11 de setembro de 2019. Adaptado
Avalie as asserções a seguir e a relação entre elas:
A+
A
A-
https://semanaacademica.org.br/system/files/artigos/princ_direito_tributario.pdf
23/02/2024 14:30 AO2: Direito Tributário e Empresarial
https://famonline.instructure.com/courses/31495/quizzes/159318 8/12
 As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa da I.
 As asserções I e II são proposições falsas
 A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.
 As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I.
Correto!
 A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
Esta alternativa está correta, pois a asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição
falsa.
A Constituição Federal de 1988 destacou 3 pilares fundamentais na reestruturação do Sistema
Tributário Brasileiro, sendo eles: Os Princípios Gerais de Tributação, a Limitação ao Poder de
Tributar, e a Distribuição das Competências Tributárias.

Pergunta 7
0,6 / 0,6 pts
I - A Constituição Federal de 1988 trouxe uma ampla reestruturação do sistema tributário brasileiro
 PORQUE
II - Destacou 03 pilares fundamentais, a Subjetividade Fiscal, os Princípios Empresariais e a
Ilegalidade Constitucional.
A respeito dessas asserções, assinale a opção correta:
Leia o texto a seguir:
 
 Os princípios constitucionais são as principais normas fundamentais de conduta de um indivíduo
mediante às leis já impostas, além de exigências básicas ou fundamentos para tratar uma
determinada situação e podem até ser classificados como a base do próprio Direito. São o alicerce
para qualquer indivíduo. É indispensável tomar nota dos assuntos que rodeiam os seus direitos e
deveres. A Constituição Federal de 1988 é o livro que está hierarquicamente acima de todos os
outros, em nível de legislação no Brasil. A Constituição é a lei fundamental e os princípios
constitucionais são o que protegem os atributos fundamentais da ordem jurídica. Os princípios
constitucionais podem ser divididos em princípios constitucionais políticos e jurídicos. Os conceitos
irão variar de acordo com as concepções de cada autor que escreve sobre esse assunto.
Disponível em: http://principios-constitucionais.info/ (http://principios-constitucionais.info/) . Acesso em: 12 de setembro de 2019. Adaptado.
Avalie as asserções a seguir e a relação entre elas:
I - O Princípio da Legalidade pode ser considerado como uma condição absoluta possibilitando a
validade da atuação Estatal.
 PORQUE
A+
A
A-
http://principios-constitucionais.info/
23/02/2024 14:30 AO2: Direito Tributário e Empresarial
https://famonline.instructure.com/courses/31495/quizzes/159318 9/12
 As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa da I.
Correto!
 As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I.
Alternativa correta, pois as asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da
I.
Os Princípios são premissas criadas para estruturar o Estado de Direito, e Legalidade significa a
característica de algo que respeita a lei. Sendo uma das bases do nosso ordenamento jurídico, o
Princípio da Legalidade prevê que todas as normas devem estar cientes da nulidade de punição
caso inexistência lei anterior que preveja determinada situação. O postulado aparece desde a
Constituição Federal de 1988, e podemos afirmar que toda ação efetuada em conformidade com a
legislação vigente integra a legalidade, não sendo passível de punição.
 A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
 A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira
 As asserções I e II são proposições falsas.

Pergunta 8
0,6 / 0,6 pts
II - O Princípio da Legalidade pode trazer sérias consequências para a Administração Pública,
inclusive impossibilitando qualquer exigência dos contribuintes no tocante ao recolhimento de
impostos, taxas e contribuições.
 
A respeito dessas asserções, assinale a opção correta:
Leia o texto a seguir:
 Antes da Revolução Francesa não havia qualquer ordenamento jurídico que regulasse o direito dos
indivíduos. Ao fim do século 18 e início do século 19, com base nos ideais iluministas, os princípios
de igualdade e liberdade passaram a receber maior atenção. Entretanto, a Constituição de Weimar
de 1919 teve papel ainda mais importante para a garantia dos direitos fundamentais, indispensáveis
à manutenção da democracia. Os demais princípios, como o do contraditório e o da ampla defesa,
decorrem do princípio da igualdade, sendo consequências deste. O que se pretende, enfim, é a
igualdade material, a norma construída para atingir os objetivos do Estado Democrático de Direito.
Disponível em: https://luizaamaral.jusbrasil.com.br/artigos/252308951/a-evolucao-dos- principios-da-isonomia-e-igualdade-na-legislacao-
brasileira. Acesso em: 12 de setembro de 2019. Adaptado
Analise as afirmações a seguir:
I - Tal princípio deve ser considerado em dois aspectos: o da igualdade na lei, a qual é destinada ao
legislador, ou ao próprio executivo, que, na elaboração das leis, atos normativos, e medidas
provisórias, não poderão fazer nenhuma discriminação.
A+
A
A-
23/02/2024 14:30 AO2: Direito Tributário e Empresarial
https://famonline.instructure.com/courses/31495/quizzes/159318 10/12
 I, II, apenas.
 II, III, apenas.
 I, III, apenas.
Correto!
 I, II e III.
Está alternativa está correta, pois as afirmações I, II e III estão corretas.
O Princípio da Igualdade ou da Isonomia prevê o tratamento igualitário para com todos os
contribuintes, proibida qualquer distinção. Por meio desse princípio são vedadas as diferenciações
arbitrárias e absurdas, não justificáveis pelos valores da Constituição Federal. Tal princípio também
deve ser observado pelo legislador na aplicação da lei, e na instituição e cobrança de tributos, com
isso é garantida a observância desse importante principio constitucional.
 I, apenas

Pergunta 9
0,6 / 0,6 pts
II - No Direito Tributário, a isonomia ou igualdade tributária está prevista na Constituição Federal,
segundo o qual "é vedado à União, aos Estados, ao DF e aos Municípios instituir tratamento
desigual entre contribuintes que se encontrem em situaçãoequivalente, proibida qualquer distinção
em razão de ocupação profissional ou função por eles exercida, independentemente da
denominação jurídica dos rendimentos, títulos ou direitos".
 
III. O princípio da isonomia (também conhecido como princípio da igualdade tributária), em Direito
Tributário, prescreve que não poderá haver instituição e cobrança de tributos de forma desigual
entre contribuintes que se encontram em condições de igualdade jurídica.
 
É correto o que se afirma em:
Leia o texto a seguir:
 A teor do artigo 620 da CLT, no conflito entre um Acordo e uma Convenção Coletiva de Trabalho,
deve prevalecer a norma que, em seu todo, seja mais benéfica ao empregado. Aplicam-se, dessa
forma, a teoria do conglobamento e o princípio constitucional da norma mais favorável,
consubstanciado no caput do art. 7º da Constituição da República. Na hipótese, deve ser mantida a
decisão de origem que reconheceu como aplicável o instrumento coletivo que prevê o piso salarial
mais favorável ao Obreiro.
TRT da 3.ª Região; PJe: 0010374-10.2016.5.03.0098 (RO); Disponibilização: 30/05/2017,
DEJT/TRT3/Cad.Jud, Página 601; Órgão Julgador: Oitava Turma; Relator: Marcio Ribeiro do Valle.
Disponível em: http://www.sincovaga.com.br/principio-da-norma-mais-favoravel-observancia-
A+
A
A-
http://www.sincovaga.com.br/principio-da-norma-mais-favoravel-observancia-do-art-620-da-clt-aplicabilidade-das-normas-coletivas/
http://www.sincovaga.com.br/principio-da-norma-mais-favoravel-observancia-do-art-620-da-clt-aplicabilidade-das-normas-coletivas/
23/02/2024 14:30 AO2: Direito Tributário e Empresarial
https://famonline.instructure.com/courses/31495/quizzes/159318 11/12
 I, apenas.
 I e II, apenas
 I e III, apenas.
Correto!
 III, apenas
Esta alternativa está correta, pois apenas a afirmação III está correta.
O Princípio da Norma Mais Favorável impõe ao operador do direito, ou seja, ao Juiz, que ao analisar
um caso concreto, que havendo pluralidade de normas é seu dever aplicar ao caso concreto a
norma que mais favorecer ao trabalhador. Assim, independentemente da sua colocação na escala
hierárquica das normas jurídicas, será aplicada sempre a que for mais favorável ao trabalhador.
 II, apenas.

Pergunta 10
0,6 / 0,6 pts
do-art-620-da-clt-aplicabilidade-das-normas-coletivas/ (http://www.sincovaga.com.br/principio-
da-norma-mais-favoravel-observancia-do-art-620-da-clt-aplicabilidade-das-normas-coletivas/) . Acesso
em: 12 de setembro de 2019. Adaptado
Avalie as afirmações a seguir:
I - Tal Princípio destaca justamente que o que vale é o que acontece realmente e não o que está
escrito. Nele a verdade dos fatos torna-se superior a qualquer contrato formal, ou seja, em caso de
conflito entre o que está escrito e o ocorrido de fato, prevalecerá a questão fática.
II - Esse Princípio prevê que o trabalhador, sendo considerado inferior na relação trabalhista, não
pode ser afastado ou impedido de pleitear em juízo os seus direitos, assim o juiz no caso concreto
deve buscar o equilíbrio entre as partes, corrigindo qualquer desigualdade no acesso à justiça e na
efetivação das leis.
III. Prevê esse Princípio que, ocorrendo a existência de duas ou mais normas vigentes na mesma
época e igualmente aplicáveis ao caso concreto em análise, aplica-se a norma que for mais
favorável ao trabalhador.
Relativo ao Princípio da Norma mais favorável, é correto o que se afirma em:
Leia o texto a seguir:
 
 Prestação é o objeto de uma obrigação. É o dar, fazer ou não fazer algo em nome de uma
obrigação que se tem frente a outra pessoa, física ou jurídica. Popularmente falando, o pagamento
de parcelas na aquisição de um bem em um estabelecimento comercial é uma prestação.
A+
A
A-
http://www.sincovaga.com.br/principio-da-norma-mais-favoravel-observancia-do-art-620-da-clt-aplicabilidade-das-normas-coletivas/
http://www.sincovaga.com.br/principio-da-norma-mais-favoravel-observancia-do-art-620-da-clt-aplicabilidade-das-normas-coletivas/
23/02/2024 14:30 AO2: Direito Tributário e Empresarial
https://famonline.instructure.com/courses/31495/quizzes/159318 12/12
 
Refere-se ao pagamento do tributo, e independe da manifestação de vontade do particular. Assim, ocorrido o fato
gerador, o tributo é devido e deve ser pago
 
Prestação Pecuniária refere-se a que o pagamento de tributo não deve ser utilizado com o propósito de punir o
contribuinte, ou seja, com o objetivo de aplicar uma penalidade pela prática de um ato ilícito.
 
É a prestação cobrada mediante atividade administrativa plenamente vinculada, assim, se por um lado o particular
está obrigado a pagar tributos (prestação pecuniária), por outro o Fisco não pode se abster da cobrança quando o
tributo é devido.
 
É uma prestação instituída em lei, em razão do princípio da legalidade tributária, com isso todo e qualquer tributo
deve ser instituído por meio de lei, via de regra por lei ordinária, ressalvados os casos específicos outra norma
legal é exigida.
Correto!
 
Prestação Pecuniária refere-se ao pagamento em dinheiro, ou seja, a forma de efetivação dessa prestação se dá
sempre com o pagamento em dinheiro.
Alternativa correta.
A expressão Prestação Pecuniária está relacionada a pagamento em dinheiro, ou seja, fica expresso
que a forma de efetivação dessa prestação se dá com o pagamento em dinheiro, proporcionando ao
estado recursos financeiros para o desenvolvimento de suas atividades, estando isso previsto em
nosso Código Tributário Nacional.
Pontuação do teste: 6 de 6
A Prestação nada mais é do que o pagamento de uma dívida. Por exemplo: no comércio em geral, o
valor das prestações são uma divisão exata do valor total da aquisição acrescidas de juros. Mas
podemos também entender a Prestação como uma conduta, ou um ato que deve ser respeitado no
pagamento de um tributo.
Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Prestação (https://pt.wikipedia.org/wiki/Presta%C3%A7%C3%A3o) . Acesso em: 12 de setembro de
2019. Adaptado
A que se refere a expressão Prestação Pecuniária? A+
A
A-
https://pt.wikipedia.org/wiki/Presta%C3%A7%C3%A3o

Outros materiais