Buscar

CPS E TRIZ

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

No mundo globalizado no qual estamos inseridos, pode-se afirmar que é essencial a 
presença de talentos que possuam a capacidade de resolver problemas. Esses 
profissionais que conseguem desenvolver soluções inovadoras têm sido procurados 
pelas empresas como o “pote de ouro no fim do arco-íris”, dada a relevância que a 
questão possui. O grande desafio para solucionar esse dilema é que essa competência 
é rara e difícil de encontrar nos profissionais atualmente. 
Diante do proposto, as metodologias Creative Problem-Solving (CPS) e Teoria da 
Solução Inventiva de Problemas (TRIZ) surgem como propostas para disseminar a 
cultura da resolução de problemas por meio de métodos bem instituídos e com 
resultados e aplicações eficazes. 
Disserte sobre a importância do profissional capaz de resolver problemas nas empresas, 
inspirado pelas metodologias propostas, e explique cada um dos métodos. Indique quais 
são as premissas básicas nas quais os métodos são desenvolvidos e os passos 
tomados em busca de soluções criativas para os problemas do mundo moderno. 
 
CPS (Criação de Soluções Participativas) e abordagem TRIZ (Teoria da Solução 
Inventiva de Problemas) 
Profissionais com habilidades de resolver problemas analisando-as e tomando boas 
decisões podem ser a diferença entre o sucesso e o fracasso para uma empresa. A busca desses 
profissionais de alta performance é vital para obtenção de bons resultados para o negócio, dentre 
essas habilidades estão: identificar problemas, analisar e solucioná-los e para tal são propostas 
duas abordagens para solução de problemas com bons resultados a aplicações: CPS (Criação de 
Soluções Participativas) e abordagem TRIZ (Teoria da Solução Inventiva de Problemas) 
A abordagem CPS (Criação de Soluções Participativas) é baseada na colaboração entre 
diferentes indivíduos para a solução de problemas complexos. Trata-se de um método 
comprovado para abordar um problema ou desafio de uma maneira imaginativa e inovadora. Para 
isso conta com metodologia de redefinição dos problemas e oportunidades para então criar 
respostas e novas soluções inovadoras. 
O processo é dividido em seis etapas: 
1. Confusão ( Mess-finding - MF) Busca de informações e estabelecendo-se objetivos. 
2. Apuração de fatos ( Fact-finding – FF) Entender a profundidade do problema e descrever 
insights. 
3. Localização de problemas ( Problem-finding – PF) Identificar o problema real 
4. Busca de ideias ( Idea-finding – IF) Gerar idéias e desenvolver a habilidade de soluções 
5. Localização da solução ( Solution-finding – SF) Fortalecer a solução por análise crítica. 
6. Busca de aceitação ( Acceptance-finding – AF) Com uma solução viável desenvolver um 
plano de ação. 
Dentre as ferramentas a partir dos resultados das etapas citadas podem ser usados: votação 
por pontos, highlighting ( Hits, Cluster, Restate ), plano de ação (5W2H). Conclui-se portanto 
que essa metodologia permite desenvolvimento da capacidade sensorial e da flexibilidade para 
encontrar novos caminhos para solucionar os problemas. 
A abordagem TRIZ (Teoria da Solução Inventiva de Problemas) é uma abordagem baseada 
na análise e previsão para resolução de problemas derivada de metodologia heurística baseada em 
conhecimento e direcionada ao ser humano, ela aplica princípios sistemáticos para solução de 
problemas partindo-se do problema genérico e criando uma solução específica. Pode ser aplicada 
a serviços, produtos ou processos. A solução para qualquer problema deve ser universal e aplicada 
a um grande número de casos. Ela usa 3 conceitos fundamentais: idealidade, recursos e 
contradições. 
Ela usa as seguintes ferramentas: Tabela das contradições, Princípios inventivos, Princípios 
da separação, Formulação do problema, Idealização e Recursos, Análise da 
função.e.Evolução.tecnológica. 
A sistematização do processo de criatividade e procura por soluções inventivas, organizando 
os problemas e orientando a busca por ideias já utilizadas são diferencial da TRIZ assim com 
proposições que atuem nas melhorias futuras. 
As vantagens são: usar profissionais da própria empresa, sair da zona de conforto em busca 
de melhores soluções, antecipar problemas futuros solucionando-os, redução de custos e melhoria 
da qualidade e processos, aumento da qualificação, competitividade na empresa. 
Os passos do processo da TRIZ são: 
Define-se uma contradição. Demanda encontrar o motivo causador do problema, ou seja, o que 
não está funcionando que motivou essa pesquisa. 
 
Avalia-se o objeto do estudo. Demanda encontrar quais são os recursos disponíveis, para 
solucionar o problema. 
 
Planeja-se os resultados. Demanda definir quais são os resultados esperados após a 
implementação da solução. 
 
Desenvolve-se as ideias. Demanda gerar os insights, utilizando os quarenta princípios da 
metodologia. 
O processo da TRIZ avalia 40 princípios que buscam avaliar um problema específico, sob o 
prisma genérico e então desenvolver uma solução específica. 
 Portanto enquanto a metodologia CPS busca atender as necessidades da empresa, 
qualificando profissionais está mais voltada para o curto prazo enquanto a metodologia TRIZ está 
direcionada para o desenvolvimento de aprendizagem aplicado em diversos setores sendo 
recomendada para o longo prazo. 
 Bons profissionais podem usar as metodologias separadamente ou em conjunto na 
resolução de problemas complexos obtendo-se bons resultados.

Continue navegando