Buscar

Arte - Plano de Aula Mulher

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 3 páginas

Prévia do material em texto

arte e datas comemorativas
D IA DA MULHER
PLANO DE AULA
Objetivos:
• Reconhecer procedimentos do canto 
e da apreciação musical 
• Entrar em contato com músicas 
brasileiras feita por mulheres
Tempo estimado: 4 a 5 aulas
Materiais:
• computador com caixas de som e acesso à internet
• aparelho para tocar CDs
• impressão das letras de músicas
Saiba mais:
• Sobre feminismo no Brasil: http://goo.gl/m3zEpu 
• Sobre as conquistas do movimento feminista 
no Brasil e no mundo: http://goo.gl/YIyyGc
• Site de músicas e letras: http://letras.mus.br/ 
• Site de vídeos: https://www.youtube.com/
ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS
••••••• Contextualização •••••••
Existem várias versões para a origem do Dia da Mu-
lher. Talvez a versão mais significativa remeta ao final 
do século XIX com a luta das mulheres operárias por 
direitos trabalhistas mais igualitários. Vários países da 
Europa e os Estados Unidos assistiram a protestos li-
derados por mulheres que trabalhavam em fábricas 
em busca de melhores condições de trabalho, melho-
res salários, jornadas de trabalho mais curtas (que na 
época chegavam a 15 horas por dia), o fim do trabalho 
infantil, o direito ao voto, ao estudo e a exercer uma 
profissão. O primeiro Dia da Mulher foi celebrado em 
maio de 1908 nos Estados Unidos, mas foi apenas em 
1977 que o “8 de março” foi reconhecido oficialmen-
te pela Organização das Nações Unidas (ONU) como 
Dia Internacional da Mulher. Aprofunde seus conheci-
mentos na seção Saiba mais.
Todo dia é dia de respeitar as mulheres. O dia 8 de 
março é uma data para relembrar as conquistas de di-
reitos, reforçar o apoio às mobilizações em prol destas 
causas, dialogar e, principalmente, combater as discri-
minações e violências morais, físicas e sexuais ainda 
sofridas pelas mulheres. 
Hoje em dia os movimentos feministas reivindicam 
direitos econômicos, sociais, culturais e ambientais 
das mulheres; os direitos universais à educação e à 
saúde; os direitos sexuais e reprodutivos; direito sobre 
a gestação, com acesso de qualidade à concepção e/ou 
contracepção; descriminalização do aborto como um 
direito de cidadania e questão de saúde pública, etc. 
É muito importante manter conversas constan-
tes com as crianças sobre a igualdade entre os gêne-
ros e sobre atitudes que possam agredir de alguma 
forma as meninas, especialmente em situações tidas 
como naturais por nossa sociedade como piadas ou 
comentários machistas, brincadeiras sexistas (como 
competições entre meninos e meninas), atitudes que 
as agridam física, moral ou até sexualmente (como 
tentativas forçadas de beijos e abraços), ou qualquer 
outra forma de discriminação ou violência. É preciso 
muita atenção, cuidado e diálogo para resolver essas 
questões. É a partir de pequenas atitudes no dia a dia 
que começamos a criar uma sociedade mais justa e 
generosa.
Um ponto a ser ressaltado e conversado com as 
crianças são as funções que a mulher ocupa no mundo 
atual. Ao evitar representações estereotipadas da figu-
ra da mulher como a mãe que fica somente em casa 
cuidando do marido, dos filhos e da vida doméstica, 
você estará contribuindo para que meninas e meninos 
cresçam com múltiplos modelos de vida. Além de se 
aproximar da realidade da grande maioria das mulhe-
res que trabalham fora e acumulam suas funções de 
profissional, provedora, mãe, filha, dona de casa, espo-
sa ou namorada e mulher. É muito provável que gran-
de parte de seus alunos tenham figuras femininas que 
exerçam essa variedade de tarefas e funções dentro e 
fora de casa, inclusive a de provedora principal do lar. 
Além de discutir todas estas questões, a data tam-
bém é uma oportunidade para as crianças homena-
gearem a força e a coragem da mulher e aprenderem 
sobre música brasileira. Em todas as artes, as mulheres 
têm grandes representantes e, neste plano, você en-
contrará sugestões de cantoras brasileiras para traba-
lhar a nossa música com sua turma. O objetivo é que 
as crianças apreciem o trabalho de cantoras nacionais. 
A música brasileira possui uma quantidade enor-
me de ótimas cantoras. Seguem algumas sugestões 
de vários estilos: Elis Regina, Maria Bethânia, Rita Lee, 
Beth Carvalho, Clara Nunes, Gal Costa, Marisa Monte, 
Adriana Calcanhoto, e mais recentemente, Céu, Va-
nessa da Mata, Maria Gadú, Mallu Magalhães, entre 
muitas outras. Aproveite e conheça mais da nossa mú-
sica junto com as crianças!
DIA DA MULHERArte e datas comemorativas
1
••••••• Desenvolvimento •••••••
ETAPA 1: Conversa inicial
Nesta aula, as crianças conhecerão a proposta e 
aspectos dos direitos das mulheres.
Para iniciar, converse sobre a igualdade dos direitos 
de meninos e meninas em diferentes âmbitos da vida 
cotidiana das crianças e ressalte o fato de sermos todos 
seres humanos portadores de direitos fundamentais. 
Conte sobre a luta das mulheres para conquistar estes 
direitos e sobre como alcançaram seu espaço em todas 
as áreas de conhecimento, especialmente nas artes. Co-
mente que a proposta é uma forma de homenagear as 
mulheres, conhecendo artistas brasileiras da música. 
ETAPA 2: Apreciação de nossas cantoras
Nesta aula, as crianças apreciarão as músicas de 
algumas cantoras brasileiras. 
Selecione algumas canções de cantoras brasileiras 
famosas. Há sugestões de artistas na contextualização 
deste plano. A variedade nos estilos e uma pesquisa so-
bre a obra da cantora ampliam o repertório das crian-
ças. Na seção Saiba mais, você encontra alguns sites 
com material disponível. 
Para favorecer a concentração das crianças, peça 
que fechem os olhos e ouçam o som da própria respira-
ção, assim como o ritmo e a intensidade das batidas do 
coração. Para isso será preciso silêncio. 
Depois toque a sequência de músicas que escolheu 
e, durante cada uma delas, peça que as crianças tentem 
reconhecer os diferentes instrumentos que estão sendo 
tocados. Em um espaço amplo, peça que as crianças se 
movimentem conforme o andamento e a intensidade 
da música. Esses exercícios de apreciação e percepção 
farão com que as crianças fiquem atentas e apurem sua 
escuta. Pause e volte trechos para que elas possam ou-
vir novamente. Faça cópias das letras das músicas para 
a próxima etapa. 
ETAPA 3: Cantando
Nesta aula, as crianças escolherão as músicas e 
cantarão juntas.
Para aquecer, faça uma divertida brincadeira de vi-
bração das cordas vocais. Peça que a turma se divida em 
duplas. De frente um para o outro, elas devem produ-
zir sons de “brrrrrr” e “grrrrrrr” mudando intensidade, 
velocidade e volume da voz. Oriente para que elas não 
desgastem a voz. Depois, ainda em duplas, peça que 
uma criança por vez faça uma melodia com as vogais 
do seu nome e, ao seu sinal, a outra criança se junte à 
primeira e faça o mesmo, criando uma harmonia entre 
as duas. É possível também trocar as duplas. 
Após este exercício, distribua as letras impressas 
para que ouçam e cantem todas as canções várias ve-
zes. Então, peça que escolham uma das músicas ouvidas 
para aprender a cantar. 
ETAPA 4: Ensaios 
Nestas aulas, as crianças ensaiarão e apresentarão. 
Em um espaço amplo como uma quadra, salão ou 
pátio, organize as duplas ou trios, entregue as letras e 
vá orientando os ensaios. Comece os ensaios com todos 
juntos aquecendo as cordas vocais com os sons “brrr” 
e “grrr”. 
Antes da apresentação, lembre-os de que todos se-
rão cantores e plateia. Uma boa postura de espectador 
é tão importante quanto a concentração do artista. Si-
lêncio e atenção da plateia são fundamentais na apre-
ciação musical. A apresentação pode ser feita para a 
própria sala ou para outros grupos. 
••••••• Avaliação •••••••
Avalie se passaram a apreciar músicas diferentes do 
que as que estavam acostumados; se passaram a ouvir 
com mais atenção; se participaram de forma coletiva e 
respeitosa; se tiveram uma boa postura de espectador. 
2
Arte e datas comemorativas D IA DA MULHER

Continue navegando

Outros materiais