Buscar

IN 128 - Questões

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 28 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 28 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 9, do total de 28 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

SUMÁRIO 
 
APRESENTAÇÃO DO AUTOR ............................................................................................. 3 
NOTA EXPLICATIVA SOBRE ESTE MATERIAL ........................................................... 5 
QUESTÕES INÉDITAS .......................................................................................................... 5 
GABARITO ............................................................................................................................ 26 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
APRESENTAÇÃO DO AUTOR 
 
 Olá, Previdenciarista! 
 Antes de tudo, quero agradecer pela confiança na aquisição desse material! Esteja 
certo de que eu procurei dar o meu melhor na elaboração desse conteúdo, aliando minha 
experiência de mais de 10 anos como concurseiro e servidor do INSS. 
 Meu nome é Francisco Rodrigues da Silva Júnior e, em julho deste ano, completei 10 
anos de exercício na função de técnico do seguro social no INSS. Nesse período, trabalhei em 
vários setores, como o de orientação e informação, reconhecimento de direito, manutenção de 
benefício, demandas judiciais, supervisor de atendimento do chat humanizado do portal Meu 
INSS e , por fim, Ouvidoria. 
 Além de ter trabalhado nesses setores, participei como palestrante, representando a 
instituição, em eventos organizados e promovidos pela Câmara de Dirigentes Lojistas - CDL 
de Salgueiro, pelo Sindicato de Trabalhadores rurais - STR e pela secretaria de 
desenvolvimento social do município de Salgueiro -PE, município onde atualmente resido e 
trabalho. 
 Registro que minha trajetória como concurseiro e servidor público começou cedo. Aos 
18 anos de idade, comecei a prestar concurso e ingressei no serviço público, tendo ao longo 
dos anos feito várias provas nas quais obtive aprovação, dentro das vagas, em quase 90% 
delas, como Banco do Brasil, Instituto Federal dos Sertão Pernambucano, Correios, Policiais 
Penal e Militar de Pernambuco, INSS e outros. 
 Antes de ser servidor do INSS, fui empregado/servidor efetivo em 04 instituições 
públicas, tendo passado pelas três esferas (Município, Estado e União). No INSS, fui 
aprovado em 3º lugar para agência em que concorri e fui nomeado 04 meses após a 
homologação do concurso. 
 Sou formado em Administração pela Universidade de Pernambuco e especialista em 
Administração Pública pela Universidade Cândido Mendes, tendo também iniciado, mas não 
concluído, o curso de Direito, área pela qual tenho muito apreço e interesse. 
 
 Ressalto que para o efetivo exercício do cargo de técnico do seguro social é necessário 
estar atento e atualizado na legislação previdenciária. Nesse sentido, aliando minha 
experiência como concurseiro à vivência e estudo diário do direito previdenciário, asseguro 
que tenho total discernimento para trazer um material de qualidade e confiança para todos que 
estão se preparando para o concurso do INSS e outros que exijam a disciplina de Direito 
Previdenciário no edital. 
 No mais, desejo a todos bons estudos e que possam aproveitar bem todas as 
explicações, pegadinhas e dissecação da IN 128/2022-INSS realizada neste material. 
 Para te ajudar a evoluir ainda mais nos estudos, também disponibilizamos outro E-
book com 200 questões de direito previdenciário – Inéditas e Comentadas, que pode ser 
adquirido através do link: https://go.hotmart.com/T66740669D. 
Por fim, registro que para dúvidas e sugestões, estarei sempre acessível na página do 
instagram @inss_na_veia , que foi o projeto pioneiro para produção desse E-book. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
https://go.hotmart.com/T66740669D
 
 
 
NOTA EXPLICATIVA SOBRE ESTE MATERIAL 
 
1. Este E-book objetiva ser um material de complementação no estudo do Direito 
Previdenciário e contém questões inéditas e atualizadas sobre a IN 128/2022 – INSS, que 
disciplina as regras, procedimentos e rotinas necessárias à efetiva aplicação das normas de 
direito previdenciário em âmbito do INSS. 
2. Logicamente, em razão do limitado número de questões, não foram abordados todos 
os assuntos existentes na 128/2022 – INSS. Assim, esclareço que na elaboração deste 
material busquei explorar, na maioria das questões, os detalhes existentes na IN 128/2022-
INSS que não estão expressos nas leis previdenciárias ou regulamento da previdência social e 
que, na minha análise, possuem maior pertinência temática com as atividades desenvolvidas 
por um técnico do seguro social. 
3. Durante a leitura do material, você poderá observar que em alguns comentários das 
questões eu extrapolei o conteúdo da IN 128/2022-INSS. Isso foi feito tão somente com 
intuito de reforçar o que, na minha concepção, você precisará saber como futuro (a) técnico 
(a) do seguro social. 
4. Se no decorrer da leitura deste material você tiver qualquer dúvida ou observação a 
fazer em relação às questões constantes neste e-book, sinta-se à vontade para entrar em 
contato comigo por meio do instagram: @inss_na_veia. 
5. Feitas essas considerações, vamos aos estudos.
 
 
 
5 
QUESTÕES INÉDITAS 
 
QUESTÃO INÉDITA – 01) No RGPS não existe idade máxima para filiação de um 
segurado, diferentemente do que RPPS da União no qual existe idade máxima de ingresso 
como segurado. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 02) José foi contratado por um empregador rural para exercer, como 
empregado, atividade de motorista de caminhão, sendo o responsável por transportar a 
produção rural de leite da fazenda até uma indústria que realiza o processamento dos insumos 
e produz iogurtes. Diante dessa situação, é correto afirmar José é considerado empregado 
rural para fins previdenciários. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 03) De acordo com a IN 128/2022-INSS, filiado é aquele que se 
relaciona com a Previdência Social na qualidade de segurado obrigatório ou facultativo, 
mediante contribuição ao RGPS. Por outro lado, o não filiado é todo aquele que não possui 
forma de filiação obrigatória ou facultativa ao RGPS, mas se relaciona com a Previdência, 
Social, não sendo observada idade mínima para o seu cadastramento, exceto se representante 
legal ou procurador. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 04) No casos de impossibilidade de emissão de número de 
identificação do trabalhador - NIT para indígenas por falta de apresentação de certidão de 
registro civil, a ausência do referido documento poderá ser suprida, para fins de concessão 
de benefícios previdenciários e assistenciais, pelos registros administrativos de nascimento e 
óbito escriturados pelos Postos Indígenas ou Administrações Executivas da FUNAI. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 05) Pedro foi demitido do trabalho em 01/2022 e requereu o seguro-
desemprego em 02/2022, sendo deferidas 05 parcelas com previsão de pagamento entre 
03/2022 até 07/2022. No mês 03/2022, após ter sido mal orientado por um contador, Pedro 
voltou a efetuar recolhimento para o RGPS no código de recolhimento de contribuinte 
individual, embora não estivesse exercendo atividade como tal, o que causou bloqueio nas 
parcelas do seguro-desemprego. Diante dessa situação, é correto afirmar que a legislação 
assegura a Pedro o direito de ter alteração da categoria de segurado obrigatório para 
facultativo, desde que ele assim solicite e apresente declaração informando não exercer 
atividade de filiação obrigatória vinculada ao RGPS ou RPPS. 
 
 
 
6 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 06) Na análise do requerimento de benefício que envolva pedido de 
reconhecimento da condição de segurado especial, as informações obtidas e acolhidas pelo 
INSS diretamente de bancos de dados disponibilizados por órgãos e entidades públicas serão 
utilizadas para validar ou invalidar informação para o cadastramento do segurado especial, 
bem como, quando for o caso, para deixar dereconhecer essa condição. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 07) De acordo com a legislação previdenciária, é correto afirmar 
que as informações inseridas contemporaneamente no CNIS, independentemente de serem 
inéditas ou retificadoras de dados anteriormente informados, somente serão aceitas se 
corroboradas por documentos que comprovem a sua regularidade. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 08) Na hipótese em que a documentação apresentada pelo 
requerente for insuficiente para formar convicção ao que se pretende comprovar, o INSS 
poderá realizar, conforme o caso, todas as ações necessárias à conclusão do requerimento, ou 
seja, emitir carta de exigência, tomar depoimentos, emitir Pesquisa Externa ou processar 
Justificação Administrativa - JA, observado as regras aplicadas em cada caso. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 09) Ao realizar um requerimento de benefício por meio do site do 
INSS, José observou que o seu endereço se encontrava desatualizado no CNIS. Diante dessa 
situação, é correto afirmar que, para fins de atualização do endereço, José deverá anexar junto 
da documentação do benefício requerido um comprovante de residência atualizado. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 10) O aprendiz, que deve ser maior de 14 anos e menor de 18 anos 
de idade, ressalvada a hipótese da pessoa com deficiência, à qual não se aplica o limite 
máximo de idade, e que possui contrato de aprendizagem por prazo determinado não superior 
a 02 anos, filia-se ao RGPS na condição de empregado. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 11) Pedro, trabalhador portuário, registrado no OGMO, foi 
contratado por operador portuário, com vínculo empregatício com prazo indeterminado, para 
 
 
 
7 
prestar serviço de vigilância de embarcações na área do porto. Considerando essa situação, é 
correto afirmar que Pedro se enquadra na categoria de trabalhador avulso. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 12) Maria foi servidora pública efetiva entre os anos de 1990 até 
1993 em município que não possuía regime próprio de previdência social- RPPS, razão pela 
qual os servidores se vinculavam ao RGPS. Em 1993, a Justiça anulou o ato administrativo de 
nomeação de Maria porque o ingresso dela no cargo público efetivo que ocupava se deu de 
forma irregular, sem ser precedido de concurso público, sendo Maria desligada do serviço 
público após a decisão judicial. Nessa situação, é correto afirmar que o período de efetivo 
labor prestado por Maria será reconhecido no âmbito do RGPS, mesmo com a anulação do ato 
de admissão no serviço público. 
 CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 13) Fábio, servidor público aposentado, encontrava-se em gozo de 
aposentadoria paga pelo RPPS de vinculação quando o referido regime previdenciário entrou 
em extinção, vinculando, por meio de Lei, todos os seus servidores de cargo efetivo ao RGPS. 
Diante dessa situação, é correto afirmar que a aposentadoria de Fábio também passará a ser 
paga pelo RGPS. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 14) José, servidor público federal aposentado, foi eleito vereador no 
município em que reside. Por sua vez, Pedro, servidor público estadual aposentado, foi 
nomeado para o cargo de secretário municipal de educação da cidade em que reside. Diante 
dessa situação, é correto afirmar que tanto José quanto Pedro, obrigatoriamente, vinculam-se 
ao RGPS em razão dos cargos que ocupam após a aposentadoria. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 15) É correto afirmar que o servidor público vinculado a RPPS que 
exercer, concomitantemente, mandato eletivo no cargo de vereador, por haver 
compatibilidade de horários, será obrigatoriamente filiado ao RGPS em razão do cargo 
eletivo, devendo contribuir para este regime sobre a remuneração recebida pelo exercício do 
mandato eletivo e para o RPPS sobre a remuneração recebida pelo exercício do cargo efetivo. 
 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
 
 
 
8 
QUESTÃO INÉDITA – 16) José é servidor público efetivo no município de Penaforte-CE, 
que não possui regime próprio de previdência social- RGPS. Diante dessa situação, é correto 
afirmar que a comprovação junto ao INSS do tempo de contribuição de José no município de 
Penaforte -CE, quando se fizer necessário, dar-se-á mediante apresentação de documento 
comprobatório do vínculo funcional, como ato de nomeação e exoneração, entre outros, 
acompanhado da certidão de tempo de contribuição. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 17) José foi contratado por partido político para, mediante 
remuneração, prestar serviço em campanha eleitoral, promovendo afixação de adesivos em 
carros durante atos de campanha. Diante dessa situação, é correto afirmar que José é segurado 
obrigatório do RGPS e se enquadra na categoria de empregado. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 18) João recebe um auxílio–acidente pelo RGPS desde o ano de 
2015 e atualmente se encontra desempregado, não exercendo nenhuma atividade de filiação 
obrigatória. Diante dessa situação, é correto afirmar que João poderá se filiar como segurado 
facultativo, caso assim deseje, sem prejuízo do recebimento do auxílio-acidente do qual é 
beneficiário. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 19) De acordo com a IN 128/2022-INSS, o valor auferido pelo 
trabalhador rural com a comercialização de sua produção não possui relevância para fins de 
caracterização como segurado especial. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 20) José é o único beneficiário de uma pensão por morte no valor de 
R$ 1.500,00 de sua esposa falecida, que era empregada urbana. Ele sofreu um acidente de 
moto em agosto de 2022 e requereu um auxílio por incapacidade temporária em 09/2022 em 
razão de se encontrar incapacitado para as atividades habituais por 90 dias, a partir da data do 
acidente. Diante dessa situação, considerando que José comprova, por meio de documentos, 
ter exercido atividade rural no período imediatamente anterior ao acidente sofrido, é correto 
afirmar que José faz jus ao benefício postulado haja vista ter comprovado ser segurado 
especial e se encontrar incapacitado, sendo o benefício isento de carência na situação posta. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
 
 
 
9 
QUESTÃO INÉDITA – 21) De acordo a IN 128/2022-INSS, é correto afirmar que, em 
regra, é vedada a inscrição na categoria de contribuinte individual para brasileiro residente 
ou domiciliado no exterior. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 22) O exercente de mandato eletivo, no período de 1º de fevereiro 
de 1998 a 18 de setembro de 2004, poderá optar pela filiação na qualidade de segurado 
facultativo, desde que não tenha exercido outra atividade que o filiasse ao RGPS ou ao RPPS, 
e faça essa opção em pedido direcionado ao INSS, a quem compete decidir sobre esse pedido. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 23) O rol de documentos hábeis para a comprovação do exercício 
da atividade e condição de segurado especial estão previstos nas normas previdenciárias de 
modo taxativo. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 24) De acordo com a legislação previdenciária, é correto afirmar 
que, nos casos de comprovação do exercício da atividade rural do segurado indígena 
certificado pela FUNAI, o preenchimento da autodeclaração do segurado especial é 
dispensado. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 25) José, por exercer atividade por conta própria como pintor, 
procurou o INSS em janeiro de 2022 para realizar a inscrição como contribuinte individual. 
Diante dessa situação, é correto afirmar que, enquanto José não fizer pedido de encerramento 
da atividade cadastrada no INSS, presumir-se-á a continuidade do exercício dela, sendo 
considerado em débito o período sem contribuição. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA –26) É correto afirmar que a reclamatória trabalhista transitada em 
julgado se restringe à garantia dos direitos trabalhistas e, por si só, não produz efeitos para 
fins previdenciários, sendo que para a contagem do tempo de contribuição e o reconhecimento 
de direitos para os fins previstos no RGPS, a análise do processo pelo INSS deverá observar 
as diretrizes previstas na IN 128/2022-INSS. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
 
 
 
10 
QUESTÃO INÉDITA – 27) Anajé, segurado especial indígena, faleceu em outubro de 2022. 
Ele vivia há 05 anos em união estável devidamente comprovado junto à Fundação Nacional 
do Índio (FUNAI) com duas companheiras em regime de poligamia, Apoena e Ecoema. 
Diante dessa situação, é correto afirmar que tanto Apoena quanto Ecoema possuem direito à 
pensão por morte em virtude do falecimento de Anajé. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
. 
QUESTÃO INÉDITA – 28) José possui 17 anos de idade e é filho não emancipado de 
Pedro, que faleceu em 01/10/2022 e era beneficiário de uma aposentadoria por idade no 
RGPS no valor de um salário-mínimo. Além disso, José é empregado em uma empresa 
privada do ramo da construção civil e aufere um salário mensal de R$ 1500.00. Nessa 
situação, é correto afirmar que, caso a requeira, José faz jus à pensão por morte decorrente da 
morte do seu pai em razão de ser dependente do falecido. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 29) Pedro contribuiu para o RGPS por 05 anos entre janeiro de 
2015 até janeiro de 2020, quando pediu demissão do trabalho para estudar para concursos. 
Após ficar desempregado, Pedro não mais verteu recolhimentos para o RGPS e, em junho de 
2021, procurou uma agência do Sistema Nacional de Emprego (SINE) para se cadastrar para 
ações de emprego, uma vez que continuava desempregado e o concurso para o qual estava 
estudando ainda não tinha sido autorizado. Diante dessa situação, é correto afirmar que Pedro 
manterá a qualidade de segurado até 15/03/2022. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 30) O segurado contribuinte individual que tenha deixado de efetuar 
contribuição para o RGPS faz jus à prorrogação do período de graça por mais 12 meses, caso 
comprove a condição de desempregado durante o período de manutenção da qualidade de 
segurado. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 31) A legislação previdenciária contempla hipótese de concessão de 
pensão por morte a dependente de falecido/instituidor que, na data do óbito, não seja detentor 
da qualidade de segurado do RGPS. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 32) Rita se inscreveu como contribuinte individual em janeiro de 
2021 e efetuou recolhimentos na atividade como C.I entre os meses de janeiro de 2021 até 
 
 
 
11 
junho de 2021, deixando de efetuar os recolhimentos a partir do mês de julho, embora tenha 
continuado a desempenhar a atividade como C.I. Em novembro de 2021, Rita deu à luz a um 
filho, em seguida, requereu o salário-maternidade no INSS. 
Diante dessa situação, é correto afirmar que Rita terá direito ao salário-maternidade, caso 
efetue, após o nascimento do filho, os recolhimentos referentes aos meses de julho até outubro 
de 2021, uma vez que cumprirá com a carência exigida para concessão, bem como terá 
qualidade de segurada na data do parto. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 33) A legislação previdenciária não admite contribuição de período 
anterior à inscrição dos segurados, sejam eles obrigatório ou facultativo. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 34) Em sua primeira filiação ao RGPS, Pedro foi empresário no 
período de 01/2005 até 01/2019, quando efetuou recolhimentos ao RGPS por 14 anos como 
contribuinte individual. Em 10/2022, ele se filiou novamente ao abrir uma nova empresa e 
voltou a efetuar recolhimentos como contribuinte individual. Diante dessa situação, é correto 
afirmar que nesta segunda filiação, caso Pedro efetue recolhimento somente pelos meses de 
10/2022 até 01/2023, deixando de efetuar recolhimentos pelos meses seguintes, ele manterá a 
qualidade de segurado por até 36 meses após a cessação das contribuições. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 35) Rita, contribuinte individual, efetuou recolhimentos como C.I 
que exerce atividade por conta própria no período de 01/2021 até 12/2021. Em 01/2022, Rita 
deu à luz uma criança e fez um requerimento de salário-maternidade. Durante a análise do 
requerimento, o servidor do INSS identificou que entre os meses 07/2021 até 12/2021 ela 
efetuou recolhimentos abaixo do salário-mínimo e que possuía apenas 06 contribuições 
regulares para efeito de carência. Diante dessa situação, é correto afirmar que Rita fará jus ao 
salário-maternidade, caso realize a complementação de pelos menos 04 meses do período de 
07/2021 até 12/2021, ainda que o pagamento seja posterior a data do parto. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 36) Julia começou a recolher para o INSS como segurada 
facultativa no mês de 01/2022. Em 05/10/2022, quando possuía apenas 09 recolhimentos para 
o RGPS entre 01/2022 até 09/2022, ela deu à luz a um bebê em parto de duração normal de 
uma gestação. Diante dessa situação, é correto afirmar que, caso requeira o salário-
maternidade, Julia não fará jus benefício, ainda que efetue o recolhimento da competência 
 
 
 
12 
10/2022 até a data do vencimento, uma vez que ela não cumprirá com a carência mínima para 
concessão. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 37) Janaina atualmente é servidora pública vinculada a RPPS no 
município de São João do Piaui. Ela fez um requerimento de certidão de tempo de 
contribuição para fins de contagem recíproca no setor de gestão de pessoas da Prefeitura do 
seu município. Diante dessa situação, é correto afirmar que o RPPS poderá emitir a CTC para 
Janaina, independentemente da situação funcional da referida servidora, uma vez que se trata 
de um direito assegurado pela legislação. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 38) Pedro requereu aposentadoria por idade em 01/2022, quando 
completou 60 anos de idade, declarando ser segurado especial. No requerimento de 
aposentadoria, ele comprovou, por meio de documentos, o efetivo exercício da atividade rural 
pelo período de 01/01/2000 até 01/01/2022 em propriedade rural com área de 5 módulos 
fiscais. Diante dessa situação, é correto afirmar que Pedro terá integralmente não reconhecida 
a condição de segurado especial. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 39) É correto afirmar que as contribuições devidas pelo segurado 
contribuinte individual e o valor apurado no cálculo de indenização poderão ser objeto de 
parcelamento, desde que requerido pelo segurado ao INSS, sendo que o período 
correspondente somente poderá ser utilizado para concessão de benefício e emissão de CTC 
após a comprovação da liquidação de todos os valores incluídos em parcelamento. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 40) José foi aprovado em concurso público e tomou posse em 
01/2016 no cargo de Policial Militar do estado de PE, vinculando-se ao RPPS do referido 
estado. Antes de assumir o cargo público, José tinha contribuído para o RGPS sobre um 
salário-mínimo nos períodos de 01/2005 até 01/2010 como empregado e entre 02/2010 até 
01/2015 como MEI na alíquota reduzida de 5% do salário-mínimo. 
Diante dessa situação, é correto afirmar que, caso requeira a certidão de tempo de 
contribuição para fins de averbação no RPPS de PE, José terá direito a aproveitar todo o 
período de 01/2005 até 01/2015 em que recolheu para o RGPS, haja vista que todo o período 
foi recolhido sobre o mínimo do salário de contribuição. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
 
 
13 
 
QUESTÃO INÉDITA – 41) Rita, segurada contribuinte individual há mais de 05 anos, 
estava em gozo de auxílio por incapacidade para o trabalho, com data prevista para cessação 
em 30/03/2023,quando deu à luz um bebê prematuro em 15/09/2022. Diante dessa situação, é 
correto afirmar que, caso requeira o salário-maternidade, o auxílio por incapacidade recebido 
por Rita terá data de cessação fixada no dia anterior ao nascimento da criança, tendo em vista 
que a legislação veda o recebimento conjunto de salário-maternidade com auxílio por 
incapacidade temporária. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 42) José requereu e teve negado um pedido inicial de auxílio por 
incapacidade temporária. Diante dessa situação, é correto afirmar que José poderá efetuar um 
novo requerimento, para ser submetido a uma nova perícia médica, a qualquer tempo após 
tomar ciência do indeferimento do primeiro requerimento. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 43) José, segurado empregado, sofreu um acidente de trabalho . 
Diante dessa situação, é correto afirmar que, se em decorrência desse acidente, José ficar 
temporariamente incapaz para o trabalho, ele fará jus ao auxílio por incapacidade temporária 
previdenciário. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 44) Carla possui dupla filiação ao RGPS. Durante o dia, ela trabalha 
como empregada doméstica. À noite, ela trabalha como cozinheira em um restaurante. 
Durante o trajeto de um trabalho para o outro no fim da tarde, Carla sofreu um acidente. 
Diante dessa situação, é correto afirmar que compete ao empregador para o qual Carla se 
deslocava no momento do acidente, isto é, o responsável pelo restaurante, realizar 
preenchimento e encaminhamento da comunicação de acidente de trabalho-CAT sofrido por 
Carla. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
QUESTÃO INÉDITA – 45) José, servidor público federal, recebia um auxílio-acidente na 
ocasião em que requereu uma certidão de tempo de contribuição para fins de contagem 
recíproca no RPPS. Para concessão da CTC requerida por José, o auxílio-acidente que ele 
recebia foi cessado na data de emissão. Inconformado com cessação do auxílio-acidente, José 
procurou uma assessoria jurídica para saber o que poderia fazer para ter reativado o auxílio-
acidente do qual ele foi beneficiário, recebendo a informação que não existia providência a ser 
tomada que pudesse ensejar na reativação. 
 
 
 
14 
Diante dessa situação, considerando o que dispõe a IN º 128/2022, é correto afirmar que a 
informação recebida por José pela assessoria jurídica consultada está em consonância com a 
legislação. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 46) Rita ficou desempregada em 01/04/2022 e atualmente encontra-
se grávida, com data de previsão de parto para o dia 15/11/2022. Diante dessa situação, é 
correto afirmar que Rita terá direito ao salário-maternidade, caso o requeira mediante 
apresentação de atestado médico que fixe a data de início de benefício em até 28 dias do 
nascimento da criança. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 47) Sarah, segurada empregada, sofreu um aborto não criminoso 
que lhe causou a morte. Diante dessa situação, é correto afirmar que seu marido Maurício, que 
também é empregado, fará jus ao recebimento do salário-maternidade decorrente do aborto 
não criminoso, desde que o requeira no prazo legal. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 48) Rita efetuou recolhimentos como contribuinte individual que 
exercia atividade por conta própria pelo período de 01/2021 até 10/2021. Em 01/2022, foi 
contratada por uma empresa e passou a ser empregada. Em 07/2022, deu à luz uma criança. 
Diante dessa situação, é correto afirmar que Rita tem direito a dois salários-maternidade, 
sendo um pago pelo INSS em relação à atividade como contribuinte individual na qual se 
encontra em período de graça até 15/12/2022, e outro pago diretamente pelo empregador em 
razão do vínculo empregatício. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 49) Para fins de enquadramento e recolhimento na alíquota de 5% 
como segurado facultativo baixa renda , é correto afirmar que, ressalvada exclusivamente a 
renda proveniente de auxílios assistenciais de natureza eventual e temporária e de valores 
oriundos de programas sociais de transferência de renda, o conceito de renda própria deve ser 
interpretado de forma a abranger quaisquer rendas auferidas pela pessoa que exerce trabalho 
doméstico no âmbito de sua residência e não apenas as rendas provenientes de trabalho. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 50) Ainda sobre o enquadramento como facultativo de baixa renda, 
é correto afirmar que o segurado(a) que se enquadre nessa condição deverá ter a família 
 
 
 
15 
inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – CadÚnico, sendo 
que a renda mensal da família deverá ser de, no máximo, um salário-mínimo e meio. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 51) Caso o prazo fixado para a recuperação da capacidade para o 
trabalho ou para a atividade habitual se revele insuficiente, o segurado poderá, nos 15 
(quinze) dias que antecedem a Data da Cessação do Benefício - DCB, solicitar a prorrogação 
do benefício. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 52) Em 01/2022, ao requerer um benefício assistencial ao idoso, 
Rita declarou ser separada de fato de Pedro com quem era casada civilmente desde o ano 
2000. Seis meses após, em 07/2022, Pedro, que era aposentado por idade, faleceu, e Rita 
requereu a pensão por morte. Diante dessa situação, é correto afirmar que Rita fará jus ao 
recebimento de pensão por morte, desde que apresente certidão de casamento atualizada na 
qual não conste averbação de divórcio ou separação. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 53) De acordo com a IN 128/2022-INSS, na fixação do prazo de 
duração da cota ou do benefício de pensão por morte do dependente na qualidade de cônjuge 
ou companheiro, para óbitos ocorridos a partir de 01/03/2015, estando o instituidor em gozo 
de aposentadoria, exceto por incapacidade permanente, não será necessária a apuração de 18 
(dezoito) contribuições, considerando que na aposentadoria já houve a comprovação, de, no 
mínimo, 60 (sessenta) contribuições. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 54) Ricardo trabalhou por 15 anos como empregado de um banco 
público. Ele foi demitido em 01/2021, após a descoberta pelo banco de fraudes cometidas 
pelo referido funcionário, sendo que, durante o período de trabalho no banco, ele recolhia no 
teto do RGPS. Em 06/2022, Ricardo foi condenado pelas fraudes cometidas e recolhido à 
prisão em regime fechado, deixando um filho de 10 de anos de nome Lucas. Diante dessa 
situação, é correto afirmar que, caso requeira, ele fará jus ao auxílio-reclusão. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 55) Fernanda recebe um auxílio-reclusão em decorrência da prisão 
do seu companheiro, Joaquim. Diante dessa situação, é correto afirmar que, para fins de 
 
 
 
16 
manutenção do benefício, Fernanda é obrigada a apresentar prova de permanência carcerária 
de Joaquim, a cada 90 dias, sob pena de cessação do benefício que recebe. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 56) Ricardo, segurado recluso, está cumprido pena em regime 
fechado, e os dependentes estão recebendo auxílio-reclusão. Diante dessa situação, 
considerando o que dispõe a IN 128/2022-INSS, é correto afirmar que, caso Ricardo fuja da 
prisão, o auxílio-reclusão que os seus dependentes recebem será cessado. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 57) De acordo com a IN 128/2022-INSS, no caso de recaptura de 
segurado fugitivo, desde que ela ocorra dentro do período de manutenção de qualidade de 
segurado, o auxílio-reclusão que os dependentes recebiam antes da fuga do recluso será 
reativado a partir da data da recaptura. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 58) José, servidor público, atualmente possui dupla filiação na 
previdência social, sendo uma vinculação ao RGPS e outra de vinculaçãoao RPPS. Ele 
requereu uma certidão de tempo de contribuição no RGPS/INSS para fins de aproveitamento 
no RPPS. Diante dessa situação, é correto afirmar que, para que haja emissão da CTC 
requerida, é necessário que José se desvincule de sua atividade abrangida pelo RGPS. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 59) Pedro, servidor público, requereu uma certidão de tempo de 
contribuição no RGPS para fins de aproveitamento no RPPS aos qual se encontra vinculado. 
No requerimento da CTC, Pedro apresentou PPP (Perfil Profissiográfico Profissional) e 
solicitou identificação do tempo comprovadamente trabalhado sob condições insalubres. 
Diante dessa situação, é correto afirmar que não será realizada análise do mérito do período 
especial pretendido em razão de ser vedada a conversão do tempo especial em comum para 
fins de emissão de CTC. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 60) De acordo com a IN 128/2022, a Compensação Previdenciária é 
o ressarcimento financeiro entre o RGPS e os RPPSs dos servidores da União, dos Estados, 
do Distrito Federal e Municípios, referente ao tempo de contribuição utilizado na concessão 
de benefícios nos termos da contagem recíproca, assim como o ressarcimento financeiro entre 
 
 
 
17 
RGPS/RPPS e regime de previdência dos países com os quais o Brasil possui acordo 
internacional. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 61) João, 60 anos de idade, requereu uma aposentadoria por idade 
como trabalhador rural, razão pela qual solicitou que seu filho, José, de 30 anos de idade, 
fosse na agência do INSS saber o andamento do processo, vez que na ocasião do 
requerimento optou por não acompanhá-lo por meio dos canais remotos. 
José, ao ser atendido na agência do INSS, apresentou o documento de identidade que 
comprova ser ele filho do requerente para o qual busca informação. Diante dessa situação, é 
correto afirmar que as informações sobre o requerimento de aposentadoria de João deverão 
ser prestadas a José. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 62) José era beneficiário, desde 01/2015, de uma aposentadoria por 
tempo de contribuição no valor de R$ 3.000 quando faleceu em 01/2018. Ele deixou um filho 
de 18 anos de idade, Ricardo, que passou a receber a pensão por morte a partir de 01/2018. 
Em 02/2018, por ter identificado que o INSS não considerou, no cômputo de tempo de 
contribuição da aposentadoria, um período que José havia pago por meio de carnês, embora 
constasse no CNIS, Ricardo solicitou revisão da aposentadoria que José recebia, a qual foi 
deferida pelo INSS fazendo com que a RMI da aposentadoria de José passasse de R$ 3.000 
para R$ 4.000. Diante dessa situação, é correto afirmar que Ricardo tem direito a receber as 
diferenças retroativas apuradas na revisão e não recebidas por José, haja vista ser dependente 
do falecido. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 63) É correto afirmar que servidor com exercício no INSS, 
especificamente perito(a) médico(a) federal, poderá fazer exigência de interdição do 
interessado, seja ela total ou parcial, na hipótese que identificar que interessado não esteja 
em pleno gozo das faculdades mentais. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
QUESTÃO INÉDITA – 64) De acordo com a legislação previdenciária, é correto afirmar 
que na ausência de tutela, curatela ou guarda legal para os interessados civilmente incapazes, 
o requerimento do benefício ou serviço deverá ser efetuado por administrador provisório, 
devendo este ser um dos herdeiros necessários, representado pelos descendentes (filho, neto, 
bisneto), ascendentes (pais, avós), cônjuge e irmãos. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
 
 
18 
 
QUESTÃO INÉDITA – 65) De acordo com a IN 128/2022-INSS, a tutela, a curatela e a 
guarda legal, ainda que provisórios, serão sempre declarados por decisão judicial. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 66) O administrador provisório poderá requerer o benefício, sendo-
lhe autorizado o recebimento de todos os créditos a que fizer jus o beneficiário por ele 
representado. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 67) No tocante ao cadastramento de procurador para fins de 
recebimento de benefício, é correto afirmar que será sempre exigida a forma pública quando 
outorgante ou outorgado não forem alfabetizados. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 68) José exerce atividade de garimpeiro na cidade de Serra Pelada –
PA. Ele não trabalha em regime de economia familiar. Diante dessa situação, é correto 
afirmar que, para fins de concessão de aposentadoria, José não é considerado trabalhador 
rural. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 69) Após se divorciar, Rita voltou a residir com os seus pais e 
exercer juntamente com eles, que são segurados especiais, atividade rural na fazenda da 
família. Diante dessa situação, é correto afirmar que, para fins de enquadramento como 
segurada especial, Rita integra o grupo familiar dos seus pais. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 70) Maria requereu um salário-maternidade como segurada 
especial. No requerimento do benefício, ela comprovou exercer atividade rural, como 
proprietária, em regime de economia familiar por 12 meses no período imediatamente anterior 
ao parto, vivendo exclusivamente de tal atividade, embora resida na zona urbana do município 
em que desenvolve trabalho rurícola. Diante dessa situação, é correto afirmar que Maria não 
faz jus ao benefício postulado, uma vez que tem descaracterizada a condição de segurada 
especial em razão de residir na zona urbana. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
 
 
 
19 
QUESTÃO INÉDITA – 71) Após trabalhar por 02 anos em seu primeiro emprego, Pedro 
pediu demissão em 01/2022 para estudar para concurso público. No mês seguinte, em 
02/2022, ele começou a efetuar recolhimentos como segurado facultativo e efetuou o ultimo 
recolhimento em 04/2022. Diante dessa situação, é correto afirmar que Pedro manterá a 
qualidade de segurado até 15/12/2022, isto é, por apenas 06 meses após a cessação das 
contribuições como segurado facultativo. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 72) Embora tenha sido inscrito no RGPS somente em 1995, Pedro 
exerceu atividade por conta própria como advogado entre os anos de 1992 até 1994, não tendo 
efetuado os recolhimentos devidos na época. Em razão disso, no ano de 2022, Pedro realizou 
no INSS um requerimento de retroação de data de início de contribuição-DIC no qual 
comprovou ter exercido supracitada atividade entre os anos de 1992 até 1994 e tal pedido foi 
deferido pelo INSS, que gerou a guia de indenização do período que foi paga integralmente 
por Pedro. Diante dessa situação, é correto afirmar que o período pago por Pedro referente aos 
anos de 1992 até 1994 poderá ser computado como tempo de contribuição e carência. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 73) Tratando-se de parto, é correto afirmar que o salário-
maternidade poderá, em casos excepcionais, ter seu período de início e fim estendidos em até 
2 (duas) semanas, mediante apresentação de atestado médico específico submetido à 
avaliação médico-pericial, sendo que, no caso dos segurados em período em graça, a 
prorrogação caberá apenas para repouso posterior ao fim do benefício. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 74) De acordo com a IN 128/2022-INSS, considera-se mensalidade 
de recuperação o período em que o segurado beneficiário de aposentadoria por incapacidade 
permanente, que foi considerado apto ao retorno ao trabalho, receberá benefício do INSS por 
até 18 (dezoito) meses, com redução gradual do valor. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 75) No tocante à aposentadoria especial, é correto afirmar que a 
comprovação do exercício da atividade especial poderá ser por categoria profissional para 
períodos trabalhados até 28 de abril de 1995. 
CERTA () ERRADA ( ) 
 
 
 
 
20 
QUESTÃO INÉDITA – 76) É correto afirmar que se trata de competência comum ao técnico 
e analista do seguro social , desde que o processo esteja sob sua responsabilidade, análise e 
emissão de parecer quanto ao período em que o segurado esteve exposto a agentes 
prejudiciais à saúde, em concentração, intensidade e tempo de exposição que ultrapassem os 
limites de tolerância estabelecidos segundo critérios quantitativos, ou que, dependendo do 
agente, torne a efetiva exposição em condição especial prejudicial à saúde, segundo critérios 
de avaliação qualitativa. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 77) No que se refere à concessão da aposentadoria da pessoa com 
deficiência, é correto afirmar que compete à Perícia Médica Federal e ao Serviço Social do 
INSS reconhecer o grau de deficiência, que pode ser leve, moderado ou grave, bem como 
fixar a data provável do início da deficiência e identificar a ocorrência de variação no grau de 
deficiência. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 78) Joaquim ficou desempregado em 01/2020, após pedir demissão 
de uma empresa em que ele trabalhou por três anos. Em 01/10/2020, ele sofreu um acidente 
de carro, que o deixou em coma por 06 meses, isto é, até 04/2021. No mês de 01/05/2021, por 
ainda se encontrar incapacitado, ele fez o requerimento de auxílio por incapacidade 
temporária, tendo a perícia médica federal no INSS reconhecido a incapacidade pelo período 
de 01/10/2020 (data de acidente) até 01/10/2022. Diante dessa situação, é correto afirmar que 
Joaquim não faz jus ao auxílio por incapacidade temporária, uma vez que em 01/05/2021, 
quando requereu o benefício, ele já tinha perdido a qualidade de segurado, que foi mantida até 
15/03/2021. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
QUESTÃO INÉDITA – 79) O abono anual incidirá sobre a parcela de acréscimo de 25% 
(vinte e cinco por cento), pago ao segurado aposentado por incapacidade permanente que 
necessitar da assistência permanente de outra pessoa. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 80) Para fins de concessão de aposentadoria por idade rural, 
deverão ser contabilizados para carência somente os períodos exercidos em atividade rural. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 81) Joaquim era contribuinte individual do RGPS há 05 anos 
quando faleceu em 01/01/2022. A morte dele, que estava casado com Rita há apenas três 
 
 
 
21 
meses na data do óbito, não foi decorrente de acidente de qualquer natureza ou doença 
profissional ou do trabalho. Em 01/08/2022, Rita requereu a pensão por morte em virtude do 
falecimento do seu cônjuge. Diante dessa situação, é correto afirmar que Rita terá direito ao 
benefício requerido por apenas 04 meses. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 82) Maria, segurada baixa renda , encontra-se recolhida à prisão em 
regime fechado e sua dependente, Ana, que tem 03 anos de idade, está recebendo o auxílio-
reclusão. Por possuir uma filha pequena que requer os seus cuidados, Maria requereu e teve 
concedido pela Justiça o pedido para cumprimento da pena em prisão domiciliar, mantendo-se 
o regime fechado. Diante dessa situação, é correto afirmar que o auxílio-reclusão de Ana será 
cessado no momento em Maria passar a cumprir a pena em prisão domiciliar. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 83) José, segurado em gozo de auxílio por incapacidade de 
temporária, estava em processo de reabilitação profissional proporcionado pela Previdência 
Social quando deixou de comparecer as atividades recomendadas pela equipe 
multiprofissional do INSS que conduzia seu processo de reabilitação profissional. Diante 
dessa situação, é correto afirmar que o benefício recebido por José será cessado de imediato. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 84) Rita estava cadastrada como administradora provisória no 
benefício de titularidade de sua mãe, Joana, quando entrou com um processo judicial de 
interdição de Joana. No processo, a Justiça nomeou Rita como curadora provisória de Joana, 
expedido o respectivo termo de curatela que foi assinado por Rita. Diante dessa situação, é 
correto afirmar que, para fins de representação perante o INSS, Rita deverá ser considerada 
curadora definitiva de Joana. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 85) Considerando as afirmações 1 e 2 abaixo transcritas, avalie a 
assertiva que se segue: 
1) O prazo de validade do mandato do administrador provisório é de seis meses a contar da 
data da assinatura do termo de compromisso firmado no ato de seu cadastramento, sendo que 
a prorrogação além de 06 meses dependerá da comprovação do andamento do respectivo 
processo judicial de representação civil; 
2) Os efeitos da procuração cadastrada para recebimento de benefícios vigoram por até 12 
meses, podendo ser renovados dentro do prazo estabelecido mediante requerimento, 
 
 
 
22 
assinatura de novo termo de compromisso e apresentação de documentos hábeis para tal, 
observadas as disposições acerca da cessação do mandato. 
ASSERTIVA: Pelos menos uma das afirmações acima está errada. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 86) No processo administrativo previdenciário, a comunicação dos 
atos ao interessado deverá ser feita preferencialmente por meio eletrônico ou por meio de 
correspondência enviada ao endereço informado pelo interessado, e, excepcionalmente, 
pessoalmente. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 87) Ricardo requereu uma aposentadoria por idade pelo site do 
INSS. Na ocasião do requerimento, ele optou por acompanhar o pedido por meio dos canais 
remotos do INSS, bem como informou endereço de e-mail para recebimento de notificações. 
Diante dessa situação, se o servidor do INSS responsável pela análise do requerimento 
vincular exigência para que Ricardo apresente documentos complementares, a notificação é 
presumida após cinco dias da data disponibilização da exigência. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 88) No processo administrativo previdenciário, dispensa-se a 
autenticação dos documentos apresentados, ainda que em cópias simples, seja por meio físico 
ou eletrônico, para a análise de requerimento de benefícios e serviços, salvo expressa previsão 
legal ou existência de dúvida fundamentada quanto à autenticidade ou integridade do 
documento, ficando o responsável pela apresentação das cópias sujeito às sanções 
administrativas, civis e penais aplicáveis. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 89) Durante a análise inicial de um requerimento sob sua 
responsabilidade, Ricardo, servidor do INSS, observou que a requerente de uma pensão por 
morte declarou conviver em união estável com um segurado falecido, embora não tenha 
apresentado nenhum documento que comprove tal alegação no protocolo do requerimento. 
Diante dessa situação, é correto afirmar que Ricardo deverá emitir carta de exigências 
elencando providências e documentos necessários, com prazo mínimo de 30 (trinta) dias para 
cumprimento, contados da data da ciência. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
 
 
 
23 
QUESTÃO INÉDITA – 90) É correto afirmar que a justificação administrativa e a pesquisa 
externa, no processo administrativo previdenciário, são meios de prova subsidiários. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 91) A decisão administrativa, em qualquer hipótese, deverá conter 
despacho sucinto do objeto do requerimento administrativo, fundamentação com análise das 
provas constantes nos autos, bem como conclusão deferindo ou indeferindo o pedido 
formulado, sendo suficiente para tal a justificativa do indeferimento constante no sistema 
corporativo do INSS. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 92) Em 15/06/2022, durante a análise de um requerimento, Pedro, 
servidor do INSS, identificou que na data de entrada do requerimento em 01/01/2022, o 
requerente nãofazia jus ao benefício e que veio a implementar os requisitos para ter acesso ao 
benefício em 01/04/2022. Nessa situação, é correto afirmar que Pedro poderá conceder o 
benefício requerido em 01/01/2022 com reafirmação da DER (Data de Entrada de 
Requerimento) para 01/04/2022 somente se houver concordância formal do requerente, ainda 
que por meio eletrônico. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 93) Rita requereu um salário-maternidade alegando ser segurada 
especial. Ao analisar o requerimento, Pedro, servidor do INSS, verificou que Rita não 
apresentou documentos suficientes para habilitação do benefício, razão pela qual vinculou 
exigência para que ela apresentasse, no prazo de 30 dias, contados da ciência da exigência, 
documentos hábeis para habilitação do benefício, como certidão de nascimento da criança e 
documentos de comprovação da atividade rural, entre outros. Por sua vez, ciente da 
exigência, Rita deixou transcorrer o prazo sem apresentar os documentos solicitados, sendo o 
requerimento encerrado, após 75 dias, sem análise de mérito por desistência da requerente. 
Nessa situação, é correto afirmar que da decisão de encerramento proferida pelo INSS não 
cabe recurso. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 94) Se Pedro, beneficiário de auxílio-acidente no valor de meio 
salário-mínimo, se enquadrar no direito ao recebimento de benefício assistencial, será 
facultado o direito de renúncia e de opção pelo mais vantajoso. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
 
 
 
24 
 
QUESTÃO INÉDITA – 95) O valor recebido pelo segurado a título de complementação da 
Rede Ferroviária Federal S/A e da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos será 
incorporado à renda mensal da pensão por morte a ser paga ao dependente, caso o segurado 
venha a óbito. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 96) Pedro realizou um pedido de revisão com vistas a elevar o valor 
de sua aposentadoria, pois entendia que ela foi concedida com um valor muito baixo, 
considerando o seu histórico de contribuição. Entretanto, ao analisar o pedido de revisão, o 
servidor do INSS identificou que houve um erro no cálculo da renda mensal inicial e que a 
aposentadoria foi concedida com uma RMI de R$ 1.500,00 quando, na realidade, deveria ser 
apenas R$ 1.300,00. Diante dessa situação, é correto afirmar que a revisão em epígrafe 
somente produzirá efeitos após a conclusão dos procedimentos que garantam o contraditório e 
a ampla defesa para Pedro. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 97) José requereu uma aposentadoria por tempo de contribuição em 
2016. Na ocasião, ele tinha implementados os requisitos para concessão de duas espécies de 
aposentadoria: aposentadoria por tempo de contribuição e aposentadoria especial. Entretanto, 
o servidor do INSS responsável pela análise do requerimento acabou não oferecendo a José o 
direito de opção pelo melhor benefício. Em 2021, ao procurar uma assessoria jurídica, José foi 
informado que a aposentadoria especial no seu caso era mais vantajosa, pois oferecia uma 
renda mensal inicial. 
Considerando a situação relatada, é correto afirmar que, caso solicite uma revisão ao INSS, 
José terá direito à alteração para espécie da aposentadoria lhe é mais vantajosa. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 98) Rita, beneficiária de uma BPC/Idoso, compareceu a um posto 
de vacinação do SUS para receber dose de reforço contra a COVID-19 em 06/2022. Maria, 
beneficiária de uma pensão por morte, compareceu a um posto do DETRAN para renovação 
de sua Carteira Nacional de Habilitação em 08/2022. Por fim, Joaquim, beneficiário de 
aposentadoria pelo INSS, compareceu no dia 02 de outubro de 2022 para votar nas eleições de 
2022. Considerando as situações relatadas e o que dispõe a IN 128/2022-INSS, é correto 
afirmar que a prova de vida dos beneficiários supracitados, referente ao ano de 2022, está 
realizada. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
 
 
25 
QUESTÃO INÉDITA – 99) Kika teve sua aposentadoria concedida pelo INSS em setembro 
de 2022. Para realizar o pagamento do advogado que protocolou e instruiu o requerimento da 
aposentadoria, Kika deseja fazer um empréstimo consignado no seu benefício. Diante dessa 
situação, é correto afirmar que, a pedido de Kika, o benefício poderá ser desbloqueado para 
realização de empréstimo consignado a partir de 60 dias da concessão. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
QUESTÃO INÉDITA – 100) Pedro requereu pelo aplicativo do INSS sua aposentadoria 
programada. Na ocasião do requerimento, como já tinha ciência de que o seu pedido seria 
deferido por saber que cumpria com os requisitos para concessão, Pedro anexou junto da 
documentação um requerimento com informação do número da sua conta corrente para 
recebimento do crédito do benefício. Diante dessa situação, é correto afirmar que o 
requerimento para inclusão da conta corrente não será atendido, tendo em vista que o primeiro 
pagamento de benefício após a concessão será sempre realizado por meio de cartão magnético 
ou, eventualmente, de crédito especial, salvo nos casos de benefícios vinculados a empresas 
acordantes. 
CERTA ( ) ERRADA ( ) 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
26 
 
 
 
GABARITO

Continue navegando

Outros materiais