Buscar

Herpes Genital: Transmissão e Tratamento

Prévia do material em texto

Herpes
HEPESVÍRUS SIMPLES TIPO-2
principais vias de Transmissão é no adulto, pela via
genital.
Que acontece quando uma pessoa já tem um tipo 1 e
adquire o tipo 2?
O tipo 1 e tipo 2 eles são estruturalmente muito
parecidos. Se a pessoa já tem o tipo 1, ela apresenta
anticorpos contra o tipo 1 e ao adquirir tipo 2 esses
anticorpos contra o tipo 1 conferem um certo tipo de
proteção e as lesões elas tendem a ser menos graves.
·Logo os anticorpos anti-hsv 1 parecem ter influência
na gravidade da infecção primária pelo hsv-2;
·A infecção primária pré diz se a pessoa vai ter ou não
recorrência.
MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS
Herpes genital
EM MULHERES: região vulvar e vaginal, colo do
útero, parte interna da coxa e perianal;
EM HOMENS: glande, freio do pênis e corpo do pênis.
·A manifestação primária tende a ser mais severa-
sinais e sintomas sistêmicos -viremia transitória.
·Forma de prevenção: abstinência sexual.
Episódios e recorrência a cada 2 a 3 semanas, a
depender da gravidade e do estado imunológico.
Pessoas infectadas liberam o vírus
assintomáticamente. Pode ocorrer o processo de
transmissão nas pessoas q não estejam apresentando
o herpes genital naquele momento.
Herpes neonatal ou doença neonatal
-É bastante grave;
·Pode ocorrer durante o período gestacional, que e
quando a mãe adquire a infecção primária e a criança
tende a desenvolver danos cerebrais. Mas geralmente
ocorre durante o parto, quando este parto é normal. E
tende a ser menos grave.
·Infecção ascendente(atravessa a barreira placentária)
in útero durante a infecção primária da mãe.
·É invariavelmente sintomática e frequentemente
fatal;
·Pode ocorrer disseminação para o fígado, pulmão e
sistema nervoso central.
Caracterizada por vesículas de pele ou escoriações
(acomete pele, olhos e boca), pode ter acometimento
ocular, isso também resultar em cegueira e se
adquirida durante o período gestacional o bebê pode
desenvolver microcefalia ou hidrocefalia.
PREVENÇÃO
·Evitar contato com as lesões ativas;
·Cuidado com pacientes assintomáticos;
·Relações sexuais devem ser evitadas no período de
lesões- camisinhas não são completamente seguras,
afinal a Transmissão se dá pelas secreções genitais;
·Mulheres grávidas devem realizar cesárea;
·Ausência de vacinas-ainda em estudo.
TRATAMENTO
Drogas: Aciclovir, Valaciclovor, Penciclovir,
Fanciclovir
Alvo das drogas anti-virais: Enzimas codificadas pelos
vírus (DNA polimerase viral)
·Nenhum tratamento vai eliminar a infecção latente
do seu organismo
O tratamento diminui o tempo de manifestação do
vírus, atenua a sintomatologia, ou seja, essa
sintomatologia ela tende a ficar mais leve e caso tome
esse medicamento antes da manifestação ele pode
evitar a manifestação naquele momento.
 Vírus varicela zoster
Infecção primária – catapora
Infecção secundária – varicela

Continue navegando

Outros materiais