Buscar

PROVA DA RAPPI VIDA PRONTO SOCORRO

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 5 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

Mulher de 48 anos, deu entrada na emergência com forte dor precordial, em aperto, contínua, com irradiação para o pescoço e MSE e leve tontura — segundo a paciente, há cerca de 2 horas. Na triagem encontra-se dispneica, agitada, com PA de 190 mmHg × 130 mmHg, encaminhada para sala de emergência e realizada a abertura do Protocolo de Dor Torácica. Segundo o algoritmo da AHA (American Heart Association) a conduta para pacientes com Síndrome Coronariana Aguda será:
Obter um ECG de 12 derivações em até 03 minutos (Porta Eletro); Tempo Porta-agulha 30 minutos (Fibrinólise); Tempo Porta-balão 60 minutos (Angioplastia com Balão/Stent).
Obter um ECG de 12 derivações em até 10 minutos (Porta Eletro); Tempo Porta-agulha 20 minutos (Fibrinólise); Tempo Porta-balão 60 minutos (Angioplastia com Balão/Stent).
Obter um ECG de 12 derivações em até 10 minutos (Porta Eletro); Tempo Porta-agulha 30 minutos (Fibrinólise); Tempo Porta-balão 90 minutos (Angioplastia com Balão/Stent).
Obter um ECG de 12 derivações em até 05 minutos (Porta Eletro); Tempo Porta-agulha 20 minutos (Fibrinólise); Tempo Porta-balão 60 minutos (Angioplastia com Balão/Stent).
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Diariamente os hospitais recebem pacientes com as mais diversas necessidades, desde aqueles que correm risco iminente de morte até aqueles que, embora demandem cuidados médicos, não se encontram em estado de urgência. A Classificação de Risco é uma metodologia sistematizada para avaliar a necessidade de priorização para o atendimento médico. Os protocolos atualmente utilizados foram construídos por meio de metodologia sólida para proporcionarem assertividade ao profissional que realiza tal avaliação (IBSP-Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente). Diante deste contexto, o a Classificação de Risco tem o objetivo de:
Garantir o atendimento prioritário aos casos mais graves, os pacientes são identificados por pulseiras com cores diferentes, de acordo com a prioridade de atendimento e conforme o grau de necessidade, cada nível estabelece o tempo de espera seguro.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
A SEPSE é uma das principais causas de óbito no ambiente hospitalar e o seu manejo tem sido extensivamente discutido e pesquisado. Dentre as medidas iniciais no manejo da sepse, assinale a alternativa que apresenta as opções que comprovadamente aumentam a chance de sobrevida do paciente:
Coleta de hemocultura 2 pares em sítios diferentes, resultado do Lactato em 30 minutos, antibiótico em até 1 hora, reposição volêmica.
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Paciente de 28 anos, deu entrada no PS com quadro de taquicardia e palpitação após jogo de futebol. Ao exame físico, apresenta hipotensão (90/45 mm/Hg), dispneia com queda de saturação (87%) e diminuição da perfusão periférica. O ECG demonstra o seguinte ritmo cardíaco:
Taquicardia Supraventricular - Cardioversão elétrica sincronizada
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
A Parada Cardiorrespiratória (PCR) trata-se de um evento devastador com alta mortalidade e sequelas neurológicas permanentes na maioria dos sobreviventes. Para melhorar a sobrevida e o prognóstico neurológico, a AHA recomenda a adoção de diretrizes. Sobre a Reanimação Cardiopulmonar, assinale VERDADEIRO (V) ou FALSO (F) para as afirmações abaixo:
( V ) Na PCR com ritmo de fibrilação ventricular (FV) ou taquicardia ventricular sem pulso (TVSP) registrado no monitor cardíaco, deve-se desfibrilar a vítima com choque único na potência máxima do aparelho (360 J, no monofásico, e 200 J, no bifásico).
( V ) Na Reanimação Cardiopulmonar, são consideradas eficientes e de boa qualidade 02 insuflações realizadas pelo profissional de um segundo cada uma delas, em que seja constatada elevação do tórax.
( F ) Considera-se atendimento de qualidade na RCP de um indivíduo adulto as situações em que os socorristas realizam compressões torácicas na frequência de 80 a 100 compressões por minuto, deprimindo o tórax em 5 cm a 6 cm, com retorno completo.
( V ) Na PCR o CORRETO é que os socorristas apliquem compressões torácicas a uma frequência de 100 a 120 compressões por minuto com 05 ciclos de 30 compressões x 02 ventilações em adultos.
( V ) Ao utilizar o desfibrilador externo automático (DEA), o enfermeiro deve garantir a segurança da equipe visualizando se todos estão afastados do paciente.
( V ) Caso o paciente esteja em Assistolia, a equipe deverá checar: Cabo, ganho e derivação, confirmando a “linha reta” diferenciando o traçado de uma FV fina.
( F ) O estado de inconsciência indica necessidade imediata de iniciar as manobras de reanimação cardiopulmonar.
Assinale a sequência correta:
V, V, F, V, V, V, F
--------------------------------------------------------------------------------------------------------
Para coleta de dados do indicador de lesão por pressão, deve-se afirmar?
Todos os pacientes internados
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------
A colocação de um paciente internado em UTI na posição prona, ou decúbito ventral, é um procedimento barato e inofensivo. Entretanto, deve ser realizado por equipe multiprofissional experiente. A posição prona é indicada para?
Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------
As pás para realização da cardioversão deverão ser colocadas?
Uma na região apical à esquerda, na linha axilar média e a outra à direita do esterno no segundo espaço intercostal
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Na ausculta cardíaca o foco pulmonar localiza- se?
2° espaço intercostal esquerdo
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
A fibrilação ventricular é uma arritmia grave e exige intervenção imediata. Assinale a alternativa que identifica o tratamento emergencial dessa arritmia:
Desfibrilação

Mais conteúdos dessa disciplina