RESUMO CONSTITUCIONAL II
18 pág.

RESUMO CONSTITUCIONAL II


DisciplinaDireito Constitucional II8.107 materiais118.157 seguidores
Pré-visualização4 páginas
DIREITO CONSTITUCIONAL II 
 
1 
pedro.ferencz@live.com 
1. Organização do Estado (União, Estados, DF, Municípios e Territórios); 
2. Competências (Exclusiva, Privativa, Concorrente, Comum, Supletiva...); 
3. Hierarquia das normas. 
4. Intervenção (Federal e Estadual) 
5. Organização dos Poderes (Poder Legislativo, Congresso Nacional, 
Câmara dos Deputados e toda a composição do PL dos Estados, 
Territórios, DF e Municípios...); 
 
1) ORGANIZAÇÃO DO ESTADO 
1.1 \u2013 Capital Federal 
 - 1 Constituição de 1892 - 
 - Art. 32 CF \u2013 vedações \u2013 veda para Brasília ter municípios; 
impossibilidade constitucional de se criar municípios vinculados ao Distrito 
Federal; 
 - Civitas e polis \u2013 Brasília é uma cidade e um Estado ao mesmo tempo; 
uma mistura entre cidade e Estado; 
 - Competências \u2013 Brasília tem a mesma competência de Estado e 
Município; Ex: pagam IPTU para o Estado de Brasília, e os impostos federais 
para Brasília a Federal do Brasil; 
 - Lei Orgânica \u2013 vai ter regras do Poder Judiciário e regras 
administrativas do Estado; 
1.2 \u2013 Principio da indissolubilidade do vínculo federativo \u2013 não teria lógica 
se pudesse dissolver esse vinculo que criou da União; não há como se romper; 
 - Art. 1 CF - 
 - Art. 34, I, CF - 
 - Inexiste secessão \u2013 secessão é divisão/separação; não existe 
separação dos Estados membros com a União, e qualquer tentativa de 
secessão vai ser reprimida com intervenção Federal; Intervenção seria mandar 
o exército reprimir; 
1.3 \u2013 União 
\u2022 Princípios constitucionais sensíveis \u2013 são previstos no Art. 34, VII, 
CF; e sua inobservância pelos Estados membros, no exercício de suas 
DIREITO CONSTITUCIONAL II 
 
2 
pedro.ferencz@live.com 
competências legislativas, administrativas ou tributárias, pode acarretar 
intervenção na autonomia política; 
 a) Forma Republicana, Sistema Representativo, Regime 
Democrático; manutenção da forma do Governo Brasileiro; 
 b) Direitos da pessoa humana; envolve os direitos e garantias 
constitucionais; 
 c) Autonomia municipal; 
 d) Prestação de contas da administração Pública direta e indireta; 
 e) Aplicação do mínimo exigido da Receita resultante de impostos 
Estaduais, compreendida a proveniente de transferências, na manutenção e 
desenvolvimento do Ensino e nas ações e serviços públicos e saúde; 
 
\u2022 Princípios federais extensíveis \u2013 são normas comuns a União, 
Estados, municípios e Distrito Federal, obrigatórias no seu poder de 
organização; Ex: art. 1, Inciso I a V; art. 3, Inciso I a IV; Art. 4, Inciso I a 
X; Art. 2; Art. 5, Inciso I, II, III, VI, VIII, IX, XI, XII, XX, XXII, XXIII, XXXVI, 
LIV, LVII; Art. 6 á art. 11; Art. 933, Inciso I á XI; Art. 95, Inciso I, II, III; 
\u2022 Princípios constitucionais estabelecidos \u2013 estão espalhados pela CF, 
e são responsáveis pela Organização da Federação, estabelecendo 
preceitos centrais de auto-organização de observância obrigatória aos 
Estados-membros; 
 -> Normas de competência \u2013 Ex: Art. 23; Art. 24; Art. 25; Art. 27, 
parágrafo terceiro; Art. 75; Art. 96, Inciso I, a-f; Art. 96, Inciso II, a-d; Art. 96, 
Inciso III; Art. 98, I e II; Art. 125, parágrafo quarto; Art. 144, parágrafo quarto, 
quinto e sexto; Art. 145, Inciso I, II e III; Art. 155, Inciso I, a-b-c-e, Inciso II; 
 -> Normas de pré-ordenação \u2013Art. 27; Art. 28; Art. 37, Inciso I á 
XXI, e parágrafo primeiro á parágrafo sexto; Art. 39 a 41; Art. 42, parágrafo 
primeiro á parágrafo onze; Art. 75; Art. 95, I, II e III, e seu parágrafo; Art. 235, I 
á XI; 
1.4 \u2013 Estado 
 - PE - governador 
 - PL - Assistente Legislativo 
 - PJ \u2013 TJ 
 
DIREITO CONSTITUCIONAL II 
 
3 
pedro.ferencz@live.com 
1.5 \u2013 Regiões Metropolitanas, Microrregiões e aglomerações urbanas 
previsto no Art. 25, parágrafo terceiro da CF; a criação dessas regiões é 
sempre feita por Lei complementar; metropolitanas: são conjuntos de 
municípios limítrofes, com certa continuidade urbana, que se reúnem em torno 
de um município polo, ou município mãe; Microrregiões: também constituídas 
por municípios limítrofes, que apresentam características homogêneas e 
problemas em comum, mas que não estão ligados por certa continuidade 
urbana; Aglomerações urbanas: são áreas urbanas de municípios limítrofes 
sem um polo e sem sede. Caracterizam-se pela grande densidade demográfica 
e continuidade urbana. 
 
 -> Requisitos Constitucionais - 
 a) Lei complementar Estadual \u2013 criada pela Assembleia 
Legislativa Estadual; 
 b) Tratar se de um conjunto de municípios limítrofes - 
 c) Possuir mesma finalidade, organização, planejamento e 
execução de funções públicas - 
 d) Interesse comum - 
 -> STF \u2013 julgou a ADIN 1849, entendendo que é impossível acrescentar 
novos requisitos para Regiões Metropolitanas, Microrregiões e Aglomerações 
urbanas; 
1.6- Municípios 
 - Art. 1º; 18º; 29º; 30º e 34º, VII, \u2018\u2019c\u2019\u2019 da CF - 
 - Autonomia \u2013 três critérios de autonomia: política: auto-organização 
para a escolha dos seus vereadores; autonomia administrativa: os prefeitos vão 
poder organizar a cidade, criando secretarias, modificando secretarias, porque 
o município é independente administrativamente; autonomia financeira: essa 
autonomia é limitada por uma lei orçamentária municipal, dizendo onde vai 
gastar, pra que vai gastar e porque vai gastar. Possui essa autonomia porque 
as arrecadações vêm dos impostos; 
 -> Lei Orgânica Municipal \u2013 elas seguem o espelho da Constituição 
Estadual e Federal; 
 - Votação em dois turnos \u2013 intervalo \u2013 votação para a criação 
das leis orgânicas \u2013 cada município faz sua própria votação para criação ou 
readaptação da sua Lei Orgânica; são duas oportunidades para a discussão 
DIREITO CONSTITUCIONAL II 
 
4 
pedro.ferencz@live.com 
dessa Lei Orgânica, precisando ter um intervalo mínimo entre essas 
discussões, para conseguir discutir bem essa discussão; 
 - 2/3 dos membros \u2013 é preciso que em cada votação essa Lei 
seja aprovada por dois terços na Câmara de Vereadores; 
 - Competência \u2013 competência política (eleição de prefeitos e 
vereadores); Autogestão financeira e administrativa; e a técnica legislativa: 
como serão votadas essas leis, coro de votação, limite de competência dessas 
leis; 
1.7- Territórios 
são estritamente vinculados a União; 
 - União - 
 - Atos Disposições Constitucionais Transitórias - 
 Amapá, Roraima e Fernando de Noronha \u2013 
 
1.8- Formação dos Estados - 
 -> art. 18, parágrafo 3, CF - 
 - Requisitos: 
 a) Consulta prévias, as populações diretamente interessadas 
por meio de plebiscito \u2013 art. 4 da Lei 9709 de 1998; 
 b) Oitiva das respectivas assembleias legislativas dos 
Estados interessados \u2013 é meramente opinativa, não é de caráter vinculativo; 
 c) Lei complementar Federal especifica aprovando a fusão, 
desmembramento e subdivisão dos Estados; 
 \ufffd\ufffd\ufffd\ufffd Formas: 
\u2022 Fusão \u2013 é quando se reúnem dois ou mais Estados para a criação de 
um novo; perdem a identidade autônoma anterior que eles tinham; 
\u2022 Desmembramento \u2013 ocorre na divisão de um ou mais partes do Estado 
membro, sem a perda da identidade do entre primitivo; 
\u2022 Subdivisão \u2013 criação desses Estados em vários novos Estados 
membros com a perda de identidade do Estado anterior que se existia; 
 
DIREITO CONSTITUCIONAL II 
 
5 
pedro.ferencz@live.com 
1.9 - Formação de Municípios \u2013 
Essa formação foi trazida na Emenda Constitucional 15 de 1996; 
ADIN 262-7 de 1990 \u2013 essa ADIN trás que para os municípios devemos 
adaptar essas mesmas formas de formação de municípios e mais: 
 a) Lei Complementar Federal, estabelecendo genericamente o período 
possível para criação, fusão ou desmembramento de municípios; 
 b) Lei Ordinária Federal estabelecendo critérios genéricos exigíveis, tais 
como estudo de viabilidade municipal; 
 c) Consulta prévia,
Marcelo
Marcelo fez um comentário
favor enviar pelo email:
0 aprovações
Carregar mais