A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
23 pág.
Aula de Legislação Urbanística

Pré-visualização | Página 1 de 2

UEMA – UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO
ARQUITETURA E URBANISMO
ARQUITETURA E ESTÉTICA
Prof. José Agnaldo Pereira Mota Júnior
TEMA DA AULA: LEGISLAÇÃO URBANÍSTICA DE SÃO LUÍS
LEGISLAÇÃO URBANÍSTICA
• O QUE É? PARA QUE E PARA QUEM SERVE?
• Conforme a Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, a
legislação urbanística é “o conjunto de leis e normas que
existe para se estabelecer limites às ações humanas que
interferem no espaço urbano e na qualidade de vida na
cidade. Essas ações estão relacionadas com as
necessidades próprias de uma vida em um centro urbano,
como moradia, trabalho, educação, saúde, locomoção,
alimentação e lazer.” Fonte: http://portalpbh.pbh.gov.br
LEGISLAÇÃO 
URBANÍSTICA 
DE SÃO LUÍS
LEGISLAÇÃO URBANÍSTICA
• QUAIS SÃO AS LEIS?
• Estatuto das Cidades;
• Plano Diretor;
• Lei de Zoneamento, Uso e Ocupação do Solo;
• Código de Obras;
• Código de Posturas;
• Lei que dispõe sobre o comércio ambulante, sobre o IPTU,
sobre conservação do Patrimônio Histórico, sobre muros e
calçadas, sobre taxa de lixo, sobre engenhos publicitários,
entre outras.
LEGISLAÇÃO 
URBANÍSTICA 
DE SÃO LUÍS
ALGUNS CONCEITOS
• Estatuto das Cidades:
• É a denominação oficial da lei 10.257 de 10 de julho de
2001, que regulamenta o capítulo "Política urbana" da
Constituição brasileira.
• O Estatuto apresenta uma série de instrumentos para que o
administrador/gestor possa buscar o desenvolvimento urbano,
sendo o principal o plano diretor, que deve articular com
outros no interesse da cidade.
LEGISLAÇÃO 
URBANÍSTICA 
DE SÃO LUÍS
ALGUNS CONCEITOS
• Plano Diretor;
• De acordo com Estatuto das Cidades, é "o instrumento
básico da política de desenvolvimento e expansão urbana",
obrigatório para determinados municípios.
Fonte: Lei 10.257 de 10 de julho de 2001
•Tem como objetivo traçar diretrizes de desenvolvimento
econômico, social e de intervenção pública na estrutura
urbana, trata da organização territorial, da utilização de
instrumentos urbanísticos especiais e de gestão urbana.
LEGISLAÇÃO 
URBANÍSTICA 
DE SÃO LUÍS
ALGUNS CONCEITOS
• Lei de Parcelamento, Uso e Ocupação do Solo:
Legislação municipal que contém normas para a execução de
parcelamentos do solo (loteamento e desmembramento), para
obras de edificações e para a localização de usos e o
funcionamento de atividades.
•Código de Construções ou Código de Obras:
Dispõe sobre regras gerais e específicas a serem obedecidas no
projeto, licenciamento, execução, manutenção e utilização de
obras e edificações dentro do limite dos imóveis.
LEGISLAÇÃO 
URBANÍSTICA 
DE SÃO LUÍS
AS LEIS DE SÃO LUÍS
LEGISLAÇÃO 
URBANÍSTICA 
DE SÃO LUÍS
Lei Nº 1.790 de 12 de maio de 1968
Código de Posturas do Município de São Luís: contém normas de
procedimentos para intervenções, manutenção e uso do logradouro público
(ruas, passeios, praças , etc.)
Lei Delegada Nº 33 de 11 de maio de 1976
Código de Edificações do Município.
Lei Nº 3.015, de 28 de dezembro de 1989
Dispõe sobre o pagamento da taxa de licenciamento e fiscalização de obras 
realizadas em logradouros públicos e dá outras providências
Lei Nº 3.016 de 28 de dezembro de 1989
Dispõe sobre o comércio ambulante de São Luís e dá outras providências.
AS LEIS DE SÃO LUÍS
LEGISLAÇÃO 
URBANÍSTICA 
DE SÃO LUÍS
Lei Orgânica do Município de São Luis, de 05 de abril de 1990
Organização, Competência, Bens do Município, etc.
Lei N° 3.253, de 29 de dezembro de 1992
Dispõe sobre o zoneamento, parcelamento, uso e ocupação do solo urbano e 
dá outras providências
Lei N° 3.254, de 29 de dezembro de 1992
Estabelece e regula a implantação das operações urbanas no município de 
São Luís.
Lei N° 3.255, de 29 de dezembro de 1992
Dispõe sobre a criação de zonas de interesse social - ZIS para as quais 
estabelece normas especiais de parcelamento, uso e ocupação do solo e dá 
outras providências.
AS LEIS DE SÃO LUÍS
LEGISLAÇÃO 
URBANÍSTICA 
DE SÃO LUÍS
Decreto Nº 12.149 de 26 de março de 1993
Disciplina os meios de publicidade nas vias e logradouros públicos, sob a
forma de "outdoor", e dá outras providências
Lei Nº 3.350 de 15 de agosto de 1994
Torna obrigatória a utilização de telhas de cerâmicas nas construções,
reformas, adaptações, ampliações de edificações prediais, realizadas dentro
da zona de preservação histórica do município de São Luís e dá outras
providências
Lei 3.376, de 29 de dezembro de 1994
Isenta de pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano os imóveis do
centro histórico de São Luís, tombados pela união, estado ou município, e dá
outras providências
AS LEIS DE SÃO LUÍS
LEGISLAÇÃO 
URBANÍSTICA 
DE SÃO LUÍS
Lei Nº 3.392, de 4 de julho de 1995
Dispõe sobre a proteção do patrimônio cultural do município de São Luís e dá 
outras providências
Lei Nº 3.478 de 27 de março de 1996
Veda a instalação ou construção de obstáculos em calçadas e dá outras 
providências
Lei N° 3.996, de 20 de novembro de 2001
Regulamenta a utilização de áreas institucionais municipais e dá outras 
providências
Lei 4.052, de 13 de março de 2002
Define condições para a instalação de pólos geradores de tráfego
AS LEIS DE SÃO LUÍS
LEGISLAÇÃO 
URBANÍSTICA 
DE SÃO LUÍS
Lei N° 4.054, de 14 de março de 2002
Disciplina a regularização de lotes em áreas de ocupação de São Luís
Decreto Nº. 26.957, de 4 de novembro de 2004
Consolidação das Leis Tributárias do Município de São Luís
Lei Nº 4.590, de 11 de janeiro de 2006
Dispõe sobre a construção, reconstrução e conservação de muros e calçadas 
Lei Nº 4.669 de 11 de outubro de 2006
Dispõe sobre o Plano Diretor do Município de São Luís
Lei Nº 4.850, de 22 de agosto de 2007
Dispõe sobre a reorganização da Secretaria Municipal de terras, habitação, 
urbanismo e fiscalização urbana, atribuindo-lhe nova nomenclatura.
ZONEAMENTO, PARCELAMENTO, USO E 
OCUPAÇÃO DO SOLO URBANO
LEGISLAÇÃO 
URBANÍSTICA 
DE SÃO LUÍS
•Dispõe sobre a divisão do Município em zonas, define normas de
parcelamento e uso do solo do Município, bem como estabelece as
intensidades de ocupação, utilização e as atividades adequadas,
toleradas e proibidas.
Objetivos:
I. Orientar e estimular o desenvolvimento urbano;
II. Minimizar a existência de conflitos entre as áreas residenciais e 
outras atividades sociais e econômicas;
III. Permitir o desenvolvimento racional e integrado do aglomerado 
urbano;
ZONEAMENTO, PARCELAMENTO, USO E 
OCUPAÇÃO DO SOLO URBANO
LEGISLAÇÃO 
URBANÍSTICA 
DE SÃO LUÍS
Objetivos (continuação):
IV. Assegurar concentração urbana equilibrada, mediante o controle do 
uso e do aproveitamento do solo;
V. Assegurar a reserva de espaços necessários à expansão 
disciplinada da cidade.
ZONEAMENTO
LEGISLAÇÃO 
URBANÍSTICA 
DE SÃO LUÍS
De acordo com o Art. 3º desta lei, fica estabelecida a divisão do 
Município em zonas, assim definidas:
Zonas Residenciais (de ZR1 a ZR11)
Zonas Turísticas (ZT1 e ZT2)
Zona Administrativa – ZAD
Zona Central – ZC; 
Zona de Preservação Histórica – ZPH; 
Zona de Proteção Ambiental – ZPA1 e ZPA 2; 
ZONEAMENTO
LEGISLAÇÃO 
URBANÍSTICA 
DE SÃO LUÍS
Zona de Segurança ao Aeroporto – ZSA; 
Zona de Reserva Florestal – ZRF;
Zona de Interesse Social 1 e 2 - ZIS 1 e ZIS 2;
Zona Industrial 1, 2 e 3 – ZI1, ZI 2 e ZI 3;
Corredor Primário – CP;
Corredor Consolidado 1 e 2 – CC 1e CC 2;
Corredor Secundário de 1 a 9 - CS 9 a CS 9;
E Zona Rural - ZRU
USO E OCUPAÇÃO
LEGISLAÇÃO 
URBANÍSTICA 
DE SÃO LUÍS
ÍNDICES DE OCUPAÇÃO:
•ATME: Área Total Máxima da Edificação
•ALML: Área Mínima Livre do Lote
•Afastamento Frontal
•Gabarito
ÍNDICES